Sábado, 26 de Junho de 2021

Um alerta (vermelho) para Portugal e para o seu Povo, no que ao Ensino da Língua Portuguesa diz respeito

 

Se nada se fizer, daqui a cinco anos (poderá até ser menos) a Língua Portuguesa já terá desaparecido, porque os Portugueses e quem de direito, incluindo professores, pais, políticos, governantes, advogados, escritores, jornalistas, tradutores, apresentadores de televisão, artistas, juristas, enfim a sociedade mais instruída, as pessoas mais “importantes” que têm a obrigação e o dever de saber escrever bem e falar bem, não souberam lutar por ela, e a próxima geração será a geração dos analfabetos funcionais, que estarão (já estando) na cauda da Europa (como sempre estiveram).

 

Alerta vermelho.png

 

Já em 2002, de acordo com o estudo “O futuro da Educação em Portugal”, apresentado pelo então Ministro da Cultura, Roberto Carneiro, se dizia que o nosso sistema educativo era «medíocre, quando comparado com os níveis internacionais» tendo Portugal, segundo o mesmo estudo, «um atraso de 200 anos, (…) 80% dos Portugueses não tinha mais de nove anos de escolaridade e (…) 60% da população estava satisfeita com o seu nível educativo».

 

Se a situação em 2002 já era péssima, e já estávamos atrasados 200 anos, desde então, as coisas pioraram substancialmente e o atraso será agora para cima de mil anos, com a introdução do AO90 e o colossal desleixo no uso da Língua nas escolas, nos livros escolares, nos livros traduzidos, nos livros publicados, na comunicação social escrita e televisionada, nas legendas de filmes, no rodapé das notícias, em todos os canais televisivos,  imperando em Portugal uma agigantada iliteracia, em que estão bem evidenciadas as dificuldades na escrita, na leitura, na capacidade de interpretação do que se escreve e também na oralidade, com tantas bacoradas, de bradar aos céus, que se dizem alto… E as pessoas que lêem, ou ouvem rádio ou vêem televisão têm o direito de exigir que se escreva e se expressem num Português correCto.

 

Para não falar nas desventuradas crianças que foram frequentar escolasm para terem um Ensino de Qualidade, como é do direito delas, e atiraram-lhes à cara o lixo ortográfico, base de toda a comunicação e de todo o Ensino, desde o básico ao superior! Mas quando temos "peixe graúdo" como um presidente da República, um primeiro-ministro, ministros e deputados da nação a falar e a escrever tão mal, nas páginas oficiais e nas suas redes sociais, e que deveriam dar o exemplo da boa escrita e da boa oralidade, esperar o quê  dos "mexilhões"? Poderiam, ao menos, ter vergonha, mas não têm.  

 

Não é apenas na Covid-19 que Portugal ultrapassa a linha vermelha.

 

No Ensino da Língua Portuguesa já se ultrapassou, faz tempo, todas as linhas vermelhas possíveis e imagináveis.

 

Daí que seja premente que todos os Portugueses e quem de direito:  professores, pais, políticos, advogados, escritores, jornalistas, tradutores, apresentadores de televisão, artistas, juristas, enfim a sociedade mais instruída, as pessoas mais “importantes” e mediáticas acordem e se unam para exigir dos governantes e do constitucionalista-mor, que é o primeiro a não cumprir a Constituição da República Portuguesa, a anulação do aberrante AO90 e a reposição da grafia de 1945, não só nas escolas, como em TUDO o que mexe com o Idioma Oficial de Portugal, além de um Ensino de Qualidade, que nos faça acompanhar os níveis europeus.

 

Ou somos gente que sente, ou não somos ninguém!

Ou seremos apenas fantoches nas mãos de fantocheiros, a deambular por aí, sempre a dizer que sim, que sim… ?

 

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 11:51

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 12 de Abril de 2021

Como os mortos não falam, o assassinato do cidadão ucraniano, Ihor Homeniuk, cai para “ofensa à integridade física, agravada»

 

«O Ministério Público (MP) pediu hoje a condenação dos três inspectores do SEF acusados da morte de um passageiro ucraniano a penas de prisão entre oito e 16 anos pelo crime de ofensas corporais graves, agravada pelo resultado (morte).»

 

Mais uma vergonhosa e grave falha da (in)justiça portuguesa. Mais uma, infelizmente, entre tantas. E isto depois de se ter decidido que os actos de corrupção atribuídos a José Sócrates, não são crimes, e se são crimes, prescreveram.

 

Neste caso, de Ihor, o resultado da autopsia foi desvalorizado: «O médico legista diz que, perante o que observou, "não tem dúvidas" sobre a morte do ucraniano: Ihor morreu por asfixia lenta devido às fracturas e à posição em que estava (de barriga para baixo e algemado com as mãos atrás das costas) durante mais de oito horas. O médico revelou em tribunal que, pela observação do cadáver, sentiu que "algo se passava". De imediato, alertou a Polícia Judiciária. "Não se coadunava com aquilo que era referido, que tinha morrido de causa natural", explicou. Ortopedista admitiu ainda que se Ihor tivesse sido tratado, em relação às fracturas nas costelas, teria sobrevivido.»

 

Ofensa à integridade física e mental estão os tribunais a cometer contra o Povo Português, de um modo completamente IMORAL. É que estas injustiças mexem-nos com o físico e com a mente.

 

E não existe ninguém com suficiente VERGONHA NA CARA para pôr fim a estes descalabros?

 

Que triste País é o País onde não há Justiça, algo próprio de países com regimes ditatoriais.

 

Isabel A. Ferreira

Ihor.png

Ihor Homeniuk

Ler notícia neste link: 

https://sicnoticias.pt/pais/2021-04-12-Morte-de-Ihor-Homeniuk.-Ministerio-Publico-deixa-cair-acusacao-de-homicidio-qualificado-3bbea9e7

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:38

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 28 de Setembro de 2015

AS PERNICIOSAS “ESCOLAS” DE TOUREIO

 

«Transformaram este miúdo num mosnstrinho.

Ele não terá culpa.

 

A culpa é dos monstros maiores: progenitores, governantes psicopatas e sádicos que vão à arena aplaudir o sofrimento do bezerrinho e a insanidade de uma criança que nem sequer sabe por que está ali… a torturar um animal como ela… (I.A.F.)»

 

 

by protouro

 

 

Ou como os aficionados pervertem criancinhas com a cumplicidade dos pais que deveriam ser punidos por permitirem que os seus filhos participem em espectáculos onde se torturam e matam animais.

 

O puto no vídeo abaixo tem 7 anos de idade mas já sofreu uma enorme lavagem cerebral como se pode ver pela atitude e pelas expressões ao tourear um animal que ainda é mais novo que ele e que mal se consegue manter de pé.

 

Enquanto tal, os broncos nas bancadas aplaudem um espectáculo que é imoral e cruel, porquanto estão em confronto dois animais de tenra idade com uma diferença o puto foi levado para lá por pais incultos e irresponsáveis, enquanto que o bezerro foi levado à força e tudo o que faz é tentar defender-se do miúdo.

 

Que raio de pais e governantes são estes que permitem que crianças participem em espectáculos onde se maltrata um animal?

 

Uma sociedade que permite esta aberração e ainda por cima aplaude é uma sociedade putrefacta que cria os seus filhos para que se tornem adultos violentos e sem qualquer compaixão ou empatia!

 

Prótouro

Pelos touros em liberdade

 

Fonte:

https://protouro.wordpress.com/2015/09/28/as-perniciosas-escolas-de-toureio/

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 11:45

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 19 de Agosto de 2015

A “EDUCAÇÃO” DE UMA PARCELA DE CRIANÇAS PORTUGUESAS PASSA PELA TAUROMAQUIA

 

Com o aval do governo português e de progenitores irresponsáveis

 

CRIANÇA NA TOURADA.jpg

Levam as crianças a assistirem a estes espectáculos degradantes e violentos! Exemplos de pais que não formam devidamente os filhos para que amanhã não se volte a ver a arena tingida de sangue e um touro exausto, ferido, dorido às mãos de quem ainda vive nos tempos medievais! (Paulo Serrão)

 

Fonte:

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10207562449249103&set=o.140617089292623&type=1

 

***

 

Respondo-lhe à letra, F. Brazão? (I.A.F.)

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:18

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sábado, 7 de Junho de 2014

NO campo pequeno, AS BORLAS E MUITOS CONVIDADOS E MUITOS FAMILIARES DOS TORCIONÁRIOS E OS MESMOS DE SEMPRE E REDUÇÕES NOS BILHETES ENCHERAM A ARENA, E AS CRIANÇAS MENORES DE IDADE QUEBRARAM A LEI…

 

 

A verdade é só uma: a tourada está podre, mas para que pareça de boa saúde, usam artimanhas, que todos conhecem, e depois dizem que a “casa esgotou”.

 

É a ilusão dos decadentes.

 

 

A revista Flash contribui para as borlas, daquela gente de plástico de má qualidade, que nem sequer sabe para onde vai.

 

De resto, a tourada foi um autêntico fiasco, segundo rezam as crónicas tauromáquicas.

 
 

 

Origem das fotos: http://farpasblogue.blogspot.pt/2014/06/famosos-ontem-no-campo-pequeno-i.html

 

Para cúmulo, por muito que se tenha escrito sobre a matéria, os responsáveis políticos, autoridades e comissões de protecção a menores fazem letra morta da legislação existente e do mais comum bom senso (é que isto nem precisava de leis) e permitem que crianças menores de idade assistam a espectáculos de violência, como se o colo das procriadoras (mães não serão) tornasse menos violentos os actos sanguinários que se cometem na arena.

 

Por muito menos já vi retirarem os filhos aos pais.

 

Não são os procriadores os responsáveis por esta inconsciência, mas sim as autoridades que, negligentemente, não fazem cumprir as leis do País.

 

E não se escudem na ambiguidade dessas leis, feitas já com esse propósito.

 

Existe uma lei maior do que as que cestão no papel, a lei da consciência, e é essa de deve prevalecer.

 

O que estão a fazer às crianças portuguesas que vivem no meio tauromáquico, sem lhes darem opções educativas válidas e evoluídas?  

 

A prepará-las para serem os futuros biocidas?

 

Pela enésima vez aqui deixo este alerta:

 

"A Tauromaquia é a terrível e venal arte de torturar e matar animais em público, segundo determinadas regras. Traumatiza as crianças e adultos sensíveis. A tourada agrava o estado dos neuróticos atraídos por estes espectáculos. Desnaturaliza a relação entre o homem e o animal, afronta a moral, a educação, a ciência e a cultura" (UNESCO, 1980)

 

O que é que as autoridades portuguesas ainda não entenderam?

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 19:00

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 12 de Maio de 2014

ONDE ESTAVAM AS AUTORIDADES DA CHAMUSCA QUE VIOLARAM AS SUAS FUNÇÕES PERMITINDO ESTE ATENTADO CONTRA OS DIREITOS DAS CRIANÇAS?

 

As transgressões acumulam-se em Portugal porque os transgressores sentem-se protegidos pelas autoridades.

 

Que regime político será este, no qual uma minoria inculta e desregrada transgride e as autoridades são cúmplices dessa transgressão?

 

Onde está a autoridade, em Portugal?

 

 

O grupo de forcados amadores da chamusca levaram mais de duas dezenas de crianças do jardim-de-infância e escola do primeiro ciclo locais, e respectivos pais, ao campo, no passado Sábado, dia 10 de Maio, para verem como se tortura bovinos.  

 

Aliás, no passado sábado, os forcados andaram em muitas actividades, por aí, numa tentativa de limpar o nome de cobardes que lhes está intrínseco. Mas não conseguem, só se sujam mais, por muitas iniciativas destas que façam, porque essa nódoa de sangue permanecerá com eles, até à morte, por mais que se lavem, e mais do que isso, terão de pagar muito caro à Lei que rege a Vida (não à lei dos hominídeos), essa cobardia. Só eles não sabem.

 

Isto aconteceu bem nas barbas das autoridades, as quais, apesar de haver leis que não permitem este atentado à inocência, à dignidade e ao direito das crianças a uma vida sã, leis essas que essas autoridades têm o dever de fazer cumprir, agiram completamente ao contrário, tornando-se elas próprias, prevaricadoras também, bem como os que se dizem “pais” das crianças.

 

E quando as autoridades prevaricam, o que lhes acontece, em Portugal?

 

Bem, se se tratar de prevaricações ligadas a crianças ou a animais não humanos não lhes acontece absolutamente nada.   

 

E porquê?

 

Simplesmente porque as crianças e os animais torturados não votam. São, portanto,  inúteis. E com inúteis não vale a pena perder tempo.

Não é assim excelentíssimas autoridades deste meu País atirado às urtigas?

 

E pretenderam estes torcionários da Chamusca “proporcionar um dia diferente a essas inocentes e indefesas crianças” com a cumplicidade de uma ganadaria, das autoridades e dos respectivos “pais”.

 

Agora atentemos nesta explicação: «Mais de duas dezenas de crianças aderiram ao convite e vibraram nas bancadas do tentadero com as pegas efectuadas e riram-se ainda mais quando em alguma pega menos conseguida se viam os rapazes do grupo a rebolarem pelo terreno do tentadero

 

Riram-se? Isto, sim, é instrutivo. Está ao nível da incultura e da irresponsabilidade e incompetência que grassa na Chamusca, desde as autoridades, passando pelos responsáveis do jardim-escola e da escola do primeiro ciclo, e dos “pais” que deviam ser os primeiros a gritar por “socorro”.

 

E lá foram as inocentes crianças para o tal tentadero, como vão os bois para o matadouro. Assim, tal e qual.

 

E quais foram os objectivos desta macabra iniciativa, permitida pelas autoridades locais e centrais?

 

Nem mais nem menos os de cativar jovens aficionados, para a festa dos broncos.

 

Autoridades do meu País lançado às urtigas, o que é isto?

Sabemos que a vossa política é a de manter o povo inculto, mas fazer isto às crianças?

 

É um crime demasiado grave que compromete o futuro.

 

E  nós não vamos permitir.

 

Fonte:

http://www.omirante.pt/noticia.asp?idEdicao=54&id=72652&idSeccao=479&Action=noticia#.U27GN_ldUuc

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:48

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 3 de Abril de 2014

PUDESSE TAMBÉM EU…

(Faço minhas, completamente minhas, as palavras de José Saramago)

 

Hoje, os ignorantes só são ignorantes, por opção.

 

Porque informação não falta.

 

 

Por José Saramago

 

Pudesse eu, e fecharia todos os zoológicos do mundo.

 

Pudesse eu, e proibiria a utilização de animais nos espectáculos de circo.

 

Não devo ser o único a pensar assim, mas arrisco o protesto, a indignação, a ira da maioria a quem encanta ver animais atrás de grades ou em espaços onde mal podem mover-se como lhes pede a sua natureza.

 

Isto no que toca aos zoológicos.

 

Mais deprimentes do que esses parques, só os espectáculos de circo que conseguem a proeza de tornar ridículos os patéticos cães vestidos de saias, as focas a bater palmas com as barbatanas, os cavalos empenachados, os macacos de bicicleta, os leões saltando arcos, as mulas treinadas para perseguir figurantes vestidos de preto, os elefantes mal equilibrados em esferas de metal móveis.

 

Que é divertido, as crianças adoram, dizem os pais, os quais, para completa educação dos seus rebentos, deveriam levá-los também às sessões de treino (ou de tortura?) suportadas até à agonia pelos pobres animais, vítimas inermes da crueldade humana.

 

Os pais também dizem que as visitas ao zoológico são altamente instrutivas.

 

Talvez o tivessem sido no passado, e ainda assim duvido, mas hoje, graças aos inúmeros documentários sobre a vida animal que as televisões passam a toda a hora, se é educação que se pretende, ela aí está à espera.

 

Fonte:

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=429580073776682&set=np.60237884.100000123032483&type=1&theater&notif_t=notify_me

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:09

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 9 de Janeiro de 2014

INFÂNCIA PERVERTIDA NAS “ESCOLAS” DE TOUREIO

 

É URGENTE ACABAR COM ESTES ANTROS DE PERVERSIDADE

 

 

«Até custa, encontrar adjectivos para tal aberração... - Isto é um insulto a tudo o que é civilizado. Crianças como esta, o que vão ser no futuro?! - Um país onde tal se passa e as leis permitem, é um país subterrâneo, obscuro e tenebroso, próprio de tempos recuados e não do século XXI...»

(José Costa) 

 

Nas famigeradas "escolas" de toureio crianças são levadas a matar crias de bovinos.

 

Para descobrir a verdade, é essencial ver estas imagens! E, no entanto, essas imagens não são as piores...

 

(Vídeo) Infância pervertida. Imagens insuportáveis! Abram o link, se não acreditam:

http://www.flac-anticorrida.org/enfance-pervertie-images-insoutenables/

 

Este vídeo, que denuncia o escândalo das crianças envolvidas em touradas foi censurado no YouTube e no Daily Motion, mas assim, ainda está disponível...

(Publicado no Facebook por Roger Correia)

 

***

DESAFIAMOS OS RESPONSÁVEIS POR ESTA DECADÊNCIA MORAL A FAZER UMA AVALIAÇÃO PSIQUIÁTRICA E PSICOLÓGICA (que se centra na utilização de meios (testes) e técnicas que avaliam e descrevem com objectividade o funcionamento psíquico de uma criança, podendo revelar índices de predição sobre o seu comportamento) A ESTAS CRIANÇAS.

 

O RESULTADO SERÁ OBVIAMENTE ALTAMENTE NEGATIVO.

 

E QUEM SE IMPORTA?

O

S PAIS? OS EDUCADORES? OS GOVERNANTES? OS CARRASCOS DAS CRIANÇAS?

ISTO NÃO CONFIGURARÁ UM CRIME?

 

OS MAUS TRATOS PSICOLÓGICOS TAMBÉM SÃO MAUS TRATOS E PASSÍVEIS DE CONDENAÇÃO.

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:13

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 30 de Outubro de 2013

CRIANÇAS PROCRIADAS POR AFICIONADOS ESTÃO CONDENADAS À ESTUPIDEZ

 
 

 

Quem procriou estas crianças não é PAI nem é MÃE.

 

Ambos são simplesmente geradores de vidas condenadas à estupidez.

 

Pai e Mãe são os que ensinam aos seus filhos, por exemplo isto:

 

 

MENSAGEM: OS ANIMAIS SÃO NOSSOS AMIGOS, NÃO SÃO PARA TORTURAR...

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:41

link do post | Comentar | Ver comentários (15) | Adicionar aos favoritos
Sábado, 21 de Setembro de 2013

A DESEDUCAÇÃO CONTINUA A IMPERAR NA ILHA TERCEIRA - INACREDITÁVEL!

 

Isto é que é um programa culto e educativo para oferecer a crianças?

Onde estão os adultos responsáveis por esta ABERRAÇÃO?

Onde estão as AUTORIDADES?

Onde estão os PAIS?

Onde estão os EDUCADORES? 

Pobres crianças, querem fazer delas os imbecis do futuro!

 
 

Uma imagem que demonstra a “cultura” terceirense que querem impingir às crianças. Deviam ir todos para a prisão por seduzirem menores para a violência. Pior do que isto só a pedofilia.

 

Rede Valorizar (?)

Ou Rede Desvalorizar?

 

 

No âmbito do programa da formação ABC – Nível II, e apelando à solidariedade e à sensibilidade social dos formandos, a turma 30_II_AH concretizou o seu Projeto Social no dia 30 de agosto, sexta-feira.

 

Depois de debatidas várias hipóteses, a turma decidiu fazer algo pelas crianças, nomeadamente pelas crianças que se encontram atualmente privadas da vivência e convívio familiar por diversos motivos.

 

Surgiu então o projeto: “Um dia diferente para as crianças da Irmandade Nossa Senhora do Livramento”. Este projeto consistiu em proporcionar

 

A 13 crianças, com idades compreendidas entre os 8 e os 14 anos, um dia de convívio diferente, cheio de alegria, festa e animação. O local onde se realizaram as atividades foi no Tentadero João Gaspar, no Pico Funil, próximo do Algar do Carvão.

 

O dia foi organizado da seguinte forma:

 

• Chegada ao local/receção: 10:30h

Montar a cavalo

• Jogos (futebol, vólei, mata; e outros)

• Almoço convívio: 12:00h

Vacada

• Jogos tradicionais

• Lanche convívio

• Regresso

 Informações adicionais:

• As refeições foram confecionadas e oferecidas pelos formandos.

• Os cavalos para as crianças foram cedidos pelo formando Alexandre Pimentel.

Os bezerros para a bezerrada foram cedidos pelo Sr. João Gaspar, sob a responsabilidade do formando Lénio Silva.

• O local para a realização do convívio foi gentilmente cedido pelo proprietário.

 

Fonte:

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=387315828064711&set=a.321147678014860.1073741826.321145098015118&type=1&theater

 

***

Nada contra o que NÃO ESTÁ SUBLINHADO.

 

Tinham necessidade de incluírem neste programa a TORTURA DE BEZERROS E CAVALOS? Sim porque os cavalos também sofrem nestes “jogos” inúteis e deseducativos.

 

Quem ganha com isto?

 

Não são, com toda a certeza, as CRIANÇAS.

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 12:11

link do post | Comentar | Ver comentários (6) | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Setembro 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
17
18
19
20
22
23
26
27
28
29
30

Posts recentes

Um alerta (vermelho) para...

Como os mortos não falam,...

AS PERNICIOSAS “ESCOLAS” ...

A “EDUCAÇÃO” DE UMA PARCE...

NO campo pequeno, AS BORL...

ONDE ESTAVAM AS AUTORIDAD...

PUDESSE TAMBÉM EU…

INFÂNCIA PERVERTIDA NAS “...

CRIANÇAS PROCRIADAS POR A...

A DESEDUCAÇÃO CONTINUA A ...

Arquivos

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. 1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome. 2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas". 3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt