Sexta-feira, 9 de Março de 2018

AS GARRAIADAS SÃO A PROVA PROVADA DE QUE FREQUENTAR UMA UNIVERSIDADE NÃO DÁ ESTATUTO SUPERIOR A QUEM JÁ NASCE COM TENDÊNCIA PARA SER INFERIOR

 

O mês de Maio, o mês das Rosas e do renascer da Natureza, em Portugal, mancha-se com um comportamento imbecil, praticado por quem se diz “estudante do ensino superior” e demonstra instintos dos mais básicos, agravados por uma ignorância atascada, que envergonha os verdadeiros estudantes e a Universidade de Coimbra -  a ÚNICA NO MUNDO que apoia a tortura de jovens e inocentes bovinos, que sofrem a dor física e psicológica tal como nós.

 

 

 

 

 

Em nenhuma Universidade Europeia e do mundo, os estudantes, que têm o privilégio de entrar para o Ensino Superior, o qual, em princípio, serve para formar intelectualmente os que hão-de fazer EVOLUIR os países, se vêem estas iniciativas, que apenas dizem da inferioridade intelectual dos que nelas participam.

 

 É a nódoa negra do Ensino Superior em Portugal, que em nada dignifica o país, e a classe estudantil.

 

E o que fazem os Reitores e os Dux Veteranorum, expoentes máximos da Academia, para travarem esta onda de estupidez universitária?

 

APOIAM ESTA ESTUPIDEZ.

 

E quem apoia a estupidez como se designará?

 

E eis o que temos no mês de Maio, o mês das Rosas e do renascer da Natureza:

 

Um bando de ignorantes, já bem bebidos (o que é outra demonstração da inferioridade intelectual desses interventores), vai para uma arena, onde garraios, ou seja, touros de 2 e 3 anos, são cobardemente torturados psicológica e fisicamente, num jogo parvo, cruel e inútil, para o qual não estão preparados: puxam-lhes o rabo, obrigam-nos a andar à roda, molestando-os sem dó nem piedade. Parvamente.

 

Por vezes chegam a provocar-lhes a morte, como já aconteceu na arena da Póvoa de Varzim, (a cidade mais carniceira do Norte do País).  

 

Ainda que a “garraiada” seja uma variante “light” da tourada, os tormentos pelos quais passam os pequenos bovinos, ainda inexperientes, provocam-lhes fracturas várias, lesões internas, e ataques de ansiedade, bastante nocivos ao bem-estar deles.

 

Tudo isto é de uma cobardia e de uma falta de inteligência atroz.

 

Os “estudantes” que participam nesta estupidez académica deviam ser expulsos do Ensino Superior por não reunirem as faculdades mentais saudáveis requeridas para poderem frequentar tal Ensino, tais como espírito crítico, lucidez, consciência e posições esclarecidas, condizentes com o desenvolvimento científico e a evolução das mentalidades, para uma formação superior e capaz de fazer EVOLUIR um país.

 

É por estas e por outras que temos o País que temos: um pequeno paraíso terrestre cheio de gente inculta nos lugares-chave da governação.

 

Concluindo: se as garraiadas ainda persistem por ignorância dos “estudantes” que as incluem nos seus programas “académicos”, aqui deixamos este registo, para que saiam dessa ignorância e possam EVOLUIR.

 

Se persistirem na ignorância, melhor será desistirem de querer ser “doutores” porque simplesmente nunca passarão de parvos.

 

 Nota marginal:

 

E para os que criticam a minha linguagem, aqui deixo uma nota marginal: eu não estou a dissertar sobre POESIA.

 

Estou a discorrer sobre GARRAIADAS, uma prática parva, cruel e inútil, por isso, as palavras têm de ser adequadas às circunstâncias.

 

GARRAIADA COIMBRA.png

 

 

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:49

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 13 de Janeiro de 2015

Cristiano Ronaldo abomina touradas...

 

… porque ele não é parvo!

 

O que se vê nesta montagem, feita pela prótoiro, é um atentado ao bom nome de alguém que (goste-se ou não de futebol) traz alguma glória a Portugal, ao contrário dos maluquinhos da selvajaria tauromáquica.

(Isto foi escrito em 2015, e talvez esteja desactualizado, porque, hoje, em 2018, Ronaldo contratou um  forcado para o "segurar"... na Rússia. Já cá não está que escreveu este post. Afinal Ronaldo poderá ser aficionado, se não fosse, não se metia com esta espécie de "gente").

 

10934040_775798232475832_6024568838805937308_n CRI

 

Se Cristiano Ronaldo fosse um cobarde forcado, receberia, quando muito, a Bola da Estupidez, mas o que recebeu foi a Bola de Ouro.

 

Nem para saber destrinçar isto serve a protóiro.

 

(No entanto... tudo é possível neste mundinho onde reina a insanidade...).

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 10:47

link do post | Comentar | Ver comentários (7) | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 30 de Julho de 2014

«QUEM DESCOBRIR A MENSAGEM ESCONDIDA, GANHA UM CAFUNÉ VIRTUAL; QUEM NÃO GOSTAR DA IMAGEM É, MUITO PROVAVELMENTE, BASTANTE PARVO»

 

 

in

https://www.facebook.com/PorFalarNoutraCoisa/photos/a.481577418588827.1073741829.471268092953093/674014069345160/?type=1

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:17

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 29 de Julho de 2014

Dez argumentos a favor da tourada

 

(Magnífico texto)

 

 

in Blogue Por Falar noutra Coisa

http://porfalarnoutracoisa.blogspot.pt/2014/07/10-argumentos-favor-da-tourada.html

 

«Já escrevi sobre tourada mas senti que me tinham faltado algumas coisas, e como a semana passada foi assunto quente, aqui ficam opiniões que são minhas. Deixo-vos com 10 argumentos a favor da tourada.

 

A TOURADA É TRADIÇÃO E CULTURA

 

É uma actividade que remonta ao século XII, altura em que a maioria das pessoas não sabia ler nem escrever, em que a consciência humana e social era quase nula e ainda se cagava em penicos. Por si só este argumento é parvo, já que os coliseus romanos, queimar bruxas na fogueira e a escravatura também eram tradições culturais de tempos antigos. Felizmente vamos evoluindo enquanto espécie, alguns pelo menos, e vamos adaptando as nossas tradições aos valores da sociedade.

 

SÓ VÊ QUEM QUER, SÃO GOSTOS E TEMOS QUE RESPEITAR

 

Sim, a liberdade de opinião é sempre de valorizar. Tem que existir toda a liberdade para se ser parvo é um facto, que é o que este argumento é. Comentaram uma vez aqui no blogue a dizer "Eu também não gosto de boxe, quando está a dar na TV mudo". Comparar boxe com tourada é o mesmo que comparar violação com sado-masoquismo. Ambos fazem dói-dói mas num estão lá os dois por livre vontade. Quando se fala de direitos e civismo, o gosto e a liberdade não são para aqui chamados, muitos padres também gostam de criancinhas e não é por aí que se vai legalizar a pedofilia.

 

NÃO COMES CARNE?

 

O argumento mais parvo de todos que infelizmente é utilizado por muitos vegans para atacar quem não o é, em vez de apoiarem quem está a tentar acabar com a tourada. Comer carne só seria comparável à tourada se começassem a cobrar bilhete para ir ao matadouro assistir ao break dance que as vacas e os porcos fazem quando estão a ser electrocutados. Com direito a transmissão televisiva e a desfile de homens de calças vermelhas, mulheres oxigenadas com filhos de cabelo à playmobil pela mão a dizer "Veja Martim, veja a vaca a contorcer-se, se não fosse tradição e cultura era horrendo, agora assim é uma caturreira." E eu até sou vegan não praticante como já aqui escrevi.

 

OS TOUROS BRAVOS ESTARIAM EXTINTOS SEM AS TOURADAS

 

E então? 99% das espécies que já existiram estão extintas. Não fomos nós que as matámos todas, é o curso da natureza. Se for de forma natural é deixá-las ir, não faz muito sentido, a meu ver, manter uma espécie viva para lhe causar sofrimento. Esse argumento seria o que os apoiantes da escravatura utilizariam se a raça negra se estivesse a extinguir. Antes extintos do que escravos, digo eu que nunca fui escravizado mas pelo que li não devia ser agradável.

 

O TOURO NÃO SOFRE

 

Este argumento é parvo. Já viram que há um padrão nos argumentos? Não digo que sofra mais que em muitos matadouros, provavelmente sofre menos, mas não é isso que está em causa. É o espectáculo deprimente que se monta à volta de um animal que está a ser espicaçado e sangrado. Mesmo que as bandarilhas não lhe doam assim tanto, não justifica a ritual medieval que hoje em dia é mais para agradar à direita "chique" do que ao povo. Ver pessoas na plateia a tapar a cara de horror, mas que vão na mesma porque está na moda... era um par de chapadas à padrasto para aprenderem.

 

OS TOUROS SÃO ANIMAIS AGRESSIVOS E NASCERAM PARA A LIDE

 

Os touros são animais territoriais e selvagens e como tal, quem lhes invada o território sujeita-se a levar com um chifre nas nalgas. Fora isso são animais normais colocados entre a bandarilha e parede, onde se vêem forçados a marrar nos forcados. Nunca vi um touro a andar a vaguear à noite, escondido em esquinas e becos à espera de uma rapariga perdida para a violar. Nunca vi gangues de touros com lenços na cabeça a arranjar confusão no bairro alto. No entanto os humanos fazem isso e nós, infelizmente, não os pomos numa arena a serem espetados com bandarilhas no lombo. Agressivo e parvo é o ser humano, uns mais que outros.

 

É UMA ARTE BONITA DE SE VER

 

Também é bonito ver mulheres nuas na rua (algumas) e não é por isso que é legal. Infelizmente. A definição de arte e a beleza são subjectivas, se o Da Vinci para a tinta dos seus quadros tivesse utilizado bebés e um espremedor de laranjas, também continuavam a ser obras de arte, mas os meios não justificavam os fins. Cá para mim a arte que os aficionados se referem é ver a tomatada dos toureiros ali toda pronunciada no meio dos collants e lantejolas, normalmente de tons rosas e amarelos. Sim, é realmente uma arte conseguirem arrumar aquilo para um lado e ainda conseguirem andar como deve ser.

 

ATRAI TURISMO

 

Acredito que sim, mas sabem o que também atrai turismo? Prostituição e drogas. Há até quem vá a certos países de 3º mundo para comer criancinhas. É esse o turismo que queremos ter? Eu cá passo bem sem os estrangeiros que querem ver um animal a sofrer, prefiro mil vezes um grupo de 10 ingleses bêbedos a vomitar.

 

DÁ EMPREGO A MUITA GENTE

 

O desemprego é na sua maioria mau, mas há muita gente que está desempregada porque ou não quer trabalhar ou não tem capacidades para fazer nada. Se a tauromaquia é a única coisa que se sabe fazer na vida então se calhar o desemprego é justo. Sem subsídio neste caso se faz favor. Mais uma vez, a droga e a prostituição também dão emprego a muita gente, a diferença é que no caso da droga e da prostituição a legalização iria diminuir o número de pessoas que estão nessa vida contra a sua própria vontade.

 

PREOCUPEM-SE ANTES COM OS CÃES ABANDONADOS

 

As coisas não são mutuamente exclusivas. A questão é que uma acontece às escondidas (e agora já é crime), a outra passa na RTP. É normal que chame mais à atenção. Não acho que quem goste de tourada seja automaticamente atrasado mental e má pessoa como acho de quem abandona um cão. Quem faz isso a um animal com o qual conviveu e devia ter criado laços, para o deixar a sofrer algures na beira de uma estrada ou numa mata, devia morrer. Quem faz isso é impossível ser uma pessoa decente e devia estar numa arena a ser sodomizado por uma manada de touros com elefantíase do pénis. O touro sempre tirava algum prazer assim.

 

Por falar na nova lei que criminaliza os maus tratos a animais, como sabem só se aplica aos de companhia. Será que se eu tiver um touro amestrado lhe posso espetar ferros no lombo para o ensinar a dar a sentar e dar a pata? E os circos a mesma coisa, aliás os circos com animais e as touradas têm um ponto em comum, ambos maltratam e exploram seres vivos contra a sua vontade e ambos têm palhaços, no caso das touradas costumam estar também nas bancadas.

 

***

 

Posto isto, quero apenas terminar dizendo que respeito muito mais quem gosta de tourada e diz que gosta porque sim, porque cresceu com isso e não está preocupado com o touro. Que o sofrimento do animal não o preocupa. Respeito muito mais quem tem essa honestidade do que quem tenta dar um destes argumentos parvos que fazem tanto sentido como a tourada ainda existir. Nenhum.

 

PS - Quem gostou, pode ler também este texto. Quem não gostou, pode ir lá deixar ofensas.»

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:35

link do post | Comentar | Ver comentários (16) | Adicionar aos favoritos
Sábado, 15 de Fevereiro de 2014

DIZEM QUE A CORDA É O ACESSÓRIO MAIS IMPORTANTE NA TOURADA À CORDA (NOS AÇORES)

 

Partilho esta informação, de uma página do Facebook, porque a única opção é “partilhar”…

A informação é de doidos!

 

 

Repare-se na situação em que se encontra o bovino, de pernas enroladas na corda que o deixa á mercê dos seus carrascos e sem qualquer opção de defesa ou e liberdade… E chamam a isto “festa”.

 

«A corda é o acessório mais importante na tourada á corda, dai o nome atribuído á tradicional tourada da terceira e de outras ilhas que já aderiram a esta festa.

 

(UM CONCEITO DE FESTA BASTANTE RETRÓGRADO)

 

A corda acima de tudo tem o papel de manter o toiro bravo dentro das limitações do arraial.

 

(SÓ ISTO É DE UMA VIOLÊNCIA PSICOLÓGICA ATROZ. E ESSE “BRAVO” VEM PRECISAMENTE DA TENTATIVA DE AUTODEFESA, DEVIDO À TORTURA IMPOSTA A UM SER, CUJO HABITAT NATURAL É O PRADO E NÃO AS RUAS.)

 

Esta costuma ser utilizada pelos pastores, onde ficam 5 pastores ao meio da corda e 5 pastores na pancada. A pancada é os pastores que a única função é segurar toiros dentro das limitações.

 

(ESTA PANCADA… QUE VEM DE PANCA!)

 

Enquanto os pastores do meio da corda têm outra função, que é proteger o toiro acima de tudo mas também ajudar a capinha a dar a sua contribuição e a cumprir a sua função no arraial.

 

A corda é importante para fazer o toiro investir em algo, fazer o toiro descansar o mesmo e sobretudo aguentar nos lugares principais de um arraial, com o intuito de provar as gentes que o toiro tem valor.

 

(PRINCIPALMENTE UM VALOR MONETÁRIO PARA ENCHER OS BOLSOS DE ALGUNS…)

 

 Também é essencial para aqueles toiros que se destacam nas paredes ou tapadas, mas depende da capacidade do comandante da corda para conseguir tirar proveito das suas qualidades.

 

Mas a corda também tem as suas desvantagens, como por exemplo pode perturbar a lide do toiro. Existe pastores que estão constantemente a puxar o toiro o que leva a que este se amarre muito á corda, comprometendo a lide do toiro e a sua mesma apreciação por parte aficionada.

 

(ISTO REALMENTE É ALGO MUITO CULTURAL, MUITO INSTRUTIVO, ALGO DIGNO DE GENTE INTELIGENTE, POIS É PRECISO MUITA SABEDORIA PARA MANOBRAR AS CORDAS QUE PRENDEM AS PERNAS DO DESVENTURADO BOVINO, QUE É PUXADO PELAS RUAS, AO SOM DOS BERROS DE BÊBADOS E DE GENTE HISTÉRICA.

 

SÓ MESMO NOS AÇORES! E … JÁ AGORA…EM PONTE DE LIMA, QUE TAMBÉM TEM ESTE COSTUME PARVO).

Fonte

https://www.facebook.com/otoiroaarteeosaber/photos/a.281720448643910.1073741827.281532515329370/283561895126432/?type=1&theater

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 19:36

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 29 de Abril de 2013

AS GARRAIADAS SÃO A PROVA PROVADA DE QUE FREQUENTAR UMA UNIVERSIDADE NÃO DÁ ESTATUTO SUPERIOR A QUEM JÁ NASCE COM TENDÊNCIA PARA SER INFERIOR

 

O mês de Maio, o mês das Rosas e do renascer da Natureza, em Portugal, mancha-se com um comportamento imbecil, praticado por quem se diz “estudante do ensino superior” e demonstra instintos dos mais básicos, agravados por uma ignorância atascada, que envergonha os verdadeiros estudantes e as Universidades Portuguesas – as ÚNICAS NO MUNDO que apoiam a tortura de jovens e inocentes seres vivos, que sofrem a dor física e psicológica tal como nós.

 

 

 

 

 

Em nenhuma Universidade Europeia e do mundo, os estudantes, que têm o privilégio de entrar para o Ensino Superior, o qual, em princípio, serve para formar intelectualmente os que hão-de fazer EVOLUIR os países, se vêem estas iniciativas, que apenas dizem da inferioridade intelectual dos que nelas participam.

 

 É a nódoa negra do Ensino Superior em Portugal, que em nada dignifica o país, e a classe estudantil.

 

E o que fazem os Reitores e os Dux Veteranorum, expoentes máximos da Academia, para travarem esta onda de estupidez universitária?

 

O que fazem os autarcas, como os da Póvoa de Varzim e da Figueira da Foz, para elevarem o nível da cultura que querem, para os concelhos que governam?

 

APOIAM ESTA ESTUPIDEZ.

 

E quem apoia a estupidez como se designará?

 

E eis o que temos no mês de Maio, o mês das Rosas e do renascer da Natureza:

 

 Um bando de ignorantes, já bem bebidos (o que é outra demonstração da inferioridade intelectual desses interventores), vai para uma arena, onde garraios, ou seja, touros de 2 e 3 anos, são covardemente torturados psicológica e fisicamente, num jogo parvo, cruel e inútil, para o qual não estão preparados: puxam-lhes o rabo, obrigam-nos a andar à roda, molestando-os sem dó nem piedade. Parvamente.

 

Por vezes chegam a provocar-lhes a morte, como já aconteceu na arena da Póvoa de Varzim, (a cidade mais carniceira do Norte do País).  

 

Ainda que a “garraiada” seja uma variante “light” da tourada, os tormentos pelos quais passam os pequenos bovinos, ainda inexperientes, provocam-lhes fracturas várias, lesões internas, e ataques de ansiedade, bastante nocivos ao bem-estar deles.

 

Tudo isto é de uma covardia e de uma falta de inteligência atroz.

 

Os “estudantes” que participam nesta estupidez académica deviam ser expulsos do Ensino Superior por não reunirem as faculdades mentais saudáveis requeridas para poderem frequentar tal Ensino, tais como espírito crítico, lucidez, consciência e posições esclarecidas, condizentes com o desenvolvimento científico e a evolução das mentalidades, para uma formação superior e capaz de fazer EVOLUIR um país.

 

É por estas e por outras que temos o País que temos: um pequeno paraíso terrestre cheio de gente inculta nos lugares-chave da governação.

 

Concluindo: se as garraiadas ainda persistem por ignorância dos “estudantes” que as incluem nos seus programas “académicos”, aqui deixamos este registo, para que saiam dessa ignorância e possam EVOLUIR.

 

Se persistirem na ignorância, melhor será desistirem de querer ser “doutores” porque simplesmente nunca passarão de parvos.

 

 Nota marginal:

 

E para os que criticam a minha linguagem, aqui deixo uma nota marginal: eu não estou a dissertar sobre POESIA.

 

Estou a discorrer sobre GARRAIADAS, uma prática parva, cruel e inútil, por isso as palavras têm de ser adequadas às circunstâncias.

 

Isabel A. Ferreira

 

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 11:56

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Dezembro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

AS GARRAIADAS SÃO A PROVA...

Cristiano Ronaldo abomina...

«QUEM DESCOBRIR A MENSAGE...

Dez argumentos a favor da...

DIZEM QUE A CORDA É O ACE...

AS GARRAIADAS SÃO A PROVA...

Arquivos

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt