Quinta-feira, 5 de Março de 2020

Repúdio | Garraiada

 

Monumental garraiada às portas do Porto!?

Vergonha! Retrocesso! Atraso de vida! Atraso civilizacional!

 

Como é isto possível, e uma vez mais, envolvendo CRIANÇAS?

Uma vez mais, a ruralidade é arrastada na lama.

 

 

A 74ª Feira Anual da Trofa acontecerá já no próximo fim-de-semana. A Junta de Freguesia de Bougado organiza aquela que é – dizem eles – a “maior feira agro-pecuária do norte do país”.

 

Ora, o primeiro dia, sexta-feira, é o “Dia dedicado às crianças do concelho da Trofa”. E, nem de propósito, às 22h30, mais uma “Monumental Garraiada” – e com financiamento público!


Uma garraiada?!
 

Na Trofa, às portas do Porto, o trunfo da ruralidade fica adiado, outra vez.

 

Desenvolvimento sustentável, urge!


———————————————————————-
proposta de mail-alerta ou envie outro texto
———————————————————————-

— organização: Junta de Freguesia de Bougado
— apoio: Câmara Municipal da Trofa

— destinatários: geral@jfbougado-trofa.ptgeral@mun-trofa.pt; sergio.humberto@mun-trofa.pt


— assunto: Repúdio | Garraiada

————————————

Exmo Sr. Presidente da Junta de Freguesia de Bougado, Luís Paulo Sousa,
Exmo Sr. Presidente da Câmara Municipal da Trofa, Sérgio Humberto,

 

Venho por este meio manifestar o meu total repúdio pela realização da garraiada que terá lugar na próxima sexta-feira (amanhã). Esta tem lugar naquele que supostamente seria o dia dedicado às crianças. É sabido que as crianças se modelam pelos adultos e, como tal, devem ser os adultos a dar o exemplo e a tomarem atitudes de coragem para acabarem com práticas de violência que, tal como sabemos, hoje, afectam psicologicamente o desenvolvimento da criança e respectivo código de valores intrínseco – e que, no futuro, irão afectar o seu código de Ética.

 

O modo como tratamos os animais e como os perspectivamos denota o nosso grau de evolução. Este tipo de eventos em nada dignifica um concelho como a Trofa, nem o norte do país.

É ainda lamentável que esta garraiada seja organizada e paga também com dinheiros públicos.

Melhores cumprimentos,

(nome)
 
Isabel A. Ferreira
 
Fonte:
 
Marinhenses Anti-touradas
 
 
 
 
publicado por Isabel A. Ferreira às 15:38

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 22 de Abril de 2019

REPÚDIO À GARRAIADA NA TROFA EM HONRA DE NOSSA SENHORA DO DESTERRO

 

A Trofa vive no século XXI ANTES de Cristo?

A Trofa ainda não evoluiu.

É uma triste localidade.

 

DESTERRO.png

 

Sr. Presidente da Junta de Bougado, Luís Paulo Sousa,

Sr. Presidente da Câmara Municipal da Trofa, Sérgio Humberto,

 

Uma vez mais, venho repudiar veementemente a realização da garraiada que terá lugar no próximo dia 27 de Abril, por ocasião das festas em honra de Nossa Senhora do Desterro, que deveria ser uma festa de amor, compaixão, alegria e diversão, sem implicar a violência sobre outros seres. E não é.

 

Os animais não estão no mundo para serem usados como instrumento de diversão. A espécie humana é melhor do que isso.

 

Os da Trofa serão da espécie humana?

 

Não são. Se fossem, não se divertiriam a massacrar um animal, em honra de Nossa Senhora que, lá do alto, temos a certeza de que também repudia esta prática selvática.

 

O modo como tratamos os animais e como os perspectivamos denota o grau de evolução do ser humano. Este tipo de práticas em nada dignifica um Povo, uma Junta de Freguesia, um Concelho como o da Trofa ou o Norte do país.

 

É lamentável que a Junta de Freguesia e a Câmara Municipal da Trofa compactuem com um evento que só contribui para o retrocesso civilizacional, ainda mais, usando dinheiros públicos que deveriam servir para o bem da Comunidade, e não para tortura animal, porque a garraiada é uma prática bruta e cruel, ainda que não-sangrenta.

 

A Trofa ainda é uma localidade atrasada civilizacionalmente. Uma localidade, pois, a evitar.

 

Reflictam nisto, senhores autarcas.

Na vida, o dinheiro não é tudo.

Na vida a dignidade humana é que conta, nas contas que os Santos fazem lá em cima.

 

Esperando que a racionalidade vença, e desistam desta prática troglodita,

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:13

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2019

A TROFA PRETENDE ENTRAR PARA O ROL DAS LOCALIDADES COM ATRASO CIVILIZACIONAL, DEDICANDO UMA GARRAIADA ÀS CRIANÇAS DO CONCELHO?

 

E a Comissão de Protecção de Crianças e Jovens da Trofa o que tem a dizer sobre isto?

Aqui vou deixar o meu mais veemente REPÚDIO por esta iniciativa troglodita, desadequada à EDUCAÇÃO das CRIANÇAS

Enviem também os vossos protestos para:

geral@jfbougado-trofa.pt; geral@mun-trofa.pt; sergio.humberto@mun-trofa.pt

 

TROFA.png

 

Ex.mo Sr. Presidente da Junta, Luís Paulo Sousa,

Ex.mo Sr. Presidente da Câmara Municipal, Sérgio Humberto,

 

Aqui deixo o meu total REPÚDIO pela realização de uma garraiada, prática cruel e cobarde, que tortura um ser vivo indefeso e fora do seu habitat, e que terá lugar na próxima sexta-feira, num dia estranhamente DEDICADO ÀS CRIANÇAS DO CONCELHO.

 

O modo como se (des)trata os animais não-humanos e como os perspectivam denota o grau de evolução de um povo. Este tipo de práticas em nada dignifica um concelho como a Trofa, nem o Norte do país, que já se deixou dessas actividades trogloditas (exceptuando Ponte de Lima, o último reduto da barbárie, no Norte de Portugal).

 

Lamento igualmente que neste tipo de prática medievalesca se esbanje dinheiros públicos.

 

Assim sendo, e não tomando as autoridades as devidas medidas para suspender esta vergonhosa “homenagem” às crianças do Concelho, a TROFA entra para o rol das localidades que têm um atraso civilizacional considerável.

 

É isto que têm para oferecer às crianças? Pobres crianças que não têm culpa da INCULTURA e INSANIDADE dos adultos.

 

As garraiadas são coisa do passado. Quem as fazia já as repudiou. Só mesmo uma localidade atrasada as ressuscitaria. É isto que pretendem?

 

Andam por aí os desesperados tauricidas, com a moribunda tauromaquia às costas, a vender gato por lebre aos incautos, e é preciso estar ALERTA e não entrar nesse jogo mórbido.

 

Portanto, boicote-se a Trofa. Uma localidade a não visitar.

 

Esperando que a racionalidade vença (ainda se vai a tempo) envio os meus cumprimentos a Vossas Excelências,

 

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 11:43

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 18 de Julho de 2012

CÂMARA MUNICIPAL DA TROFA RESPEITARÁ A LEI DA TORTURA DE TOUROS PORQUE É PRECISO “MUDAR” PARA QUE TUDO CONTINUE IGUAL

 

 

Da Câmara Municipal da Trofa recebemos o seguinte e-mail, referente a uma Tortura de Touros e Cavalos que querem lá realizar, e o qual passamos a transcrever:

 

«Exmo. (a) Senhor (a),

 

Em resposta ao vosso e-mail, informamos que até ao momento a Câmara Municipal da Trofa não recebeu nenhum pedido de licenciamento.

 

Informamos ainda que, como sempre, cumpriremos escrupulosamente a lei.

 

Atenciosamente,

Rute Borges

Gabinete de Apoio Pessoal

Secretária da Presidente»

 

***

 

Entretanto, a prótoiro na sua página do facebook afirma que teve uma reunião com a Presidente da Câmara da Trofa.

 

Eis o que é afirmado pela prótoiro:

 

 «CÂMARA MUNICIPAL DA TROFA RESPEITARÁ A LEGALIDADE

 

A PRÓTOIRO reuniu ontem com a Presidente da Câmara Municipal da Trofa - Dr.ª Joana Lima. Nesse encontro, foi-nos deixada a garantia de que, caso sejam observados todos os requisitos de licenciamento necessários, será respeitada a legalidade e a corrida de toiros será licenciada.

 

Recordamos que nenhuma Câmara Municipal em Portugal tem poderes para proibir os espectáculos tauromáquicos, estando todas, sem excepção, obrigadas ao cumprimento da lei geral do País.»

 

Contudo, ao contrário do que a prótoiro afirma, qualquer Câmara Municipal tem poderes para proibir espectáculos tauromáquicos no seu município. E tanto assim é que várias Câmaras já recusaram conceder licenças para estes rituais sanguinários.

 

Entretanto, em nome dos TOUROS e CAVALOS, enviámos à senhora secretária a seguinte resposta, à resposta do nosso e-mail:

 

Exma. Senhora Dr Joana Lima:

 

Cumprir escrupulosamente a lei é ser cúmplice da iniquidade.

 

Quando as leis são más e atentam contra a vida (seja humana ou não humana), devemos cumprir escrupulosamente a lei da consciência, que faz parte da essência do ser humano.

 

Se a tourada na Trofa (que não tem “tradição” deste ritual sanguinário) se realizar, o mundo saberá que na Trofa impera a lei da tortura.

 

A Trofa entrará para o rol das localidades carniceiras.

 

Atenciosamente...

 

***

 

E já agora daqui enviamos um outro recadinho à senhora DOUTORA Joana Lima (que, só pelo facto de ter tirado um CURSO SUPERIOR, deveria ser superior à baixeza da lei e da iniquidade de um ritual sanguinário): vemos na fotografia que ilustra este texto que a palavra-chave da sua campanha eleitoral foi “ENERGIA PARA MUDAR»

 

Pois aqui tem uma grande oportunidade para evidenciar essa energia, MUDANDO o rumo desta triste história: NÃO CONCEDENDO O LICENCIAMENTO PARA UM ESPECTÁCULO INDIGNO DE GENTE CIVILIZADA, fazendo da Trofa uma cidade ANTI-TOURADA.

 

Só assim merecerá o respeito dos seus eleitores, por CUMPRIR o que prometeu: MUDANÇA.


SIGA O EXEMPLO DAS CIDADES QUE JÁ SE DECLARARAM ANTI-TOURADA EM PORTUGAL, e terá mudado o rumo da história da Trofa.

 

E nas próximas eleições terá a vitória garantida.

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:38

link do post | Comentar | Ver comentários (10) | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 11 de Julho de 2012

OS TAURICIDAS ANDAM PELO NORTE A USAR OS AUTARCAS MAIS “DESPREVENIDOS” PARA AQUI IMPLANTAREM O RITUAL DA TORTURA DE TOUROS E CAVALOS – CHEGOU A VEZ DA TROFA

 

 

É ESTA IMAGEM CRUEL QUE QUER PARA A TROFA, DRA. JOANA LIMA?

 

Exma. Senhora Dra. Joana Lima,

Digníssima Presidente da Câmara Municipal da Trofa:

 

Tivemos conhecimento de que está anunciada uma tourada para o próximo dia 29 de Julho, no Município, que V. Exa. dirige com equilíbrio e saber.

 

Por isso, é preciso que saiba V. Exa. que os tauricidas estão a USAR os autarcas do Norte mais desprevenidos, para aqui implantar um ritual primitivo e grosseiro, que só desprestigia as terras e o bom-nome das gentes nortenhas.

 

Achamos lamentável que uma cidade que não tem qualquer tradição tauromáquica, acolha este tipo de evento em que animais são torturados para diversão de uns poucos sádicos.

 

Em termos turísticos, este espectáculo é um péssimo cartaz para o Município de V. Exa., uma vez que uma larga maioria de turistas CULTOS, evita visitar cidades que acolhem no seu seio espectáculos de diversão, onde seres sencientes são torturados, ao invés de serem respeitados.

V. Exa. tem nas suas mãos, a decisão de NÃO PERMITIR que a barbárie passe a ser o cartão de visita do Município da Trofa.

 

Pelo exposto vimos pedir a V. Exa., que não conceda licenças para a realização deste espectáculo, à semelhança do que fizeram os autarcas da Maia e de Chaves.

 

Aguardando uma resposta positiva, para bem do Município da Trofa.

 

Atenciosamente

 

Isabel A. Ferreira

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:58

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Maio 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
15
19
23
24
26
28
29
30
31

Posts recentes

Repúdio | Garraiada

REPÚDIO À GARRAIADA NA TR...

A TROFA PRETENDE ENTRAR P...

CÂMARA MUNICIPAL DA TROFA...

OS TAURICIDAS ANDAM PELO ...

Arquivos

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt