Quarta-feira, 18 de Março de 2015

NISA SEM TOURADAS

 

NISA.jpg

 

Nisa não precisa de touradas para ser feliz. Nenhuma localidade precisa de touradas, seja para o que for. Poucos são os que podem estar contentes com esses actos de tortura de animais.

 

O que aconteceu no último fim-de-semana, demonstrou bem o que temos dito. E enquanto os "especialistas" tentam arranjar justificações para a falha, para a falta de concorrência do público, para a falta de condições... só se enterram mais e ainda mais.

 

Nisa não quer tauromaquia, mesmo que alguns ainda vão dizendo que sim.

 

A decrépita "praça de toiros" de Nisa já nem está conforme com o novo regulamento. Para ser restaurada e adaptada para o mesmo fim seriam necessários avultados investimentos e isso para manter uma actividade que em nada dignifica, que está em falência, que é dispensável, que é maldita por todos. A fazer-se tal obra, quem a pagará e porquê?

 

Esperemos que tenha sido a última ou uma das últimas vezes que tal barbaridade aconteceu na nossa terra. As touradas não fazem falta nem a Nisa nem ao Alentejo.

 

Os animais são inocentes, queremos Nisa sem Touradas 

Imagem: farpas.blog — em Nisa Portugal.

 

Fonte

https://www.facebook.com/409858919059930/photos/a.413248665387622.88366.409858919059930/843473165698501/?type=1&theater

***

«A selvajaria tauromáquica (vulgo tourada) já foi abolida oficiosamente em 2013. De que estão á espera os governantes portugueses para a abolirem oficialmente?

 

É que esta actividade macabra já se decompôs, e só eles (os governantes) é que ainda não se aperceberam disso» (IAF)

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:31

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 10 de Outubro de 2014

ESTA É A IMAGEM DE UM COBARDE INÚTIL, PROTEGIDO POR UMA LEI MACABRA, SAÍDA DE MENTES INSANAS

 

Gostaria de medir a “valentia” deste torcionário, se estivesse eu em cima do cavalo, com uma lança pronta a lancetar, e ele, totalmente nu, à minha mercê…

 

COBARDE INÚTIL.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:12

link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 26 de Junho de 2014

A LEGISLAÇÃO MACABRA QUE DESONRA PORTUGAL

 

É a legislação que permite torturar animais indefesos, de um modo cruel e em público, para diversão.

 

É a legislação que permite que cidadãos portugueses fiquem tetraplégicos e morram, com a cumplicidade dos governantes.

 

É a legislação que permite que existam escolas de toureio, para que crianças e adolescentes, menores de 18 anos, entrem no mundo da violência e da crueldade, destruindo, deste modo, a possibilidade de virem a ser cidadãos úteis à sociedade. 

 

 

Para que nunca sejam esquecidos, aqui ficam registados os nomes dos que assinaram o Regulamento do Espectáculo Tauromáquico (RET), em 1991, com o intuito de dignificar o dito cujo, em Portugal, (como se a tortura de seres vivos pudesse ser dignificada!) e que nunca foi cumprido, bem como nunca será cumprido o falacioso regulamento de 2014.

 

«Presidência do Conselho de Ministros, 20 de Junho de 1991.

Decreto Regulamentar nº 62/91, de 29 de Novembro

 

Considerando que é intenção do Decreto-lei nº 306/91, de 17 de Agosto, dignificar o espectáculo tauromáquico em Portugal;

 

Considerando também que esta dignificação passa, entre outros, pela revisão do Regulamento do Espectáculo Tauromáquico;

 

Considerando que o supracitado Decreto-lei habilita o Governo, através de adequado instrumento legal, a proceder à referida revisão;

 

Considerando, por último, que foram ouvidas as associações representativas do sector; Assim: ao abrigo do disposto no artigo 6º do Decreto-lei nº 306/91, de 17 de Agosto, nos termos da alínea c) do artigo 202º da Constituição, o Governo decreta o seguinte:

 

Artigo único - É aprovado o Regulamento do Espectáculo Tauromáquico, anexo ao presente diploma e que dele faz parte integrante.

 

Presidência do Conselho de Ministros, 20 de Junho de 1991.

 

Aníbal António Cavaco Silva

 

– Luís Miguel Couceiro Pizarro Beleza

– Manuel Pereira

– Álvaro José Brilhante Laborinho Lúcio

– Arlindo Marques da Cunha

– Arlindo Gomes de Carvalho

– José Albino da Silva Peneda

 

Promulgado em 8 de Novembro de 1991.

 

Publique-se.

 

O Presidente da República, Mário Soares.

 

Referendado em 18 de Novembro de 1991.

 

O Primeiro-ministro, Aníbal António Cavaco Silva»

 

https://www.google.pt/webhp?tab=Tw&ei=SOqcU96DKsuY0AWll4BQ&ved=0CAcQqS4oBA#q=pdf+Regulamento+do+Espect%C3%A1culo+Taurom%C3%A1quico

 

***

Ocorre-me perguntar:

 

Será que estes ilustres senhores leram o que assinaram?

 

Se não leram cometeram um erro gravíssimo.

 

Se leram terei de escrever “ilustres senhores” entre aspas.

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:01

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 16 de Julho de 2013

Olé, «Um programa feito por anormais para anormais»…

 

O que o título alude é a um dos comentários que estão no vídeo.

Uma realidade triste… macabra… pirosa…parola

E ouve-se falar em “touros”…

Pobres bezerros, que nunca chegarão a crescer, como merecem.

 

 

Aqui fica o registo das imagens ridículas que a SIC passou...

 

 


 

Cartoon de Antero https://www.facebook.com/anterozoide

 

É ao que se expõem os que gostam de ser ridículos…

SIC, SIC, estás enterrada na lama até à ponta dos cabelos…

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 12:07

link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Março 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

NISA SEM TOURADAS

ESTA É A IMAGEM DE UM COB...

A LEGISLAÇÃO MACABRA QUE ...

Olé, «Um programa feito p...

Arquivos

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt