Domingo, 19 de Maio de 2019

«Dizem que o Touro é bravo, mas…»

 

O Touro só é "BRAVO " quando o ATACAM. Eu também sou BRAVA, quando me atacam. O que tenho de comum com o Touro? Ambos somos animais, com um ADN muito, muito semelhante. Sentimos dor, sentimos fome, sentimos sede, sentimos alegria, sentimos cansaço, sangramos, sentimos afecto, somos dotados de um sistema nervoso central, temos fígado, temos coração, e quem não sabe isto é extremamente ignorante.

Os tauricidas, que vão enganar os cegos mentais, caro Mário Amorim.

 

Touro.png

 

touro2.png

Christophe Thomas, um jovem agricultor francês, comprou o Touro Fadjen, que apelidavam de “bravo”, e que estava separado para uma corrida em Barcelona. Thomas tratou e passou a cuidar dele com muito carinho e respeito. E o “bravo” passou a ser o que ele era na realidade: um bovino brincalhão, amistoso, dócil, pacífico e um bom companheiro. Tal como o cão e o gato.

 

«Dizem que o touro é bravo, mas a sua suposta bravura, não corresponde à realidade. Depois, eles nunca mostraram provas cientificas, cientificamente provadas, que provassem esta afirmação.

 

O Touro, é na realidade, um ser dócil. É um dos seres mais dóceis que existe.

 

Como prova o Fadjen, o touro, é um ser, que se for tratado com amor, amizade, companheirismo, respeito e ternura, oferece amor, amizade, companheirismo, respeito e ternura a quem o soube tratar bem.

 

Por tanto; tudo que o que os defensores da tauromaquia, afirmam sobre o touro, é mentira!

 

Mário Amorim

 

Fonte:

https://blogcontraatauromaquia.wordpress.com/2019/05/19/dizem-que-o-touro-e-bravo-mas/comment-page-1/?unapproved=2757&moderation-hash=ec787f3b95d7546e04cab6c2b189617d#comment-2757

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:51

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 30 de Julho de 2018

UMA HISTÓRIA DE AMOR E GLÓRIA

 

Esta história corre mundo, e diz da mansidão de um ser magnífico, que os tauricidas diabolizam e torturam, para exorcizarem os demónios que habitam neles, e para disfarçar a invirilidade que os impossibilita de serem homens inteiros.

 

Os tauricidas invejam o vigor dos Touros, por isso os torturam até à morte, oferecendo o sangue desses inocentes aos tais demónios que neles se alojaram à nascença.

 

 

Fadjen, um touro de lide e o seu dono Cristophe, um jovem que, desde pequeno, teve a ideia de regatar um touro, para demonstrar que podem ser tão carinhosos e dóceis como qualquer outro animal de companhia, e assim romper com o chavão dos touros bravos, e da tortura animal inerente às corridas de touros.

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:33

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 29 de Dezembro de 2016

«EU SOU UM TOURO DE TOURADA»

 

Um apelo de Christophe Thomas: apoiem a curta metragem "Eu sou um touro de tourada", do Festival Nikon 2016

 

Juntos acabaremos com o sofrimento dos nossos amigos Touros.

 

Thomas Christophe Fadjen, deixou um comentário ao post Do nascimento (do Touro) à extinção na arena... às 18:26, 2016-12-28. Comentário: Olá, esta é uma maneira muito informativo de sensibilização para a situação dos touros na praça de touros durante as touradas. Este é fillm visível até 15 de fevereiro no site da Nikon Festival. Obrigado a compartilhar e apoio para acabar com esta prática no mundo. http://www.sauvons-un-taureau-de-corrida.com/p.html cordialmente Christophe Thomas e Fadjen

 

 

Ver mais aqui:

http://www.sauvons-un-taureau-de-corrida.com/p.html#ifrm_4

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:02

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 26 de Agosto de 2015

PARA OS IGNORANTES QUE DIZEM QUE OS TOUROS SÃO VIOLENTOS POR NATUREZA

 

 

Quem diz que um touro é sempre violento por natureza é um completo ignorante…

 

Lembrem-se de que nós também nos tornamos violentos quando nos agridem na nossa dita “natureza”…

Certo?

***

PARA VERGONHA DOS TAURICIDAS E DE TODOS OS QUE APLAUDEM AS TOURADAS

 

 

Chris Thomas é um francês que numa viagem à Espanha ficou profundamente chocado ao vivenciar uma tourada e a forma cruel e sádica como os animais são mortos. Chris não se deteve e comprou um dos jovens touros que estavam destinados a morrer neste bizarro evento.

 

De volta a França, Chris levou o touro, a quem chamou Fadjen, para viver em sua casa de campo, onde lhe deu carinho e atenção. Em pouco tempo, o animal que era tido por uma fera a ser enfrentada nas arenas de touros em Espanha, mostrou-se um companheiro tão meigo quanto um cão.

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:24

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 14 de Abril de 2014

«AS TOURADAS SÃO VIOLÊNCIA, CRUELDADE, IGNORÂNCIA, FUTILIDADE…»

 

 

Quem aplaude, promove e apoia “isto” que nome terá?...

 

Esse mesmo…

 

Tenham vergonha na cara e sejam seres humanos plenos…

 

E para quem precisa de provas científicas para ver o óbvio, no final deste texto encontram informação q.b.

 

 

 

O touro "bravo" ou de "lide" não é agressivo. Estes animais são, por natureza, tão ou mais afáveis do que os cães. O Fadjen, um mediático touro "bravo", salvo de um ganadeiro Espanhol, é neste momento, um excelente exemplo de que a agressividade genética do touro se encerra num mito propagandeado pela tauromaquia.

 

A etologia, como ramo da zoologia, explica que o comportamento não é determinado pela genética, mas pelo ambiente e interacções do animal. Ou seja, independentemente das características genéticas, o seu comportamento será sempre condicionado, em última análise, pelo propósito e personalidade de quem os cria, tal como acontece com os cães.

 

Para os tornarem, não agressivos, mas mais reactivos de modo a que seja possível toureá-los (ou lidá-los), os ganadeiros criam-nos em sistema extensivo, com pouco contacto com humanos, sujeitando-os a duros "treinos" a todos os níveis, sendo os físicos, dignos de um atleta de alta competição e, de vez em quando, alguns morrem subitamente devido ao exagerado esforço a que são sujeitos.

 

Por vezes, os touros são drogados com Rompum e Calmivet, duas substâncias anestésicas que administradas em pequenas quantidades, causam um efeito calmante. Mas nem sempre a dose "certa" é bem calculada, levando a que alguns sucumbam à dose excessiva, mesmo antes de entrar na arena.

 

Há muito que a ciência provou o sofrimento do touro. Todos os seres sencientes, ou seja, os que possuem um sistema nervoso central, grupo do qual faz parte o ser humano, têm a capacidade de experimentar sofrimento físico e psicológico, tal como stress, medo, pânico, angústia e tristeza. Sofrem ainda traumas psicológicos e desenvolvem depressões, bem como afectos e constroem ainda relações com outros seres, incluindo o Homem.

 

Na capacidade de sentir, os animais não são diferentes do ser humano.

 

O touro "bravo" tem direito à sua integridade física e psicológica e principalmente tem direito a não ser utilizado como objecto de tortura para gáudio de uma minoria que nem sequer é representativa do povo português.

 

À semelhança de tantas outras espécies, o touro poderá perfeitamente viver em liberdade e em paz no seu habitat, nem que seja em zonas protegidas, não sendo também por isso, aceitável o "argumento" da sua preservação como justificação da tauromaquia.

 

Não é portanto admissível que no século XXI, um país civilizado como Portugal, acolha ainda uma tradição que viola 90% (!) dos pontos considerados na Declaração Universal dos Direitos dos Animais da UNESCO:

 

1 - Todos os animais têm o mesmo direito à vida.

2 - Todos os animais têm direito ao respeito e à protecção do homem.

3 - Nenhum animal deve ser maltratado.

4 - Todos os animais selvagens têm o direito de viver livres no seu habitat.

5 - O animal que o homem escolher para companheiro não deve nunca ser abandonado.

6 - Nenhum animal deve ser usado em experiências que lhe causem dor.

7 - Todo o acto que põe em risco a vida de um animal é um crime contra a vida.

8 - A poluição e a destruição do meio ambiente são consideradas crimes contra os animais.

9 - Os direitos dos animais devem ser defendidos por lei.

10 - O Homem deve ser educado desde a infância para observar, respeitar e compreender os animais.

 

Mas não são apenas os direitos dos animais os que são violados pela tauromaquia.

 

A psicologia, a psiquiatria e a neurociência provaram que assistir a touradas provoca traumas psicológicos nas crianças, tornando-as tolerantes à violência gratuita e contribuindo para que se tornem adultos agressivos. Este foi um dos argumentos que levou à abolição das touradas na Catalunha, em Espanha, país onde a tradição é muito mais forte do que em Portugal, pela sua origem.

 

Estudos:

 

"Effects of Viewing Videos of Bullfights on Spanish Children"

 

J. L. Granã, 1 J. A. Cruzado,1 J. M. Andreu1, M. J. Munõz-Rivas,1 M.E. Penã,1 and

 

P. F. Brain 2n

 

Department of Clinical Psychology, Faculty of Psychology, Complutense University of Madrid, Spain.

 

2 School of Biological Sciences, University of Wales Swansea, Swansea, SA2 8PP, United Kingdom.

 

"Animal Cruelty and Psychiatric Disorders"

 

Roman Gleyzer, MD, Alan R. Felthous, MD, and Charles E. Holzer III, PhD

 

"Animal Rights and Human Social Issues"

 

David A. Nibert1 WITTENBERG UNIVERSITY

 

"Associations Among Cruelty to Animals, Family Conflict, and Psychopathic Traits in Childhood"

 

Mark R. Dadds

 

University of New South Wales

 

Clare Whiting

 

Griffith University

 

David J. Hawes

 

NOTA: Contém partes da G. Reportagem SIC "Vermelho e Negro", de 2003 (autoria de Cristina Boavida, jornalista; Odacir Junior, repórter de imagem e Marco Carrasqueira, editor de imagem), mas poderão estar reeditadas e por uma ordem diferente da versão original/integral.

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 12:03

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 9 de Dezembro de 2012

REPAREM NESTA IMAGEM: CONSEGUEM NOTAR A DIFERENÇA?

 

 

Um monstrinho chamado Miguelito, em contraste com um pacífico menino que faz parte da universalidade da criação…

 

 

Por: MUPRA

 

México Unido Pelo Respeito aos Animais

 

«De facto, a tauromaquia deve ser considerada um sintoma de subdesenvolvimento e de atraso (…) Obrigar uma criança a assistir a uma corrida de Touros é um acto odioso que a lei deveria condenar como um crime contra a infância, a qual corre o risco de desenvolver tendências cruéis e violentas que serão fatais para a sua saúde mental» - Georges Heuse, biólogo e antropólogo. Conferência na UNESCO, Paris, 1978.

 

O combate contra a tauromaquia é também um combate contra a corrupção de menores! Por favor, ajudem-nos a difundir esta realidade.

 

Vejam e difundam o nosso vídeo «APRENDER A MATAR», um documentário sobre as escolas taurinas e a infância:

 

https://www.facebook.com/video/video.php?v=285754974774095

 

Lê e difunde o nosso desdobrado «A morte é a essência da corrida de Touros, será também a dos teus filhos?»

 

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=300061536696817&set=a.241042345932070.53276.240564585979846&type=3&theater

 

Junta-te ao movimento internacional «Infancia SIN viOLÉNcia»:

 

 https://www.facebook.com/infanciaSINviOLEncia

 

A tua imparcialidade e o teu silêncio beneficiam o opressor e o torturador, nunca o oprimido e o torturado.

 

Participa tu também, já, no combate contra a barbárie!

 

Difunde!

 

Informa!

 

ACTUA!

 

Se nunca foste a uma corrida de Touros, vê-a aqui:

 

 https://www.facebook.com/video/video.php?v=311534022196190

 

Os tauricidas contam-te contos de fadas sobre o Touro de lide?

 

Não te deixes enganar!

 

Vê aqui uma curta-metragem documental, denominada «FADJEN», e conhece toda a VERDADE sobre o chamado Touro “bravo”, essa verdade que os tauricidas não querem que saibas, porque os desmascara, revelando em plena luz toda a extensão do mal e do terror dos crimes que perpetuam!

 

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=267209446648693&set=a.244986675537637.53854.240564585979846&type=1&theater

 

***

 

México Unido Pelo Respeito aos Animais - MUPRA

 

UMA ALMA, UMA VIDA, UMA CONSCIÊNCIA...

 

Por um mundo de compaixão e de respeito, direito e liberdade para todos, erradiquemos a tauromaquia.

 

Sabias que apesar de os mexicanos carecerem de escolas, hospitais, educação média e superior, segurança pública, e de a cada dia perdermos os nossos empregos e existirem milhares de compatriotas famintos no exílio, enquanto o nosso país se desintegra, o governo subsidia a tauromaquia com os impostos que com tanto sacrifício e privações os mexicanos pagam?

 

Actua contra o abuso da barbárie. A tortura e a morte de um animal não são arte nem cultura.

Participa tu também no combate pela compaixão e pelo respeito.

 

Com os NOSSOS IMPOSTOS, NÃO!

 

Conhece e difunde o vídeo: «Animal», um documentário de Ángel Mora:

 

 

E lembra-te: se estes documentos podem servir para consciencializar os que te rodeiam e desse modo ajudar os animais, partilha-os no teu Blog ou no mural do teu Facebook. Basta um “click”!

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 12:12

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sábado, 27 de Outubro de 2012

Ó GENTE DA PRÓTOIRO, VEJAM QUE BELAS IMAGENS DE ANIMAIS DOMÉSTICOS

 

 

A PRÓTOURO apesar de não ser aficionada pois é PELOS TOUROS EM LIBERDADE, aceitou o desafio da prótoiro (que é pelos Touros torturados na arena):

 

«A “prótoiro” postou o seguinte na sua página facebook:

 

“Aficionados temos um desafio para vocês: querem partilhar aqui, na nossa página, uma foto dos vossos animais domésticos?”

 

Nós achamos que é uma excelente ideia e como tal, postamos algumas fotos de animais domésticos.»

 

Abram o link:

 

http://protouro.wordpress.com/2012/10/27/aceitamos-o-desafio-da-protoiro/comment-page-1/#comment-592

 

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 10:50

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 12 de Março de 2012

NOTAS A DIFERENÇA?

 

 

 

«De hecho, la tauromaquia debe ser considerada un índice de subdesarrollo y de retraso (…) Hacer asistir a un niño a una corrida es un hecho odioso que la ley debería castigar como un crimen contra dicho infante quien corre el riesgo de desarrollar inclinaciones crueles y violentas que serán fatales para su salud mental.» – Georges Heuse, biólogo y antropólogo. Locución ante la UNESCO; París, 1978.

 

 

¡El combate contra la tauromaquia, es también un combate contra la corrupción de menores! Por favor ayúdanos a difundir! Por favor informa y alerta a tu entorno:

 

❦ Mira y difunde nuestro video « Aprender a matar », documental sobre las escuelas taurinas y la infancia:

 

https://www.facebook.com/video/video.php?v=285754974774095

 

❦ Lee y difunde nuestro desplegado «La muerte es la esencia de la corrida, ¿será también la de tus hijos?»:

 

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=300061536696817&set=a.241042345932070.53276.240564585979846&type=3&theater

 

❦ Incorpórate al movimiento internacional «Infancia SIN viOLÉNcia»:

 

https://www.facebook.com/infanciaSINviOLEncia

 

Tu neutralidad y tu silencio benefician al opresor y al torturador, nunca al oprimido y al torturado.

 

❧ ¿Los tauricidas te cuentan cuentos chinos sobre el toro de lidia?

¡No te dejes engañar!

 

Mira aquí el cortometraje documental «FADJEN», y conoce la Verdad sobre el toro «bravo», esa verdad que los tauricidas no quieren que sepas porque los desenmascara revelando a plena luz toda la extensión del mal y del horror de los crímenes que perpetran!:

 

 https://www.facebook.com/photo.php?fbid=267209446648693&set=a.244986675537637.53854.240564585979846&type=1&theater

 

***

México Unido Por el Respeto a los Animales, MUPRA

 

Un alma, una vida, una conciencia. Por un mundo de compasión y de respeto, derecho y libertad para todos.

 

Erradiquemos la tauromaquia ¿Sabes que mientras los mexicanos carecemos de escuelas, de hospitales, de educación media y superior, de seguridad pública, y día con día perdemos nuestros empleos y compatriotas hambrientos por miles en el exilio mientras nuestro país se derrumba, el gobierno subsidia la tauromaquia con los impuestos que con tantas penas y privaciones pagamos los mexicanos? ¡Actúa contra el abuso y la barbarie! La tortura y la muerte animal no son ni arte ni cultura; ¡participa tú también en el combate por la compasión y el respeto! Con nuestros impuestos, ¡NO! ¿Nunca has ido a una corrida de toros? Mírala aquí: ¿Nunca has ido a una corrida de toros?

 

Mírala aquí:

 

https://www.facebook.com/video/video.php?v=311534022196190

 

Conoce y difunde a tu alrededor el video: «Animal», documental de Ángel Mora:

 

http://www.youtube.com/watch?v=ysI1Bkjg7EA&feature=player_embedded

 

¿Los taurinos te cuentan cuentos sobre el toro de lidia? ¡No te dejes engañar! Conoce a Fadjen y entérate de lo que es realmente la naturaleza de un toro «bravo»:

 

http://www.youtube.com/watch?v=ObeMCcam4Zo&feature=related

 

Y recuerda: Si te parece que estos documentos puedan servir para concientizar a tu entorno y así ayudar a los animales, compártelos en tu muro: ¡basta con un click! 

 

México Unido Por el Respeto a los Animales, MUPRA Un alma, una vida, una conciencia Por un mundo de compasión y de respeto, derecho y libertad para todos.

 

Por: MUPRA • México Unido Por el Respeto a los Animales

publicado por Isabel A. Ferreira às 20:01

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Maio 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

«Dizem que o Touro é brav...

UMA HISTÓRIA DE AMOR E GL...

«EU SOU UM TOURO DE TOURA...

PARA OS IGNORANTES QUE DI...

«AS TOURADAS SÃO VIOLÊNCI...

REPAREM NESTA IMAGEM: CON...

Ó GENTE DA PRÓTOIRO, VEJA...

NOTAS A DIFERENÇA?

Arquivos

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt