Sexta-feira, 18 de Setembro de 2015

CORTA-SE NO ENSINO ARTÍSTICO E DÁ-SE PARA O ENSINO DE TOUREIO A CRIANÇAS

 

HJFCAZEO ENSINO ARTÍSTICO.jpg

 (Foto de Arquivo - créditos: LUSA )

 

Hoje, dezenas de professores e alunos concentraram-se frente ao Ministério da Educação, numa manifestação contra os cortes no ensino artístico.

 

Luísa Marcelino, professora de contrabaixo em várias escolas de música e uma das organizadoras desta manifestação, salientou que «O objectivo (do governo) é acabar com o ensino artístico para as massas e ficar apenas para as elites», prevendo que as escolas privadas do ensino artístico especializado percam este ano lectivo 7.000 alunos e que muitas não conseguirão resistir aos cortes nas verbas.

 

Decidiu-se realizar este protesto depois de as escolas de ensino artístico especializado terem tido conhecimento dos valores que iriam receber do Ministério da Educação e Ciência para garantir a oferta de ensino da música e da dança aos alunos das escolas públicas, apesar de Nuno Crato garantir que as verbas atribuídas serão semelhantes às do ano passado (55 milhões de euros).

 

Contudo, os directores das escolas falam em cortes substanciais e já começaram a avisar vários encarregados de educação de que os seus filhos iriam ser retirados das turmas em que estavam inscritos, e de acordo com um levantamento feito pela Associação de Estabelecimentos do Ensino Particular e Cooperativo (AEEP) junto de 30% das escolas, há menos 2.519 alunos apoiados em relação ao ano passado.

 

Fonte

http://lifestyle.sapo.pt/familia/noticias-familia/artigos/dezenas-de-professores-e-alunos-concentrados-em-protesto-contra-cortes-no-ensino-artistico

 

No entanto…

 

                                                   

… EXISTEM “ESCOLAS” DE TOUREIO FINANCIADAS COM OS IMPOSTOS DOS PORTUGUESES

 

Portugal tem 12 “escolas” onde crianças aprendem a tourear, nalguns casos também a matar touros, segundo um relatório da organização Franz Weber, que motivou uma recomendação da ONU para que se protejam os menores da violência das touradas.

 

Embora estas “escolas” não sejam reconhecidas pelo Estado português (seria demasiado atrevimento), não havendo qualquer legislação que regule a sua actividade, o facto é que elas existem e são financiadas com os nossos impostos, despendidos maioritariamente pelas autarquias onde estão inseridas, apesar das graves carências sociais que por aí grassam.

 

Essas "escolas" (leia-se antros de violência e tortura onde se dão aulas práticas e teóricas a crianças, com gado vivo... e onde se aprende a espetar bandarilhas nos animais e a matá-los) são:

 

A “academia” de toureio do campo pequeno; “escola” de toureio José Falcão (Vila Franca de Xira); “escola” de toureio da Golegã; “escola” de toureio de Palmela; “escola” de toureio de Almeirim; “escola” de toureio de Coruche; “escola” de toureio da Moita; “escola” de toureio Joaquim Gonçalves (Santarém): “escola” de toureio de Alter do Chão; “escola” de toureio da Azambuja.

 

Para disfarçar e tornar viáveis estes antros, as principais “escolas” de toureio estão registadas como “associações culturais”.

 

Ler mais sobre “escolas” de toureio neste link:

http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/e-urgente-encerrar-todas-as-escolas-de-397446

 

JUANITO.jpg

 “ El Juanito” um matador de Touros fabricado na “escola” de toureio de Alter do Chão (Portalegre). Hoje terá 16 anos de idade, mas apresentou-se pela primeira vez na arena de tortura de Monforte com apenas 4 anos de idade. Aos 14 anos MATOU o seu primeiro Touro (ou seja, um Bezerro).

 

Para fabricar matadores de seres vivos, com o vil objectivo de divertir sádicos, existe dinheiro. Para formar bons músicos é o que se vê!

 

Isto diz tudo da política cultural de governantes que, por motivos nada nobres, valorizam a cultura da violência e da crueldade, e desprezam a Cultura Culta.

 

Origem da foto:

http://diariotaurino.blogspot.pt/2011/12/el-juanito-na-escola-de-toureio-de-vila.html

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:22

link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2015

“EL JUANITO” UM FORTE CANDIDATO A ESTROPIADO OU À MORTE PRECOCE

 

João Silva, mais conhecido por “El Juanito”, é um miúdo a quem roubaram a infância. A quem arrancaram a inocência do ser criança.

 Aos quatro anos foi lançado ao mundo da selvajaria tauromáquica e transformado num tauricida, vulgo torturador e matador de touros para diversão, com o aval do governo português e da CPCJ.

 

João Silva ainda é menor de idade.

E só podia ser de Monforte.

 

PDSMOURAO127.JPG

Fonte da imagem

http://farpasblogue.blogspot.pt/2015/02/a-colhida-de-el-juanito-em-mourao.html

Uma colhida sem consequências graves, em Mourão, um destes dias. Já não é a primeira. No ano passado, no dia 30 de Março, “El Juanito” foi colhido na praça de touros de Villanueva del Fresno (Badajoz). Um dia, as coisas poderão correr mal.

E de quem é a culpa?

 

Dos progenitores, que o lançaram  a este mundo de violência e crueldade, aos quatro anos de idade?

 

De uma lei bastarda, que permite esta violência e crueldade?

 

Do governo português, que apoia esta violência e crueldade?

 

Da igreja católica, que abençoa esta violência e crueldade?

 

Da comissão de protecção de crianças e jovens que nada faz para travar esta violência e crueldade contra menores?

 

Segundo foi noticiado, a colhida de "El Juanito" (o ainda menor de idade, dito diestro de Monforte), no acto macabro que, no dia 1 de Fevereiro de 2015, abriu oficialmente a temporada nacional da selvajaria tauromáquica, em Mourão, foram «momentos dramáticos»…

 

Sim… momentos de grande drama que o governo português proporciona, sem o mínimo respeito pela vida humana e não humana, e pelo bem-estar dos seres humanos e não humanos.

 

Se um dia “El Juanito” sai de uma colhida estropiado ou morto, quem aplaudirá?

 

Naturalmente os que promovem estes degradantes “espectáculos” de violência e crueldade que não dignificam o ser humano, nem a cultura de um povo.

 

As vítimas desta falta de humanidade são os touros, em primeiro lugar, pois são barbaramente torturados para entreter pacóvios; depois, as pessoas sensíveis que são vergastadas psicologicamente com esta degradação moral, cultural e social, que lhes esmaga a alma; e por último, os que se lançam (ou, neste caso, são lançados) a uma arena para torturar seres vivos, e de lá saem feridos, estropiados ou mortos.

 

Digam-me: isto será da racionalidade?

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 10:01

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 28 de Maio de 2013

João Moura tanto fez chorar os Touros que acabou na arena a chorar

 

A Lei do Retorno é infalível

O ano de 2013 desde o início que está a ser aziago para os tauricidas.

É o fim que se aproxima.

 
 

Pois… agora é a sua vez de chorar… Já fez chorar muitos Touros, torturando-os até à morte… Teve a sorte de sair da arena com os seus próprios pés… Mas daqui em diante o que terá para viver? Simplesmente o que merece.

 

«Sabem por que chorou de raiva?

 

Vergonha é o que ele está a sentir... porque foi um fiasco e não conseguiu infligir mais dor ao touro!

 

Filhos pior, assobiados e com silêncios.

 

"Semblante carregado, lágrimas de raiva nos olhos, nos gestos a decepção de uma tarde "agridoce" -

 

O Maestro falhou, como quase sempre ali lhe aconteceu, com o rojão de morte. Foi silenciado no primeiro toiro e assobiado no último depois de ter "pinchado" dez vezes.

 

... tantas e tantas vezes em que não repetiu tal proeza mercê do mau uso do rojão de morte, o seu eterno "calcanhar de Aquiles" na primeira de todas as arenas.

 

... com lágrimas, mesmo com a decepção estampada no rosto cansado e gasto, ..

 

Moura: faltou encanto em Madrid na hora da despedida..."

 

in farpas

 

***

 

Fisco exige 400 mil euros a João Moura

 

Toureiro tem o Fisco à perna. Toda a história para ler no CM.

 

O Fisco reclama 400 mil euros do cavaleiro tauromáquico João Moura. O toureiro, que tem mais de 30 processos de execução fiscal, é um dos nomes que figuram na lista de devedores às Finanças no escalão entre 25 mil e 50 mil euros (valores sem possibilidade de contestação).

 

Em causa estão dívidas da empresa de criação de touros bravos – que detém em nome individual e de onde resulta a maior dívida – e da empresa de espectáculos tauromáquicos Verónicas e Piruetas, de que é sócio-gerente. O CM tentou contactar o toureiro, mas o seu agente referiu que o cavaleiro "não comenta".

 

Quinta pode ser penhorada

 

A Quinta de Santo António, em Monforte, onde João Moura reside, pode ser penhorada em resultado das dívidas. Sobre esta possibilidade, o representante do toureiro disse que são "apenas calúnias", apesar de, ao que o ‘CM’ apurou, já ter sido afixado um edital no local, que entretanto foi retirado

 

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/exclusivo-cm/fisco--exige--400-mil-euros-a-joao-moura

 

***

 

«Fiasco! Assobios! Silêncios! Acabou em "desonra"... Olé!  

 

Gordo, a dever ao fisco, falido (segundo consta entre "tábuas")... este vai ter um triste fim, como merecem todos!

 

***

Crítico de "El País" arrasa Moura…

 

Lágrimas de decepção - impressionante foto de Paloma Aguilar publicada ontem no diário "ABC".

 

Moura "podia ter evitado esta triste despedida se não tem vindo a Madrid" e o filho Miguel "não tem bagagem" para se apresentar na primeira arena do mundo - escreve o crítico taurino do diário "El País".

 

Embora toda a Imprensa destaque que foi "agridoce" a tarde de despedida de João Moura em Madrid, no último sábado, a generalidade da crítica - nomeadamente os jornais "El Mundo", "ABC" e "Hoy" - foi unânime em respeitar e reconhecer toda a trajectória do Maestro ao longo de quase 40 anos (estreou-se em Las Ventas há 37, com apenas 16 de idade) e também em aplaudir a estreia de seu filho Miguel, consagrando todavia a presença de Pablo Hermoso de Mendoza, a quem todos aplaudiram o seu brilhante labor nessa tarde.

 

Só o crítico António Lorca, do influente diário "El País", não afinou pelo mesmo diapasão dos restantes companheiros de escrita, arrasando por completo os Moura.

 

Lorca "mima" João Moura referenciando-o como "um cavaleiro que se despedia e em que se notou em demasia o passar dos anos" e ao filho Miguel descreve-o como "um chavalín que não demonstrou as mínimas condições para confirmar a alternativa em Madrid"...

 

"O primeiro despediu-se com lágrimas nos olhos, que mais pareciam fruto da sua decepção que da emoção. O segundo, um niño todavia, no tem a formação necessária para confirmar na primeira praça do mundo", escreve o cronista de "El País", acrescentando:

 

"Estas situações de um pai que se retira e de um filho que chega são propícias à sensibilidade, que não faz sentido numa praça de tanta responsabilidade como a madrilena. João Moura foi uma figura reconhecida; nota-se-lhe a solera na mesma medida que o vazio da passagem dos anos. O seu toureio soa a passado, perdeu faculdades e não evoluiu. Não se pôde luzir com o seu primeiro toiro, prejudicado por uma aparente lesão e ofereceu uma lastimosa imagem na hora de matar o quarto.

 

Triste despedida - assobios incluídos - que podia ter evitado se não tem vindo a Madrid. E o seu filho Miguel, que ainda não cumpriu os 17 anos, carece de bagagem necessária para se apresentar nesta praça. Falhou reiteradamente no seu primeiro com os rojões de castigo e as bandarilhas, numa actuação muito deficiente; veio acima no último e agradou ao respeitável à base do entusiasmo juvenil que não pôde ocultar a sua inexperiência. Apesar de tudo, deu uma volta ao ruedo".

 

 in farpas

 

Por: Vilafranquenses Anti-touradas

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=368783706556277&set=a.104643362970314.5082.100002739518928&type=1&theater

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 11:25

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 15 de Março de 2013

«A CUMPLICIDADE DO MINISTRO DA EDUCAÇÃO (NUNO CRATO) COM A TAUROMAQUIA»

 

 

Nesta escola pública ensina-se às crianças a tortura, a violência, a maldade, enfim, os rituais macabros ligados à tauromaquia… Depois admiram-se das más notas às disciplinas-chave, nomeadamente a Língua Portuguesa, uma autêntica tragédia ao nível dos novos “senhores doutores”…

 

 

«De acordo com um blogue tauromáquico, a empresa tauromáquica “Toiros +” percorreu diversas escolas, (Portalegre, Monforte, Alter do Chão, Arronches, Cabeço de Vide e Fronteira), para promocionar a tauromaquia. Exemplos perfeitos de terriolas onde a evolução não chegou e provavelmente nunca chegará.

 

Nessa digressão foram oferecidos 500 convites às crianças para marcarem presença no festival taurino promovido pela empresa, em Cabeço de Vide, dia 23 de Março.

 

É escandaloso e totalmente inaceitável, que neste país esta gente se movimente livremente em espaços de ensino público para disseminar um espectáculo bárbaro.

 

São escolas públicas, dependentes do Ministério da Educação e onde todos os funcionários são pagos com o dinheiro dos contribuintes.

 

Sr. Ministro da Educação, desde quando é que é permitido que este tipo de gente deambule em recintos onde a palavra de ordem é educar para inculcarem em crianças de tenra idade que tortura é cultura?

 

Em qualquer país civilizado, a escola é um lugar onde se privilegia a educação, o saber e a cultura. Franquear as portas a este tipo de gente num santuário que deve e deveria ser o da educação, é permitir o total abandalhamento do sistema educativo, é permitir que futuramente estas crianças sejam futuros adultos insensíveis para os quais a vida nada vale seja ela a de um animal humano, ou de um animal não humano.

 

Sr. Ministro ao permitir estas investidas do sector tauromáquico nas escolas do nosso país não só V. Exa., está a permitir que se cometa um crime contra crianças inocentes, como em última instância está a ser cúmplice desse mesmo crime.

 

Prótouro

Pelos touros em liberdade»

 

(Tenham também em conta os comentários ao texto).

 

http://protouro.wordpress.com/2013/03/14/a-cumplicidade-do-ministro-da-educacao-com-a-tauromaquia/#comments

 

***

Pois é, PRÓTOURO.

 

O actual ministro da educação (assim, com letra minúscula, pois não merece mais), Nuno Crato, está-se completamente nas tintas para a cultura, para a educação ou para a instrução das crianças portuguesas, aliás como todos os que já passaram por aquele ministério.

 

Várias vezes foi interpelado a este respeito, e outras tantas recebemos respostas evasivas, o que nos dá a certeza de que  o ministério da educação do Governo de Portugal é cúmplice de crimes contra as crianças.

 

Não é só a pedofilia ou violência doméstica ou as violações sexuais ou maus tratos que são crimes contra crianças.

 

Este tipo de "educação" que lhes querem impor é também um crime maior, porque em vez de FORMAR CIDADÃOS RESPONSÁVEIS PARA A VIDA, estão a criar os futuros MONSTROS da sociedade, iguais àqueles que deambulam por aí, com o CADÁVER DA TAUROMAQUIA ÀS COSTAS.

 

Isto é extremamente lamentável, senhor ministro Nuno Crato, que ficará no Livro Negro da Tauromaquia, como o ministro da educação que, em 2013, teve oportunidade de sair das Trevas e nada fez.

 

(Texto enviado a Nuno Crato)

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 11:36

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 14 de Março de 2013

“CENTRO INTERPRETATIVO TAUROMÁQUICO” (O QUE É ISTO?) DE MONFORTE VAI CUSTAR 165 MIL EUROS

 
 
 
  

Enquanto se gastam 165 mil Euros num centro para “interpretar” o que vemos nesta imagem (um espectáculo especialmente  didáctico para crianças)…

 

Nem um euro há para interpretar o que se passa na imagem abaixo, em Portugal

 
 

 

 

 

«Centro Interpretativo Tauromáquico de Monforte com financiamento aprovado

 

Lusa

11:27 Quinta feira, 14 de fevereiro de 2013

 

Monforte, 14 fev (Lusa) - A construção de um Centro Interpretativo Tauromáquico em Monforte, no Alto Alentejo, vai ser comparticipada em 60 por cento pelo Programa de Desenvolvimento Rural (PRODER), revelou hoje à agência Lusa o presidente do município.

 

Segundo Miguel Rasquinho, a candidatura foi apresentada ao PRODER e recebeu parecer "favorável", devendo a obra custar cerca 165 mil euros.

 

Com fortes tradições tauromáquicas, o concelho de Monforte é berço de várias ganadarias, cavaleiros tauromáquicos, peões de brega (bandarilheiros), coudelarias taurinas, forcados e de novilheiros. O município já declarou a tauromaquia como Património Cultural e Imaterial de Interesse Municipal.»

 

http://expresso.sapo.pt/centro-interpretativo-tauromaquico-de-monforte-com-financiamento-aprovado-autarca=f787115

 

***

 

SENHOR MIGUEL RASQUINHO SE TIVER CONSCIÊNCIA, PONHA A MÃO NA CONSCIÊNCIA, E VEJA SE VÊ O RIDÍCULO A QUE EXPÕE MONFORTE…

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:16

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2013

QUAL A UTILIDADE OBJECTIVA DE UM “CENTRO INTERPRETATIVO TAUROMÁQUICO”, AINDA POR CIMA CONSTRUÍDO COM DINHEIROS PÚBLICOS?

  

UM ATENTADO À ADMINISTRAÇÃO DE DINHEIROS PÚBLICOS QUE O GOVERNO PORTUGUÊS DEVIA PÔR FIM

 

 

 

 

Li e pasmei!

 

Não estou num país com governantes no seu juízo perfeito.

 

O que serão os autarcas de Monforte? Uns alienados que não sabem o que andam cá a fazer?

 

A psicopatia de que sofrem será assim tão grave?

 

 

Este é o Presidente da Câmara Municipal de Monforte, Miguel Rasquinho, que devia DEMITIR-SE IMEDIATAMENTE, além de já ter o seu nome na lista negra, do «Livro Negro da Tauromaquia», para que os vindouros saibam quem foram os tauricidas, quando a tourada estiver enterrada debaixo de uma lixeira.

 

O Sr. Rasquinho não tem competência para estar à frente dos destinos de um município.

 

Esbanjar assim dinheiros públicos era obrigatório ser CRIME.

 

Mas neste país, os dinheiros públicos ou vão para bolsos particulares ou para promover TORTURA de seres vivos.

 

Tenha VERGONHA, Sr. Rasquinho!

 

Seja mais ÚTIL: emigre para o Planeta Marte.

 

E o GOVERNO PORTUGUÊS, sendo CÚMPLICE deste acto imoral devia DEMITIR-SE TAMBÉM.

 

Os Portugueses estão entregues a ALIENADOS!

 

O que vão ler a seguir é de pasmar!

 

«A Câmara de Monforte vai construir um Centro Interpretativo Tauromáquico 100% financiado pelos contribuintes (60% União Europeia + 40% Câmara Municipal).

 

Além deste investimento prioritário a Câmara de Monforte também subsidia o Grupo de Forcados com verbas generosas...

 

Divulguem esta informação. É importante que os contribuintes portugueses conheçam esta realidade.

 

Subsídios da C. M. de Monforte 2012:

 

Centro de Dia Nossa Senhora dos Milagres – 3.465,00€;

 

Centro Social Paroquial de Santo Aleixo – 3.465,00€;

 

Centro Social de Santo António de Vaiamonte – 3.465,00€;

 

Santa Casa da Misericórdia de Monforte – 3.465,00€;

 

Grupo de Forcados Amadores de Monforte – 7.030,00€;

 

Fontes: Rádio Portalegre, CMM».

 

https://www.facebook.com/#!/photo.php?fbid=539981986032612&set=a.472890756075069.108951.143034799060668&type=1&theater

 

***

 ISTO É OU NÃO É ANORMAL?

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:13

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 16 de Outubro de 2012

PORTUGAL EM DIRECTO NA ANTENA1: 32 MUNICÍPIOS PORTUGUESES DECLARARAM A TAUROMAQUIA PATRIMÓNIO CULTURAL, IMATERIAL DA HUMANIDADE

 

 

É este o Património Cultural, Imaterial da Humanidade que querem propor à UNESCO?

Esta pretensão é, sem dúvida, a ANEDOTA DO ANO...

 

 

Portugal em Directo

A questão não é consensual: 32 municípios portugueses declararam a tauromaquia património cultural, imaterial da humanidade, já a pensar numa candidatura à UNESCO.

 

Para ouvir esta ANEDOTA, na qual, com o maior despudor, participou o Presidente da Câmara de Coruche, Dionísio Mendes, que também faz parte da ANMP (Associação Nacional de Municípios Portugueses), e Miguel Rasquinho de Monforte, clicar aqui:

 

http://www.rtp.pt/play/p470/e95874/portugal-em-direto

 

Como se a UNESCO alguma vez fosse considerar a VIOLÊNCIA, a CRUELDADE e a TORTURA de SERES VIVOS como Património de alguma coisa!

 

Só se fosse PATRIMÓNIO DA ESTUPIDEZ.

 

É que é preciso ser-se muito estúpido para pensar que a tourada e as suas derivações, onde se sacrificam Touros e Cavalos ao mais alto nível de crueldade, possa ser PATRIMÓNIO DA HUMANIDADE.

 

De que Humanidade? Não da nossa, com toda a certeza.

 

O que ouvimos, neste programa, foi simplesmente «Ignorância, Estupidez, Insensibilidade, Sadismo, Entrega a este Vício, Ganância, Tribalismo, Complexo de Superioridade e Prepotência absoluta sobre animais não humanos, tudo numa mixórdia blindada sem a mínima referência e compaixão pelo horrível sofrimento do touro e, também, do cavalo. Tanta alarvice. Fonte de ansiedade e de vergonha para o país» como bem adjectivou um cidadão lúcido, e que sabe do “ofício”.

 

Já agora a sondagem apresentada por Dionísio Mendes, de que 11% dos portugueses não gosta de tourada é absolutamente FALSA.

 

Se dissesse que 11% é a favor das touradas e os restantes 89% CONTRA, repunha a verdade dos factos. Porque de facto, basta olhar para estas duas amostragens, para esclarecermos a questão.

 

 

 

 

 

 

 

Além disso, num total de 308 municípios portugueses, incluindo as regiões autónomas, apenas uma minoria, 10%, é taurina.

 

E o que dizer da intervenção de Miguel Rasquinho, presidente da Câmara Municipal de Monforte, que está tida como a capital da tauromaquia, ou seja, a capital da IMBECILIDADE?

 

Rasquinho, que faz jus ao nome que usa, disse que «se ouve desde pequeno o que é um “bom ferro cravado”...

 

Esqueceu-se de dizer que é um “bom ferro” cravado no corpo de um ser senciente, que sente a dor tal como nós. O que este Rasquinho disse é absolutamente asqueroso e demonstra uma falta de sensibilidade monstra.

 

E de que turismo fala Rasquinho? Do turismo de garrafão e açafate?

 

Do turismo CULTO não é com certeza.

 

TENHAM VERGONHA NESSAS CARAS!

 

PRETENDER QUE A TORTURA SEJA PATRIMÓNIO DA HUMANIDADE É O MESMO QUE DESEJAR ELEVAR UM PEDÓFILO A SANTINHO DE ALTAR.

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:50

link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 28 de Setembro de 2012

A DECADÊNCIA DE UMA ALIENADA DINASTIA TAUROMÁQUICA

 

 

REPAREM NO PORMENOR:

 

TRANSPORTE CEDIDO PELA CÂMARA MUNICIPAL DE MONFORTE

 

TRANSPORTES À BORLA PARA OS AFICIONADOS DA TORTURA DE TOUROS E CAVALOS, PAGOS COM OS DINHEIROS DOS CONTRIBUINTES!

 

TORTURA REALIZADA POR UMA DINASTIA DECADENTE, NUM “COLISEU” QUE FAZ LEMBRAR OUTRAS TORTURAS...

 

ISTO NÃO SERÁ UM INSULTO AOS CIDADÃOS QUE PAGAM OS SEUS IMPOSTOS COM DIFICULDADE?

ISTO NÃO SERÁ METER A MÃO NOS BOLSOS DE GENTE A QUEM SE PEDE PARA APERTAR O CINTO?

 

QUANTA CEGUEIRA MENTAL EXISTE LÁ PARA OS LADOS DA «CASA GRANDE» DE MONFORTE!

 

http://www.facebook.com/media/set/?set=a.178787395537330.45364.100002182112086&type=3#!/photo.php?fbid=266321603477151&set=o.228974020492136&type=3&theater

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 11:36

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Julho 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

CORTA-SE NO ENSINO ARTÍST...

“EL JUANITO” UM FORTE CAN...

João Moura tanto fez chor...

«A CUMPLICIDADE DO MINIST...

“CENTRO INTERPRETATIVO TA...

QUAL A UTILIDADE OBJECTIV...

PORTUGAL EM DIRECTO NA AN...

A DECADÊNCIA DE UMA ALIEN...

Arquivos

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt