Terça-feira, 17 de Julho de 2018

REGRESSO PARA FAZER CAMPANHA CONTRA AQUELES QUE ESTÃO A DECAPITAR PORTUGAL

 

Faço minhas as palavras de António Barreto.

Está nas nossas mãos limpar a Assembleia da República do caruncho que fez ninho no hemiciclo. 

Nesta minha recente viagem, encontrei um Portugal dominado por uma mediocridade viscosa, por um analfabetismo degradante e por uma inacreditável ignorância optativa, consequência da política retrógrada dos que governam Portugal a julgar que todos os Portugueses são parvos.

É nessa pretensa parvoíce que António Costa aposta.  Por isso, há que aniquilar essa expectativa.

(Isabel A. Ferreira)

ANTÓNIO BARRETO.jpg

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 11:52

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 13 de Abril de 2015

LEMBRAM-SE DAS TOURADAS REALIZADAS NA PRAIA DA MOITA?

 

Fizeram-se denúncias ao SEPNA, e o SEPNA respondeu assim:

 

18246699_VPLp0 SEPNA1.jpg

 

 

Isto é simplesmente uma VERGONHA.

 

Uma VERGONHA NACIONAL.

 

Quando se sabe que animais foram torturados e feridos neste triste episódio que ocorreu numa praia pública (que só podia ser na MOITA, uma terra onde a civilização ainda não chegou).

 

Veja-se neste link, o que aconteceu, naquela praia, naquele dia fatídico para uns tantos desventurados bovinos: precisamente o CONTRÁRIO do que o SPNA relata.

http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/tourear-numa-praia-publica-com-a-517251

 

18103226_QVVwV[1].jpg

Repare-se na ponta afiada da lança que FERE o infeliz bovino… um acto bárbaro e COBARDE praticado num espaço que é público.

 

Para que servirão as leis?

 

Para que servirão as autoridades?

 

Vivemos num país à deriva. Sem rei nem roque. Com leis e autoridades que não servem para nada.

 

Sinto VERGONHA. Uma imensa vergonha.

 

Como cidadã portuguesa sinto-me defraudada e indignada.

 

Não podemos confiar nem nas autoridades, nem na justiça, nem nos governantes portugueses.

 

A quem devemos recorrer?

 

A quem?

 

O voto é uma poderosa arma, mas o povo português não sabe utilizá-la para fazer evoluir Portugal.

 

Quanta mediocridade!

 

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 10:32

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 27 de Março de 2015

QUEIMA DAS FITAS 2015 DO PORTO MANTERÁ A ABOMINÁVEL PRÁTICA DA GARRAIADA

 

Acabou de ser decidido na assembleia geral da FAP que a garraiada fará parte do programa da Queima das Fitas 2015, por 13 contra 12 votos. A AEFLUP lamenta este resultado e reafirma que continuará a desenvolver esforços para que esta actividade deixe de pertencer ao programa da Queima das Fitas.

 

A AEFLUP felicita ainda a AEFCUP, AEFAUP, AEFMUP, AFDUP, AEFPCEUP, AEFBAUP, AEFCNAUP, AEICBAS, AEFDUCP, AEESEP e AEISSSP pela sua posição contra esta actividade.

 

10308565_452853201546048_1681355115586543420_n[1].

Fonte: https://www.facebook.com/AELetras/photos/a.245201988977838.1073741836.244981575666546/452853201546048/?type=1&theater

 

***

Realmente é de lamentar que estudantes do ensino SUPERIOR sejam tão inferiores nas suas opções de divertimento.

 

Isso só demonstra que a Cultura Culta ou vem no ADN e se desenvolve ao longo da vida de um estudante, ou não vem, e não haverá ensino, por mais SUPERIOR que seja, que o faça EVOLUIR.

 

É lamentável, que no programa da Queima das Fitas 2015 esteja incluída uma actividade bronca, que só os BRONCOS praticam, aplaudem e mantêm.

 

PETIÇÃO PELO FIM DAS GARRAIADAS ACADÉMICAS NA UNIVERSIDADE DO PORTO

 

76631_1[1] PORTO.jpg

 

Para: Federação Académica do Porto; Associações de Estudantes da Universidade do Porto

 

A Federação Académica do Porto (FAP) tem vindo a incluir no seu programa da Queima das Fitas a garraiada académica. Esta é apresentada aos estudantes universitários como um evento de convívio, que promove o espírito de união e a entreajuda entre estudantes, bem como de demonstração de coragem.

 

O que se chama de demonstração de coragem não é nada mais, nada menos do que um evento tauromáquico em que algumas dezenas de estudantes na arena perseguem, agarram e atormentam um garraio (pequeno touro jovem) indefeso, já com os cornos serrados, para divertimento de estudantes que assistem. Da violência inerente à garraiada resultam frequentemente lesões, fraturas e/ou ataques de ansiedade que podem levar o garraio à morte.

 

Vários têm sido os estudos científicos publicados que demonstram que, a par dos humanos, os animais, são seres sencientes, com capacidade física e emocional de sentirem dor, angústia, medo e prazer. Os garraios não são excepção não devendo ser, por isso, submetidos a actos de malvadez como o são nas garraiadas.

A garraiada académica teve início, na cidade do Porto, apenas em 1997, não sendo por isso, uma prática transmitida ao longo de gerações, com forte tradição académica.

 

É com esperança de se encontrar uma alternativa que vá ao encontro de valores morais e éticos leccionados na Universidade do Porto que os/as subscritores/as desta petição apelam à FAP e às Associações de Estudantes para que se acabe na Academia do Porto com a prática cruel da garraiada e que se incite o pensamento crítico e o respeito pelos animais.

 

Assinem a petição, por favor,

http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=P2013N34953

 

A MEDIOCRIDADE NUNCA FEZ AVANÇAR O MUNDO

SER ESTUDANTE IMPLICA EVOLUÇÃO

 

FERRO FAP.png

A “Estrela de Ferro” é atribuída a todos os municípios, empresas, associações, organismos e estabelecimentos de ensino que apoiam a selvajaria tauromáquica

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 19:13

link do post | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 29 de Janeiro de 2015

É MUITO TRISTE VIVER NUM PAÍS ONDE OS GOVERNANTES CONDENAM AS PESSOAS SENSÍVEIS E EVOLUÍDAS A VIVER ENTRE A MEDIOCRIDADE, A INCULTURA, A INSENSATEZ, A FALTA DE ÉTICA E À MERCÊ DE LEIS INJUSTAS

 

«Se a tortura é uma arte… todos os nazistas se chamam Picasso…» (Charb)

 

charlie-hebdo-anti-touradas-12[1].jpg

 

PSICOPATIA.png

MATADORES.jpg

frases-inteligentes-parar-de-dar-corda[1].jpg

 

10806205_970399409656875_8165218451581027220_n[1].

75573_407154846019205_20861948_n[1].jpg

1503355_772069119535152_4227466320003072883_n[1].j

10534632_749265861793117_7852492973195837065_n VER

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 10:52

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 7 de Maio de 2014

GARRAIADA DA ACADEMIA DO PORTO, PREVISTA PARA O PRÓXIMO DIA 11 NA CIDADE CARNICEIRA DA PÓVOA DE VARZIM, ENVERGONHA A CLASSE ESTUDANTIL

 

Sejam estudantes, não ignorantes!  

 

Leu-se num cartaz no ano passado.

 

Mas qual quê?

 

A inteligência destes pseudo-estudantes é igual à de uma porta: não dá para perceberem que torturar novilhos não é adequado a quem frequenta o ensino superior, e então optam pela ignorância.

 

 

(Imagem retirada da Internet)

Triste figura a dos cobardes.

 

Nada aprenderam desde o ano passado, em que foram bastamente enxovalhados por se portarem como broncos e não como estudantes.

E quem não aprende com os erros o que é?????

 

Pois!...

 

No entanto a culpa será dos autarcas poveiros que promovem e apoiam a "cultura" carniceira em várias frentes (touradas, garraiadas, vacadas, batida à raposa, circos com animais, tiro aos pombos, luta de cães, corrida de galgos… enfim…), e tinham o dever de dar o exemplo maior, uma vez que “conduzem” o destino da cidade.

 

Mas qual quê!

 

A nota principal que caracteriza a actuação dos autarcas da Póvoa de Varzim é a mediocridade.

 

Portanto, a estupidez de uns pseudo-estudantes junta-se à vulgaridade da política cultural da Póvoa de Varzim, e o que temos?

 

UMA VERGONHOSA E PRIMITIVA RECREAÇÃO DE BRONCOS, QUE SUJA O NOME DA UNIVERSIDADE DO PORTO E DA CIDADE QUE PERMITE TAL POBREZA MORAL E SOCIAL.

 

JÁ ERA TEMPO DE DEIXAREM DE SER BRONCOS.

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:23

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 22 de Janeiro de 2014

DIZ QUE A "GALA" DA TAUROMAQUIA "ENCHEU" CINE-TEATRO DE ALTER DO CHÃO

 

FOI A OSTENTAÇÃO DA MEDIOCRIDADE E DA INCIVILIDADE, A QUE CHAMAM “GALA”, QUE CONTOU COM A PRESENÇA DE APROXIMADAMENTE 250 PESSOAS (DIZEM, MAS NÃO MOSTRAM) NUM UNIVERSO DE CERCA DE TRÊS MIL E TAL HABITANTES

 

 

(origem da foto)

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=646973175362235&set=gm.770109086350554&type=1&theater

 

Em Alter do Chão, o Clube Taurino do Agrupamento de Escolas (instituição pública afecta ao Ministério da Educação) realizou uma “gala” tauromáquica, que, como não podia deixar de ser, contou com a presença de aficionados terceirenses, muito convictos da “solenidade” de tão “relevante evento social”, que mereceu até um apontamento num jornal local.

 

Tendo em conta que a tauromaquia é uma prática violenta, vincada pela crueldade, pela tortura, pelo apreço à carnificina sobre seres vivos, esta “gala” que teve, com certeza, o apoio de entidades oficiais (locais e não só), caracterizou-se pela ostentação da mediocridade e da incivilidade, intrínsecas a esta prática, já praticamente morta.

 

Acrescente-se que Alter do Chão, tem uma população residente envelhecida, caracterizada quanto à instrução, pelas baixas qualificações, na medida em que a maioria dessa população possui apenas o 1º ciclo do ensino básico, registando-se no concelho uma taxa de analfabetismo de 19, 8%.

 

Num tempo em que o mundo tenta encontrar um caminho para a harmonia entre todo os seres vivos, em Alter do Chão, uma terrinha das mais atrasadas de Portugal, fazem-se “galas” para enaltecer algo que envergonha o ser humano, desprestigia o concelho e desrespeita a Vida.

 

Pior do que isto é esta ostentação da mediocridade e incivilidade ter sido organizada por uma instituição escolar afecta ao Estado Português.

 

Senhor Ministro Nuno Crato, onde está a coerência da política de V. Exa. para a Educação de crianças e jovens portugueses, quando mantém activa uma escola de toureio, onde são violadas várias normas consignadas na Constituição da República Portuguesa?

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:46

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 20 de Dezembro de 2013

A GRANDE FARSA DO NATAL

Este Natal poderia ser realmente Feliz, se o Touro e o Cavalo, estes dois ANIMAIS magníficos (que em Portugal, inexplicavelmente, os legisladores não consideram animais), pudessem estar tranquilos, a pastar nos campos, ou a aquecer crianças, nas "grutas" deste mundo, sem o estigma da tortura a pesar-lhes na vida.

 

Não foi esse o exemplo deixado por Jesus Cristo, aquele, cujo nascimento os católicos (NÃO) celebram nesta época, esquecendo-se de que foi ao bafo de um bovino e de um burro, que aquele Menino foi aquecido.

 

Hoje torturam os bovinos e os cavalos, impiedosamente, para celebrarem a demência.

 

Que Natal? Que exemplo dá a Igreja Católica?

 

Que celebração?

 

Esta é a época do consumismo. Da hipocrisia.

 

Quase todos fingem uma solidariedade que durante o ano não praticam.

 

O que se celebra nesta época?

 

Não é o nascimento de Jesus.

 

Celebra-se a coca-cola, e tudo o que ela trouxe atrás dela.

 

O Menino Jesus não existe mais. É o Pai Natal quem reina.

 

É uma farsa que se agiganta para vender objectos.

 

E o espírito natalício fica submerso nessa onda desmesurada do consumo e da falsa caridade.

 

Milhares de pessoas no mundo passam fome e morrem de fome TODOS OS DIAS.

 

Mas nesta época, oferecem-lhes comida para “celebrar”.

 

Para celebrar o quê?

 

O VAZIO das almas afundadas na ganância? Na mediocridade? Na desumanização? Na ignorância?

 

Passada esta época, tudo regressa à ANORMALIDADE.

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 19:11

link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 9 de Outubro de 2013

CAROS (AS) COMPANHEIROS (AS) ABOLICIONISTAS

 
 
 

É chegada a hora de colocarmos um BASTA naquilo que todos consideramos uma ignomínia, uma desumanidade, uma aberração protegida por uma lei irracional, que não temos a obrigação de aceitar.

 

E não aceitamos.

 

Em Portugal existe uma infinidade de associações que se dizem defensoras dos animais e que, unidas, chegam a milhares de nomes.

 

Pois o momento certo para agir é este, com estes milhares de pessoas.

 

Como todos já sabem, a Assembleia da República agendou para o próximo dia 25 de Outubro, a discussão de uma Nova Lei de Protecção dos Animais, proposta pela Associação ANIMAL, cujo projecto-lei implica não só o fim da tauromaquia, como também uma protecção mais eficaz para os animais e mais gravosa para  os prevaricadores.

 

O sucesso desta discussão e a aprovação desta nova lei depende de todos nós.

 

Não vamos mais permitir que o lobby tauromáquico (e a sua minoria insciente) continue a mandar na Assembleia da República, porque já estamos fartos da política de subserviência dos “deputados” que se candidatam apenas para servir este lobby, e nós sabemos bem porquê.

 

Não vamos mais permitir que os dinheiros públicos (o dinheiro dos nossos impostos), continuem a ser gastos a apoiar a tortura institucionalizada de seres vivos.

 

Não vamos mais permitir que uma minoria de tauricidas imponha algo que raia a debilidade mental a uma maioria idónea.

 

Não vamos mais permitir que os legisladores continuem, a prestar um mau serviço ao país, com leis bastardas, irracionais, anti-ética e desumanas.

 

Não vamos mais permitir que este abuso de poder continue a agredir e a insultar a nossa sociedade, que é constituída por seres humanos, que têm o dever de zelar pelo bem-estar dos seres não humanos, que connosco partilham o Planeta.

 

Não vamos mais permitir que quem pratica biocídio permaneça impune.

 

Não vamos mais permitir que o nosso País seja conspurcado por uma prática primitiva que envergonha as sociedades humanas contemporâneas.

 

Por isso vamos todos exigir aos deputados da Assembleia da República, que no próximo dia 25 de Outubro discutirão algo que nem sequer devia ser discutido, por ser demasiado óbvio e fazer parte da essência humana, aprove o projecto-lei apresentado pela Associação ANIMAL, e, desse modo, fazê-los entrar para o rol dos políticos civilizados.

 

É que já estamos fartos de tanta mediocridade, em todas as áreas governamentais.

 

Chegou o momento de os deputados da nação darem um salto para o Século XXI depois de Cristo, e saírem da Idade das Trevas, onde a maioria ainda vive.

 

Rejeitaremos qualquer solução que não passe pela abolição das touradas e da dignificação dos Direitos de TODOS os Animais, incluindo Touros e Cavalos, excluídos do Reino Animal, por legisladores completamente desatinados.

 

A hora é de agir.

 

(Texto enviado para todas as autoridades governamentais)

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:58

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Sábado, 29 de Junho de 2013

«FACTOS SÃO FACTOS – OS FORCADOS SÃO UM SÍMBOLO DE VERGONHA NACIONAL»

 

«Eis mais um exemplo da violência que reina no mundo da tauromaquia:»

 

 

«Nos últimos dias, recebemos inúmeros comentários de aficionados, relativamente ao artigo intitulado: Forcados uns Símbolo de Vergonha Nacional. Esses comentários, não foram publicados por dois motivos: uns porque eram injuriosos, outros porque demonstram que não querem ou não conseguem interpretar o que lêem.

 

O artigo em questão, que se referia aos forcados em geral, não foi rebatido por ninguém. Nenhum dos que comentaram, foram capazes de rebater os factos expostos no artigo e porquê? Porque eles aconteceram, são uma realidade e contra factos não há argumentos.

 

Que os forcados se envolvem constantemente em desacatos e rixas, é um facto e o que é mais curioso, é que muitos desses relatos não provêm dos órgãos de comunicação social generalistas, mas sim de websites e blogues tauromáquicos.

 

De todos os factos relatados no nosso artigo, só dois tinham como fonte jornais nacionais, todos os outros foram relatados pelo mundinho tauromáquico.

 

E nem de propósito, veja-se a capa do jornal “O Mirante”, edição de 23/4/2009

 

 

Não retiramos um parágrafo ou mesmo uma vírgula ao que escrevemos e caso situações como as que relatámos, voltem a acontecer, imediatamente as denunciaremos sem qualquer hesitação.

 

Reiteramos, o mundo tauromáquico é um mundo violento onde todos os seus intervenientes são violentos, sejam eles forcados, cavaleiros tauromáquicos, toureiros, bandarilheiros, etc.

 

É um mundo sem valores porque é um mundo sem moral. Quem não respeita a vida de um animal,  jamais poderá respeitar a vida humana.

 

Enquanto a tauromaquia for permitida neste e noutros países, cenas de violência como as referidas no nosso artigo, continuarão a existir. Enquanto permitirmos que estas pessoas que foram educadas na violência continuem por sua vez a educar as novas gerações nessa mesma violência, então continuaremos a contribuir para um país cada vez mais violento.

 

Prótouro
Pelos touros em liberdade
»

 

FONTE:

http://protouro.wordpress.com/2013/06/29/factos-sao-factos-os-forcados-sao-um-simbolo-de-vergonha-nacional/

 

***

E eu recebi mais de 500 comentários (e hoje tenho aqui mais 32) do mesmo género por ter transcrito neste Blog o artigo da Prótouro, acrescido de um comentário meu.

 

Na realidade NÃO SABEM LER o que está escrito, e isso, por si só, demonstra a grande falta de instrução desta gente, a quem não deram e continuam a não dar (veja-se o péssimo exemplo dos autarcas apoiantes desta aberração) oportunidade de saírem da ignorância.

 

Os maiores e verdadeiros ignorantes são os governantes, que teimam em manter esta mediocridade.

 

***

 

NOVAMENTE, FAÇO MINHAS AS PALAVRAS DA PRÓTOURO

 
publicado por Isabel A. Ferreira às 10:29

link do post | Comentar | Ver comentários (16) | Adicionar aos favoritos
Sábado, 11 de Maio de 2013

UM GRUPO DE BRONCOS QUE SE DIZEM “ESTUDANTES” DE COIMBRA, UMA VEZ MAIS, INSULTOU O ENSINO SUPERIOR E DESACREDITOU UMA DAS MAIS PRESTIGIADAS UNIVERSIDADES PORTUGUESAS

 

 

 

Estes broncos serão uma nulidade no futuro… Vejam com que covardia eles torturam um jovem animal que nem sequer tem os cornos livres para se defender…

 

 

Eis uma pérola que se lê na página da prótoiro acerca deste assunto: «Grande exemplo da queima das fitas de Coimbra!! Para os futuros licenciados é preciso pegar o toiro da crise pelos cornos e contribuir para um Portugal cada vez melhor.»

 

Leram bem?

 

«(…) contribuir para um Portugal cada vez melhor…» através da estupidez que é a garraiada?

 

Isto se não fosse extremamente grave daria para anedota.

 

Mas é grave termos na sociedade quem assim pense e fale.

 

Estes pseudo-estudantes serão uns frustrados, umas nulidades na vida. Não serão ninguém no futuro.

 

Se agem deste modo imbecil, enquanto frequentam uma Universidade, imbecis continuarão a ser pela vida fora.

 

Esperemos que nenhum deles vá ocupar cargos políticos, pois se for, Portugal continuará tramado.

 

E dizer que a Universidade de Coimbra poderia estar ao nível de uma Sorbonne, não fosse este bando de broncos conspurcá-la com o seu baixo nível intelectual e moral.

 

SEJAM HOMENS!

 

Os Portugueses estão fartos de MIUDAGEM, de MEDIOCRIDADE E DE ESTUPIDEZ.

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:34

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Outubro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

REGRESSO PARA FAZER CAMPA...

LEMBRAM-SE DAS TOURADAS R...

QUEIMA DAS FITAS 2015 DO ...

É MUITO TRISTE VIVER NUM ...

GARRAIADA DA ACADEMIA DO ...

DIZ QUE A "GALA" DA TAURO...

A GRANDE FARSA DO NATAL

CAROS (AS) COMPANHEIROS (...

«FACTOS SÃO FACTOS – OS ...

UM GRUPO DE BRONCOS QUE S...

Arquivos

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt