Domingo, 4 de Setembro de 2022

O ouro do Brasil, que os Brasileiros dizem que Portugal ROUBOU….

 

Encontrei o texto, que publicarei a seguir,  na página de  Eduardo Amarante, no Facebook.

 

Demasiadas vezes, levamos com o disparate de “Portugal ter roubado o ouro do Brasil”, por parte dos Brasileiros, a quem fizeram lavagem cerebral, nas escolas, porém, esqueceram-se de lhes dizerem que o Brasil já fez parte do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves, portanto, Portugal tinha tanto direito ao ouro do Brasil, como ao ouro de qualquer outra parte do território português.

 

Contudo, nem todo o ouro brasileiro serviu para dourar os monumentos mais emblemáticos de Portugal, por não ser de boa qualidade, algo que também se esqueceram de dizer, aquando da lavagem cerebral.

 

Leiam o que se segue, porque:

 

É sempre bom saber!!!

 

Isabel A. Ferreira

 

Biblioteca.jpg

Biblioteca Joanina

Não é, e está muito longe de ser uma piada, não se trata de forma alguma de ofender ninguém, uma vez que é tão somente dirigido a quem pensa de outra forma, ou recebeu formação e instrução ministradas pelas universidades de ideologias esquerdistas do Brasil e até de Portugal! Deixo aqui este esclarecimento histórico e bastante preciso!

*********

Duas brasileiras, na Biblioteca Joanina: "Lindo, mas tudo feito com ouro brasileiro..."

Nem por isso, minha tupi loirinha.

A qualidade do ouro brasileiro muitas vezes não era apropriada para a talha dourada, como a que cobre magnificamente esta biblioteca, por isso é que o ouro normalmente usado é de proveniência europeia.

Já agora, algo que o professor Borges Macedo estudou muito bem, o Brasil só começou a dar lucro à Coroa portuguesa a partir de 1730, já terminada a Era do Ouro.

De 1500 até 1730, o Brasil para os portugueses foi sempre a lerpar.

Ou seja, o Brasil contribuiu positivamente para o Império, em termos de contribuição fiscal, durante menos de um século, de 1730 a 1820.

Até essa altura, foi equipar armadas para proteger o Brasil de índios, holandeses, franceses, espanhóis, outros brasileiros, etc. Tudo isto enquanto se construíam estradas, cidades, portos, etc.

Quanto aos portugueses "escravocratas" e "colonialistas", esses portugueses, na sua maioria, ficaram no Brasil e deram origem às actuais famílias das burguesinhas ricas que viajam para Portugal para mandar boquinhas sobre o "ouro do Brasil que os portugueses roubaram".

Boa viagem de regresso às terras de Vera Cruz !!!

(texto de Manuel Rezende, via Maria Pinto) 

 in  https://www.facebook.com/photo/?fbid=6035488149813503&set=a.102726493089728

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:42

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Sábado, 13 de Novembro de 2021

A notícia «Há crianças portuguesas que só falam 'brasileiro'» gerou comentários que dizem de uma exacerbada e incompreensível LUSOFOBIA e da ignorância optativa

 

 

Isto é um fenómeno que está amplamente disseminado na Internet, Google, YouTube, onde quer que haja algo sobre Portugal, os Portugueses, a Língua Portuguesa ou a História que liga (melhor dizer desliga) os dois países, que, infelizmente, já foram mais irmãos do que são hoje, a partir do momento em que esquerdistas ignorantes brasileiros decidiram mudar o rumo da História e da Língua, no Brasil, com base em premissas absurdas, e começaram a fazer lavagem cerebral aos alunos (e isto já vem do meu tempo de estudante no Brasil) com as mais repelentes mentiras, e a formatá-los para que andem por aí a exibir uma descomunal ignorância, que só desprestigia o Brasil e o seu Povo. E não vejo os brasileiros cultos (suponho que os haja, embora sejam em minoria) a rebater essas ignorâncias, até porque só lhes ficava bem e estariam a contribuir positivamente para uma imagem mais elegante do Brasil.

 

Ora, quando se trata de defender a HONRA de Portugal, da sua Cultura, da sua História, da sua Língua, venho a público com paus e pedras, e isto significa que dou trela a esses brasileiros incultos para que possam fazer BRILHAR a sua ignorância (e como brilha!) para que o mundo saiba porque que é que o Brasil ainda NÃO conseguiu transformar-se nos Estados Unidos da América do Sul, desde que ficou independente, em 1822. É que eles (os esquerdistas ignorantes brasileiros) culpam os Portugueses por os Brasileiros não terem capacidade para construir um grande país.  



A LUSOFOBIA, essa visceral antipatia ou aversão pelos Portugueses ou pelas coisas de Portugal, bem patentes nos comentários que captei para memória futura (capto-os em toda a Internet, e a lengalenga é igual em todos, o que prova a lavagem cerebral que lhes fazem, e desconfio que até sejam pagos para tal) é um desafecto EXCLUSIVAMENTE brasileiro. Nenhum outro povo diz tantos disparates acerca de Portugal, como os brasileiros portadores de mentes formatadas.

 

Leiam os comentários ao texto «Há crianças portuguesas que só falam 'brasileiro'», publicado no Diário de Notícias, o qual pode ser consultado neste link:  

https://www.dn.pt/sociedade/ha-criancas-portuguesas-que-so-falam-brasileiro-14292845.html?comment_id=5189222177761317&reply_comment_id=5189269007756634&fbclid=IwAR3fPFKvMNJfbn3Mn2BLBFcP9zKrozW4M3tbLmnpGUc6bKrF4zRU7xwBj9k

 

Deixo-vos com estas duas amostrinhas de comentários, mas há mais, pelo menos uns 162 até há pouco. Porque faço isto? Porque é preciso que Portugal ACORDE!!!!!! Porque é preciso que os brasileiros não andem por aí a envergonhar o Brasil.

 

 Isabel A. Ferreira

 

DN 1.png

DN 2.png

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:41

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 17 de Setembro de 2020

Ideologia de Género nas Escolas Portuguesas

 

Uma vergonhosa lavagem cerebral às indefesas crianças, a quem lhes são induzidas as "ideias" que são denunciadas neste vídeo, sem que elas percebam porquê.

 

O que pretende o "lobby" que está por trás disto?

É que isto faz parte de regimes totalitários. Não, de regimes democráticos.

 

O que pretende o Ministério da Educação? Robotizar as crianças portuguesas?

 

A sociedade portuguesa está a ser atacada por uma espécie de esquerdalha, que só desprestigia a esquerda, fazendo catapultar uma espécie de direitalha, que desacredita a direita. Cuidado! Já há quem esteja a esgueirar-se por esta brecha…   

Não tenham receio de abordar este tema e de dizerem ALTO o que pensam baixinho.

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:12

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 8 de Setembro de 2013

«Langosto será morto com lanças no dia 17 de Setembro, em Tordesilhas»

 

O Toro de la Vega é a prova maior da INSANIDADE MENTAL daquela gente de Tordesilhas, terrinha que devia sair do mapa, por não pertencer à HUMANIDADE. Os vermes são mais dignos do que os monstros que torturam, deste modo cruel, um ser vivo, para se divertirem. (Isabel A. Ferreira)

 

 

 

Por Prótouro

 

«Mais um ano e a barbaridade do touro de la Vega repete-se na vilória abjecta que dá pelo nome de Tordesilhas.

 

Langosto é a vítima de 2013.

 

Tordesilhas que poderia ser conhecida internacionalmente pelo tratado, é conhecida por uma das mais primitivas e bárbaras manifestações que ainda perduram no séc.XXI, acossar e matar um touro com lanças medievais.

 

Na realidade, este povinho não saíu da época das cavernas e tem orgulho nisso. Um candidato a presidente de câmara que fosse contra tal prática, jamais seria eleito nesta vila de trampa. Quanto aos cidadãos de Tordesilhas, que são contra tal prática, esses não falam por medo de represálias e ausentam-se da povoação quando este bárbaro evento tem lugar.

 

As crianças de Tordesilhas, essas também sofrem acosso na escola para serem no futuro acérrimas defensoras da vil “tradição”.

 

O vídeo que se segue, demonstra como os alunos do primeiro ciclo da escola Juana I de Castilla, em colaboração com a câmara municipal de

Tordesilhas, foram alvo de uma lavagem cerebral:

 

 
[O vídeo está indisponível porue a barbaridade é tão evidente, que não convém mostrar. COBARDES!]

 

 Estas crianças serão no futuro os algozes do próximo Langosto.

 

Prótouro

Pelos touros em liberdade»

 

Fonte:

http://protouro.wordpress.com/2013/09/06/langosto-sera-morto-com-lancas-no-dia-17-de-setembro-em-tordesilhas/

 

***

O “Toro de Fuego", outra aberração espanhola, desta vez, vencida pela razão:  foi cancelado graças à pressão e à indignação da população. 

 

 

Vale a pena lutar... Temos de continuar a insistir  

 

FRANÇA: Amélie-les-Bains CANCELA o "toro de fuego", anunciou François Garrigue, presidente do Festival Festibanyes.

 

Pressão e indignação da população!

 

 "5/09, Le maire d'Amélie les Bains, sous la pression des citoyens responsables, a ANNULÉ en fin de matinée le Toro de feu"

 

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=215781461914558&set=a.154159738076731.1073741828.154154991410539&type=1&theater

 

http://www.lenouvelliste.ch/fr/monde/amelie-les-bains-le-toro-de-fuego-annule-sous-la-pression-481-1214835

 

http://www.lindependant.fr/2013/09/05/amelie-les-bains-le-toro-de-fuego-annule,1787285.php

 

Fonte :

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=636597856372663&set=a.495946477104469.119091.459036527462131&type=1&theater

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:08

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 18 de Março de 2013

«Eles pavoneiam-se cobardemente em arenas, ostentando uma combinação de collants cor-de-rosa e lantejoulas…»

 

 

 

 

 A Hora do Riso, por Ricardo

 

(Para entenderem o que o Ricardo quer dizer, têm de abrir primeiro a publicação d’«O Blá, Blá, Blá…»)

 

Ricardo, deixou um comentário ao post O blá blá blá de sempre dos aficionados... falam, falam e não dizem nada que se aproveite… às 22:09, 2013-03-17.

 

Comentário:

«Este comentário merece ser analisado pois contém todos os pré-conceitos e clichés característicos da filosofia (ou ausência de) aficionada.

 

Quase que tenho pena deste individuo*, tal é o estado de ilusão em que se encontra, mas não é mais do que o resultado de anos e anos de lavagem cerebral.

 

A imagem que este sujeito tem de um "animalista" (conceito bacoco inventado pelos aficionados para descrever o resto do mundo) é a imagem que tem vindo a ser insistida pelo lobby tauromáquico, na sua frustrada tentativa de delimitar e definir o seu "inimigo".

 

É uma imagem completamente falsa, uma triste tentativa de criar uma figura ridicularizável com o qual se tentam vingar de o facto de os aficionados serem motivo de chacota de toda a sociedade.

Eles pavoneiam-se cobardemente em arenas, ostentando uma combinação de collants cor-de-rosa e lantejoulas que faz chorar os olhos de um daltónico e depois os "animalistas" é que são ridículos.

 

A forma como os aficionados inferem sobre características tão específicas das pessoas que condenam a sua actividade leva-me a crer que eles são omnipresentes.

 

Volta e meia lá vem um aficionado acusar abolicionistas de comer carne ou (neste caso) sapateira. Pergunto então: será que seguem os manifestantes depois das touradas? Será que vão até às casas deles para verem o que têm no frigorífico? Talvez recolham fezes para depois analisar, quem sabe?

 

Ao que parece, o Luís leu "algures" que alguém na Alemanha ou Austrália (aproximadamente, uma vez que um dos países é logo ao lado do outro...) que uma mulher que pertencia a uma associação de protecção de animais foi acusada de zoofilia. É suposto isso denegrir os abolicionistas? Em que sentido?

 

E se eu disser que li algures que no México ou em Espanha, um toureiro foi encontrado com centenas de Gigabytes de pornografia infantil no seu computador? Em que sentido é a minha afirmação menos fiável que a sua?

 

Este comentário limita-se a fazer conjecturas sem qualquer base lógica para tal. Tenta ser insultuoso ou talvez até provocador, mas acaba apenas por enaltecer a estupidez e falta de inteligência que é tão característica da comunidade aficionada

 

***

Boa, Ricardo! Esta foi na “mouche”.

E como eles gostam de dizer: quem não gosta, não leia…

Porque o facto de ler ou não ler não implica TORTURA para ninguém.

 

* O indivíduo a que o Ricardo se refere é Luís Soares, o autor do comentário (não o vão confundir com o torcionário da imagem).

 

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:41

link do post | Comentar | Ver comentários (8) | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Janeiro 2023

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
15
16
17
19
20
21
22
23
24
26
28
29
30
31

Posts recentes

O ouro do Brasil, que os...

A notícia «Há crianças po...

Ideologia de Género nas E...

«Langosto será morto com ...

«Eles pavoneiam-se cobar...

Arquivos

Janeiro 2023

Dezembro 2022

Novembro 2022

Outubro 2022

Setembro 2022

Agosto 2022

Junho 2022

Maio 2022

Abril 2022

Março 2022

Fevereiro 2022

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. 1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome. 2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas". 3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt