Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2013

«O MEU MOVIMENTO» - UMA VEZ MAIS A CAUSA DOS ANIMAIS GANHOU, SÓ ESPERAMOS QUE OS GOVERNANTES SAIBAM LER E INTERPRETAR O QUE OS PORTUGUESES QUEREM PARA PORTUGAL

 

 

Sérgio Caetano, d’«O Movimento do Sérgio», o primeiro a ganhar esta iniciativa governamental, no ano passado, a ser recebido pelo Primeiro Ministro de Portugal, conforme o combinado… Porém, continuamos à espera de resultados VISÍVEIS. Ou tudo isto não passará de uma manobra de diversão para entreter os portugueses, Senhor Primeiro Ministro Passos Coelho?

 

 

***

 

"O meu movimento”, no portal do governo, deve querer dizer alguma coisa – por Francisca Ávila

 

“O meu movimento” é uma plataforma virtual, criada no portal do governo da república. Nas palavras dos mesmos, a iniciativa pretende “dar uma oportunidade a todos de participar no debate sobre o futuro do nosso país. De uma forma lúdica e simples, qualquer cidadão português pode defender as causas em que acredita, fazendo-se ouvir por todos – e especialmente pelo seu Governo.” No entanto, para além de uma conversa pessoal com Passos Coelho, nada sabemos sobre o que pretende o governo fazer com as causas vencedoras.
 
No dia 30 de dezembro terminou a votação na segunda edição do concurso. A segunda, porque a primeira terminou no início de 2012, e pouco ou nada diferiu da segunda. Nas duas edições foram criados centenas de movimentos mas o tema transversal aos que sempre lideraram as tabelas de mais votados foi claro como água, e só deixou dúvidas a quem as quis ter.

Alteração do estatuto jurídico dos animais, fim do uso de animais em circos, interdição de menores em espetáculos tauromáquicos, fim dos canis e gatis de abate ou nova lei de proteção animal foram causas que se mantiveram nos primeiros lugares.

 

Está à vista, para quem quiser ver, que na sociedade portuguesa há uma preocupação crescente e ativa com questões relacionadas com a proteção animal. Mas a população apostou em força noutra causa, tanto na primeira como na segunda edição, a causa anti-tauromáquica.
 
Na primeira edição o Movimento do Sérgio manteve-se imperturbável, do início ao fim, no primeiro lugar do concurso, era o movimento pelo “Fim das Corridas de Touros”. Agora, na segunda edição, os portugueses continuaram a manifestar o seu profundo desagrado com a prática de espetáculos tauromáquicos em Portugal, acrescido ao facto de agora perceberem que estes são feitos à custa dos seus impostos. Assim, saiu vencedor o Movimento do Rui Manuel, pelo “Fim dos Dinheiros Públicos para as Touradas”.
 
Ao longo de 2012 assistimos a uma expressão popular clara de repúdio ao uso dos dinheiros públicos para a tauromaquia. Foram criados movimentos, feitas campanhas, entregues petições, em território continental e nas nossas ilhas dos Açores. Felizmente, o arquipélago da Madeira não padece deste mal. Assistimos também, pelas mãos do PEV e do BE, o assunto a ser levado à Assembleia da Republica, prova de que a voz das pessoas se faz ouvir, ainda que só por alguns.
 
Mas não pode ser só por alguns, não pode, porque o governo de Passos Coelho criou um espaço para que as pessoas pudessem defender as suas causas ao criar uma iniciativa que dá oportunidade aos cidadãos de exporem as razões pelas quais defendem causas, na primeira pessoa, ao primeiro-ministro de Portugal.
 
Com toda a legitimidade, exige-se agora que o governo de Passos Coelho aja com alguma coerência e dê respostas às situações que ele próprio criou. O governo de Passos Coelho disse querer ouvir os cidadãos e os cidadãos falaram, falaram e foram claros. Agora, resta-lhe cumprir a sua parte sem demoras, sem rodeios e sem touradas.

 

Francisca Ávila

 

Publicado em Faial Online

 

http://www.faialonline.com/opiniao/%e2%80%9co-meu-movimento%e2%80%9d-no-portal-do-governo-deve-querer-dizer-alguma-coisa-por-francisca-avila/

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:38

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 8 de Maio de 2012

O QUE O SENHOR PRIMEIRO MINISTRO, QUE HOJE RECEBE SÉRGIO CAETANO, DEVE SABER SOBRE A TORTURA DE TOUROS

 

 

Porque será que os pró-tourada nunca apresentam imagens de Touros torturados?

 

Isto é algo que me intriga.

 

Em todas as páginas do Facebook e nos Blogs taurinos e nos jornais e nas televisões e nas revistas, ninguém apresenta a “arte” taurina no seu resultado final, ou seja naquele momento em que o “bravo torcionário” numa luta “gloriosa” com o animal (que, segundo eles, gosta muito desta luta) enfrenta o Touro, e este quase moribundo, todo estraçalhado, ensanguentado, a vomitar sangue, mal se aguenta em pé...

 

Não! Apresentam-no sempre belo e majestoso, no campo, a pastar tranquilamente, como se fosse esse o animal que entra e sai da arena, e retorna ao campo, intacto e lindo, como no início...

 

Além de serem covardes, os torcionários são mentirosos e hipócritas, tentando passar uma mensagem “artística” que não existe.

Todos nós sabemos que, desde muito novos, os Touros são torturados nos treinos até entrarem na arena. Umas horas antes, os Touros são fechados num lugar escuro, são aguilhoados, agredidos, os seus cornos cortados a sangue frio, são espancados no dorso e, por fim, drogados. Isto para enfraquecê-los fisicamente. E enraivecê-los, para ficarem o que eles chamam “bravos”.

Pudera!

 

Quando entram na arena, entram enraivecidos, pela tortura a que foram sujeitos antes. Depois vêm as bandarilhas. E eles estoicamente tentam defender-se dos torcionários, e muitas vezes ferem os Cavalos, porque estão cegos de dor. Porque sofrem lesões graves ao serem espetados pelos ferros que lhes rasgam os músculos, as carnes, os órgãos internos. E sangram, por fora e por dentro.

 

E assim feridos no corpo e na sua dignidade, os Touros nunca podem defender-se proporcionalmente, quando estão na arena. E os seus predadores podem então “brincar aos valentes”.

 

Depois vem o pior.

 

Na Espanha, matam o Touro na arena e acabam ali logo com o sofrimento dele. Um grande alívio para o pobre animal. Livra-se, finalmente, dos seus predadores. Um acto abominável, degradante, covarde, que os sádicos e os necrófilos aplaudem, mas temos de admitir que, para o Touro é o melhor.

 

Contudo, em Portugal, excepto numa terrinha onde a matança é legal, e noutras onde a matança é ilegal, os touros não morrem na arena.

 

Depois de barbaramente torturados e gravemente feridos, são arrastados como “coisa morta” até aos curros, onde não são logo abatidos, nem assistidos por veterinários. Os ferros são-lhes arrancados da carne com o auxílio de facas e a sangue-frio, por carniceiros insensíveis, e diz quem já viu isto, que as dores, bem como os bramidos, são um autêntico HORROR.

 

Depois ficam dois dias num tormento inimaginável, enfiados em camiões sem espaço e sem água para beber porque os matadouros estão fechados ao fim-de-semana. E assim, numa lenta, muito lenta agonia, aguardam ser libertados das mãos dos seus carrascos.

 

É ISTO a verdadeira tauromaquia. A tal “tradição”. A tal “arte”. A tal “festa”. O tal derramamento de sangue, aplaudido por uns tantos sádicos, e porventura, necrófilos.

 

É nesta TORTURA que são aplicados vários milhões de euros das finanças públicas, camuflados nos apoios à agricultura, mas que vão para a criação de animais para divertir sádicos e necrófilos, para a construção ou restauro de arenas, para aquisição de bilhetes, para subsidiar escolas de tortura para crianças...

 

Tudo isto é verdade.

 

Tudo isto é tauromaquia.

 

A TOURADA É SIMPLESMENTE UM ACTO COVARDE DE TORTURA INÚTIL E ABOMINÁVEL, PRATICADO E APLAUDIDO POR QUEM NÃO EVOLUIU INTELECTUALMENTE.

NÃO QUEREMOS ESTA BARBÁRIE EM PORTUGAL!

 

Isabel A. Ferreira

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:50

link do post | Comentar | Ver comentários (3) | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 7 de Maio de 2012

Sérgio Caetano, defensor da abolição das touradas, será recebido por Passos Coelho amanhã

 

 

Sérgio Caetano, que defende a Abolição das Corridas de Touros em Portugal, vai ser recebido pelo Primeiro-Ministro de Portugal, Pedro Passos Coelho, terça-feira, dia 8 de Maio.

 

Portanto, hoje.

 

O “Movimento do Sérgio”, criado pelo próprio Sérgio, foi o mais votado entre mais de 1.000 movimentos existentes no portal do Governo.

 

O que é bem significativo da vontade dos Portugueses de verem abolida uma prática primitiva, cruel, violenta, antiga, ultrapassada e que não dignifica Portugal, nem o Ser Humano.

 

Já é tempo de o Governo Português tomar medidas lúcidas a respeito deste assunto, e não se vergar ao lobby tauromáquico, cada vez menos poderoso, mas ainda activo.

 

O Governo Português não pode ser cúmplice desta barbárie, que coloca Portugal no rol daqueles países que ainda mantém uma prática primitiva, que contradiz a Ética, a Evolução, a Civilização, a Sensibilidade, a Lucidez...

 

O que esperamos deste encontro?

 

Esperamos que o Senhor Primeiro-Ministro ouça a VOZ de Portugal e tenha em conta a VONTADE dos Portugueses de se libertarem da vergonha que é viver num país onde ainda se torturam Touros e Cavalos para diversão de sádicos.

 

Esperamos que o Senhor Primeiro-Ministro seja coerente com os seus princípios e não tenha receio de tomar uma posição pública, sem ter de ir saber primeiro o que diz a “ciência”. Porque todos nós já sabemos o que diz a ciência: os Touros e os Cavalos SOFREM, um sofrimento INÚTIL, para quê?

 

Para encher os bolsos a uns poucos (felizmente são cada vez mais poucos), cujo deus é o Dinheiro.

 

Força Sérgio!

Portugal está consigo!

Portugal espera que vença a inteligência construtiva!

 

***

 

O Apoio de Leonardo Anselmi, um dos grandes activistas da Abolição das Touradas, aqui:

 

https://www.facebook.com/groups/ataacores/#!/LeoLIB/posts/3913157872023

 

http://www.jn.pt/PaginaInicial/Politica/Interior.aspx?content_id=2488265&page=-1

 

http://p3.publico.pt/actualidade/sociedade/2984/passos-coelho-vai-receber-movimento-anti-tourada

Governo:

http://www.portugal.gov.pt/pt/mantenha-se-atualizado/20120503-movimentos.aspx
 
JN
http://www.jn.pt/PaginaInicial/Politica/Interior.aspx?content_id=2488265

Público
http://www.publico.pt/Pol%C3%ADtica/passos-coelho-recebe-movimento-antitourada-no-dia-8-tercafeira-1544743

Expresso:
http://expresso.sapo.pt/passos-recebe-grupo-contra-as-touradas=f723668#commentbox

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 19:25

link do post | Comentar | Ver comentários (8) | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Junho 2024

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
15
17
18
19
21
22
23
24
26
27
28
29
30

Posts recentes

«O MEU MOVIMENTO» - UMA V...

O QUE O SENHOR PRIMEIRO M...

Sérgio Caetano, defensor ...

Arquivos

Junho 2024

Maio 2024

Abril 2024

Março 2024

Fevereiro 2024

Janeiro 2024

Dezembro 2023

Novembro 2023

Outubro 2023

Setembro 2023

Agosto 2023

Julho 2023

Junho 2023

Maio 2023

Abril 2023

Março 2023

Fevereiro 2023

Janeiro 2023

Dezembro 2022

Novembro 2022

Outubro 2022

Setembro 2022

Agosto 2022

Junho 2022

Maio 2022

Abril 2022

Março 2022

Fevereiro 2022

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

AO90

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, nem publica textos acordizados, devido a este ser ilegal e inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais. Caso os textos a publicar estejam escritos em Português híbrido, «O Lugar da Língua Portuguesa» acciona a correcção automática.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. 1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome. 2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas". 3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt