Terça-feira, 15 de Abril de 2014

AUTOCARROS DA VERGONHA, PAGOS COM DINHEIROS PÚBLICOS, PARA LEVAREM AFICIONADOS DE TOURADA EM TOURADA…

 

Os da prótoiro, é sabido, não têm vergonha na cara, se tivessem, não andavam por aí a choramingar disparates

 

 

Nesta imagem vêem-se autocarros de terrinhas portuguesas taurinas, estacionados à porta do campo pequeno, e aqui os dinheiros já não são públicos?

 

É hábito, mais do que conhecido, as autarquias que apoiam o circo da tortura de bovinos, cederem autocarros, pagos com o erário público, para levarem aficionados de umas touradas para outras, porque é o modo que os tauricidas têm de terem alguma plateia nas arenas, e até para terras de Espanha.

 

Ora agora vêm os da prótoiro choramingar que a Câmara Municipal de Faro cedeu um autocarro para trazer daquela cidade, defensores dos animais, até Lisboa, para a Grande Marcha Animal, num acto pacífico e cívico de grande envergadura, e não de tortura.

 

Pois vamos enviar os nossos e-mails de congratulações por o autarca de Faro ter tido uma atitude condizente com ao teor da missão: ajudar a construir algo positivo pela sociedade e pelos animais e não a destruir, como fazem os aficionados, que torturam seres vivos.

 

Deste modo, a Câmara Municipal de Faro colaborou para uma justa causa, e não para os grupos de aficionados (esses sim, fascizantes, por tudo o que representam) os quais atacam touros e conspurcam a cultura portuguesa, com suor, bosta e urina, e cerceiam o direito à liberdade dos bovinos de viverem a vida tranquilamente como merecem e é da sua natureza.

 

Enviem o vosso mail de agradecimento para:

 presidente@cm-faro.ptam@cm-faro.pt

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:15

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 20 de Novembro de 2012

ALGARVE BESTIAL - O PRINCÍPIO DE UMA EDUCAÇÃO BESTIAL (ANTI-TAUROMÁQUICA)

 

 

Macário Correia, Presidente da Autarquia, na apresentação do filme em Faro

 

 

(Nota de Imprensa)

 

Apesar do filme ter feito a sua estreia há apenas um mês, a exibição em Faro marca uma nova etapa no percurso de Um Documentário Bestial!

 

No Porto, no final da estreia no Cinema Passos Manuel, uma professora universitária convidou-nos para exibir o filme na faculdade onde lecciona. Agora em Faro, uma professora do ensino secundário deixou-nos o repto de passar o filme nas escolas, ideia que agradou à plateia que participou no debate, e disponibilizou-se para ser interlocutora na instituição de ensino onde dá aulas. Hoje mesmo, via e-mail, foi a vez de uma outra professora universitária propor a exibição do filme na sua faculdade.

 

Confesso que é bestial porque este era um dos grandes objectivos do filme: UMA EDUCAÇÃO BESTIAL. Por isso, em breve, anunciaremos as escolas e universidades onde o filme irá ser exibido.

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:57

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 25 de Setembro de 2012

MACÁRIO CORREIA CANCELA GARRAIADA E DECLARA QUE TOURADAS NÃO SÃO BEM-VINDAS NO CONCELHO DE FARO

 

 

Os estudantes da UNIVERSIDADE DO ALGARVE, sem o menor respeito pela Cultura Culta, pretendiam fazer uma recepção ao caloiro com uma triste GARRAIADA, facto que só demonstraria a mesquinhez de carácter de quem tem o desplante de frequentar uma Universidade e permanecer na IGNORÂNCIA.

 

Ora este “espectáculo”, nada digno de estudantes universitários, foi TRAVADO pelo Presidente da Câmara Municipal de Faro, Engenheiro Macário Correia, que com a lucidez que sempre lhe reconheci, decidiu NÃO AUTORIZAR a garraiada da Semana da Recepção ao Caloiro.

 

Todos nós celebramos esta medida, que não só dignifica Faro, como também a pessoa do seu Presidente da Câmara, que tem a lucidez de saber o que é mais adequado para a cidade.

 

E deixamos aqui um recado aos estudantes universitários: se estão a tirar um CURSO SUPERIOR, sejam SUPERIORES nas vossas ATITUDES.

 

Aqui deixo a notícia:

 

«O presidente da Câmara de Faro anunciou hoje o cancelamento de uma garraiada agendada no âmbito da semana de receção ao caloiro da Universidade do Algarve e declarou que os espetáculos tauromáquicos não são bem-vindos no concelho. “Podem-se fazer iniciativas muito interessantes com animais, como o hipismo, mas o sangue e a violência não são necessários para haver espetáculo”, justificou Macário Correia, em declarações à agência Lusa.

 

A garraiada estava prevista para quarta-feira, como atividade integrante da semana de receção ao caloiro promovida pela Associação Académica da Universidade do Algarve. “Eu chamei a atenção da direção da Associação, que tem um presidente muito sensível e muito compreensivo, e ele percebeu que não havia por parte da Câmara nenhuma simpatia pelo facto e que poderiam encontrar outras soluções imaginativas”, disse o autarca à Lusa.

 

Macário Correia assumiu a responsabilidade da não concessão de licenciamento, que definiu como uma prerrogativa sua. “Essa é uma atitude que eu devo ter, protegendo os interesses dos seres vivos”, disse, manifestando-se contra a possibilidade de, no futuro, haver qualquer tipo de espetáculo tauromáquico no concelho de Faro, em nome da defesa dos direitos dos animais.

 

Entretanto, o movimento Algarve pela Abolição da Tauromaquia (AAT) revelou hoje que pediu a Macário Correia que não autorizasse a garraiada e congratulou-se pela decisão final da autarquia. A Associação, que se define como “movimento informal de cidadãos”, observa que, graças ao não licenciamento, “uma vaca bebé não vai ser ‘garraiada’ ao bel-prazer de um grupo de pessoas que de ‘formação superior’ deixam tudo a desejar”. »

 

Fonte:

http://www.regiao-sul.pt/noticia.php?refnoticia=130714

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:20

link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Novembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
15
16
17
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Posts recentes

AUTOCARROS DA VERGONHA, P...

ALGARVE BESTIAL - O PRINC...

MACÁRIO CORREIA CANCELA G...

Arquivos

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt