Quarta-feira, 12 de Fevereiro de 2014

OS PODRES DOS AÇORES E AS SUAS PRIORIDADES TAUROMÁQUICAS

 

Um concelho repleto de lacunas! Há que alegrar quem os elege! A grande prioridade da câmara de Angra do Heroísmo é a tauromaquia…

 

 

Fonte

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=630960053644205&set=a.451275978279281.101438.451257841614428&type=1&theater

 

***

A grande nódoa negra do Arquipélago dos Açores é sem dúvida alguma a tauromaquia.

 

Mas há muitas mais nódoas negras, que envergonham o povo culto açoriano.

 

Vejamos o que diz um micaelense, desgostoso com o que se passa na sua terra natal, nas suas ilhas, que poderiam ser as mais visitadas do mundo, e estão esquecidas e abandonadas, devido à má política que dá primazia à tortura de bovinos.

 

Diz o micaelense:

 

- Os Açores são a região de Portugal com o maior número de consumo de droga "per capita"!

 

- Tem um elevado índice de criminalidade!

 

- O maior número de insucesso escolar.

 

- Um índice de pobreza e desemprego dos maiores da União Europeia.

 

- A que mais depende dos empregos públicos (70%) em detrimento da iniciativa privada (30%).

 

 - Muito enganados ficam os Açorianos, que identificam os Açores com a sua luxuriante paisagem.

 

- A ilha do Pico, Sete-Cidades, Furnas, o Ilhéu de Vila Franca, tudo excelente, e mais que visto, de forma saturante em propaganda.

 

- Mas os Açores não vivem de paisagens.

 

- E as pessoas, a sociedade açoriana, dentro da região, de Portugal e da UE?

 

- Isto será o maravilhoso paraíso de que falam? 

 

- São Miguel é talvez a ilha mais bela do mundo.

 

- Mas a sociedade açoriana (principalmente a micaelense) sofre de muitos males, infelizmente, e para nossa vergonha e não orgulho.

 

- Vila Franca do Campo, esta cheia de criminosos.

 

- Ainda há 3 dias roubaram ao professor Calisto (que esta com cancro) a sua carrinha.

 

- Tem havido em Vila Franca, venda e consumo de droga em alta escala.

 

- Crimes de violência, fraudes, etc..

 

- A minha mãe, quando estava a dormir, acordou com um assaltante dentro do seu quarto.

 

- Três casas, de irmãos meus, foram assaltadas.

 

- Esta é a infeliz realidade.

 

- Uma mulher pode ser linda, mas pode não prestar e ter maus sentimentos!

 

- Tudo ficou mais perigoso, nem sombras do passado!

 

- Claro que temos gente boa também.

 

- Nas ilhas mais pequenas vive-se melhor e mais tranquilo, quase como antigamente.

 

- A sociedade de S. Miguel é a pior.

 

- Ponta Garça e Rabo de Peixe são das freguesias com mais problemas sociais e de insucesso escolar, de Portugal e UE.

 

E isto que eu escrevi é tudo verdade» afirma, com tristeza, o micaelense.

 

Pode faltar o pão para a boca, empregos, regalias sociais, mas não para a tauromaquia.

 

E o povo açoriano encarrega-se de colocar no poder quem garanta que a tauromaquia esteja acautelada.

 

O resto…? Que importa o resto?

 

Os Açores são o último reduto de um mundo primitivo.

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:41

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 26 de Agosto de 2013

A CORRIDA LOUCA EM RABO DE PEIXE (AÇORES) SÓ DE LOUCOS, A COMEÇAR PELOS AUTARCAS QUE APOIAM TAL LOUCURA

 
 
 

Freguesia de Rabo de Peixe, na ilha de São Miguel são duas das entidades apoiantes de uma tourada à corda a realizar no próximo dia 3 de Setembro.

 

 

CARTA ABERTA AOS AUTARCAS DE RABO DE PEIXE 

 

Exmo. Senhor Presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande

 

Exmo. Senhor Presidente da Assembleia Municipal da Ribeira Grande

 

Exmo. Senhor Presidente da Junta de Freguesia de Rabo de Peixe

 

Exmos. Senhores,

 

Tive conhecimento da realização de uma tourada à corda em Rabo de Peixe, a qual, segundo um cartaz publicitário, conta com o apoio da Câmara Municipal da Ribeira Grande e da Junta de Freguesia de Rabo de Peixe.

 

A tauromaquia é uma prática obsoleta, um costume bárbaro, herdado de bárbaros, que se apoia numa lei bastarda, na qual os Touros e Cavalos são incompreensivelmente banidos do Reino Animal, gozando de um inexplicável regime de excepção na legislação portuguesa, dado que permite, em contradição com a restante legislação que regula o bem-estar animal, o sofrimento INÚTIL de bovinos.

 

A tauromaquia não tem lugar numa sociedade que se quer evoluída e civilizada e só subsiste ainda à custa de múltiplas formas de subsídios públicos, o que, sobretudo, em tempos de crise económica, é particularmente revoltante.

 

O percurso evolutivo da humanidade mostra-nos que costumes que trazem consigo sofrimento inútil devem ser abolidos, enquanto se mantém e enaltecem costumes positivos que enobrecem e orgulham um povo. Foi assim que ficaram enterrados nas páginas mais negras da história da humanidade costumes e actividades como os circos romanos, as execuções públicas e a escravatura, entre outros.

 

Existem inúmeras formas de entretenimento saudável que poderiam e deveriam ser disponibilizados a jovens e a adultos de Rabo de Peixe, freguesia em que parte não desprezável da população, para além de carências económicas, apresenta dificuldades a nível de analfabetismo, alcoolismo, entre outros.

 

Rabo de Peixe e o Concelho da Ribeira Grande não podem figurar entre as localidades onde se desrespeita os animais e Vossas Excelências não devem ter o Vosso nome associado a vítimas causadas pelas touradas, algumas delas mortais como aconteceu recentemente com um homem, na ilha Graciosa.

 

Acreditando que V. Exas, como educadores que foram e supomos que ainda são, estarão empenhadas no desenvolvimento saudável da Vossa terra, vimos solicitar a retirada do Vosso apoio e a tomada de medidas que demovam os promotores de levar avante uma actividade que não é condizente com a evolução e o progresso de seres humanos.

 

Com os meus cumprimentos,

 

Isabel A. Ferreira

 

(Carta adaptada da original)

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:59

link do post | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Abril 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Posts recentes

OS PODRES DOS AÇORES E AS...

A CORRIDA LOUCA EM RABO D...

Arquivos

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt