Sexta-feira, 20 de Maio de 2016

AINDA A QUESTÃO DO PROTESTO DA IRMANDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO DA ILHA DE SÃO MIGUEL (AÇORES)

 

Recebi este comentário que não poderia deixar de analisar, porque é difícil fazer-se luz, onde as trevas são tenebrosas

 

19623019_EBWTh[1].jpg

 

Anónimo, deixou um comentário ao post PROTESTO DA IRMANDADE DO DIVINO ESPÍRITO SANTO DA MÃE DE DEUS, A PROPÓSITO DO MEU TEXTO «DENÚNCIA AO CUIDADO DO PAN (AÇORES)» às 13:28, 2016-05-20.

 

Comentário:

Olá Isabel, Sou continental e trabalho em Vila Franca do Campo, na Ilha de São Miguel, nos Açores. Admiro muito todo o teu trabalho em defesa dos animais. Durante vários anos tenho acompanhado esta tradição do Espírito Santo. Vivemos num país livre, e todos têm direito a uma opinião. A minha opinião é muito simples, tratou-se de um ato isolado, um acidente. Estas Irmandades recebem de graça para darem de graça, "recebei de graça, dai de graça". A sua missão é ajudar famílias, distribuindo "pensões" , é o termo utilizado cá. Cada "pensão" é composta por carne, pão, Massa sovada e vinho. Tudo isto é distribuído a mais de 300 famílias e a mais de 1000 pessoas, tudo de forma gratuita. Conheço os membros da Irmandade, são pessoas honestas e defensoras dos animais. Certamente não queriam que isto acontece-se ao tal animal. Porque desde que me lembro nunca aconteceu. Louvo o teu trabalho Isabel, mas também louvo o trabalho destas pessoas que trabalham no duro em prol de outras pessoas. Talvez as pessoas tenham exagerado em algumas afirmações, mas compreendo, visto que a imagem da foto é fala por si. Devo dizer também, que não considero o texto da Irmandade enviado para ti como protesto, mas como esclarecimento. Conheço muito bem o sr. Carlos Vieira, é um homem de fé, crente, muito honesto e defensor dos animais. Considero que algumas afirmações proferidas no blog sobre ele sejam injustas. Ele apenas tentou explicar o sucedido, talvez não tenha sido muito explícito. Isabel, digo-te que os animais neste dia vão em desfile, em clima festivo, sem violência alguma. Depois uns regressam aos seus pastos e os outros são abatidos, no Matadouro, para as tais "pensões". Isabel és uma pessoa de bem, mas eles, a Irmandade também são, posso comprovar isso. Falei com um dos membros da Irmandade, eles estão tristes, não queriam que isto tivesse acontecido. Ele disse-me que terão mais atenção na subida e na descida dos animais no próximo ano e que a questão das tais argolas nas narinas, vão informar-se junto das autoridades competentes na ilha se devem ou não ser aplicadas pelos agricultores. Ouvi relatos, que na ilha de São Miguel, já houve mortes de agricultores, em plena pastagem, de animais destas dimensões. Por isso o motivo da sua colocação. Devo dizer que alguns animais são mesmo agressivos, vi com os meus próprios olhos. Um outro animal este ano, não saiu do atrelado para não magoar ninguém, ordem a Irmandade. Sou Continental, mas respeito os Açorianos. Sei o que digo, espero que tenho esclarecido algo mais sobre este assunto. Isabel desejo-te tudo de bom. À Irmandade também desejo a maiores felicidades. Agora é tempo de paz... E tal como se diz aqui "VIVA O ESPÍRITO SANTO".

 

***

Infelizmente, não posso cumprimentar o autor deste comentário, porque não existe como pessoa. Não tem nome. Mas ainda assim vou responder, porque seja quem for que esteja escondido por trás do anonimato merece “ouvir” umas verdades, que apesar de estarem bem explicadas no meu texto, tenho de repetir, devido à iliteracia que é uma praga que afecta muitos alfabetizados.

 

Começo por dizer que não dei autorização a nenhum açoriano sem nome para me tratar por TU. Para me tratarem por TU, têm de merecer o meu respeito e a minha consideração. O que não é o caso, apesar de FINGIR que admira todo o meu trabalho. Se admirasse, dava a CARA. É assim que agem os HOMENS.

 

Pois vivemos num país livre que, infelizmente, ainda não se colocou inteiramente no século XXI d. C., mantendo em algumas (felizmente poucas) localidades, costumes que não se adequam aos tempos modernos. E basta isso para este país sofrer um atraso civilizacional ainda muito acentuado.

 

E é claro que todos podem expressar opiniões, mas quando se trata de maus-tratos a animais indefesos não humanos, não há opiniões: há FACTOS, há ACTOS, há ATITUDES, e as opiniões perante factos e actos e a atitudes primitivas VALEM ZERO.

 

Isto não se tratou de um acto isolado, nem de um acidente. Pelo que me deram a saber, é uso, por essas bandas, colocarem argolas nas narinas dos bezerros, por eles serem uma AMEAÇA para os tratadores/criadores. Mas a verdade é que um bezerrinho não constitui ameaça para ninguém. Isso é um ACTO de uma violência cruel contra um animal totalmente indefeso, que depois é levado com a BRUTALIDADE típica de quem acha que os animais não humanos são pedaços de PAU, para um lugar estranho, longe do habitat natural deles, e eles, muito HUMANAMENTE assustam-se, sentem medo, sofrem psicologicamente e fisicamente o FACTO de estarem amarrados e argolados e atirados para uma rua qualquer.

 

As irmandades já não se justificam nos tempos que correm. Se querem receber de graça, para darem de graça, que recebam batatas, milho, farinha, pão, vinho e outras coisas que tais e façam lá a sua caridadezinha, sem terem de estar a sacrificar animais, em cortejos medievais, que pertencem a um tempo onde reinava uma profunda ignorância.

 

Hoje só é ignorante quem quer.

 

Querem fazerem caridadezinha façam. Eu também faço, mas não sacrifico nenhum animal. Não há necessidade disso. Dou de comer a quem tem fome, de beber a quem tem sede, visto os nus, mas sem sacrificar animais não humanos.

 

E aqui, não será apenas a massa que é SOVADA. Os animais também são sovados.

 

Que os membros da irmandade sejam honestos, ninguém duvida. Agora que sejam “defensores” dos animais, existem todas as dúvidas do mundo. Se fossem defensores dos animais, garanto-lhe que não permitiriam que andassem argolados, que os retirassem do prado brutalmente, que os atirassem amarrados para uma rua qualquer, que os obrigassem a DESFILAR num cortejo medieval, porque para tal não nasceram.

 

Se louvasse o meu trabalho, daria a cara por ele. Não seja hipócrita.

A foto é bastante elucidativa da BRUTALIDADE com que os animais são tratados. E não me venha dizer que é apenas este. Os outros, amarrados a cordas, e argolados também, sofrem do mesmo TERROR por estarem fora do seu meio ambiente.

 

O texto da irmandade foi um protesto. Não esclareceu nada.

 

O senhor Carlos Vieira pode até ser um homem de fé, um crente, muito honesto, ninguém duvida, mas DEFENSOR DE ANIMAIS, NÃO É. Se fosse, não permitiria que os animais fossem retirados do campo, para servirem de “espectáculo” a um povo que ficou especado na Idade Média.

 

Além de que os maiores torturadores de bovinos (os cobardes toureiros, forcados, bandarilheiros e a miudagem das touradas à corda) são criaturas que vão à missa, papam hóstias, batem no peito e são uns verdadeiros diabos.

 

Eu não proferi nenhuma afirmação INJUSTA acerca do senhor Carlos Vieira, quem nem sei quem é, ou o que representa na irmandade.

 

Dizer que «os animais neste dia vão em desfile, em clima festivo, sem violência alguma», já é uma violência. Coloque-se no lugar dos animais. É isso que têm de aprender, porque a PIEDADE, a compaixão cristã, é colocarmo-nos no lugar dos animais e não fazermos a eles o que não gostaríamos que fizessem a nós.

 

ISTO é que os padres deveriam ensinar nas MISSAS. Teríamos uma sociedade mais humana e harmoniosa para com os nossos irmãos animais, que também eram irmãos de São Francisco de Assis. Garanto-lhe que este Santo, se vivesse hoje, dar-me-ia toda a RAZÃO.

 

Sou uma pessoa do BEM, e por ser uma pessoa do BEM e da LUZ não posso aplaudir as pessoas que praticam o MAL e vivem nas trevas POR OPÇÃO.

 

A irmandade, o que tem a fazer é ACABAR DEFINITIVAMENTE com estes cortejos medievais, primitivos, desadequados à evolução dos tempos. Não estamos mais na Idade Média. Quantas vezes é preciso repetir isto? Querem fazer cortejos, façam, mas com pessoas a levarem OFERENDAS de pão, de farinha, de batatas, de vinho, mas NÃO DE ANIMAIS AMARRADOS.

 

Mantém o COSTUME e CIVILIZAM-SE.

 

Dizer que os agricultores morrem por causa de bovinos bravos é uma FALÁCIA. Em criança, eu passava as minhas férias numa quinta, onde havia gado bovino, a pastar nos campos, livremente. Convivi com vacas, bois, bezerros, como convivi com cães e gatos, e cabras e ovelhas e porcos nunca nenhum me fez mal a mim ou aos seus tratadores. Porque os tratávamos com carinho. E nenhum usava argolas nas narinas, nem eram marcados com ferros em fogo.

 

Os bovinos só são agressivos para quem lhes faz mal. Eu sou uma pessoa pacata, pacífica. Mas se se meterem comigo, viro uma MULHER BRAVA e sou capaz de dar xutos e pontapés, para me defender. Como qualquer animal faz. Porque não sei se sabe, mas EU TAMBÉM SOU UM ANIMAL.

 

E também sou continental. Tenho amigos açorianos, cultos, instruídos, bem-educados, que se envergonham desse primitivismo em que está mergulhada uma boa fatia do povo açoriano. E respeito-os. Só não respeito os broncos que se RECUSAM as deixar de ser broncos. Entendeu? Tenho amigos ANALFABETOS e respeito-os, porque ser analfabeto não significa ser BRONCO.

 

Será tempo de PAZ, quando deixarem em PAZ os indefesos animais não humanos.

 

E tenho certeza de que o ESPÍRITO SANTO não está nada satisfeito com o que se passa nos Açores, cuja Natureza foi abençoada por Deus, mas o povo (algum povo) foi bafejado pelo Demo.

 

E o pior, é que por muito que o iluminemos, ele recusa-se a aceitar a LUZ.

 

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 19:09

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sábado, 2 de Janeiro de 2016

ENQUANTO O MUNDO EVOLUI, PORTUGAL CONTINUA PARADO NO PASSADO

 

Por aquilo que o governo português não faz, avalia-se o atraso civilizacional em que Portugal está mergulhado.

E se Portugal tem coisas muito boas, tem também coisas muito, muito más, feias, cruéis, primitivas e obscuras.

Não existe meio-termo em Portugal.

Em Portugal ou é oito ou é oitenta.

 

PORTAS.jpg

Fonte da imagem: http://www.frasesnofacebook.com.br/frases-sobre-o-tempo/page/4/

 

Vejamos o que aconteceu no mundo, mas não em Portugal:

 

Não às touradas vence referendo em Valência (Espanha)

Ler notícia aqui:

http://www.olharanimal.org/touradas-e-farra-do-boi/9508-espanha-nao-as-touradas-vence-referendo-em-valencia)

 

***

O Alcaide de Valência erradica o Touro embolado…

Ferrol proíbe os circos com animais e as corridas de Touros

Ler a notícia aqui:

https://www.facebook.com/Basta.pt/photos/a.472890756075069.108951.143034799060668/1071798589517613/?type=3&theater

 

***

Mais uma grande vitória! Xeraco não autorizará o “bous al carrer”, nem o touro embolado (Valência - Espanha)

Ler a notícia aqui:

https://blogcontraatauromaquia.wordpress.com/2015/12/01/mais-uma-grande-vitoria-xeraco-no-autorizara-bous-al-carrer-ni-embolats/

***

Marca de molho de soja Kikkoman anuncia fim de testes em animais.

Fonte: ANDA

Ler a notícia aqui:

https://blogcontraatauromaquia.wordpress.com/2015/11/22/conteudo-anda-marca-de-molho-de-soja-kikkoman-anuncia-fim-de-testes-em-animais/

 

***

EUA não usará chimpanzés em pesquisas médicas, e animais serão libertados

Fonte: ANDA

Ler a notícia aqui:

https://blogcontraatauromaquia.wordpress.com/2015/11/22/boas-noticias-eua-nao-usara-chimpanzes-em-pesquisas-medicas-e-animais-serao-libertados/

 

***

Vitória, o Concelho Municipal de San Cristóbal, na Venezuela, reformulou a lei e proíbe circos com animais.

Fonte: ANIMANATURALIS

Ler a notícia aqui:

https://blogcontraatauromaquia.wordpress.com/2015/11/18/san-cristobal-reforma-ordenanza-y-prohibe-circos-con-animales-silvestres/

 

***

O Zoo de Barcelona elimina espectáculo com golfinhos.

Fonte: ANIMANATURALIS

Ler notícia aqui:

https://blogcontraatauromaquia.wordpress.com/2015/11/16/el-zoo-de-barcelona-elimina-el-espectaculo-con-delfines/

 

***

VITÓRIA! Golpe na indústria de peles: Holanda proíbe a criação de visons!

Fonte: ANIMANATURALIS

Ler notícia aqui:

https://blogcontraatauromaquia.wordpress.com/2015/11/13/vitoria-golpe-a-la-industria-peletera-holanda-prohibe-la-cria-de-visones/

 

***

Mais uma grande vitória, rumo à abolição da tauromaquia! O Concelho de Maiorca se declara anti-tourada!

Fonte: ANIMANATURALIS

Ler notícia aqui:

https://blogcontraatauromaquia.wordpress.com/2015/11/12/mais-uma-grande-vitoria-rumo-a-abolicao-da-tauromaquia-avanzando-el-consell-de-mallorca-declara-la-institucion-antitaurina/

 

***

Avança o projecto de lei que penaliza o maltrato animal na Colômbia.

Fonte: ANIMANATURALIS

Ler notícia aqui:

https://blogcontraatauromaquia.wordpress.com/2015/11/12/avanza-proyecto-de-ley-que-penaliza-el-maltrato-animal-en-colombia/

 

***

Vitória! Holandeses proíbem produção de peles e salvam seis milhões de martas por ano

 

Fonte: ANDA

Ler notícia aqui:

https://blogcontraatauromaquia.wordpress.com/2015/11/12/vitoria-holandeses-proibem-producao-de-peles-e-salvam-seis-milhoes-de-martas-por-ano/

 

***

Projecto GAP lança campanha: “Grandes Primatas como Património Vivo da Humanidade”

Fonte: ANDA

Ler notícia aqui:

https://blogcontraatauromaquia.wordpress.com/2015/11/12/preservacao-projeto-gap-lanca-campanha-grandes-primatas-como-patrimonios-vivos-da-humanidade/

 

***

As arenas de Rieumes (França) não servirão mais para a tortura de Touros a partir de 2016

 

Fonte:

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10208687228804653&set=a.2947271727386.2153881.1429098968&type=3&theater

 

***

Acabaram-se as corridas de Touros em Duitama (Colômbia).

A praça de Touros Cécar Rincón, não terá mais corridas de Touros. Depois de ter sido, durante 25 anos a feira taurina n«mais importante da parte oriental do país, esta arena converter-se-á num cenário de actividades culturais.

Fonte:

https://www.facebook.com/175255462653871/photos/a.188790541300363.1073741826.175255462653871/492502877595793/?type=3&comment_id=493407997505281&notif_t=photo_comment

 

Prova de que o fim das touradas está cada vez mais próximo.

 

***

O município maiorquino de Santanyí eleva para 31 os municípios anti-touradas em Maiorca (Espanha) e pedem ao Parlamento a abolição da tauromaquia nas Baleares.

Fonte:

https://blogcontraatauromaquia.wordpress.com/2015/12/18/victoria-santanyi-vota-a-favor-de-abolir-la-tauromaquia-en-mallorca/

***

Esperamos que o novo Governo de Portugal, que se diz de esquerda, tenha políticas diferentes, mais avançadas e civilizadas do que as dos governos anteriores (que se diziam de direita), e acompanhe a EVOLUÇÃO DO MUNDO, porque como diz Charles Chaplin, «cada segundo é tempo para mudar tudo para sempre».

 

Portugal merece ser um país evoluído, civilizado e plantado no futuro.

Chega de um passado a cheirar ao mofo e mergulhado nas trevas da ignorância.

 

Abram-se as janelas e deixe-se entrar a Luz, e que essa Luz ilumine a alma dos que ainda não evoluíram…

 

Porque:

ALMA.png

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:53

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 28 de Agosto de 2015

GOVERNANTES PORTUGUESES FAZEM ORELHAS MOUCAS ÀS RECOMENDAÇÕES DA ONU E VIOLAM OS DIREITOS DAS CRIANÇAS

 

«Depois de Portugal, é a vez de a Colômbia ser alertada para a necessidade de afastar os menores de idade da “violência das touradas”. O Relatório do CDC (Comité dos Direitos das Crianças) das Nações Unidas coloca a tauromaquia a par do tráfico de droga como uma forma de trabalho perigosa e degradante que «preocupa profundamente o Comité».

 

Em 2014 Portugal foi instado pela ONU para proteger as crianças de assistir e participar em touradas, tendo sido reconhecido pela Vice-Presidente do Comité que «a participação de crianças e adolescentes em actividades taurinas constitui uma forte violação da convenção dos Direitos da Criança, sendo doutrinada para uma acção violenta».

 

ONU.png

Mas se os governantes portugueses estão-se nas tintas para os Direitos das Crianças, a ONU não lhe fica muito atrás na hipocrisia, porque seria muito mais racional recomendar ou até mesmo exigir a abolição da selvajaria tauromáquica, que é manifestamente aviltadora para qualquer ser humano, tenha a idade que tiver.

 

A violência e a crueldade gratuitas contra seres vivos devem ser veementemente condenadas e abolidas, porque nem uma coisa nem outra dignifica o ser humano.

 

Além disso, se as touradas violam fortemente os Direitos das Crianças, muito mais violarão os Direitos dos Animais, consignados na Declaração Universal dos Direitos dos Animais, proclamada pela UNESCO, em 27 de Janeiro de 1978, e que Portugal ratificou, apenas para constar, porque nada cumpre do que ali se diz.

 

Mas pior do que isso, Portugal não reconhece os Touros e Cavalos como animais. Algo totalmente incompreensível e irracional.

 

Por que motivo a ONU não corta o mal pela raiz?

 

Por que motivo anda-se aqui a fazer-que-se-faz para tudo continuar igual a como sempre foi, sabendo-se como sabemos, que interesses económicos obscuros estão acima de qualquer protecção aos Direitos das Crianças?

 

Isto não será um paradoxo?

 

Isto não será da irracionalidade?

 

Evidentemente que é.

 

Mas quem terá a capacidade, a coragem e a lucidez de rasgar o véu da ignomínia e acabar de vez com esta selvajaria, que não tem mais cabimento nos tempos que correm?

 

Ou as mentalidades dos que podem e mandam criaram raízes de tal modo profundas no tempo das trevas, onde uma obscura ignorância reinava, e nenhuma “sachola” dos tempos modernos tem o “fio” bastante afiado para poder cortá-las definitivamente?

 

A luz dará lugar às trevas, tal como o dia se segue à noite, inevitavelmente, desde o início dos tempos.

 

É apenas uma questão de tempo.

 

Mas temos de resistir, insistir e jamais desistir.

 

Pelos Touros e Cavalos, VENCEREMOS!

 

Fonte da imagem:

https://www.facebook.com/Basta.pt/photos/a.472890756075069.108951.143034799060668/915632268467580/?type=1&theater

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:31

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 30 de Janeiro de 2015

O GATO E A ESPIRITUALIDADE

 

«Um extraordinário “retrato” do Gato, um ser mágico, magnífico, sedutor, misterioso, um ser quase divino, quase humano…»

 

GATO.jpg

 

Quem não se relaciona bem com o próprio inconsciente não gosta do Gato. Ele aparece, então, como ameaça, porque representa essa relação precária do homem com o (próprio) mistério.

 

O Gato não se relaciona com a aparência do homem. Ele vê além, por dentro e pelo avesso. Relaciona-se com a essência. Se o gesto de carinho é medroso ou substitui inaceitáveis (mas existentes) impulsos secretos de agressão, o gato sabe. E defende-se do afago.

 

A relação dele é com o que está oculto, guardado, e nem nós queremos, sabemos ou podemos ver. Por isso, quando surge nele um acto de entrega, de subida no colo ou manifestação de afecto, é algo muito verdadeiro, que não pode ser desdenhado. É um gesto de confiança que honra quem o recebe, pois significa um julgamento.

 

O homem não sabe ver o Gato, mas o Gato sabe ver o homem. Se há desarmonia real ou latente, o gato sente. Se há solidão, ele sabe e atenua como pode, ele que enfrenta a própria solidão de maneira muito mais valente do que nós. Nada diz, não reclama. Afasta-se.

 

Quem não o sabe "ler" pensa que "ele" não está ali. Presente ou ausente, ele ensina e manifesta algo. Perto ou longe, olhando ou fingindo não ver, ele comunica códigos que nem sempre (ou quase nunca) sabemos traduzir.

 

O Gato vê mais e vê dentro e além de nós. Relaciona-se com fluídos, auras, fantasmas amigos e opressores. O Gato é médium, bruxo, alquimista e parapsicólogo. É uma oportunidade de meditação permanente ao nosso lado, a ensinar paciência, atenção, silêncio e mistério.

 

O Gato é um monge silencioso, meditativo e sábio monge, a devolver-nos as perguntas medrosas esperando que encontremos o caminho na sua busca, em vez de o querer preparado, já conhecido e trilhado.

 

O Gato sempre responde com uma nova questão, remetendo-nos à pesquisa permanente do real, à busca incessante, à certeza de que cada segundo contém a possibilidade de criatividade e de novas inter-relações, infinitas, entre as coisas.

 

O Gato é uma lição diária de afecto verdadeiro e fiel. As suas manifestações são íntimas e profundas. Exigem recolhimento, entrega, atenção. Os desatentos não agradam aos Gatos. Os conflituosos irritam-nos. Tudo o que precise de promoção ou explicação quer afirmação. Vive do verdadeiro e não se ilude com aparências.

 

Ninguém em toda a Natureza aprendeu a bastar-se (até na higiene) a si mesmo como o Gato! Lição de sono e de musculação, o Gato nos ensina todas as posições de respiração ioga. Ensina a dormir com entrega total e diluição recuperante no Cosmos. Ensina a espreguiçar-se com a massagem mais completa em todos os músculos, preparando-os para a acção imediata. Se os preparadores físicos aprendessem o aquecimento do Gato, os jogadores reservas não levariam tanto tempo (quase 15 minutos) aquecendo-se para entrar em campo.

 

O Gato sai do sono para o máximo de acção, tensão e elasticidade num segundo. Conhece o desempenho preciso e milimétrico de cada parte do seu corpo, a qual ama e preserva como a um templo. Lição de saúde sexual e sensualidade. Lição de envolvimento amoroso com dedicação integral de vários dias. Lição de organização familiar e de definição de espaço próprio e território pessoal. Lição de anatomia, equilíbrio, desempenho muscular. Lição de salto. Lição de silêncio. Lição de descanso. Lição de introversão. Lição de contacto com o mistério, com o escuro, com a sombra. Lição de religiosidade sem ícones. Lição de alimentação e requinte. Lição de bom gosto e senso de oportunidade. Lição de vida, enfim, a mais completa, diária, silenciosa, educada, sem cobranças, sem veemências, sem exigências.

 

O Gato é uma oportunidade de interiorização e sabedoria, posta pelo mistério à disposição do homem. O Gato é um animal que tem muito quartzo na glândula pineal, é portanto um transmutador de energia e um animal útil para cura, pois capta a energia ruim do ambiente e transforma em energia boa – normalmente onde o Gato se deita com frequência, significa que não tem boa energia – caso o animal comece a deitar-se em alguma parte de nosso corpo de forma insistente, é sinal de que aquele órgão ou membro está doente ou prestes a adoecer, pois o Gato já percebeu a má energia no referido órgão e então ele escolhe deitar-se nessa parte do corpo para limpar essa energia que ali existe.

 

Observe-se que do mesmo jeito que o Gato se deita em determinado lugar, ele sai de repente, poi ele sente que já limpou a energia do local e não precisa mais dele. O amor do Gato pelo dono é de desapego, pois enquanto precisa ele está por perto, quando não, ele afasta-se.

 

No Egipto dos faraós, o Gato era adorado na figura da deusa Bastet, representada comumente com corpo de mulher e cabeça de gata. Esta bela deusa era o símbolo da luz, do calor e da energia. Era também o símbolo da Lua, e acreditava-se que tinha o poder de fertilizar a terra e os homens, curar doenças e conduzir as almas dos mortos. Nesta época, os gatos eram considerados guardiões do outro mundo, e eram comuns em muitos amuletos.

 

"O gato imortal existe, em algum mundo intermediário entre a vida e a morte, observando e esperando, passivo até ao momento em que o espírito humano se torna livre. Então, e somente então, ele irá liderar a alma até ao seu repouso final."

 

(Fonte: The Mythology of Cats, Gerald & Loretta Hausman)

Uipa Sp

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:00

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sábado, 20 de Dezembro de 2014

NOMES DE FIGURAS PÚBLICAS PORTUGUESAS QUE APOIAM E/OU ACTUAM EM TOURADAS

 

 

… por mero obscurantismo, falta de empatia e insensibilidade…

 

Gente de plástico, que poderia ser reciclável se permitisse que a luz a iluminasse!

Gente que não cresceu espiritualmente, nem moralmente, nem humanamente.

São aficionados e envergonham Portugal

(Em actualização...)

 

15865_730466103695868_8960985799322814513_n[2].jpg

(Lista em actualização… que circula no Facebook e em outros Blogues, gente que pode ser encontrada em fotos públicas  a assistir à selvajaria tauromáquica e que assume publicamente a sua afición)

(Fonte)

https://blogcontraatauromaquia.wordpress.com/2014/12/19/nomes-de-figuras-publicas-portuguesas-que-apoiam-eou-actuam-em-touradas/

 

Aires Pereira (Actual presidente da Câmara da Póvoa de Varzim)

Alberto da Ponte (Ex-presidente da RTP)

Alice Vieira (Escritora)

Amália Rodrigues (Fadista)

Ana Lourenço (Jornalista SIC)

António Costa (Ex-presidente da C M de Lisboa pelo PS, e actual primeiro-ministro de Portugal)

António Lobo Antunes (Escritor)

António Pinto Basto (Fadista)

Aurora Cunha (Atleta)

Camané (Cantor)

Carlos Alberto Moniz (Cantor)

Carlos Anjos (PJ)

Carlos Manuel (Ex-jogador de futebol)

Carlos Cruz (Dirigente da Delegação do Alentejo da Liga para a Protecção da Natureza)

Carlos do Carmo (Fadista)

Cinha Jardim (figura do jet-set)

Cónego Eduardo de Melo Peixoto

Cristina Mohler (Ex-apresentadora de TV)

Dalila do Carmo (Actriz)

David Simões (Modelo)

Diana Chaves (modelo, actriz e apresentadora de TV)

Dulce Pontes (Cantora)

Dom Duarte Pio de Bragança e família (Herdeiro do Trono de Portugal)

Durão Barroso (Ex-primeiro-ministro de Portugal e ex-presidente da Comissão Europeia)

Elísio Summavielle (Ex-Secretário de Estado da Cultura e antigo Director do IGESPAR)

Eusébio da Silva Ferreira (Futebolista)

Família da Câmara Pereira (Fadistas)

Fátima Campos Ferreira (Apresentadora RTP)

Fátima Lopes (Apresentadora de TVI)

Fátima Lopes (Estilista)

Fernanda Serrano (Actriz)

Filipe Soares Franco (Administrador de empresas e dirigente desportivo)

Flávio Furtado (Vice-campeão do “Big Brother VIP”)

Francisco Moita Flores (Ex-autarca e escritor)

Frei Francisco Melícias (O pobre monge Franciscano…)

Gabriela Canavilhas (Ex-ministra da Cultura)

Gonçalo Reis (Presidente do Conelho de Administração da RTP)

Herman José (Humorista e entertainer)

Isaurinha Jardim (Figura do jet-set)

João Braga (Fadista)

João Pinho de Almeida (Deputado da Assembleia da República CDS)

João Soares (Advogado, editor literário e político)

Joaquim Letria (Jornalista)

Jorge Sampaio (Ex-presidente da República)

Jorge Palma (Cantor e compositor)

José Carlos Malato (Apresentador de TV)

José Castelo Branco (Figura do jet-set)

José Eduardo Moniz (Cantor e compositor)

José da Câmara (Fadista)

José Niza (Médico, compositor e político)

José Macedo Vieira (Ex-presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim)

José Ribeiro e Castro (Deputado da Assembleia da República CDS)

Judite de Sousa (Jornalista TVI)

Júlio Pomar (Pintor)

Laborinho Lúcio (Ex-Ministro da Justiça e juiz)

Lili Caneças (Figura do jet-set)

Luís Botelho (Inspetor-geral da IGAC – Inspecção-geral das Actividades Culturais)

Mafalda Ganhão (Jornalista)

Manuel Alegre (Poeta e Caçador)

Manuel Moura dos Santos (Empresário)

Manuela Marle (Actriz)

Manuela Moura Guedes (Jornalista)

Marcelo Rebelo de Sousa (Professor Catedrático na Faculdade de Direito na Universidade de Lisboa, jurisconsulto, político, Presidente da República Portuguesa)

Maria Alzira Seixo (Professora catedrática e crítica literária)

Mariza (Fadista)

Marta Aragão Pinto (Profissional de Comunicação)

Mata Cáceres (Ex-presidente da Câmara Municipal de Setúbal)

Miguel Graça Moura (Maestro)

Miguel Sousa Tavares (Escritor)

Nicolau Breyner (Actor)

Nuno da Câmara Pereira (Fadista)

Nuno Graciano (Apresentador de TV)

Nuno Luz (Ex-forcado e actual jornalista desportivo)

Octávio Machado (Treinador de futebol)

Olavo Bilac (cantor)

Patuxa Jardim (figura do jet-set)

Paulo Futre (Ex-futebolista)

Paulo Gonzo (Cantor)

Paulo Portas (actual vice-primeiro ministro de Portugal CDS

Paulo Rangel (Deputado europeu)

Pimpinha Jardim (Figura do jet-set)

Quintino Aires (Comentador da TVI)

Raquel Tavares (Fadista)

Ricardo Ribeiro (Fadista)

Rita Ferro Rodrigues (Apresentadora SIC)

Rita Ferro (Escritora)

Rosado Fernandes (CAP)

Rui Veloso (Cantor)

Shout (Banda de Música)

Soraia Chaves (Actriz e modelo)

Tozé Martinho (Actor)

Vasco Graça Moura (Escritor, tradutor e político)

Xenica Jardim (Figura do jet-set)

 

Nomes perpetuados no

«Livro Negro da Tauromaquia»

 

É DE VER ESTE HORROR QUE ESTES "FAMOSOS" GOSTAM

19330_10200234659090471_211719695_n[1] TORTURADO.j

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:24

link do post | Comentar | Ver comentários (10) | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 13 de Novembro de 2014

QUANDO OS HOMENS TÊM MEDO DA LUZ!...

 

(Esta dedico a todos aqueles que já passaram os olhos pelo Arco de Almedina e continuam cegos, pequenos e ignorantes…)

ALBERT.png

 

E como há universos pequeninos, do tamanho de um grão de areia, por simples cegueira mental!

 

10440225_999851633364299_3511279539726813563_n[1].

Mil vezes mais digno!

Por isso não aperto a mão a qualquer um...

 

 

PLATÃO.jpg

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 19:22

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 16 de Setembro de 2014

HOJE, COBARDES MONSTROS ACÉFALOS DE TORDESILHAS SAEM À RUA PARA CHACINAR BARBARAMENTE O TOURO “ELEGIDO”

 

Com a cumplicidade das insanas autoridades locais.  

 

 

Este é “Elegido” o touro hoje lanceado cobardemente… em Tordesilhas, numa Espanha Negra, onde sempre se cometeram as mais inacreditáveis e cruéis barbaridades.

 

Este será o Touro sacrificado em nome da estupidez mais grosseira do animal que se diz humano.

 

Continuaremos a lutar, até que Luz se faça sobre Espanha.

 

Assinem esta petição, por favor:

http://www.rompeunalanza.com/firma

 

Fonte:

http://esquadraopet.blogspot.pt/

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:07

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 2 de Maio de 2014

À ATENÇÃO DOS MEUS GRANDES “FÃS” AFICIONADOS

 

Alguém que veio do passado enviou-me esta mensagem:

 

Pois não me incomodo absolutamente nada com o que os meus grandes “fãs” aficionados (ou outros) falam ou pensam ou escrevem a meu respeito.

 

A minha consciência é que me rege.

 

O meu instinto, a minha intuição, que são mais fortes do que os sete ventos norte, são a minha bússola.

 

Não, nunca esperei a aprovação de todos. Seria um erro crasso.

 

Por isso, o fracasso nunca esteve no meu caminho.

 

E se uma Isabel A. Ferreira incomoda muita gente, uma Isabel A. Ferreira tranquila pode incomodar muito mais.

 

Pois então façam como eu, meus grandes “fãs” aficionados: optem pelo caminho luminoso…

 

Deixem que a luz se entranhe na vossa pele e transformem-se em seres humanos…

 

Não custa nada e ainda vão a tempo…nem que tenham pela frente apenas meia dúzia de anos para viver…

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 10:25

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 19 de Março de 2014

APENAS OS VERDADEIROS SERES HUMANOS COMPREENDEM AS IMAGENS DESTE VÍDEO

 

Apenas os seres compassivos, alcançam a beleza, a ternura, a humanidade, a empatia que estes seres magníficos e pacíficos nos transmitem, nos inspiram, nos conduzem à harmonia cósmica…

 

 

Os inumanos, aqueles que praticam, aplaudem, apoiam e promovem a crueldade sobre bovinos, mais dia, menos dia, terão de suportar o peso de todo o mal que praticaram, aplaudiram, apoiaram e promoveram.

 

Nesse dia, por cada inumano despedaçado pela Lei do Retorno, o mundo abrir-se-á para a Luz...

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 10:35

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 20 de Fevereiro de 2014

ASSUNTO: III FÓRUM DA CULTURA TAURINA

 

 

 

De Tiago Pedro Toste Vieira, Secretário do Gabinete de Apoio ao Presidente e Vereadores da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo, recebi a seguinte mensagem:

 

«Exm.ª Senhora,

 

Relativamente à Vossa comunicação sobre o assunto em referência, encarrega-me o Senhor Vereador Guido Teles de vos informar que a Autarquia de Angra do Heroísmo recebeu vários protestos escritos devido ao apoio que decidiu conceder para a realização do evento mencionado em epígrafe neste concelho.

 

Enquanto instituição pública que representa a vontade maioritária dos angrenses, esta edilidade, ciente do enraizamento profundo da tauromaquia nos seus munícipes, considerou que esta manifestação cultural popular devia ser encarada como uma atividade de interesse municipal.

 

Na verdade, quem conhece verdadeiramente a realidade deste município, não pode deixar de reconhecer a importância económica, turística e cultural que esta tradição tem para a grande maioria da sua população.

 

Nestes termos, independentemente do respeito pelo julgamento individual que possa recair sobre a tauromaquia, a Autarquia de Angra do Heroísmo não pode deixar de sublinhar que a liberdade de expressão constitucionalmente prevista é recíproca.

 

Cumprimentos,

Tiago Toste Vieira»

 

***

 

O que tenho a dizer ao senhor Tiago T. Vieira é o seguinte:

 

Exmo. Senhor Tiago Toste Vieira

 

Recebi de V. Exa. uma mensagem/resposta a um texto que enviei à autarquia de Angra do Heroísmo, numa tentativa de apresentar a realidade que vai pelo mundo fora, muito arredada dessa Ilha fechada em si mesma, e que desconhece que os conceitos de cultura mudaram, e de que houve evolução de mentalidades.      

 

Diz o Senhor Tiago:

 

«Relativamente à Vossa comunicação sobre o assunto em referência, encarrega-me o Senhor Vereador Guido Teles de vos informar que a Autarquia de Angra do Heroísmo recebeu vários protestos escritos devido ao apoio que decidiu conceder para a realização do evento mencionado em epígrafe neste concelho.»

 

- Pois se a autarquia de Angra do Heroísmo recebeu vários protestos escritos, devido ao apoio que decidiu conceder para a realização do “evento” mencionado em epígrafe, significa que algo está errado nessa autarquia.

 

Ninguém enviaria e-mails de protestos, se em vez dos dinheiros públicos terem sido esbanjados num “III Fórum de Cultura Taurina”, tivessem sido gastos num «III Fórum sobre Angra do Heroísmo» onde fosse abordada, por exemplo, a importância histórica da capital da Ilha Terceira, considerada Património Mundial pela UNESCO.

 

«Esta ilha portuária e antigo forte do século XVI foram de importância estratégica para mercadores e comerciantes portugueses e espanhóis, ao longo dos séculos, que usavam o porto abrigado da ilha como ponto de paragem entre África, Europa e as Índias Ocidentais e Américas»

Algo que talvez 90 % dos habitantes da Ilha não saibam, mas ficariam a saber se os autarcas tivessem um sentido de oportunidade apurado.

 

E diz mais o Senhor Tiago:

 

«Enquanto instituição pública que representa a vontade maioritária dos angrenses, esta edilidade, ciente do enraizamento profundo da tauromaquia nos seus munícipes, considerou que esta manifestação cultural popular devia ser encarada como uma atividade de interesse municipal.»

 

- Pois enquanto instituição pública a autarquia angrense, deveria dar o exemplo e proporcionar ao povo inculto a oportunidade de sair desse marasmo e evoluir, oferecendo-lhes, não algo que já não faz mais sentido (a não ser para os poucos que enchem os bolsos com a tortura de bovinos), mas proporcionando-lhes eventos culturais, concertos, teatro, cinema, sessões de poesia, lançamentos de livros, enfim, algo que tirasse esse povo do meio das ruas, cobertas da bosta dos bovinos em pânico, e das tascas onde se embebedam até cair.

 

Isto não faz parte de cultura alguma e o que diz sobre “enraizamento profundo da tauromaquia” significa tão-somente o “esticar da corda de algo tido como um costume bárbaro, introduzido na ilha pelos também bárbaros espanhóis. Uma actividade que apenas afugenta os turistas cultos. E o turismo não vive só de belas paisagens.

 

E o Senhor Tiago continua:

 

«Na verdade, quem conhece verdadeiramente a realidade deste município, não pode deixar de reconhecer a importância económica, turística e cultural que esta tradição tem para a grande maioria da sua população

 

- Pois estão muito enganados, ou fazem-se. Porque quem conhece verdadeiramente a realidade desse município sabe que é um dos mais atrasados de Portugal, no que respeita à educação, ao ensino à cultura, à assistência social, e o que diz sobre a “importância económica turística e cultural” é uma grande falácia, pois só apenas uns poucos lucram com a tortura de bovinos, os turistas estrangeiros nem sequer aí colocam os pés, ou se colocam vão ao engano e não regressam, e culturalmente Angra é de uma pobreza franciscana, e os outros (o que diz ser a maioria da população) divertem-se bacocamente, sendo a chacota do mundo evoluído, por nem sequer saberem o que é a verdadeira “cultura”.

 

E termina o senhor Tiago:

 

«Nestes termos, independentemente do respeito pelo julgamento individual que possa recair sobre a tauromaquia, a Autarquia de Angra do Heroísmo não pode deixar de sublinhar que a liberdade de expressão constitucionalmente prevista é recíproca.»

 

Cumprimentos,

Tiago Toste Vieira»

 

- Pois muito se engana a autarquia de Angra do Heroísmo se coloca nestes termos a realização de um fórum onde se trata de tortura de bovinos, como se se abordasse a história gloriosa da Ilha Terceira e do papel relevante que ela já teve, mas não tem mais, nas relações com o mundo exterior.

 

Angra do Heroísmo, ao “elevar” a tourada à corda ao nível de “cultura”, reduziu-se à insignificância de uma terreola que tem um divertimento bacoco como expoente máximo, e que não tem nada a ver com “liberdade de expressão”, porque a tourada à corda não é uma questão de julgamentos individuais, mas de actos bárbaros, condenáveis aos olhos do mundo evoluído.

 

E se não querem continuar a ser alvo de protestos, permitam que a evolução entre na Ilha.

 

Saiam das cavernas. Entrem na Luz. Deixem os bovinos em paz.

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:10

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

AINDA A QUESTÃO DO PROTES...

ENQUANTO O MUNDO EVOLUI, ...

GOVERNANTES PORTUGUESES F...

O GATO E A ESPIRITUALIDAD...

NOMES DE FIGURAS PÚBLICAS...

QUANDO OS HOMENS TÊM MEDO...

HOJE, COBARDES MONSTROS A...

À ATENÇÃO DOS MEUS GRANDE...

APENAS OS VERDADEIROS SER...

ASSUNTO: III FÓRUM DA CUL...

Arquivos

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

DIREITOS

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

ACORDO ORTOGRÁFICO

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

COMENTÁRIOS

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

CONTACTO

isabelferreira@net.sapo.pt