Sábado, 13 de Fevereiro de 2021

A questão da destruição dos brasões da Praça do Império (Lisboa): se desatássemos a destruir tudo o que celebra o passado, o mundo ficaria CARECA

 

 

image.jpg

Brasões florais da Praça do Império em Belém © Álvaro Isidoro/Global Imagens

 

A Câmara Municipal de Lisboa quer destruir os brasões da Praça do Império, argumentando que há falta de dinheiro, de jardineiros e de não existir nada para recuperar, e mais blá blá blá... E diz isto como se todos os Portugueses fossem muito parvos!

 

A este propósito tem corrido muita tinta: os que vêem a História com olhos de ver são contra estes actos predatórios; os que olham para a História, como algo escrito a lápis, que se pode riscar e rabiscar conforme a ignorância de cada um, são a favor de destruir tudo o que não é conforme a ideologia política que defendem.

 

E eu, como sou incapaz de ver passar o vento sem entrar na tempestade, ocorre-me dizer o seguinte:



1º - Renegar o passado é da ignorância.

 

2º - Olhar para o passado à luz dos valores do século XXI d.C. é também da ignorância.

 

3º - Se desatássemos a destruir tudo o que celebra o passado, o mundo ficaria CARECA.

 

4º - Se querem apagar o passado assente em ideologias políticas, comecem por destruir as estátuas erguidas ao maior assassino da História da Humanidade, ultrapassando Hitler: Estaline.

 

5º - Depois falem do Império Português: que teve as suas coisas más e as suas coisas boas, como todos os impérios: basta recordar o Império Romano e o Império Muçulmano, aos quais Portugal e o mundo devem quase tudo.

 

6º - Aproveite-se as coisas boas e aprenda-se com os erros cometidos, para que não sejam cometidos novamente.

 

7º - Porque esta pretensão de destruir a memória de um passado que EXISTIU, e não pode ser apagado apenas porque um punhado de extremistas o querem, é um acto de uma ditadura esquerdista que estão a tentar impor-nos.

 

8º - E isto é inaceitável: ditaduras? nem de esquerda, nem de direita. Ditaduras, em Portugal, NUNCA MAIS!

 

9º - E a cegueira e a ignorância, quiçá, a estupidez, são de tal ordem que acham que apagando os símbolos do passado, apagam a História.

 

10º - No entanto, do imperialismo português jamais se livrarão. Porque ele existiu, e é para ESTUDAR, assim como estudamos o tempo de má memória do Tarrafal, dos campos de concentração nazistas e o dos gulags da Sibéria: três ideologias (fascista, nazista e comunista) todas farinha do mesmo saco, e que vão para o diabo, que as carregue a todas.

 

Já BASTA de tanta estultícia!


Como tantos estultos foram parar a cargos governativos é um grande mistério. E o mais grave é que nas próximas eleições autárquicas (e legislativas) corremos o risco de termos mais do mesmo, mas para muito pior.

 

Não se ponham a pau, e muito brevemente andaremos todos a marchar: ou de punho erguido ou de mão estendida, em todos os Terreiros do Paço do nosso pequeno e pobre País! E ambas as marchas serão um regresso ao passado que tanto se quer ver destruído!

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:46

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos (1)
Domingo, 3 de Junho de 2018

O QUÊ É ISTO? ISTO A SER VERDADE É O REGRESSO AO PASSADO E AO LÁPIS AZUL!

 

Li isto publicado no Facebook, na página Jornalistas.

E isto vem do Partido Socialista?

Têm certeza? Dos SOCIALISTAS?

Estão a brincar connosco?

Nem acredito!

O PS mudaria de nome? De PS para PF? Partido Fascista?

Há que penalizar os socialistas nas próximas eleições legislativas, por esta e por outras arbitrariedades ditatoriais, que estão a fazer retroceder a sociedade portuguesa.

Os socialistas a sério deviam pôr ordem na “casa”. Por este andar o PS estará na lista dos partidos de extrema-direita.

 

LÁPIS AZUL.jpg

Fonte da imagem:

https://www.facebook.com/groups/semprejornalista/?multi_permalinks=1651038958298308&notif_id=1528023586295896&notif_t=group_activity&ref=notif

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:23

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 30 de Junho de 2015

ONG OBTÉM IMAGENS INÉDITAS ONDE TOUROS SÃO TORTURADOS E ASSASSINADOS EM ESPANHA

 

A ESTUPIDEZ dos animais humanos irracionais no seu estado mais puro.

 

É esta barbárie que o governo fascista de Espanha, a igreja católica de Espanha, e a os reis de Espanha apoiam, fomentam e aplaudem.

 

Quando pensamos que já vimos tudo, aparece sempre algo que nos surpreende.

 

O animal-homem, irracional e predador, tem uma capacidade infinita para a ESTUPIDEZ!

 

 

Ver as imagens inéditas neste link:

http://direitosdosanimais.org/website/noticia/show.asp?pgpCode=2CD4CD25-B0B7-076F-9EAB-4BFD32907547#.VZBmWzTyOUg.facebook

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:06

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 14 de Setembro de 2014

PONTE DE LIMA, UMA DAS MAIS OBSOLETAS VILAS PORTUGUESAS, VESTE-SE HOJE COM AS CORES NEGRAS DA IMBECILIDADE PARA APLAUDIR A SELVAJARIA TAUROMÁQUICA

 

TOLERÂNCIA ZERO!

Já não bastava a mais que estúpida e cobarde prática da Vaca das Cordas, agora repescam outra idiotice: a tourada.

 

É só somar.

 

E o presidente da Câmara Municipal, que tem visão curta, restringe à moda fascista uma manifestação anti-tourada, que está consignada na Constituição Portuguesa, ao contrário da selvajaria que, a realizar-se, não cumprirá todos os requisitos do RET, como é habitual.

 

 

Foto: Luís Rodrigues S/Vaca das Cordas

 

Veja-se a cobardia dos broncos limianos que  brincam aos parvos, com um bovino indefeso, embolado e atado pelos cornos sem possibilidade de fuga.

 

E chamam a isto “evento cultural”.

 

Quanta ignorância! Quanta incultura! Quanta imoralidade!

 

Ponte de Lima, é mais uma viloriazinha classificada Abaixo de Lixo

 

TOLERÂNCIA ZERO!

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 10:30

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 7 de Dezembro de 2012

O homem que aplaude e paga para ver um Touro a ser torturado é um psicopata ainda que não esteja diagnosticado como tal…

 

 

 

 

Por Julio Ortega (*)

 

O homem que aplaude isto e paga para vê-lo é um psicopata, ainda que não esteja diagnosticado.

 

Aquele que o faz e leva dinheiro por isso é um criminoso, apesar de a sua conduta não estar tipificada como um delito.

 

O artista que o enaltece é um desequilibrado por muito virtuoso que seja o seu ofício.

 

O governo que o apoia é fascista, por muito que tenha sido eleito nas urnas.

 

E aquele que o repudia mas cala e consente é um cobarde.

 

Esta é provavelmente a postura mais difícil de justificar e a pior das hemorragias. A que mais dói e mata.»

(*) Julio Ortega (Casma, 1942) é um escritor e crítico literário peruano

Fonte:

https://www.facebook.com/#!/photo.php?fbid=4540347463168&set=a.1479904274001.2064338.1125623170&type=1&theater

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 11:15

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Maio 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

A questão da destruição d...

O QUÊ É ISTO? ISTO A SER ...

ONG OBTÉM IMAGENS INÉDITA...

PONTE DE LIMA, UMA DAS MA...

O homem que aplaude e pag...

Arquivos

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt