Segunda-feira, 28 de Agosto de 2017

MENSAGENS NOBRES A TODOS QUANTOS PRATICAM, APLAUDEM, APOIAM E PROMOVEM A TAUROMAQUIA EM TODAS AS SUAS VERTENTES SÁDICAS E SELVÁTICAS

 

Porque a insanidade e o sadismo não fazem parte de uma sociedade que se quer saudável, limpa e humana, aqui deixo alguns elementos para reflexão, principalmente dos governantes, que teimam em manter uma lei completamente insana, onde a crueldade, a violência e a tortura de seres vivos são permitidas, unicamente para encher os bolsos de trogloditas e divertir “gente” com graves deformações mentais.

 

Isto não é da Civilização, nem da Cultura, nem da Humanidade.

 

ARCA2.png

 

7793_527012044021880_1183585362_n[1].jpg

 

Por isso, nós, os anti-tourada, não nos calamos:

 

MENSAGEM.png

AUGUSTO CURY.png

 

Seja esse outro um ser humano ou um ser não humano. O sofrimento é o mesmo.

 

215273_610845265611333_678445051_n[1].jpg

13563_621197157936701_236437242_n[1] ORWELL.jpg

 

ORWELL.png

 

E por fim, aquela máxima que, se todos os seres humanos seguissem, o Planeta Terra seria um verdadeiro Paraíso.

 

0122-8-728 REGRA DE OURO.jpg

 

Pensem nisto, senhores governantes, únicos culpados do caos social, cultural e educacional em que Portugal está mergulhado.

 

E vós, Portugueses, abri os olhos, e nas próximas eleições autárquicas penalizem quem tanto tem penalizado o nosso país.

 

Isabel A. Ferreira

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 11:51

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 26 de Dezembro de 2012

(AINDA O CASO DO NUNO CARVALHO) - NÓS CONTINUAREMOS A LADRAR ENQUANTO HOUVER UM TAURICIDA EM ACÇÃO

 

 

Gostaríamos de ver o Nuno Carvalho assim… mas noutro lugar, noutras circunstâncias, vestido de outra maneira, OBVIAMENTE, e a acenar para um público com os “cinco alqueires” bem medidos… Mas a escolha foi DELE…

 

 

António Pereira Dias deixou um comentário ao post ANTÓNIO PEÇAS, O EX-FORCADO DE ESTREMOZ QUE INCITOU À VIOLÊNCIA CONTRA OS ANTI-TOURADAS, DIZ QUE «A AMI É UMA CAMBADA DE BANDALHOS» às 08:54, 2012-12-26.

 

"... àqueles que ladraram felizes pelo sucedido ao Nuno" - Foram estes os destinatários, e não outros, dos votos justos e indignados do Dr. António Peças. E então, haverá aqui alguém com os "cinco alqueires" bem medidos, que tenha tomates para defender a posição dos que ladraram felizes pelo sucedido ao forcado em questão? É que se há, não merecem um toiro a entrar-lhes pelo pára-brisas do carro - coitado do animal, ainda podia aleijar-se - merecem um míssil patriot. Quem ladra feliz perante aquele drama, não merece melhor; digo eu...»

 

***

 

António Pereira Dias, agora digo eu:

 

NINGUÉM LADROU FELIZ pelo sucedido ao Nuno. NINGUÉM. Talvez APENAS os tauricidas o façam porque para eles a VIDA de um ser, seja humano ou não humano, não VALE NADA.

 

NINGUÉM com os “cinco alqueires “ bem medidos e que tem os tais tomates vem para aqui DEFENDER o que aconteceu ao Nuno. Estes defendem a VIDA DE QUALQUER SER, seja HUMANO ou NÃO HUMANO.

 

Ora acontece, que o que aconteceu ao Nuno, FOI ELE que escolheu de sua livre e espontânea vontade, pois de tanta coisa ÚTIL que ele poderia fazer na vida, OPTOU por ir para uma arena TORTURAR COVARDEMENTE um SER mais morto do que vivo, não tendo, ele próprio, os “cinco alqueires” bem medidos, nem os tais tomates, pois se tivesse não escolheria o ofício de CARRASCO.

 

O que vocês não percebem é que quem tem os “cinco alqueires” bem medidos e os tais tomates, NÃO ESTÁ CONTRA PESSOAS, mas CONTRA AS ATITUDES que essas pessoas tomam ao vilipendiar um SER VIVO SENCIENTE E ANIMAL COMO TODOS NÓS.

 

Ou o António Pereira Dias pensa que vocês, aficionados, tauricidas, forcados, ganadeiros e apoiantes do tauricídio não são ANIMAIS? São também animais, só que PREDADORES. Mas são animais, que se levarem com uma farpa nos costados, SOFREM tal como sofre um Touro.

 

Mas isto vocês NÃO COMPREENDEM, porque não têm os “cinco alqueires” bem medidos, nem os tais tomates….

 

NINGUÉM aplaude o que aconteceu ao Nuno, ao contrário de vós, que aplaudis a TORTURA e a MORTE de um ser que tem uma SENSIBILIDADE semelhante à do HOMEM (mas é preciso que esse homem seja HOMEM).

 

Portanto, as suas conclusões, ou melhor as conclusões do ex-carrasco António Poças, com que você conclui o seu comentário, não passam de uma conclusão parva, pois NUNCA um TOURO que até tem os “cinco alqueires” bem medidos e os tais tomates no seu devido lugar, ao contrário dos carrascos que os torturam, NUNCA nos faria mal, nem dentro, nem fora de uma carro.

 

Por acaso eu já estive numa situação dessas: dentro de um carro, com um Touro bem servido de chavelhos, a empancar-me o caminho, e ele ali esteve, com a cabeça colada ao vidro, a olhar para mim, tranquilamente, com uns belíssimos olhos, e eu a olhar para ele, e a assombrar-me com tamanha beleza… E assim estivemos (não contei o tempo) até ele decidir desimpedir-me o caminho… Foi uma experiência extraordinária, e que põe por terra tudo o que dizem do “toiro bravo”. Que só é “bravo” depois de muito tormento ANTES de ir para a arena.

 

E para terminar, essa do míssil patriot, um TOURO nunca nos mandaria com um. Só mesmo HOMENS PREDADORES, como vós.

 

Consegue ver a diferença, António Pereira Dias?

 

E fique sabendo que continuaremos a LADRAR contra as ATITUDES DOS COVARDES TAURICIDAS, até que cheguem à conclusão de que VOCÊS é que são os BANDIDOS. Não nós.

 

Nós defendemos a VIDA de TODOS os seres vivos, incluindo a do Nuno, OBVIAMENTE. Mas foi ele que OPTOU por ser carrasco, e ser carrasco tem os seus riscos. Ou não?

 

Ao que parece, contudo, o Nuno não aprendeu nada com esse infortúnio, pois continua a aceitar a TORTURA de TOUROS para seu próprio benefício.

 

Contra isto também continuaremos a LADRAR.

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 10:32

link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 13 de Dezembro de 2010

DOS VALORES HUMANOS

 

 

 Se dás valor a comer bom pão, não terás de cuidar bem da tua seara?

  

Começo este capítulo por uma questão de direito.

  

Terás o direito de dizer eu sou um ser humano, se desprezares valores, ou virtudes, se preferires, como a dignidade, a verdade, a razão, a justiça, a tolerância, a paz, a honra, a moral, a amizade, o amor, o carácter, a honestidade, o bem, a solidariedade, um sorriso...?

 

Estes são, para mim, valores humanos, entre os quais se encontram alguns que temos o privilégio de partilhar com os nossos irmãos animais. Por vezes, estes dão-nos grandes lições de humanidade e de consciência colectiva, tornando-se seres superiores nos actos que praticam.

 

Nunca ouviste falar na honestidade dos animais? Eles não se enganam a si próprios, logo não têm capacidade de enganar os seus semelhantes. Não é isto, honestidade?

 

Nunca viste um gato e um rato juntos, a partilhar o leite no mesmo prato? Não é isto, tolerância e também amizade?

 

Não soubeste da porca que amamentou os seus bacorinhos juntamente com os cachorros que ficaram órfãos? Não é isto, solidariedade?

 

E a história daquela gata que enfrentou o inferno do fogo, para salvar as suas crias de morrerem queimadas num incêndio? Não é isto, amor?

 

Há quem chame a estes actos instinto que, de acordo com o dicionário, é uma tendência inata, inconsciente, o qual leva um ser a praticar actos úteis, para si ou para os da sua espécie.

 

Chama-lhe o que quiseres. A minha ideia é esta:

 

O ser humano e o ser não humano, que não enganam o seu semelhante, são honestos.

 

O ser humano e ser não humano, quando partilham o seu leite com quem não é da sua raça ou espécie, são tolerantes e amigos também.

 

O ser humano e o ser não humano, que sustentam os seus filhos e os filhos de quem já não existe, são solidários.

 

O ser humano e o ser não humano, ao sacrificarem a sua vida pelo outro, praticam um acto inato e inconsciente ou fazem-no por amor a esse outro?...

 

É do valor humano ter espírito crítico. Saber discernir entre o Bem e o Mal, o Bom e o Mau, o Belo e o Feio. Saber escolher. Saber dizer não.

 

Começando no seio da própria família, depois na escola, na rua, nos lugares públicos, no emprego, na Vida, não serás tu um ser Humano apenas se tiveres consciência de que o rato de esgoto existe onde existe, come o que come, é o que é, porque é rato de esgoto?

 

Mas tu não és um rato de esgoto.

 

Se dás valor a comer bom pão, não deverás cuidar bem da tua seara?

 

 in «Manual de Civilidade»

 

 

 © Texto e Foto Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:17

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Dezembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

MENSAGENS NOBRES A TODOS ...

(AINDA O CASO DO NUNO CAR...

DOS VALORES HUMANOS

Arquivos

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt