Quinta-feira, 10 de Março de 2022

Presidente ucraniano denuncia ataque aéreo russo a hospital pediátrico e maternidade em Mariupol, uma criança de seis anos morta e vários feridos, incluindo grávidas…

 

Isto, a ser verdade, é um acto absolutamente ignóbil, cobarde, diabólico, insano, que deve ser energicamente repudiado e condenado como crime contra a Humanidade.



Não poderei ficar indiferente a tal acto bárbaro. Tomo partido, como sugere Elie Wiesel, porque assim deve ser. Recomendo a leitura dde todos os livros deste HOMEM, assim, em letras maiúsculas.


Não podemos ficar calados. Não podemos assistir à destruição dos Povos, apenas porque mentes insanas assim o querem.

 

Elie Wiesel.png

 

Já aqui disse que todas as guerras são estúpidas, porque assentam na mais gigantesca estupidez humana, e apenas humana, porque os animais não-humanos NÃO sofrem do mal da ESTUPIDEZ. Nada, absolutamente nada justifica uma guerra, a invasão de um Povo, ou a perseguição a seres humanos, por motivos étnicos. Não, nos tempos que correm.


Seria da inteligência do Homo Sapiens Sapiens que nenhum país do mundo tivesse exércitos, armas de qualquer espécie, muito menos, nucleares, químicas e biológicas. Isto só diz da IRRACIONALIDADE desses, que se dizem homens, e não passam de vis criaturas com forma humana.

 

O MAL maior da Humanidade é a INDÚSTRIA DAS ARMAS, que nenhum país, daqueles que as fabricam, está disposto a destruir. Muito pelo contrário: quanto mais guerras melhor, para encherem os cofres, à custa de milhares e milhares de mortos.

 

Quanta hipocrisia!


A Ucrânia foi invadida, e limita-se a defender-se. Se o invasor não tivesse armas, não invadiria a Ucrânia. Se a China não tivesse armas, não teria invadido o Tibete, em 10 de Março de 1959 (já hoje aqui recordei essa chacina), nem teria a pretensão de invadir Taiwan.

 

O tempo das invasões bárbaras já ficou lá muito para trás. É inadmissível, hoje, uma Síria, um Afeganistão, um Iraque, um Tibete, uma Ucrânia, e tantos outros povos oprimidos por TIRANOS que não são bem-vindos no mundo do século XXI d. C..

 

Todas as invasões são INSANAS.

Opressores do mundo: deixai os POVOS viver em Paz.

Destruí as armas. Não destruam VIDAS.



Nenhum Povo livre deve ser invadido. A ideia dos “impérios” é uma ideia obsoleta, que apenas mentes obsoletas e insanas desejam.

 

As armas destroem. Gastam-se fortunas a fabricar armas para destruir vidas e cidades inteiras, quando essas fortunas deveriam ser gastas para construir um mundo, onde TODOS os Povos, TODOS, pudessem viver em Paz e abastadamente.

Tanta fome no mundo, tantos países a precisar de ajuda humanitária, tanta seca, tanta desgraça, e um punhado, apenas um punhado, de gente insana tenta destruir o que tanto custou a construir.

 

Como é possível, no século XXI d. C. estarem a acontecer guerras, em nome de vontades imperialistas ridículas e de opressores insanos?



O mundo civilizado e livre exige que esta guerra sem sentido, que todas as guerras acabem imediatamente, e que a INDÚSTRIA das ARMAS seja destruída, a bem da Humanidade.



E os fabricantes dessas armas que vão plantar hortas, pomares, vinhas, searas, nos campos do mundo, e teriam, desse modo, muito mais utilidade.

 

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:32

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

10 de Março de 1959 - Aniversário da Revolta Nacional Tibetana. Porque nenhum Povo deve ser invadido e subjugado por governos imperialistas e despóticos

 

«Na semana passada, divulgámos uma declaração de solidariedade em nome do Movimento pela Liberdade Tibetana, condenando a invasão da Rússia, a agressão em larga escala, e o ataque contra os valores globais da justiça, autodeterminação, e democracia. E apelámos aos governos mundiais para que tomassem as medidas mais fortes possíveis para dissuadir novas agressões e garantir a segurança e a liberdade do povo da Ucrânia  

 

Um texto que transcrevo do «Blog Contra a Tauromaquia, em Portugal e no mundo! Pelos  Touros, pelos Cavalos, e pelas Pessoas, pelos Direitos Humanos», da autoria de Mário Amorim.

Fonte:

unnamed.png

 

«Sublevação Tibetana!

 

Olá Mário

 

10 de Março, Aniversário da Revolta Nacional Tibetana, é uma das datas mais importantes do calendário tibetano.

 

Neste dia, em 1959, milhares de tibetanos de todos os estratos sociais levantaram-se em revolta contra a invasão e ocupação do seu país pela China.

 

Os protestos foram seguidos por uma brutal repressão em todo o Tibete, reclamando dezenas de milhares de vidas.



A cada 10 de Março, comunidades tibetanas exiladas, grupos tibetanos e apoiantes reúnem-se nas ruas de todo o mundo para recordar a coragem e a força dos tibetanos, e para manter viva a resistência.

 

E este ano, à medida que a brutal tentativa da Rússia de invadir a Ucrânia se desenrola diante dos nossos olhos, a ocupação de sete décadas do Tibete é mais pungente do que nunca.

 

Na semana passada, divulgámos uma declaração de solidariedade em nome do Movimento pela Liberdade Tibetana, condenando a invasão da Rússia, a agressão em larga escala, e o ataque contra os valores globais da justiça, autodeterminação, e democracia.


E apelámos aos governos mundiais para que tomassem as medidas mais fortes possíveis para dissuadir novas agressões e garantir a segurança e a liberdade do povo da Ucrânia.

 

in: https://blogcontraatauromaquia.wordpress.com/2022/03/09/sublevacao-tibetana/

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:54

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 21 de Outubro de 2021

«O sucesso da campanha do Tibete! Uma mensagem de Atenas»

 

Estou com o Povo do Tibete, com o Mário e com a Mandie e com todos que que lutam pela libertação do Tibete. (Isabel A. Ferreira)

 

Excursões, visitas guiadas e atividades no Tibet - Civitatis.com

FREE TIBETE

***

Olá Mário

Estou em Atenas depois do que só posso descrever como alguns dias bem sucedidos de trabalho na nossa campanha No Beijing 2022 – fazendo manchetes em todo o globo e sensibilizando muito necessário sobre o nosso apelo a um boicote aos Jogos Olímpicos de Pequim 2022.

 

Durante as últimas 72 horas, houve aqui acções de manifestantes tibetanos e aliados apelando à hipocrisia do Comité Olímpico Internacional ao entregarem a Tocha Olímpica – um símbolo de paz, liberdade e humanidade – à China, um dos maiores violadores dos direitos humanos do mundo.

 

O nosso objectivo aqui, nos últimos dias, foi assegurar que a nossa mensagem fosse manchete mundial e que a ocupação ilegal e brutal do Tibete pela China, e a extensão da preocupação com Pequim 2022, fosse a nossa prioridade.

 

E tenho o prazer de dizer que temos sido extremamente bem sucedidos! Tivemos milhares de polegadas de coluna a aparecer em dezenas de dezenas de jornais de todo o mundo, e vimos páginas dos meios de comunicação social cheias de posts sobre a nossa campanha.

 

Ontem, poucas horas antes de o Comité Olímpico Internacional entregar a Tocha Olímpica, organizámos uma conferência de imprensa que contou com a presença de meios de comunicação social bem conhecidos.


Durante a sessão, eu e os meus colegas, Pema Doma of Students for a Free Tibet e Zumretay Arkin do Congresso Mundial Uyghur, apelámos aos governos, às emissoras olímpicas e aos patrocinadores para que não fossem cúmplices nos “Jogos de Genocídio” da China. E exortou os atletas a serem aliados de tibetanos, Uyghurs e Hongkongers.

 

O seu apoio fez uma enorme diferença para esta campanha e para o trabalho dos grupos tibetanos que estão empenhados em lutar pela liberdade tibetana e proteger as vidas e os direitos do povo tibetano.


A pouco mais de três meses da abertura de Pequim 2022, continuaremos com todas as nossas forças para elevar a nossa mensagem em alto e bom som. Manter-me-ei em contacto convosco para vos informar mais sobre os nossos planos, sucessos, e outras formas de apoio.

 

Mas por agora, muito obrigado por estarem connosco.

Os nossos melhores votos

Mandie

 

Fonte:
https://blogcontraatauromaquia.wordpress.com/2021/10/20/o-sucesso-da-campanha-do-tibete-uma-mensagem-de-atenas/comment-page-1/#comment-3961

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:13

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Janeiro 2023

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
15
16
17
19
20
21
22
23
24
26
28
29
30
31

Posts recentes

Presidente ucraniano denu...

10 de Março de 1959 - An...

«O sucesso da campanha do...

Arquivos

Janeiro 2023

Dezembro 2022

Novembro 2022

Outubro 2022

Setembro 2022

Agosto 2022

Junho 2022

Maio 2022

Abril 2022

Março 2022

Fevereiro 2022

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. 1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome. 2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas". 3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt