Sexta-feira, 1 de Setembro de 2017

FESTAS EM HONRA DE SANTOS DESACREDITAM A IGREJA CATÓLICA E A HUMANIDADE

 

É inconcebível que a igreja católica portuguesa seja cúmplice de tanta barbárie para celebrar os seus Santos!

 

Não é desse modo que angariam “crentes” para sustentarem as paróquias. Cada vez mais, os que nasceram católicos afastam-se da Igreja, por não se reverem nestes rituais bárbaros, medievalescos, grotescos, cruéis, violentos, nada condizentes com os ensinamentos de Jesus Cristo.

 

Repudio a hipocrisia dessa igreja que não segue os preceitos cristãos.

 

BAROSA.jpg

Os da Barosa chamam-lhe FESTA RELIGIOSA… em honra de São Mateus, e sacrificam garraios.

 

MORTE DO GALO.png

Em Seia, mata-se um galo à paulada, nas festas consagradas a Deus…

 

SÃO JOÃO1.png

 Na Ilha Terceira (Açores) praticam-se barbaridades em honra de São João

 

SENHORA DO MONTE.png

 Em São João da Pesqueira sacrificam-se Touros em nome de Nossa Senhora do Monte

 

34698367902_df5af54a0b_b[1].jpg

 Em Ponte de Lima o Corpo de Deus é celebrado com a abominável “vaca das cordas”…

 

Bem… isto é apenas uma amostra da monstruosidade que a igreja católica portuguesa consente em nome de Santos católicos, como se os Santos católicos alguma vez aplaudissem a tortura de uma ser vivo, que também é de Deus.

 

O decreto de proibição das touradas mais antigo de que se tem conhecimento é a bula do Papa Pio V, “De Salute Gregis Dominici”, datada de 1 de Novembro de 1567, mas ainda em vigor, e que dizia o seguinte:

 

«(…) Nós, considerando que estes espectáculos que incluem touros e feras no circo ou na praça pública não têm nada a ver com a piedade e a caridade cristã, e querendo abolir estes vergonhosos e sangrentos espectáculos, não de homens, mas do demónio, e tendo em conta a salvação das almas, na medida das nossas possibilidades, com a ajuda de Deus, proibimos terminantemente por esta nossa constituição (…) a celebração destes espectáculos (…)».

 

Tanto quanto sabemos, esta bula só foi acatada em Itália.

 

Isto foi o que disse o Papa Pio V, mas não é o que a Igreja segue. E a Igreja não seguindo, cala-se, num consentimento que, de tão silencioso, nos agride, como se gritasse: DOU-VOS A LIBERDADE DE SEREM IMPIEDOSOS PARA COM OS ANIMAIS!

 

A tortura de Touros e Cavalos tem-se realizado sob a égide de uma igreja que não respeita minimamente os preceitos de Deus.

 

A ideia de que o Touro era um ser diabólico, e como tal devia ser torturado, pertence a mitos antigos, quando imperava uma ignorância da mais profunda, e queimavam-se bruxas…

 

Hoje sabemos que o Touro é apenas um bovino, e as bruxas não existem. Em pleno século XXI da era cristã, já não se justifica queimar bruxas e torturar Touros para exorcizar demónios, que, a existirem, estão personificados nos carrascos das criaturas de Deus.

 

Está mais do que na hora de enterrar esta mentalidade medievalesca e dar o salto para o século XXI da era cristã.

 

Isabel A. Ferreira

 

Sugiro a leitura deste texto onde se aborda este tema mais esmiuçadamente.

A IGREJA CATÓLICA E A TOURADA

http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/201627.html

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 10:32

link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 15 de Julho de 2015

AS FESTAS DE SAN FERMÍN (PAMPLONA, ESPANHA) JÁ FIZERAM FERIDOS, MAS O QUE IMPORTA ISSO?

 

O que interessa é torturar animais, no ritual medieval de Pamplona.

 

São Firmino é um Santo católico, deste modo, desprestigiado em Espanha, por energúmenos sem alma, sem inteligência, sem coração.

 

E a igreja católica espanhola dá uma ajudinha… E o Santo fica tão triste, tão triste que nem sequer tem ânimo para fazer o milagre de acabar com a raça do bicho-homem-predador.

 

PAMPLONA1.jpg

Foto de ANDER GILLENEA/AFP

Belíssima imagem. Valente Touro! Antes de morrer faz os seus estragos. Devia era de levá-los a todos para o outro mundo…

2015-san-fermin[1] LIXO TAUROMÁQUICO.jpg

Eis a triste realidade das festas de San Fermín: muito lixo, álcool e irracionalidade

 

Dois americanos e um britânico já foram feridos pelos cornos dos touros sacrificados neste ritual perverso, logo no primeiro dia da “festa” de San Fermín, em Pamplona (norte da Espanha).

 

Diz a organização que «nas primeiras hora da manhã, os touros, pesando meia tonelada em média, dispararam pelas ruas da cidade correndo atrás dos moradores e turistas dispostos a desafiar os seus afiados cornos».

 

Até aí, muito bem. Uma vez acossados, os Touros têm toda a legitimidade de se defenderem destas bestas humanas, alcoolizadas.  

 

Este tipo de “festejo” já causou a morte de 15 pessoas desde 1911. É pouco. Devia ser muito mais. Talvez aprendessem alguma coisa. Ou não! A irracionalidade cega-os mentalmente.

 

Esta selvajaria repetir-se-á até ao dia 15 de Julho.

 

Diz também a crónica que esta funçanata remonta a tempos medievais e combina procissões religiosas, danças tradicionais, shows e consumo de muito álcool.

 

Pois, é que sem o álcool isto não funcionava.

 

É o divertimento dos bêbados. E tudo isto para festejar o pobre do São Firmino, que não tem culpa do desequilíbrio mental deste enxurro.

 

Como isto nada tem a ver com “tradição”, mas tão-só com um costume bárbaro de tempos medievais, as Associações de Defesa dos Animais protestam contra estas touradas de São Firmino, denunciando que são utilizadas descargas eléctricas e varas afiadas antes de largarem os Touros, para os atormentarem e os tornarem combativos.

 

As associações de protecção aos animais chamam a atenção para estas “festas” porque dezenas de touros sofrem lesões enquanto os participantes os perseguem, batem e aterrorizam, a caminho da morte, na arena da cidade.

 

Um ritual carniceiro, que não tem qualquer razão de existir, nos tempos que correm, pois já não estamos mais na Idade Média, e muito menos para celebrar santos católicos.

 

Até quando a igreja católica vai ser cúmplice destes rituais medievais, perversos e parvos, para celebrar os seus santos?

 

Fonte:

https://br.noticias.yahoo.com/tr%C3%AAs-pessoas-s%C3%A3o-atingidas-touros-primeiro-dia-festa-133159832--spt.html

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:29

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 14 de Julho de 2015

FESTAS DO SENHOR SANTO CRISTO DOS MILAGRES (ILHA GRACIOSA – AÇORES) CELEBRADA COM RITUAIS SELVÁTICOS

 

Enquanto a igreja católica não tomar uma posição firme quanto a esta aberração de celebrar Santos católicos e até o Espírito Santo com rituais macabros, primitivos e bárbaros, não sairemos da cepa torta e o nome de Deus será vilipendiado.

 

Noutros tempos, iam todos arder na fogueira dos ímpios.

 

ESPÍRITO SANTO1.jpg

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 11:29

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 11 de Maio de 2015

CÃO AMARRADO À PARTE TRASEIRA DE UM TOURO DURANTE UMA TOURADA CAUSA INDIGNAÇÃO MUNDIAL

 

EM HONRA DA VIRGEM MARIA

Até onde vai a demência destes psicopatas tauromáquicos!

Mas a culpa é dos governantes que permitem que estas aberrações ainda existam no país.

SHAME ON PERU

 

 

Isto aconteceu numa vilazinha muito atrasada chamada Chalhuani, incrustada na região de Apurimac, a qual, tal como acontece em todas as localidades que não evoluíram, celebram os Santos católicos, com tortura de seres vivos, como se os Santos católicos fossem ANORMAIS.

 

Pois esta celebração foi em honra da Virgem Maria.

 

Ataram um cão às costas de um touro e fizeram uma tourada.

 

E isto com o objectivo IRRACIONAL de castigar o cão, porque este se PORTOU MAL.

 

Imaginem!

 

O que se deve então fazer a estas repugnantes e irracionais criaturas que assim se comportam tão aberrantemente com animais RACIONAIS, como são o Cão e o Touro?

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:48

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Novembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Posts recentes

FESTAS EM HONRA DE SANTOS...

AS FESTAS DE SAN FERMÍN (...

FESTAS DO SENHOR SANTO CR...

CÃO AMARRADO À PARTE TRAS...

Arquivos

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt