Quarta-feira, 25 de Novembro de 2015

OS JOVENS TROCAM TOURADAS POR FESTIVAIS DE MÚSICA

 

CRATO.jpg

Origem da foto tirada em Agosto de 2015, no Crato:

http://www.novasbatidas.com/crato-vila-alentejana-transforma-se-num-festival-de-verao/

 

No Crato (vila alentejana situada a 22 km de Portalegre, um viveiro de selvajaria tauromáquica) vivem durante o ano cerca de 1600 pessoas. Mas, durante o Festival de Música de Verão, o número aumenta e a vila recebe mais de 15 mil festivaleiros, por dia…

 

(Entenda-se por “festivaleiros” jovens mentalmente saudáveis).

 

Isto é bastante elucidativo das preferências da juventude portuguesa.

 

No Crato também há touradas, mas estas ficam-se pelos carrascos que lá vão torturar seres vivos, pelos ganadeiros que enchem os bolsos à custa dos dinheiros públicos, e pelas famílias deles.

 

O lobby tauromáquico, coitado, anda aflitinho, tão aflitinho, que está a fazer um esforço sobre-humano para tentar IMPINGIR o culto da barbárie não só a jovens e crianças, como a cidadãos que, estando totalmente DESINFORMADOS sobre o que é “isto” da tauromaquia, inclusive achando que “isto” faz parte da cultura portuguesa e acreditando que os Touros são feitos de pau e sumo de tomate, fazem figuras tristes, ao aceitarem, sem o mínimo sentido critico, o que lhes impingem.

 

Mas os jovens querem lá saber de ir a arenas ver torturar Touros!

 

O que eles querem é música. Festivais de música, onde podem dançar, cantar e dar aso à alegria saudável, própria da juventude.

 

Às arenas vão os que são OBRIGADOS a ir, e alguns irão à força de ameaças e pancadaria.

 

É por estas e por outras que as arenas estão cada vez mais às moscas (e mesmo estas evitam ir sujar as suas belas patinhas nesses antros conspurcados), e os festivais de música contam com milhares de jovens.

 

Os governantes devem SABER INTERPRETAR estes números.

 

Devem principalmente dar oportunidade às CRIANÇAS (as maiores vítimas da bestialidade dos adultos) de aprenderem a ser compassivas, para que no futuro possam ser cidadãos úteis á sociedade, e não uns INÚTEIS e PARASITAS como são os seus progenitores e TODOS os responsáveis pela (des) educação delas, incluindo, obviamente, os governantes.

 

É PRECISO DAR FUTURO AO FUTURO, URGENTEMENTE...

 

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 12:28

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 2 de Abril de 2014

“EL JUANITO” OU O TRIUNFO DA ESTUPIDEZ NA ARENA DE VILLA NUEVA DEL FRESNO (ESPANHA)

 

Filho do bandarilheiro Hugo Silva, “El Juanito” é uma criança nascida em Portalegre (Portugal), que depois de ter frequentado a escola de toureio do Agrupamento de Escolas de Alter do Chão, ingressou na Escola de Toureio José Falcão, em Vila Franca de Xira, e agora, ainda com 14 anos, anda por terras de Espanha a matar novilhos, para se divertir a si e a uns poucos sádicos, como se matar novilhos fosse uma tarefa muito educativa e adequada a crianças.

 

 

Repare-se nas bancadas a “abarrotar” de sádicos… A criança, coitada, que não sabe jogar à bola, mas é bom a cortar orelhas de touros mortos, torturou um ser vivo para uma arena vazia…

 
 

 Eis o momento da colhida do Juanito

 
 

Vista de outro ângulo, reparem na “enchente” nas bancadas… E mata-se um Bovino inocente, para ninguém ver… e ainda por cima é colhido, depois de golpear de morte o desventurado animal.

 

Isto é a glória da estupidez…

 

E então noticia-se tal façanha macabra dizendo-se que o jovem diestro português, João Silva, "El Juanito", cortou as duas orelhas a um novilho que enfrentou na praça espanhola de Villanueva del Fresno, num espectáculo de juventude, mas sofreu aparatosa colhida quando entrava a matar… O que no entanto (desta vez) não deu para ficar nem paraplégico, nem tetraplégico, nem morto no meio da arena.

 

Será preciso que tal aconteça para que se ponha fim a tais descalabros?

 Na sua página  do "Facebook" esta criança  publicou  as fotos do acidente e escreveu que "o toureio é a única arte em que se brinca com a morte", que é uma brincadeira que um menino costuma praticar normalmente.

 

Já não vou falar de um pai que é bandarilheiro e o que quer é que o filho lhe siga as pegadas, ainda que possa tornar-se num monstrinho…

 

Mas as autoridades terão de ser responsabilizadas por estas transgressões às leis que existem para proteger (ou deviam proteger) as crianças.

 

Isto tem de acabar.

 

E acabará. Quer queiram, quer não queiram.

 

Origem das fotos: http://farpasblogue.blogspot.pt/2014/03/el-juanito-triunfo-e-colhida-em.html

 

***

Nestes links podemos ver como são torturados novilhos, e como são sangrados… Estes também não são considerados animais pela lei portuguesa.

 

http://diariotaurino.blogspot.pt/2011_12_01_archive.html

 

http://farpasblogue.blogspot.pt/2013/04/el-juanito-2-orelhas-no-debute-de-luces.html

 

http://diariotaurino.blogspot.pt/2011/12/el-juanito-na-escola-de-toureio-de-vila.html

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:40

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 23 de Julho de 2013

«EDUCAÇÃO POSITIVA – ANIMAIS HUMANOS E ANIMAIS NÃO HUMANOS»

 

Obrigatório ler

 

 

 

Por Vasco Reis (Médico Veterinário)

 

«Os animais juvenis não humanos e humanos são receptivos a experiências, que os impressionam e marcam para a vida, de uma maneira geral de maneira tão mais forte, quanto mais precocemente elas acontecem. É mais uma semelhança entre as espécies animais não humanas e a humana, além do esquema anatómico, a fisiologia, a neurologia, a emotividade, a consciência do que se passa à sua volta, a capacidade de experimentar empatia ou desconfiança, medo, prazer, dor, etc. Animais bebés aprendem com os progenitores e, por exemplo, a confiar nos humanos, se têm cedo um contacto agradável com gente.

 

Assim sucede com as experiências de crianças humanas perante exemplos e educação no sentido de respeito pelo ambiente e pelos seres vivos ou, pelo contrário, no sentido da exploração destruidora, agressão impiedosa, etc.

 

Os tauromáquicos estão a aproveitar-se disso, incidindo com a sua persuasão sobre jovens, perante a indiferença ou com a conivência de pais, professores, escolas, institutos de juventude, ministérios, Misericórdias, igrejas, políticos, grande parte da sociedade.

 

É, portanto, fundamental e urgente que os respeitadores da Terra, da Vida, da Paz, da Tranquilidade, da Ética, da Compaixão se organizem e contribuam para a educação da juventude no sentido do respeito pelo ambiente e pelos seus seres.

 

Com os meios do contacto directo, do exemplo, da comunicação social, da solidariedade e apresentando a força dos argumentos do senso comum e da ciência está o caminho aberto e facilitado, além de ser uma acção positiva e aliciante para os animais não humanos e para a sociedade humana.»

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 11:22

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2013

AS TOURADAS ESTÃO COM O PÉ NA COVA TANTO NA ILHA TERCEIRA COMO NAS RESTANTES REGIÕES ONDE A CIVILIDADE AINDA NÃO CHEGOU

 

Isto para responder aos comentários do Luís Soares, e ao responder a ele, respondo a todos os que, infelizmente, vivem num desconhecimento total do que é o mundo tauromáquico, porque o que lhes “passaram” como certo é a maior das mentiras.

 

 

 

Se isto que acabámos de ver é arte e emoção, rasguemos todos os livros e atiremos a humanidade contra um muro cravado de punhais.  

 

 

Luis Soares disse sobre “INVESTIGADOR” DA UNIVERSIDADE DOS AÇORES, JOÃO PEDRO BARREIROS, DEFENDE QUE AS GANADARIAS DA ILHA TERCEIRA SÃO “RESERVAS BIOLÓGICAS”na Segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2013 às 13:13:

 

 

«\" Na Ilha Terceira a vegetação endémica sempre existiu, existe e existirá mesmo depois da abolição das Touradas, que estão já com os pés na cova.\" . Bem, eu sou da Terceira, e felizmente, que posso dizer que não, não estão de pé para a cova... Chega a haver mais que uma no mesmo dia. É sem dúvida dos locais no mundo, onde há maior culto ao touro. Basta ver que temos o maior monumento feito ao touro, no mundo! Uma estátua de três touros com as suas investidas características. O segundo está no México. Não sei se já veio cá alguma vez. Espero que sim, senão todo este texto perde o seu sentido. Mas se veio, não acredito que não tenha sentido toda esta aficion do povo terceirence… terminou um dos seus posts com imagens a definir o que é arte. Convido lhe a ir ao dicionário pesquisar o significado de arte. Uma tourada é sem dúvida! Arte, emoção! Com os melhores cumprimentos,»

 

***

Pois Luís Soares, garanto-lhe que essa diversão sórdida, digna apenas de gente malformada e de maus instintos, está moribunda, apesar de dizer que chega a haver mais do que uma no mesmo dia. Isso só diz da doença de que sofrem.

 

A tourada está a morrer. Com os pés já dentro da cova. É só mais um empurrãozinho e lá vai tudo.

Mas a Ilha Terceira alguma vez foi evoluída?

 

O que disse só DESPRESTIGIA uma terra com belezas naturais e um povo muito, muito, muito desinformado (para não dizer coisa pior).

 

O facto de ser um dos locais do mundo onde há o maior “culto” ao Touro significa que é uma das terras mais atrasadas do mundo. Não é capaz de se aperceber disso?

 

Culto de morte? Culto de violência? Culto de estupidez?

 

Reveja o vídeo.

 

A afición do povo terceirense é uma DOENÇA MENTAL. Não vos traz nenhum prestígio. Pelo contrário. O turista culto não visita a Ilha Terceira.

 

Estátuas a Touros, para celebrar a tortura de que são alvo? Só mesmo numa terra onde a CIVILIDADE ainda não chegou.

 

Arte e emoção? A tourada?

 

Luís Soares, veja e reveja o vídeo que ilustra o que que lhe quero transmitir, e depois diga-me se é capaz de ver arte onde o sangue roja aos borbulhões de um corpo vivo, em grande sofrimento, diante de um povo completamente ensandecido.

 

***

 

Luis Soares disse sobre GRUPO DE FORCADOS ACADÉMICOS DE LEIRIA NÃO ENVERGONHEM UMA JUVENTUDE QUE SE QUER ÚTIL À SOCIEDADE na Segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2013 às 13:27:

 

«Mais uma vez... Acho que estão a falar sem conhecimento de causa. O forçado covarde? Como é possível dizerem isso?... Dizem que é covarde porque pega um touro já sem forças, (coisa que claro q não é verdade, mas que eu não vou argumentar), mas sim perguntar então, o que é que São os forcados que vão pegar ao Canada, em que o touro tem proteções e mais proteções, nao pode sangrar nem um pouco pois será logo recolhido. Quanto ao Numero de países, pois claro q são poucos, é uma questão de cultura e história dos próprios países... Só Portugal é que tem Fado... Porque será? Deviamos \"evoluir\"? O pop é que é! Só um país?... Q estranho... :

 

 

Veja-se o Touro cheio de bandarilhas nas costas. O sangue a escorrer, e o Touro já quase nem se aguenta em pé. Está moribundo. Para se defender, reúne todas as suas derradeiras forças e investe contra um bando de covardes, que o agarram, que o torcem, que o molestam, puxam-lhe o rabo, fazem-no andar às voltas… e o sangue a escorrer daquele corpo já massacrado, já quase esvaído… A isto, em qualquer parte do mundo civilizado, chama-se COVARDIA.

 

 

Quem é que está a falar sem conhecimento de causa?

 

Como é possível dizerem isso?

 

Basta ver o vídeo.

 

Pois vou dizer-lhe o que é um forcado, porque ninguém nunca vos disse o que era um forcado.

Um forcado, dentre todos os covardes que torturam o Touro,  antes e depois de ir para a arena, é o mais COVARDE.

 

É isto que é um forcado. Um COVARDE. Um sujeito com maus instintos. Malformado. Ignorante. Patético.

 

Gostava que lhe fizessem o mesmo, estando o Luís com umas tantas facadas enfiadas no corpo? A esvair-se em sangue? Cheio de dores? E vinha um bando de sete ou oito metidos a valentes para cima de si e o torciam, e o agarravam… Gostava?

 

Ponha-se no lugar de quem é assim tão barbaramente torturado.

 

Os países onde esta prática primitiva e ignorante é permitida são poucos, e são todos latinos. E por serem poucos significa que os restantes evoluíram e estes não.

 

«Só Portugal é que tem Fado... Porque será? Deviamos "evoluir"? O pop é que é! Só um país?... Q estranho..»

 

Eu NEM ACREDITO!

 

Esta não tem resposta possível!

 

E hoje não me apetece dizer aqueles adjectivos todos que bem definem uma pessoa que escreve uma frase destas…

 

Enfim… Veja o vídeo, Luís Soares…

 

E se não vir ali COVARDIA, é porque é cego mental. Desculpe lá esta.

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:47

link do post | Comentar | Ver comentários (15) | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Julho 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

OS JOVENS TROCAM TOURADAS...

“EL JUANITO” OU O TRIUNFO...

«EDUCAÇÃO POSITIVA – ANIM...

AS TOURADAS ESTÃO COM O P...

Arquivos

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt