Sábado, 4 de Janeiro de 2020

O partido espanhol VOX convoca manifestação e inclui Portugal no mapa de Espanha

 

Não me surpreenderia nada que isto acontecesse, de facto, porquanto os actuais (des)governantes, que temos, andam a VENDER Portugal ao retalho, e se lhes acenassem com algo do interesse espanhol, os nossos (des)governantes curvar-se-iam, como se têm curvado a outros interesses estrangeiros. Uma vergonha!

 

O VOX, partido espanhol de extrema-direita, convocou uma manifestação para o dia 12 de Janeiro em frente a todas as câmaras municipais de Espanha. Até aqui nada de pasmar. O que é de pasmar é que o VOX incluiu Portugal no mapa que usou para divulgar esta iniciativa.

  

E mais estranho ainda foi não ter incluído as ilhas Baleares e as Canárias, ou Ceuta e Melilla, no norte de África.

Que significado poderá isto ter?

Temos de ficar com os olhos bem abertos!  

 

VOX.png

Fonte:

https://executivedigest.sapo.pt/vox-convoca-manifestacao-e-inclui-portugal-no-mapa-de-espanha/

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:22

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 16 de Abril de 2018

ENTROU EM VIGOR A LEI QUE PROÍBE TORTURAR E MATAR TOUROS NAS ILHAS BALEARES

 

O Tribunal Constitucional decidiu acabar com a suspensão preventiva da lei que regula as touradas e a protecção dos animais, conhecida como “Ley de toros 'a la balear'”.

 

BALEARES.jpg

 

ANIMA.png

 

O Tribunal Constitucional (TC) concluiu a suspensión de la Ley de Toros a la balear, solicitada pelo Governo de Espanha contra a normativa aprobada por el Parlament, enquanto o Tribunal não se pronuncia sobre a constitucionalidade das normas solicitadas.

 

Desta forma, a lei autonómica promovida pela nossa campanha Maiorca Sem Sangue, Mallorca Sin Sangre que proíbe, entre outros, a morte do animal nas touradas, estará vigente. O Tribunal Constitucional dispunha de um prazo não superior a cinco meses para ratificar ou levantar a suspensão.

 

O Tribunal Constitucional acolheu esta decisão (…) em que conclui que "o regulamento contido nas normas solicitadas   não é exactamente igual ao que foi declarado inconstitucional em 2016", já que não há "semelhança ou coincidência literal”, que a jurisprudência do TC requer, para poder fundamentar, excepcionalmente, a manutenção da suspensão em virtude do critério do aparecimento do bom direito ".

 

Nos autos, consideram-se insuficientes os argumentos apresentados pela jurisprudência do Estado para manter a suspensão da Lei dos Touros, enquanto se soluciona o recurso. Nesse sentido, a TC enfatiza que "para prosseguir com a manutenção da suspensão, não basta invocar a existência dos danos que a eficácia da norma poderia causar", mas também é necessário "demonstrar ou, pelo menos, inferir consistentemente a sua procedência e a sua impossível ou difícil reparação dos mesmos", uma vez que deve partir-se do princípio na existência de uma presunção de constitucionalidade a favor das normas ou actos objectos de conflito ". Neste caso, o TC considera que estas argumentações não foram cumpridas o suficiente para justificar que a Lei de Touros das Ilhas Baleares permaneça suspensa.

 

O fim das touradas tal como as conhecemos nas Ilhas Baleares deve-se a organismos locais e internacionais como a AnimaNaturalis, CAS International, Fundação Franz Weber e AVATMA.

 

Fonte:

http://www.animanaturalis.org/n/44907

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:34

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 13 de Setembro de 2016

«TORDESILHAS CONTINUA A SER A CAPITAL DO ÓDIO CONTRA OS ANIMAIS»

 

HOJE EM TORDESILHAS TROCOU-SE O “TORO DE LA VEGA” PELO “TORO DE LA PEÑA

 

Para festejar Nossa Senhora da Penha…

 

A crueldade é como uma segunda pele. Quem nasce com ela, morrerá com ela, a menos que seja despelado em vida.

Em Tordesilhas, infelizmente, os que nasceram perversos, ainda não foram despelados...

 

TORO DE LA PEÑA.jpg

Pelado – o Touro (na imagem) que esta manhã, em Tordesilhas, foi perseguido pelas ruas, durante hora e meia, por uma multidão de doidos, ficou exausto e foi abatido por um dardo sedante e permanece encerrado numa gaiola, até que seja conduzido ao matadouro.

Por uma iniciativa da CapitalAnimal e o Hogar Pro Vengan foi proposto ao alcaide de Tordesilhas que em vez de se matar o touro, que este seja enviado para um santuário.

Assinem a petição, por favor:

https://www.change.org/p/sanchezcastejon-expulsa-del-psoe-al-alcalde-de-tordesillas-por-no-suprimir-el-toro-de-la-vega/u/17844362?tk=841KvLaC_kN3QiPHXbOQjwdu3-G8E-c2qN8CzFnJeAQ&utm_source=petition_update&utm_medium=email

 

AIDA.jpgMensagem de Aïda Gascón Bosch Directora en España | AnimaNaturalis Internacional www.AnimaNaturalis.org

 

«Tordesilhas converteu-se numa dessas palavras carregadas de violência, agressão e crueldade. Ao escutá-la, vemos os rostos alienados de aficionados transportando longas lanças e ideias curtas.

 

Encontramos o olhar dos Touros Rompesuelas, Volante e Afligido.

 

Temos estado do lado da compaixão contra a ignorância, do amor contra as “tradições” mais desprezíveis.

 

Temos lutado juntos nesta batalha de Tordesilhas.

 

Desde os que enchemos autocarros, para mostrar que somos milhares, aos que povoam as redes sociais, aos que pressionam os políticos e aqueles que põem em causa a sua integridade física.

 

Ganhamos esta batalha. Já não se perfuram os Touros com lanças… mas somos testemunhas do que hoje sofreu o Touro Pelado.

 

Damo-nos conta de que a violência ainda não terminou.

 

Tordesilhas continua a ser a capital do ódio contra os animais.

 

Ganhámos a batalha de Tordesilhas, mas a luta pelo bem-estar animal não está terminada.

 

Ainda temos centenas de largadas de touros, touros embolados, Medinacelli, encierros (confinamentos), San Isidro, corridas de touros, Pamplona, bezerradas, todos ao mar, amarrados, e um extenso etc.

 

A AnimaNaturalis festeja cada êxito, mas antes que os copos repousem na mesa, já estamos a pensar no passo seguinte… na batalha seguinte.

 

Ajuda-nos a ganhar mais batalhas. Sê parte da nossa luta contra tantos abusos. Assina a nossa campanha contra as corridas de touros em Pamplona, para pôr fim aos correbous (os touros de fogo), para abolir a tauromaquia nas Ilhas Baleares, para continuar o nosso trabalho dia e noite, para que possamos mudar o mundo para os animais.

 

Caminhemos unidos até à vitória seguinte!»

 

Aïda Gascón Bosch Directora en España | AnimaNaturalis Internacional www.AnimaNaturalis.org

 

 

ASSINATURA.png

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:00

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 31 de Julho de 2015

AGORA SIM, PALMA DE MAIORCA É ANTI-TOURADA

 

(Enquanto o mundo evolui, Portugal permanece mergulhado nas trevas)

 

ANIMA NATURALIS1.gif

ANIMA NATURALIS2.jpg

 Guillermo Amengual Cantallops liderando uma manifestação

 

É impressionante o que se sente nestes momentos. Acabámos de sair da Câmara Municipal de Palma de Maiorca, com uma vitória incrível nas nossas mãos: a declaração de Palma como cidade anti-tourada!

 

Nós conseguimos!

 

Palma de Maiorca une-se aos 19 (dezanove) municípios da ilha, que se declararam anti-tourada.

 

Palma disse sim à vida, ao respeito, ao progresso… mas este não é o fim do caminho. Ainda é necessário que toda a região se declare contra a corrida de touros e que esta prática selvagem seja abolida para sempre.

 

Vamos continuar a celebrar mais vitórias em nome dos animais!

 

Contigo, conseguiremos que sejam muitas mais cidades a declararem-se livres do maltrato animal.

 

Com o apoio de gente como tu, que acredita num mundo onde os animais têm direitos e são respeitados, conseguiremos acabar com a tauromaquia nas Ilhas Baleares e na Espanha inteira.

 

Ajuda-nos a tornar realidade esse mundo.

 

Ajuda-nos a continuar a fazer história em nome dos animais.

Une-te a nós!

 

Contigo conseguiremos a vitória definitiva.

 

Obrigada, por estares com os animais.

 

Guillermo Amengual Cantallops

Coordenador da Campanha | AnimaNaturalis Internacional

www.AnimaNaturalis.org

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:31

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 30 de Julho de 2015

ABOLIÇÃO DA TAUROMAQUIA EM PORTUGAL E NO MUNDO

 

ESPANHA: CINCO CIDADES CANCELAM TOURADAS E OUTRAS SEGUIRÃO ESTE CAMINHO

 

TOURADA ESPANHA.jpg

Origem da foto:

http://noticias.bol.uol.com.br/fotos/imagens-do-dia/2015/07/07/festa-de-sao-firmino-na-espanha-tem-protesto-festa-e-folioes-feridos-por-touros.htm?fotoNav=59

 

Posted: 28 Jul 2015 09:31 PM PDT

 

Os municípios de Corunha, Gandía, Mancor de la Vall, Pinto e Azira decidiram suspender corridas e outros eventos ligados à tauromaquia previstos para esta época, mesmo que eles tivesse já sido contratualizados há dias ou meses.

 

Segundo o site 20 Minutos, muitos destes eventos tinham sido acordados entre os empresários e as autarquias antes das eleições de Maio. No entanto, muitos dos programas eleitorais previam o cancelamento destes eventos, pelo que os autarcas eleitos estão a cumprir as promessas.

 

Para além destes cinco municípios, outros dois ponderam seguir o mesmo caminho: Huesca e Alicante. A nova autarca de Madrid, Manuela Carmena, também já avisou que não irá destinar “nem um euro público” para eventos que exploram os animais. Veja a opinião de várias regiões espanholas sobre o tema:

 

Galiza

 

O município da Corunha decidiu na semana passada suspender a Feira Taurina, apesar do pré-contrato assinado com um empresário. O presidente da câmara, Xulio Ferreiro (Marea Atlántica), prometeu durante a campanha eleitoral “não financiar a exploração de touros, nem outros espectáculos de maltrato animal”. A plataforma abolicionista Galicia, Mellor Sen Touradas aplaudiu a medida e destacou que esta decisão pode abrir o debate sobre a possibilidade de impulsionar uma iniciativa legislativa popular sobre a abolição das corridas de touros.

 

Comunidade Valenciana

 

É a região onde mais tem aparecido novos municípios anti-touradas. Em Gandía – localidade da Comunidade Valenciana onde não foram realizadas corridas de touros durante 24 anos, até 2012 – as coligações políticas que actualmente governam a região, PSOE e Mes Gandía, decidiram eliminar as festividades taurinas sob os argumentos de que “Gandía é contra o maltrato animal” e porque “é uma despesa que não pode ser assumida actualmente”.

 

Em Alzira, onde os chamados “bous al carrer” começaram a ser celebrados há sete anos com o apoio do PP (Partido Popular), tais celebrações foram também canceladas pelos novos governantes (Compromís), com o argumento de que a maioria da população não aprova estas práticas na localidade. Além desses, outros municípios valencianos, como L’Horta, Xàtiva e Aldaia planejam realizar referendos sobre a organização de eventos que exploram touros. Em Alicante, por sua vez, o tripartido PSOE, Guanyar e Compromís prevê retirar o apoio financeiro e ajudas públicas à praça de touros, e em 2017 acabarão definitivamente as festividades.

 

Ilhas Baleares

 

Mancor del Vall (Maiorca) é, desde o dia 1 de Julho, o povo balear número 18 na lista dos declarados “municípios anti-touradas”, a pedido do novo prefeito, de Mes per Mancor. A capital, Palma de Maiorca, poderá também integrar a lista, debate previsto para o próximo dia 30 de Julho, o primeiro da legislatura. Com o propósito de pressionar as autoridades, a associação “Mallorca sin sangre” (Maiorca sem sangue) convocou uma manifestação para o sábado dia 25 de Julho. A lista de municípios anti-touradas na Espanha abriga actualmente um total de 101 localidades. A primeira a encabeçar a lista foi Tossa del Mar (1989) e a última a juntar-se Ariany (Maiorca), em Janeiro de 2015.

 

Aragão

 

O município de Huesca também está susceptível a questionar os seus cidadãos sobre a celebração destas festividades. O presidente da câmara, Luis Felipe (PSOE), disse recentemente que “não proibirá nada”, mas abrirá uma via de diálogo para que as pessoas decidam o modelo de festas que querem para a Feira de São Lourenço. “Se houvesse o não como proposta para o espectáculo de touradas, seriam os cidadãos que decidiriam, pois haveria um referendo para isso”, garantiu.

 

Comunidade de Madrid

 

Em Madrid, os vencedores do município de Pinto, Ganemos Pinto, também decidiram deixar de financiar as largadas e corridas de touros. O último plenário municipal foi celebrado no final de Junho. Por sua vez, a presidenta da câmara de Madrid, Manuela Carmena, também planeava, no seu programa de governo, deixar de financiar as touradas. O grupo governamental “Ahora Madrid” renunciou ao seu espaço na plateia da Praça de Touros Las Ventas e não financiará a escola de toureiros. Somos Alcalá optou por sair da comissão de festividades para evitar ter que colocar touros na programação habitual.

 

Os abolicionistas vêem estes tímidos primeiros passos como um “avanço positivo porque demonstra que os partidos perceberam que há uma necessidade da população de acabar com o drama que vivem os animais nessas festividades”, nas palavras de Amanda Luis, do PACMA. Ela considera que o não financiamento destes eventos ainda não é o suficiente. “Se o que queremos é construir uma sociedade mais justa e ética, os eventos taurinos não só devem deixar de ser subsidiados, como também devem ser proibidos. Ou a tortura deixa de ser humilhante quando é paga com o dinheiro privado?”, disse. A sua proposta passa por uma “proibição, gradual, mas proibição¨, sem deixar de lado outros “maus-tratos a animais como a caça e o abandono de cães”, acrescenta.

 

greensavers.sapo.pt

via ANDA

***

SÓ PORTUGAL CONTINUA MERGULHADO NAS TREVAS

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:22

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Outubro 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

O partido espanhol VOX co...

ENTROU EM VIGOR A LEI QUE...

«TORDESILHAS CONTINUA A S...

AGORA SIM, PALMA DE MAIOR...

ABOLIÇÃO DA TAUROMAQUIA E...

Arquivos

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. 1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome. 2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas". 3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt