Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2018

SÓ PODIA VIR DE TROGLODITAS: TOURADAS A FAVOR DAS VÍTIMAS DOS INCÊNDIOS DE PEDRÓGÃO GRANDE…

 

 

E as vítimas de Pedrógão aceitarão dinheiro sujo do sangue de inocentes seres vivos torturados?

 

Não bastaram os milhares de animais não-humanos e os cento e tal humanos que morreram nestes incêndios, para exorcizar todos os demónios da Terra?

 

Solidariedade carniceira não é solidariedade, é sortilégio.

 

Não é com estes actos trogloditas, hipocritamente solidários, que os tauricidas lavarão as mãos sujas do sangue de inocentes seres vivos.

 

E se os de Pedrógão aceitarem tal dinheiro SUJO de sangue, serão tão impiedosos como os falsos beneméritos.

 

E o povo de Pedrógão só tem uma coisa a fazer: RECUSAR.

 

PEDROGAO.png

 

Os de Santarém estão a organizar, para este mês de Março, dois “festivais” de tortura de touros, com a falsa pretensão de “ajudar” as vítimas dos incêndios de Pedrógão Grande.

 

Ora se a pretensão é ajudar as vítimas dos incêndios, peguem no dinheiro que iam gastar na TORTURA DE BOVINOS e ofereçam-no às vitimas, sem fazerem mais vítimas.

 

Isto sim, é ser solidário.

 

O que os de Setúbal pretendem fazer é um acto despropositado e selvático, apenas para que os ganadeiros ganhem dinheiro, e os sádicos se divirtam…

 

O que sobrará disto, uma vez que a selvajaria tauromáquica está em franca decadência, será uma ninharia.

 

E pergunta-se: valerá a pena as vítimas dos incêndios sujarem as suas mãos ao aceitarem uma ninharia oriunda da tortura de animais?

 

Isabel A. Ferreira

publicado por Isabel A. Ferreira às 12:00

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 18 de Fevereiro de 2018

QUANDO UM DEPUTADO DO PSD VEM A PÚBLICO CONTRIBUIR PARA O ATRASO CIVILIZACIONAL DO POVO PORTUGUÊS

 

PSD.jpg

 Chama-se Feliciano Barreiras Duarte e é deputado da Nação, pelo PSD

 

Publicou, no jornal “Sol”, um texto intitulado a “A Tauromaquia em Portugal e os novos inquisidores” e disse estas coisas, inadequadas a um deputado da Nação, por ter distorcido a verdade e mostrado uma descomunal desinformação (para não dizer outra coisa):

 

«Eu não aceito – e nunca aceitarei – que os animais tenham mais direitos do que as pessoas. Não aceito que o Estado se meta com costumes e tradições que são parte das identidades de comunidades e de territórios, como no caso das touradas sucede com o Alentejo e o Ribatejo, e depois recuse apoiar as pessoas mais frágeis da nossa sociedade. Como certa vez escrevi, «esta espécie de declínio do valor da pessoa em favor do poder dos animais e da bicharada é protagonizada por gente que convive bem com misérias humanas junto à sua porta. Por mim, que respeito os animais, também respeito as tradições populares, como a tourada, mesmo não sendo um seu aficionado. Mas, acima de tudo, respeito as pessoas e não transijo com este novo pensamento quase totalitário que pretende despojar os povos das suas legítimas tradições, ao mesmo tempo que condena as pessoas ao abandono e à solidão

 

Vamos lá a ver, senhor deputado da Nação Portuguesa:

 

Primeiro: gostaríamos de saber de onde tirou essa de que os animais têm mais direitos do que as pessoas, sendo que as pessoas também são animais, logo os direitos até poderiam ser iguais e estaríamos a falar de um acto evolutivo. Mas, infelizmente, tal não acontece. O “homem” acha-se um ser superior a todos os outros seres, e faz leis de faz-de-conta que protegem os outros animais, incluindo os não-humanos, e que não são para cumprir.

 

Para vergonha da Humanidade existem três Declarações de Direitos.

 

A saber:

 

- Declaração Universal dos Direitos Humanos, adoptada e proclamada pela Assembleia Geral das Nações Unidas (Resolução 217 A III), em 10 de Dezembro 1948;

 

- Declaração Universal dos Direitos da Criança, adoptada e proclamada pela Assembleia Geral das Nações Unidas (Resolução 1386 XIV), em 20 de Novembro de 1959;

 

- Declaração Universal dos Direitos dos Animais Não-Humanos, proclamada pela UNESCO, em 15 de Outubro de 1978.

 

E isto porquê? Por que o homem, dito “racional”, é o único animal existente à face da Terra que precisa de declarações de direitos, para refrear o  instinto malévolo dele.

 

Muitos países assinaram estas “declarações”, incluindo Portugal que, vergonhosamente, não as cumpre, nomeadamente no que respeita às crianças e aos animais não-humanos.

 

Portanto, senhor deputado, se fosse uma pessoa infirmada, saberia da existência e do conteúdo destas declarações, e não diria o disparate que disse: «Não aceito e nunca aceitarei que os animais tenham mais direitos do que as pessoas»! Se aceita, ou não aceita, isso é lá coisa para a sua consciência. Mas que o direito à vida e ao bem-estar dos animais, humanos e não humanos, é algo que tem de ser igual para todos, se quisermos falar de EVOLUÇÃO.

 

Segundo – Quando diz que «Não aceito que o Estado se meta com costumes e tradições», refere-se a quê? Ao costume bárbaro e medievalesco herdado dos espanhóis (que nada tem a ver com tradição), e que dá pelo nome de tauromaquia, e que o governo português, acolitado pelo PSD, financia chorudamente, com verbas que poderiam ser canalizadas para a Saúde, para a Educação, para a Cultura Culta…, e, deste modo, condenando as pessoas ao abandono e à solidão, e os animais não-humanos à mais brutal tortura? Foi isto que quis dizer, mas não disse, certo, senhor deputado? É que aos leitores do “Sol” o senhor até pode fazer de parvos, mas a nós não faz.

 

Terceiro – Quando diz que «respeito as pessoas e não transijo com este novo pensamento quase totalitário que pretende despojar os povos das suas legítimas tradições, ao mesmo tempo que condena as pessoas ao abandono e à solidão», tem bem a noção do que está a dizer? Que “novo” pensamento totalitário é esse que pretende despojar os povos (que povos?) das suas legítimas (que legítimas?) tradições (que tradições?). Como é possível numa só frase dizer tantos disparates?

 

O “novo pensamento” a que se refere não é totalitário, é evolutivo. Totalitário é o “pensamento” do PSD que, no momento de votar contra os subsídios que alimentam a indústria da tortura de seres vivos, e as escolas de toureio que “formam” alienados mentais entre as crianças, a quem não dão opção de serem GENTE, votam a favor.

 

Que povos são despojados de quê? Que legítimas tradições? Com que legitimidade torturam ser vivos para divertir sádicos e encher os bolsos a ganadeiros?

 

Senhor deputado, nós é que não aceitamos que gente como o senhor esteja a receber um salário pago com os nossos impostos, para vir a público defender a tortura de bovinos e o lobby tauromafioso.

 

Gente como o senhor envergonha Portugal e contribui para o atraso civilizacional em que este está mergulhado.

 

Isabel A. Ferreira

 

Fontes:

https://protouro.wordpress.com/2018/02/01/o-grunho-do-psd-ao-servico-da-tauromafia/

http://ptjornal.com/deputado-do-psd-defende-touradas-poder-da-bicharada-235739

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:27

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sábado, 3 de Fevereiro de 2018

CHOCOLATES COM CHEIRO A BOSTA NA ARENA DE TORTURA DO “campo pequeno” (LISBOA)

 

CP.jpg

Espero que a venda de chocolates tenha o mesmo insucesso que teve este festival de “bailarinas triunfadoras”, que, reza a crónica, foi um autêntico fiasco. É que o campo pequeno não é um lugar de civilização…

 

Sim, sei que este título não é politicamente correcto, mas o que se faz na arena de tortura de bovinos do campo pequeno também não é nem politicamente, nem humanamente, nem moralmente, nem socialmente correcto e faz-se, ou não fosse aquela arena propriedade da Casa Pia (de má memória) e estar sob a alçada do Estado português…

 

Bem… isto para dizer que acabei de ver nas notícias da SIC, que ali, naquele campo, onde se torturam bovinos, e o cheiro a bosta, a urina, a suor, a álcool e a sadismo está impregnado, por mais lixivia que lhe atirem para cima, estão a vender chocolates…

 

Bolas! Nem dados, muito menos comprados!

 

Quem se desloca àquele antro tauromáquico tem de saber que está a contribuir para a tortura de seres sencientes e indefesos… em plena cidade de Lisboa, que dizem ser uma espécie de capital europeia…

 

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:57

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 16 de Outubro de 2016

“VETERINÁRIO” DIZ QUE OS DEFENSORES DOS TOUROS SÃO UMA “ESCUMALHA”

 

 

Quem o disse foi um “veterinário”, que não tendo serventia alguma para prestar serviços médicos aos animais, como seria próprio da profissão que diz ter (terá um diploma tirado ao fim-de-semana e não é médico?) foi para comentador da RTPReles Televisão Portuguesa (como li no Blogue que me serve de fonte, e tenho a confessar que adorei a designação, porque é tal e qual isso!).


«Josef Mengele, médico Nazi conhecido por anjo da morte, usou o seu curso de medicina para torturar seres humanos e fazer experiências científicas com eles. Este veterinário está para os animais não humanos assim como Mengele estava para os seres humanos.» (A. D.)

 

Agora, como é que nós, defensores dos Touros, devemos designar este “veterinário” que não o sendo, vai comentar a selvajaria tauromáquica, em directo, insultando e envergonhando a classe dos Médicos Veterinários e pisando, com os sapatos sujos do sangue derramado dos infelizes touros torturados no campo pequeno, no passado dia 13, o Código Deontológico da Medicina Veterinária?

 

Não preciso dizer alto. Todos nós sabemos o que são os aficionados de tortura de bovinos.

Não sabemos? Adjectivos científicos não nos faltam...

 

VETERINÁRIO.jpg

 

Fonte:

https://protouro.wordpress.com/2016/10/15/veterinario-tauromafioso-insulta-abolicionistas/

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:01

link do post | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 30 de Março de 2016

«A MONSTRUOSA INDÚSTRIA DA TORTURA DE BOVINOS COM CORDAS DEU A ESTE POBRE ANIMAL O NÚMERO 64»

 

Os monstros das touradas à corda chamaram-lhe Monstro das Tapadas!

Isto acontece na Ilha Terceira (Açores)

 

 

Jay Nandi

 

Depois de explorado, massacrado e torturado em muitas touradas à corda, despejaram-no moribundo num buraco onde morreu como se fosse lixo, coberto de lama, esterco e moscas. Morreu de problemas cardíacos (dizem). O seu coração não aguentou a exaustão e o cansaço de tantas horas atormentado por delinquentes.

 

Tal como todos os touros usados nas touradas à corda, provavelmente teria múltiplos ferimentos e fracturas ósseas, em diversas fases de evolução, derivados das múltiplas quedas e acidentes ocorridos nas várias vezes que foi amarrado com cordas e arrastado pelas ruas durante as touradas. Não teve direito a cuidados veterinários - talvez nunca os tenha tido na vida – mas os lunáticos pela tortura à corda acham que teve uma vida de “luxo”.

 

Não esqueceremos esta e outras vítimas da tortura à corda!

Basta de touradas!

publicado por Isabel A. Ferreira às 11:36

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 6 de Julho de 2015

CERVEJA SAGRES PATROCINA A SELVAJARIA TAUROMÁQUICA

 

Tão original quanto a TORTURA DE BOVINOS?

Mas o que é isto?

 

CEREVEJA SAGRES.jpg

 

 

BOICOTE TOTAL À CERVEJA SAGRES 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 19:52

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 23 de Fevereiro de 2015

SENHORES GOVERNANTES, EM VEZ DE APOIAREM ANTROS DE VIOLÊNCIA (VULGO “ESCOLAS” DE TOUREIO) PARA CRIANÇAS E JOVENS, APOIEM ESCOLAS DE MÚSICA

 

ISTO É A VERDADEIRA CULTURA. É ARTE. É A SUBLIMAÇÃO DA EXISTÊNCIA HUMANA

 

 

 

***

Ao contrário deste cisqueiro para onde lançam crianças, arrancando-lhes a inocência da infância.

 

OS PASPALHINHOS.jpg

campo pequeno (Lisboa): numa das mais cruéis modalidades tauromáquicas – a chamada “corrida de touros à portuguesa”

 

Atente-se nas expressões tristes, contrariadas e acabrunhadas destas crianças, forçadas a fantasiarem-se de paspalhinhos e a entrarem numa arena de tortura de bovinos, e fazerem uma figurinha de meter dó, de tão triste e anormal que é.

E depois não querem que se diga que isto é um crime.

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:48

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 5 de Novembro de 2014

COBARDEMENTE ENTRE PORTAS A TORTURA DE BOVINOS BEBÉS CONTINUA…

 

Os psicopatas não tiram férias da sua psicopatia. São psicopatas a tempo inteiro, obviamente

 

A temporada da barbárie sofre um interregno, mas eles continuam cobardemente a dar aso à sua doença mental, entre os muros das suas herdades

 

COBARDEMENTE ENTRE PORTAS.jpg

 

Origem da imagem:

http://farpasblogue.blogspot.pt/2013/10/os-novos-craques-de-marcos-bastinhas.html

 

E o que fazem é bárbaro.

 

É crime.

 

É selvático.

 

Aproveitam-se da fragilidade dos novilhos que nunca darão bons “touros” e treinam nesses inocentes e indefesos seres, ainda bebés.

 

Espetam-lhes farpas.

 

Sangram-nos até à morte, cobardemente.

 

Sem dó nem piedade, como é da natureza patológica dos carrascos.

 

Milhares de novilhos e outros animais são sacrificados às mãos desses cruéis verdugos.

 

Isto é uma demonstração vil da debilidade mental dos que fazem da tortura e da violência e da crueldade o sangue de cada dia, que eles sorvem avidamente como vampiros sequiosos.

 

Abençoados pela igreja católica.

 

Apoiados pelos governantes.

 

Avalizados pela ordem dos médicos veterinários.

 

Em arenas privadas.

 

Cobardemente entre portas.

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:32

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 10 de Outubro de 2014

“TORO JUBILO” EM MEDINACELLI (SORIA, ESPANHA) É UMA DAS MODALIDADES MAIS CRUÉIS DA TORTURA DE BOVINOS

 

MAIS UM DIA DE TRISTEZA.

MAIS UM DIA DE AGONIA.

MAIS UM DIA PARA CHORAR A TORTURA DE SERES VIVOS EM NOME DA ESTUPIDEZ.

MAIS UM DIA... EM ESPANHA...

 

A vergonha de uma Espanha que ainda não saiu da Idade Média

E os que praticam tal crueldade são monstros que não sabem que estão mortos.

A Lei do Retorno encarregar-se-á de enterrar estes mortos

 

 

 Para quê palavras se as imagens falam por si...

 

bull-on-fire1[1].jpg

TOTO DE FUEGO.jpg

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 09:41

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 29 de Setembro de 2014

A ARTE NÃO CAUSA SOFRIMENTO, A TORTURA DE BOVINOS, SIM…

 

A ARTE pinta-se, esculpe-se, escreve-se, declama-se, constrói-se, mas jamais se crava na carne…

 

 

Origem da foto:

https://www.facebook.com/221888261274401/photos/a.223633431099884.54007.221888261274401/531319503664607/?type=1&theater

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 10:27

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Outubro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

SÓ PODIA VIR DE TROGLODIT...

QUANDO UM DEPUTADO DO PSD...

CHOCOLATES COM CHEIRO A B...

“VETERINÁRIO” DIZ QUE OS ...

«A MONSTRUOSA INDÚSTRIA D...

CERVEJA SAGRES PATROCINA ...

SENHORES GOVERNANTES, EM ...

COBARDEMENTE ENTRE PORTA...

“TORO JUBILO” EM MEDINACE...

A ARTE NÃO CAUSA SOFRIMEN...

Arquivos

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt