Terça-feira, 4 de Setembro de 2012

COMUNICADO DA PRÓTOIRO, RELATIVO AO ATAQUE DO TORCIONÁRIO, NA TORREIRA, É UM GROSSEIRO ATENTADO À INTELIGÊNCIA UNIVERSAL

 

 

Esta entrevista diz do íntimo alucinado de um torcionário...  Os Touros investem sempre sobre o CASTIGO... O CASTIGO... ou seja, a LIDE...

 

 

Ao abrir hoje a minha caixa de correio electrónico lá estava ele: o COMUNICADO DA PRÓTOIRO, que aqui transcrevo e comento a bolt, porque não podemos deixar passar em branco este BRILHANTE TRUNFO a favor da causa da ABOLIÇÃO DAS TOURADAS EM PORTUGAL.

 

Cada acção dos tauricidas, cada tiro no pé.

Cada tiro no pé, vários pontos para a Abolição.

 

COMUNICADO DA PRÓTOIRO:

 

«A PRÓTOIRO – Federação Portuguesa das Associações Taurinas, lamenta o sucedido ontem na Torreira, embora compreenda que a atitude do cavaleiro Marcelo Mendes tenha sido o resultado de provocações, ameaças e atentados que duram há já tempo demais.»

 

Ponto um: a prótoiro começa o comunicado com as mentiras do costume. As imagens do vídeo, que já corre mundo, não deixam dúvidas: o torcionário Marcelo Mendes (para se merecer o nome de “cavaleiro” tem de se ser, antes de mais, um cavalheiro, o que não é o caso) ATACOU (como é de seu costume atacar os Touros) o grupo de manifestantes pacifistas que estavam SENTADOS NO CHÃO, em silêncio.

Vejam as imagens:

 

http://www.youtube.com/watch?v=Zivm1tk-LFU

 

«Com efeito, a PRÓTOIRO tem vindo sistematicamente a alertar para o problema do terrorismo animalista que, embora seja já considerado e tratado como uma grave e séria ameaça em muitos países, não tem ainda, em Portugal o devido acompanhamento. Na verdade, a questão da Tauromaquia deixou de ser uma questão de política para passar a ser uma questão de polícia.»
 
Ponto dois: pois devia ser uma questão de POLÍCIA, devia, mas infelizmente não foi, porque as AUTORIDADES PRESENTES não tiveram poder suficiente (ou não quiseram, por motivos óbvios)  para actuar quando o grupo pacifista FOI ATACADO COVARDEMENTE pelo tauricida enfurecido. (Está tudo no vídeo).

 

Porque se tivessem autoridade, este DESCAVALEIRO teria ido para a esquadra imediatamente, dar conta do ataque mal-intencionado e intencional contra os manifestantes PACÍFICOS.

 

E depois nós é que somos os terroristas.

 

Com que então a tauromaquia deixou de ser uma QUESTÃO POLÍTICA! Boa! Agora sabemos os motivos reais da existência de tal ritual sangrento. Afinal a tauromaquia NÃO É uma questão de TRADIÇÃO, nem de ARTE, nem de CULTURA. É uma QUESTÃO POLÍTICA.

 

Guardamos esta, porque é demasiado PRECIOSA.

 

«Movimentos terroristas, como a Animal Liberation Front, aos quais estão ligadas muitas associações e pessoas anti-taurinas de Portugal, ao verem que o país real continua a gostar de ir aos Toiros, começam a radicalizar-se e, cada vez mais, vemos atentados contra pessoas e bens.»

 

Ponto Três: vocês é que ATACAM pessoas indefesas, atacam Touros e Cavalos indefesos, TORTURAM E MATAM seres vivos em nome do DINHEIRO e de uma DIVERSÃO SÁDICA, e nós, que defendemos a não-violência e a VIDA, é que somos terroristas? Quem diz isto deve ter um Q.I. que ultrapassa todas as barreiras...  

 

E estais muito enganados. O PAÍS REAL ESTÁ ABSOLUTAMENTE CONTRA AS TOURADAS. Basta saber ler os números.

 

OS PORTUGUESES NÃO QUEREM RITUAIS SANGRENTOS NO SEU PAÍS. Os Portugueses, são Portugueses, NÃO SÃO AFICIONADOS.

 

«Não se pode permitir que, à sombra do direito à manifestação, que é fundamental num Estado de Direito e deve ser preservado - se insulte, agrida, vandalize, enxovalhe e ameaçe quem gosta da Festa dos Toiros. Vemos praças de toiros vandalizadas, agressões a aficionados, destruição de viaturas e de bens publicitários, pressões e ameaças sistemáticas a tudo e a todos aqueles que estão relacionados com a Tauromaquia.»
 
Ponto quatro: o
ra aqui, temos de dizer bem alto o seguinte: QUEM FAZ TUDO ISSO PARA COLOCAR AS CULPAS NOS ANTI-TOURADAS SÃO OS PRÓ-TOURADAS, OS AFICIONADOS, OS TAURICIDAS. Não queiram inverter os papéis. Vós sois os vossos próprios CARRASCOS. Quem não vos conheça, que vos compre.

 

Aos Portugueses vós não ENGANAIS MAIS. O País sabe quem sois. Sabe que sois vós que provocais as confusões, para covardemente colocar as culpas nos inocentes. Não é o que fazem aos TOUROS e CAVALOS também?

 

«E, perante esta realidade criminosa, as autoridades nada têm a dizer? O que será necessário acontecer para que a opinião pública e para que as autoridades competentes ajam em conformidade? O que será necessário acontecer para que, de uma vez por todas, se perceba que os activistas anti-taurinos são verdadeiros terroristas e põem em causa a segurança pública nacional?»
 
Ponto cinco: e
ste parágrafo foi escrito por um "génio".

«Perante esta realidade criminosa, as autoridades nada têm a dizer

Pois... O que será necessário acontecer? Os manifestantes SEREM ESMAGADOS pelas patas de um Cavalo conduzido por um tauricida enfurecido?

 

As autoridades DEVIAM agir, sim, e meter na cadeia os verdadeiros terroristas, aqueles que atacam pacifistas, torturam, massacram, violentam seres vivos, à luz de uma lei estúpida e injusta, que não devia ser para cumprir. Mas o que fazem? NADA. Limitam-se a ser CÚMPLICES.

 

«Como é possível que Câmaras Municipais autorizem “manifestações” de terroristas animalistas a escassos metros de uma praça de toiros quando o único propósito desses terroristas é semear o caos e fazer notícia? Esta postura dos terroristas dura há tempo demais e não é mais possível permitir que eles insultem, agridam e ameacem os aficionados esperando que estes mantenham a postura de respeito e tolerância que até hoje mantiveram. Há limites para tudo e a barreira do aceitável está a ser transposta.»
 
Ponto Seis: c
omo é possível que Câmaras Municipais autorizem manifestações sangrentas, torturas de Touros e Cavalos dentro de arenas, quando o único propósito é GANHAR DINHEIRO à custa de rituais primitivos, bárbaros, sangrentos? Isto é um insulto aos seres humanos, e uma agressão aos seres não humanos.

 

Esta postura dos tauricidas já dura há demasiado tempo, e não é mais possível permitir que eles insultem a inteligência universal, agridam e ameacem os defensores da não-violência e da não-tortura, esperando merecer respeito e tolerância.

CHEGA de ESTULTÍCIA!

 

Na verdade há limites para tudo. E o limite para a aceitação do tauricídio, num país que se quer civilizado, já ultrapassou a barreira do razoável.

 

«Assim, a PRÓTOIRO apela ao bom senso de todos e, em particular, à atenção das autoridades competentes, sob pena de se agravar exponencialmente um problema que, infelizmente, é já de segurança pública.»

 

Ponto sete: deste modo, os abolicionistas apelam ÀS AUTORIDADES deste país que, neste momento, VIVE SEM AUTORIDADE, para abolir a LEI ESTÚPIDA e INJUSTA que rege o ritual sangrento do TAURICÍDIO, para que Portugal possa, finalmente, LIBERTAR-SE deste CHEIRO A MOFO, A SANGUE, A VINHO, A SUOR E A BOSTA, e os Portugueses possam RESPIRAR O AR LÍMPIDO DA CULTURA CULTA.

 

MAIS OPINIÕES:

 

http://beparlamento.net/cavaleiro-taurom%C3%A1quico-ataca-manifestantes-pac%C3%ADficos-perante-passividade-da-pol%C3%ADcia-na-torreira


 

http://aveiro.bloco.org/index.php?option=com_content&task=view&id=1621&Itemid=1

 

Isabel A. Ferreira

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:17

link do post | Comentar | Ver comentários (8) | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 3 de Setembro de 2012

COVARDIA DENTRO E FORA DA ARENA NA MURTOSA: “CAVALEIRO” MARCELO MENDES ATACA MANIFESTANTES E TORTURA TOUROS

 
 

NADA MELHOR DO QUE VER AS IMAGENS.

 

UMA CRIATURA COVARDE MONTADA NUM SER MAGNÍFICO QUEBRA TODAS AS REGRAS E MOSTRA AQUILO QUE É: UM IRRACIONAL.

 

É ISTO A TAUROMAQUIA.

 

A “ARTE” DA VIOLÊNCIA, DA AGRESSÃO, DA ESTUPIDEZ, DA TORTURA, DA CEGUEIRA MENTAL...

 

TUDO NAS “BARBAS” DAS AUTORIDADES QUE “FICARAM A VER...”

 

A REPORTAGEM MOSTRA OS ACONTECIMENTOS.

 

AS PINTURAS NOS CARROS FORAM FEITAS PELOS PRÓ, PARA COLOCAREM A CULPA NOS ANTI. COMO SEMPRE FAZEM.

A PEDRADA NO CAVALO É INVENÇÃO.

 

QUEM GOSTA DE TOUROS, ADORA CAVALOS.

 

SÓ ACRESCENTAMOS QUE SE DEPOIS DISTO, A TOURADA NÃO REGRESSAR MAIS À TORREIRA, O SACRIFÍCIO DOS TOUROS ALI MASSACRADOS NAQUELA TARDE, E A AGRESSÃO DOS MANIFESTANTES ANTI-TOURADAS NÃO TERÂO SIDO EM VÃO.

 

VENHAM MAIS DESTAS. OS ABOLICIONISTAS AGRADECEM. E OS TOUROS E OS CAVALOS TAMBÉM...

publicado por Isabel A. Ferreira às 10:58

link do post | Comentar | Ver comentários (12) | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 23 de Agosto de 2012

CARTA ABERTA AOS AUTARCAS DO CONCELHO DA MURTOSA, QUE ACEITARAM SER INSULTADOS PELO LOBBY TAUROMÁQUICO

 

 

E eu que em criança frequentei a praia da Torreira!... E eu que ainda hoje gosto de passear na Torreira! Se houver Tourada, não ponho lá mais os pés! Para trás anda o caranguejo, não um povo.

 

Exmo. Senhor Presidente da Câmara da Murtosa, Dr. Joaquim Manuel dos Santos Baptista,

Exmo. Senhor Presidente da Assembleia Municipal, Sr. Francisco Augusto Valente Pereira,

Exmo. Senhor Presidente da Junta de Freguesia da Torreira, Sr. José Gonçalo Vieira Marques:

Exmos. Senhores,

 

A indústria tauromáquica, face ao evidente declínio desta prática, tem vindo a difundir e tentar implementar a tauromaquia em regiões onde nunca existiu, não existe, ou existe parca tradição tauromáquica. Aliciando edis, associações e população com o argumento do retorno económico, da solidariedade ou da homenagem, tem tentado trazer ao norte do país práticas obsoletas, cruéis e vergonhosas, que os nortenhos na sua maioria repudiam vivamente, como são os "espectáculos" tauromáquicos.

 

Portugal quer-se um país moderno, evoluído e compassivo, que se orgulhe de proteger também os seus animais, apesar da lamentável excepção legal que existe relativamente à tauromaquia.

Estamos em 2012, não é admissível que se maltratem animais para "divertimento de sádicos e bêbados", ainda que esta prática seja por enquanto, legal, e mesmo sob o argumento enganoso da "tradição" (grosseira e primitiva), da "cultura" (da imbecilidade) e da "arte" (da tortura).

 

Estamos em 2012 e a ciência ajuda-nos a compreender que nenhuma tradição, nenhuma cultura e nenhuma arte se pode sobrepor ao valor da vida e do bem-estar de um ser senciente, provocando-lhe, inútil e gratuitamente, sofrimento desnecessário.

 

Várias Câmaras Municipais têm se proclamado desfavoráveis a estas práticas grosseiras e algumas touradas foram evitadas graças, ao bom senso, determinação e dignidade dos seus edis e da maioria da população, como foi o caso de Guimarães, Maia, Chaves...e do recente caso de Viana do Castelo, em que a imposição da federação das associações taurinas, segue processo judicial.

 

Face ao exposto e tendo tomado conhecimento da realização de uma tourada na Torreira no próximo dia 2 de Setembro, venho pela presente solicitar a V. Exas. que não permitam um evento desta natureza nesta bonita vila. A Torreira é conhecida pelas suas actividades naúticas, pela sua hospitalidade, pela sua dignidade. Está nas mãos da autarquia preservar esses valores positivos e elevados e fazer com que não passe a ser tristemente célebre por albergar práticas que envolvem sofrimento e sangue.

 

Agradecendo antecipadamente a atenção que queiram dispensar a este meu pedido, subscrevo-me,

 

 De V. Exas.

 Atentamente,

 

Isabel A. Ferreira

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:02

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Fevereiro 2024

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
21
22
23
25
26
27
28
29

Posts recentes

COMUNICADO DA PRÓTOIRO, R...

COVARDIA DENTRO E FORA DA...

CARTA ABERTA AOS AUTARCAS...

Arquivos

Fevereiro 2024

Janeiro 2024

Dezembro 2023

Novembro 2023

Outubro 2023

Setembro 2023

Agosto 2023

Julho 2023

Junho 2023

Maio 2023

Abril 2023

Março 2023

Fevereiro 2023

Janeiro 2023

Dezembro 2022

Novembro 2022

Outubro 2022

Setembro 2022

Agosto 2022

Junho 2022

Maio 2022

Abril 2022

Março 2022

Fevereiro 2022

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

AO90

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, nem publica textos acordizados, devido a este ser ilegal e inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais. Caso os textos a publicar estejam escritos em Português híbrido, «O Lugar da Língua Portuguesa» acciona a correcção automática.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. 1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome. 2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas". 3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt