Sexta-feira, 3 de Junho de 2016

JE SUIS (TAMBÉM) "PATETA"

 

... PORQUE MAIS VALE SER "PATETA" DO QUE TROGLODITA

 

João Paulo Pedrosa ex-deputado e actual militante do Partido Socialista teve a infelicidade de dizer que o deputado do PAN é «um perfeito "pateta"».

 

Mas todos nós sabemos que mais vale ser pateta do que troglodita.

 

André Silva ousou trazer um discurso novo à Assembleia da República, que vive no tempo da maria cachucha. Já foi ignorado. Já se riram dele. Agora atacam-no. Mas no fim ele vencerá (como aconteceu com Gandhi), porque a RAZÃO jamais deixou de vencer.

 

Força, André Silva!

 

Andreé-PAN[1] ANDRÉ.jpg

 

João Paulo Pedrosa apelou aos socialistas para que não apoiassem a proibição de menores de 18 anos de participarem nas actividades tauromáquicas selváticas. E uma boa parte dos socialistas da direita, seguiu estas instruções desinstruídas.

 

Diz o socialista que de início até simpatizou com a causa, ou seja, a de proteger e valorizar os animais de companhia, porque é bem sabido que a lei portuguesa não reconhece os animais que não são de companhia, como animais. Serão pedaços de gelatina: mexem-se, mas não sofrem.

 

JOÃO PAULO.jpg

 

João Paulo Pedrosa, do alto da sua extrema indiferença pelo sofrimento animal, teve a lata de dizer que André Silva «já fez mais pela insensibilidade colectiva sobre os direitos dos animais do que décadas de ignorância lusa», como se a ignorância lusa não esteja concentrada na Assembleia da República, traduzida nos votos de um povo que ainda não evoluiu, e por isso, sugeriu aos socialistas que lhe «dessem uma lição e o mandassem pôr a viola no saco», como se o André Silva seja Homem de pôr a viola no saco, quando tão bem a sabe tocar.

 

Os 64 socialistas de direita, que votaram contra o projecto do PAN, são o exemplo acabado da falta de cultura culta que grassa num órgão do Poder, que deveria pugnar pelo mais básico direito humano, que é o direito à sanidade mental, e faz precisamente o contrário. Mas dadas as circunstâncias, será que a mais são obrigados? É que assim como o pior cego é aquele que não quer ver, o pior ignorante é aquele que opta pela ignorância.

 

E como se tratava de beneficiar a saúde mental das crianças portuguesas, a proposta do PAN foi apresentada no Dia Mundial da Criança, esperando-se que os deputados da Nação, no mínimo, tivessem consideração pelas crianças (já não digo pelo deputado do PAN, que é a mosca que os incomoda) e celebrassem esse dia, livrando-as da insanidade mental que grassa entre os que defendem a selvajaria tauromáquica.

 

Enganámo-nos todos.

 

Ficámos a saber que o PCP e metade do PS (porque o CDS/PP e o PSD já conhecemos de ginjeira) são partidos que defendem políticas da direita e actividades cruéis e violentas que as crianças, adolescentes e jovens portugueses podem praticar à margem de todo e qualquer bom senso.

 

Resumindo: Portugal continuará na senda do obscurantismo, até que todos os "PATETAS" portugueses o libertem dos trogloditas.

 

Isabel A. Ferreira

 

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:37

link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 19 de Fevereiro de 2014

SE VIVÊSSEMOS NUM PAÍS ONDE AS LEIS FOSSEM CUMPRIDAS, A prótoiro ESTARIA SENTADA NO BANCO DOS RÉUS POR, PUBLICAMENTE, INCITAR À VIOLAÇÃO DE LEIS E DOS DIREITOS DAS CRIANÇAS

 

O que se segue é uma afronta ao Direito, aos governantes, ao bom senso, ao respeito pelas crianças, o que põe em causa a autoridade e o bom nome da Assembleia da República Portuguesa  

 

O Estado Português tem a obrigação de garantir a protecção integral ao menor (de 18 anos), proporcionando-lhes condições dignas de existência, e acautelando o direito ao respeito e à inviolabilidade dos seus Direitos.

 
 
Os direitos das crianças são sagrados, e o que vemos nesta imagem é uma transgressão óbvia e imoral a esses direitos, consignados na constituição da República Portuguesa 

 

 

Isto não configurará um crime?

 

A coberto de que lei, de que “cunhas”, de que protecção legal a prótoiro pode vir a público transgredir as leis do País impunemente?

 

Com que legitimidade?

 

Com que autoridade?

 

E tem a ousadia de dizer que «Os portugueses nunca deixarão que governo algum proíba os seus filhos de frequentarem touradas. As crianças têm direito à aceder à cultura portuguesa (????????), tal como os pais a decidir a sua educação e que espectáculos estas frequentam.»

 

Esquece-se a prótoiro que existem leis superiores à vontade de uma minoria insignificante e ignorante, que pretende manter algo que já não faz mais sentido e configura um crime contra a integridade física, psíquica e moral dos menores de 18 anos.

 

E isto tem de ser denunciado formalmente às autoridades competentes.   

Violar os direitos das crianças não é só fazê-las passar fome, bater-lhes ou violá-las sexualmente. Esta é a violência física.

 

A outra, a que vemos nas imagens, é a violência psíquica e moral que as transformarão em seres insensíveis e embrutecidos na idade adulta. Só não sabe isto quem não tem capacidade de discernir.

 

Fonte:

https://www.facebook.com/PROTOIRO/photos/a.152331808134547.29215.118555858178809/724097094291346/?type=1&theater

 

***

Numa outra publicação, a prótoiro incita novamente à violação do recente decreto-lei que proíbe menores de 12 anos a assistirem a touradas, nestes moldes: 

 

 

«Menores mantêm a liberdade de frequentar "espectáculos" tauromáquicos (...). Governo reclassifica espectáculos taurinos para “maiores de 12 anos” mas tal não altera a liberdade dos menores dessa idade de irem aos toiros.»

 

***

Senhores juristas, isto é ou não é uma incitação à violação de leis e direitos que existem para proteger as crianças?

 

Isto é ou não é punível por lei?

 

Em que país vivemos?

 

Nem tudo o que é legal é moral.

 

E se os governantes portugueses mantiverem a postura de não protegerem as crianças da violência e crueldade das touradas (admitidas já pela ONU e pela UNESCO)?

 

E se não discernirem quão prejudicial é essa exposição ao desenvolvimento psíquico e moral das crianças (bastamente estudada e divulgada)?

 

Pois… O que acontecerá… será matéria para um novo capítulo desta novela, que não é mexicana, mas parece… com um enredo nada recomendável a povos evoluídos…

 

Fonte:

https://www.facebook.com/PROTOIRO/photos/a.152331808134547.29215.118555858178809/723593517675037/?type=1&theater

 

Entretanto... as estatísticas dizem-nos que as touradas estão a caminho do fim...

 
 
 
Isabel A. Ferreira
publicado por Isabel A. Ferreira às 16:51

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Setembro 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
17
18
19
20
22
23
26
27
28
29
30

Posts recentes

JE SUIS (TAMBÉM) "PATETA"...

SE VIVÊSSEMOS NUM PAÍS ON...

Arquivos

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. 1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome. 2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas". 3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt