Terça-feira, 26 de Maio de 2015

UM COMENTÁRIO QUE DIZ MUITO DA (IN) CULTURA TAUROMÁQUICA QUE OS GOVERNANTES PORTUGUESES SEMEIAM POR ESTE NOSSO PAÍS EM FRANCA DECADÊNCIA

 

SONHO DE CRIANÇA.jpg

A “Cárina” deste comentário nunca saberá o que é um sonho de criança…

 

Comentário no post MENINOS QUE SONHAM SER TOUREIROS E QUANDO FOREM GRANDES QUEREM MATAR TOUROS

 

Basto me ler pouco, para chegar a meio e ler meia duzia de asneiras sem sentido! Gostava de saber dês de quando quer ser toureiro/ matador de touros é estar a roubaram a infância ás criança? Gostava. Eu sempre disse " um dia vou ser tourreira, isso nu ... Basto me ler pouco, para chegar a meio e ler meia duzia de asneiras sem sentido! Gostava de saber dês de quando quer ser toureiro/ matador de touros é estar a roubaram a infância ás criança? Gostava. Eu sempre disse " um dia vou ser tourreira, isso nunca me fez mal e eu sou muito saudavel.. Enfim crescam mais de mentalidade -.- * um dia só irei morrer se for levada por um touro * 🐎🍀❤💋

 

Cárina a 26 de Maio 2015, 01:24:28

 

***

Isto não é extremamente aterrador? Inquietante?

 

Esmiuçando a linguagem, ela não terá alguma coisa a ver com o acordo ortográfico/1990, que o governo português já impingiu às crianças, ou será fruto daquela ignorância ateada na Assembleia da República e que depois alastra, por aí, como um fogo destruidor de alminhas perdidas…?

 

Uma “Cárina” que quando crescer quer ser “tourreira” (menos mal, porque será algo que não existe).

 

Mas uma “Cárina” que um dia só irá morrer levada por um touro é algo que ultrapassa a sensatez e a saúde mental desta criatura que, tenha a idade que tiver, já nasceu velha e destrambelhada.

 

E é isto que os governantes portugueses querem para as crianças portuguesas, que têm a desdita de nascer no estreito e rasteiro mundo da tauromaquia?

 

E dizer que o povo português prepara-se para dar continuidade a este destrambelhamento instalado também no poder político!...

 

Seja quem for esta “Cárina”, agradeço-lhe esta oportunidade de mostrar ao mundo o que é o mundinho abetesgado da selvajaria tauromáquica.

***
E Cárina respondeu:

Cárina, deixou um comentário ao post MENINOS QUE SONHAM SER TOUREIROS E QUANDO FOREM GRANDES QUEREM MATAR TOUROS às 12:31, 2015-05-26.

Comentário: A senhora não reparou á hora que eu escrevi o comentário já devia tar mais a dormir que acordada? Independete mente do que digam vou continuar com o meu sonho mais agora só para calar a boca a muita gente que tenta acabar com o mundo tauromaquico em portugal, sim vocês anti-taurinos -.- e sim mantenho o meu desejo, de ser toureira neste portugal. Nasci velha com sonhos dos velhos admito que sim tem toda a razão no que diz, não sei o que é sonhos de criança? Saber sei mas cansei de lutar por uma coisa que nunca vai dar em nada, em criança sonhava trabalhar na area da estetica, mas des dai comecei a não quer saber de cabelos, unhas, já trocava isso tudo por uma corrida de touros, se hoje digo que quero ser toureira eu vou mesmo ser... Prontos mantenham a vossa opiniao que nos mantemos a nossa... 🐎🍀🐮🐴💋 Para Isabel A. Ferreira ou wtv.

 

***

Pois… à hora em que escreveu aquele comentário já «devia TAR mais a dormir do que acordada»?

 

Estaria mesmo?

 

É que “este” chegou às 12:31, e a diferença entre um e outro é ZERO. Ainda “taria “ adormecida?

 

Quem nasce velho, como você, dificilmente progredirá, por mais que se lhe “injecte” informação. O seu cérebro está murcho, estéril, e nele jamais nada de bom germinará, se continua a recusar-se a evoluir.

 

Tenho pena de si, sabe? Lamento muito que viva no meio das trevas, e tenha a “fantasia” (sonho é outra coisa) de um dia vir a ser carrasca de bovinos indefesos.

 

Não, não sabe o que é ter sonhos de criança.

 

Queria ser esteticista? E desistiu? Pois… como poderia lutar por uma profissão de gente civilizada, se nas suas entranhas corre fel, em vez de mel?

 

Como evoluir se não tem quem lhe mostre um caminho iluminado?

 

Pobre criança velha!

 

O que vale é que a selvajaria tauromáquica está com os pés na cova. A Cárina nunca chegará a ser carrasca de bovinos indefesos, e como a sua pretensão de ser esteticista se perdeu no meio das trevas em que vive, pobre moça!

 

Nunca será ninguém… a não ser que se liberte dessa “fantasia” cruel de querer ser verduga, algo que o mundo civilizado abomina e rejeita, e queira ser “gente”.

 

Para já, nem “gente” é, o que sinceramente lamento.

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 11:53

link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 13 de Abril de 2015

MENINOS QUE SONHAM SER TOUREIROS E QUANDO FOREM GRANDES QUEREM MATAR TOUROS

 

Esta é uma realidade anormal, felizmente abrangendo poucas crianças, em Portugal. Mas as poucas que abrangem fazem com que uns poucos mundos se despedacem contra o rochedo da ignomínia.

 

A estas crianças roubaram a infância. E elas nunca terão a oportunidade de dizer como as crianças normais: eu quero ser barbeiro, ou bombeiro, ou padeiro, ou engenheiro, ou atleta, ou aviador, ou médico, ou agricultor, tudo profissões dignas de um adulto que se desenvolveu dentro dos parâmetros saudáveis de um ser humano.

 

E dizer que estes “sonhos” de meninos, que querem transformar em monstros, são acalentados por progenitores irresponsáveis e por governantes incompetentes!

10993474_1071195449563401_7609157926555962232_o MO

Jovens alunos da Escola de Toureio da Moita em tourada na praia, com (cobardes) “garrochistas”

10857309_1071196159563330_7724852315033858501_o MO

Aposento da Moita: uma pega à beira-rio...

Fotos D.R., @João Ribeiro Telles, @João Moura Jr. e aficionadosdamoita.blogspot.com

 

O que vemos nestas imagens aconteceu no dia 7 de Março de 2015 (portanto há pouco tempo) em pleno areal da Praia do Rosário, na Moita do Ribatejo, um lugarejo onde ainda não chegou a civilização.

 

Sim, no areal de uma praia pública, que o SEPNA e a autoridade marítima consideram um local muito adequado para se protagonizar uma animadíssima "tourada", com montadores de cavalos, toureiros a pé, forcados e garrochistas.

 

Garrochistas não são mais do que uns cobardes montados em cavalos, agarrados a umas lanças compridas com pontas aguçadas a que chamam “garrochas”, para “picar” os indefesos bovinos, todos muito novinhos, porque ali há crianças, menores de idade, a aprenderem estas práticas bárbaras e cruéis, a aprenderem a ser monstros como os adultos.

 

Esta funçanata de broncos foi organizada pelo clube taurino da Moita, que é a “coisa” mais “cultural” lá da terra.

 

E é este tipo de “divertimento” que os mui ilustres autarcas da Moita têm para oferecer às indefesas crianças, a quem não dão oportunidade de evoluir.

 

E depois não querem que se diga que fazer “isto” a uma criança é um crime, ou seja, é cometer uma transgressão ao direito delas a uma vida mentalmente sã e íntegra.

Fonte:

http://farpasblogue.blogspot.pt/2015/03/inedito-figuras-em-tourada-na-praia-do.html

 

***

Agora leia-se com atenção este ESPANTOSO texto, publicado na revista VISÃO.

(Os bolds e os itálicos são da lavra da autora deste Blogue, e a correcção do texto em AO/90 é automática.)

 

Meninos que sonham ser toureiros

 

O Parlamento aprovou uma lei - já contestada na ONU - que prevê o acesso à profissão de artista tauromáquico aos 16 anos. Mas começa-se bem mais cedo. Há miúdos que ainda nem sabem ler e já dominam as bandarilhas.

 

Gonçalo Alves tem nove anos e frequenta a Escola de Toureio e Tauromaquia da Moita desde os seis. Ao final do dia, três vezes por semana, só tem olhos para o capote. O seu sonho? "Quero ser veterinário e matador de touros", declara, convicto. A sua afición surgiu por influência do progenitor, que é toureiro a cavalo. "A minha mãe só me deixou vir para aqui porque já estava habituada ao meu pai", diz, de forma rápida mas tímida. Com o seu corpo franzino, já enfrentou bezerros, e jura que não teve medo.

 

O treino é feito ao som de música sevilhana, que toca bem alto num rádio portátil antigo. "Mestre! Está bem se fizer assim?", ouve-se, vezes sem conta, durante as quase três horas em que os 30 alunos da Moita praticam os passos de capote, de muleta na mão, ou correndo atrás da tourinha, uma espécie de bicicleta com uns cornos na ponta e um fardo de palha, ou assento almofadado, onde se espetam as bandarilhas.

 

O mestre destes aspirantes a toureiros é Luís Vital Procuna, matador de touros há uma década. Também a sua paixão pelo toureio a pé começou bem cedo, quando tinha sete anos. "Sempre gostei deste mundo, cresci aqui, em frente à praça de touros". Foi na arena da Moita que toureou a primeira bezerra. Matou o primeiro touro em Barrancos, aos 11 anos.

 

A participação de menores em touradas sempre foi polémico, mas o assunto voltou à ribalta após a aprovação, em Março, na Assembleia da República, de uma nova lei que estabelece o regime de acesso e exercício da actividade de artista tauromáquico, permitindo a profissionalização aos 16 anos.

 

A participação de amadores na festa brava é, contudo, possível a crianças de idade inferior, desde que a sua participação seja comunicada à Comissão de Protecção de Menores (embora não seja necessária a sua autorização). Além disso, a frequência de escolas de toureio permanece sem idade mínima definida para o acesso, sendo usual haver iniciados a partir dos seis anos.

 

O Comité dos Direitos da Criança das Nações Unidas, que já havia dedicado um relatório a Portugal no ano passado, insurge-se contra a legislação aprovada, considerando que a participação de menores em touradas "constitui uma violação de Direitos Humanos". Até mesmo a assistência do espetáculo tauromáquico deveria, no entender do organismo da ONU, ser apenas para maiores de 18 anos - a nova lei estabelece os 12 anos como idade mínima.

 

"O comité está preocupado com o bem-estar físico e mental das crianças envolvidas em treino para touradas" e "exorta o Estado português a empreender medidas de sensibilização e consciencialização sobre a violência física e mental associada às touradas e o seu impacto nas crianças". Também o grupo de Direitos das Crianças da Amnistia Internacional pede que "sejam tomadas as devidas diligências para anulação ou rectificação" do diploma agora aprovado.

 

A Federação Portuguesa de Tauromaquia (Prótoiro) considera infundadas as recomendações das Nações Unidas, acusando esta organização de ter cedido ao lóbi antitouradas: "Querem retirar-nos a liberdade de escolher o modo como devemos viver e educar os nossos filhos."

 

Medo sempre presente

 

Os treinos dos meninos que sonham ser toureiros prosseguem na praça da Moita, indiferentes a esta discussão. Entre eles, destaca-se uma figura feminina, com um casaco do Benfica vestido. Paula Santos tem 15 anos, frequenta o 8.º ano e é a única rapariga inscrita. Diz que sempre foi aficionada e que tudo começou "com uma brincadeira". Mas gostou tanto que ficou. Agora ambiciona ser uma "figura" do toureio, ou seja, conquistar fama e reconhecimento no meio tauromáquico.

 

A seu lado, João Gomes, com a mesma idade, conta que foi o pai quem o incentivou a ir experimentar um treino. Já toureou um novilho e diz que a sensação "não dá para explicar". Sonha tourear em Espanha e quer ser matador. Quando não está na escola ou nos treinos, está mergulhado em vídeos de toureiros, "para aprender mais".

 

Luís Procuna dedica-se totalmente a formar estes alunos, uma vez que está afastado das arenas por lhe ter sido diagnosticada paramiloidose, uma doença degenerativa que afecta o sistema nervoso. O professor de toureio é tratado com carinho e respeito pelos alunos. A maioria tem dificuldades económicas e, por isso, a escola não cobra mensalidade aos alunos (as despesas são suportadas pela Sociedade Moitense de Tauromaquia, com os apoios da Junta de Freguesia e da Câmara Municipal da Moita). Os fatos necessários para se apresentarem em corridas são oferecidos pelo mestre e por outros toureiros.

 

Além disso, a maioria tem problemas de comportamento na escola. Na praça, nada disso se nota. E o "mestre" acredita que não lhes ensina apenas a arte do toureio, mas também a serem melhores pessoas e a focarem-se em percorrer um caminho, a alcançarem um objetivo. Concede que estas crianças correm riscos ao escolherem esta profissão. O medo está sempre presente, garante, independentemente da idade. "Enfrentar um touro de 500 ou 600 quilos é enfrentar dois cornos que nos podem tirar a vida."

Fonte:

http://visao.sapo.pt/meninos-que-sonham-ser-toureiros=f815886

***

Isto acontece em Portugal.

 

Isto é uma forma perversa de maus tratos psicológicos a crianças.

 

Aqui, algumas crianças não têm o direito de serem crianças.

 

Aqui, algumas crianças vivem o “sonho” dos outros, de gente que ficou parada num passado obscuro e assente na ignorância.

 

Aqui, algumas crianças já nasceram velhas e permanecerão eternamente velhas se o governo português e as suas instituições de protecção aos indefesos meninos continuarem a comportar-se como seus algozes.

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:39

link do post | Comentar | Ver comentários (10) | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 23 de Janeiro de 2015

«PORQUÊ? PORQUE EU SOU UM HOMEM!»

 

 

Um vídeo que mostra as reacções de meninos ao serem incentivados a bater numa menina

 

Numa campanha anti-violência contra a mulher, um jornalista italiano pede a meninos dos seis aos onze anos, que encontra na rua, para darem uma bofetada a uma menina desconhecida, que lhes é apresentada pelo próprio jornalista. E a resposta foi unânime: “Não”!

 

Os motivos variaram, mas são surpreendentes.

 

É que ser HOMEM é isto mesmo.

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:38

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 27 de Fevereiro de 2014

DIZEM QUE ESTES MENINOS (COM EXPRESSÕES INFELIZES) SÃO O FUTURO DA FESTA

  

Dizem que são o futuro dos forcados de Vila Franca de Xira 

Dizem que são o grupo de forcados mais bonitos de sempre 

Dizem que é Vila Franca a ver o futuro 

Dizem que são fofinhos…

 

 

E nós dizemos que a continuarem nesta vida de violência serão os brutos do futuro… 

 Sim, é uma iniquidade estes “fofinhos” serem expostos à crueldade de violentarem seres vivos ainda bebés…  

 

Deixarão de ser “fofinhos” no momento em que espetarem uma bandarilha no corpo de um bezerrinho indefeso, também fofinho, que estará à mercê destes predadorzinhos que, no entanto, não têm culpa de o serem, pois se se recusarem a ir para arena serão esbofeteados… ou coisa pior…

 

Estarão as autoridades portuguesas atentas a esta transgressão à Lei?
***

 

UM COMENTÁRIO LÚCIDO PARA AS AUTORIDADES PORTUGUESAS REFLECTIREM

«Vi-me obrigada, ao longo de toda a minha vida, a proteger animais dos seus próprios donos, a proteger crianças dos seus próprios pais, e agora... fico estupefacta, horrorizada, perante tamanha crueldade e falta de respeito por seres que estão em crescimento (crianças e bovinos) e que tanto precisam de afecto! Em pleno século XXI, estas crianças estão a ser vítimas de uma "pedagogia" da tortura que as vai tornar frias e insensíveis, privando-as, assim, do direito de crescer de forma saudável, a nível físico, psíquico, afectivo, numa idade em que a sua personalidade está em formação. Estão a roubar a infância a estas pobres crianças. As expressões faciais de algumas, nesta foto, já o denunciam, por exemplo.. (Maria João Gaspar Oliveira)

 

 

Fonte:

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=712578902106409&set=a.660210694009897.1073741836.657012857663014&type=1&theater
publicado por Isabel A. Ferreira às 19:10

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 20 de Junho de 2013

A foto mais "gay" que o aficionado de Coruche, João Filipe, já viu de alguém de Coruche…

 

(A foto mais "gay" dos forcadinhos de Coruche foi retirada da Internet. Então? Não são capazes de assumir o que são e o que fazem porquê?)

 

João Filipe disse sobre OS FORCADINHOS DE CORUCHE A AFRONTAR O POVO COM DINHEIROS PÚBLICOS na Quarta-feira, 19 de Junho de 2013 às 23:44: 

 

Acho estranho uma pessoa que se intitula culta "moderna" civilizada...não entender o conceito de respeitar cada um e cada qual conforme o é...Eu sou aficionado...sim sou mesmo...embora condene claro eu estar a pagar para os meninos bem irem para o Canada terem experiencias gay para meter no Facebook ...Voltando ao tema...Conforme eu respeito quem não gosta de Touradas ou festa brava, acho que se deve respeitar quem gosta...seria discutir o sexo dos anjos...razões argumentos e tal e tal...para quê? Numa sociedade dita civilizada e que aqui é tão falada...respeito seja por quem for é uma das bases...liberdade de escolha é outra...ninguém obriga a ir ver uma corrida...não veja...acha que o touro isto e o touro aquilo? Pois pergunto e se na fosse a tourada...ficava melhor sabendo que uma raça de animal foi extinta?Tenha calma no que diz...Não é dona da razão...assim como eu não o sou...mas esta a perder toda ao baixar de nível um tema que poderia ser bastante interessante de debater...claro com pessoas cultas, civilizadas e que mm não aprovando respeitam a opinião de cada um! Quantos aos meninos na foto mais gay que já vi de alguém de Coruche.. epá ganhem juízo e vejam lá se acham justo que quem tem dificuldades ate para comer veja onde é "afogado" o dinheiro que é "roubado" em impostos e afins...Sendo meninos bem, deveriam ser os primeiros a recusar esse dinheiro dos contribuintes...muito de vós nunca contribuíram em nada para a sociedade, mas tenham valores...Ser forcado é bonito, é de valor...há a camaradagem e amizade dignas de grandes senhores.. SFF portem-se como tal! Mais uma vez digo que so escrevo uma opinião, não crendo criticar directamente seja quem for...e uma opinião vale pelo que vale! Sem mais os meus cumprimentos

 

***

João Filipe, vamos por partes:

 

Primeiro: eu não me intitulo de culta “moderna” civilizada. Modéstia à parte, eu sou culta, moderna e civilizada. E por o ser, NÃO, não entendo o conceito de respeitar alguém que tortura, por prazer mórbido e repugnante, um ser vivo já moribundo devido á tortura prévia que sofreu.

 

O João Filipe é um aficionado e diz que condena «estar a pagar para os meninos bem irem para o Canada terem experiências gay para meter no Facebook». (Repare que é o João Filipe que o diz, não sou eu.)

 

O que fez o João Filipe para repudiar esta situação ridícula? Escreveu-me a mim, a condenar-me por eu o ter feito...?  Boa!

 

Voltando ao tema... Conforme eu respeito quem não gosta de touradas ou festa brava, acho que se deve respeitar quem gosta...seria discutir o sexo dos anjos...razões argumentos e tal e tal...para quê?

 

Segundo: pela enésima vez: isto não tem nada a ver com gostos. Tem a ver com Ética, com Cultura Culta, com Evolução, com Bom Senso, com Moral, com Lucidez, com Racionalidade, tudo o que falta aos aficionados.

 

Não se trata de gostar mais de vinho ou de laranjada. O que está aqui em causa é a vida de um animal como eu, como o João Filipe, como todos os que se dizem "homens", o qual SOFRE da mesma forma que EU. E então EU tenho o DEVER de interferir, dando a minha voz a esses seres magníficos, que não têm voz para se defenderem dos seus CARRASCOS.

 

«Numa sociedade dita civilizada e que aqui é tão falada...respeito seja por quem for é uma das bases...liberdade de escolha é outra... ninguém obriga a ir ver uma corrida... não veja... acha que o touro isto e o touro aquilo? Pois pergunto e se na fosse a tourada...ficava melhor sabendo que uma raça de animal foi extinta?»

 

Terceiro: numa sociedade CIVILIZADA não há lugar para esta prática de broncos, isto é, não há lugar para a tauromaquia, seja em que modalidade for.

 

Por isso, o respeito por quem pratica algo tão bárbaro, não é para aqui chamado, bem como a liberdade de escolha. Escolha de quê? Da TORTURA? Não, ninguém tem essa liberdade.

 

E se eu fosse muito sádica, e gostasse de ver torturar o João Filipe? Teria essa LIBERDADE? Dava-me essa LIBERDADE?

 

Já neste Blogue se disse, mas pela enésima vez tornarei a dizer: mais depressa se extinguirá o HOMEM-PREDADOR do que os Touros quando a tourada for abolida. O que disse a esse respeito só mostra uma tremenda IGNORÂNCIA da sua parte. Aliás é o argumento mais frágil e estúpido que os aficionados têm para apresentar.

 

«Tenha calma no que diz...Não é dona da razão...assim como eu não o sou...mas esta a perder toda ao baixar de nível um tema que poderia ser bastante interessante de debater...claro com pessoas cultas, civilizadas e que mm não aprovando respeitam a opinião de cada um!»

 

Quarto: Tenho calma no que digo?  Não sou dona da razão? Este é um tema bastante interessante para discutir com pessoas “cultas e civilizadas”como os aficionados…? Isto é para rir ou para chorar, João Filipe? Ou será uma anedota de mau gosto?

 

«Quantos aos meninos na foto mais gay que já vi de alguém de Coruche, epá ganhem juízo e vejam lá se acham justo que quem tem dificuldades ate para comer veja onde é "afogado" o dinheiro que é "roubado" em impostos e afins... Sendo meninos bem, deveriam ser os primeiros a recusar esse dinheiro dos contribuintes...muito de vós nunca contribuíram em nada para a sociedade, mas tenham valores... Ser forcado é bonito, é de valor...há a camaradagem e amizade dignas de grandes senhores. SFF portem-se como tal! Mais uma vez digo que so escrevo uma opinião, não crendo criticar directamente seja quem for...e uma opinião vale pelo que vale! Sem mais os meus cumprimentos»

 

Quinto: gostei da última parte do seu comentário. Tirando aquela de «ser forcado é bonito e de valor” (pois se não passam de uns cobardolas dos maiores, e é uma das coisas mais ridículas de uma tourada!), o resto poderia até ter sido escrito por mim.

 

Mas não. Foi escrito por um coruchense que conhecerá bem melhor os forcadinhos de Coruche, do que eu,  e se o João Filipe diz que: «Quanto aos meninos na foto mais gay que já vi de alguém de Coruche…» bem lá terá as suas razões para dizer o que diz…

 

Eu estou  aqui, no meu canto, muito caladinha…

 

Isabel A. Ferreira

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:13

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Agosto 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

UM COMENTÁRIO QUE DIZ MUI...

MENINOS QUE SONHAM SER TO...

«PORQUÊ? PORQUE EU SOU UM...

DIZEM QUE ESTES MENINOS (...

A foto mais "gay" que o a...

Arquivos

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt