Terça-feira, 14 de Maio de 2013

«EU QUERO UM PAÍS DE GENTE QUE SEJA GENTE COM ALMA»

 

 

 

«Quero um país de gente que não atira cães e gatos para o lixo. Quero um país onde gente que atira cães e gatos para o lixo vá para a prisão.

 

Quero um país de gente que não atira cães de muros altos para dentro de jardins e associações. Quero um país onde gente que atira cães de muros altos para dentro de jardins e associações vá para a prisão.

 

Quero um país de gente que não abandona os seus animais porque estão doentes, porque nasceu um bebé, porque chegaram as férias ou porque se mudou a cor do sofá. De gente que não os abandona rua, na estrada ou num monte presos a uma árvore para morrerem. Quero um país onde gente que abandona os seus animais na rua, na estrada ou num monte presos a uma árvore para morrerem vá para a prisão e fique cadastrado de modo a nunca mais poder ter um animal.

 

Quero um país de gente que não atira os animais pela janela nem os enterra vivos. Quero um país onde quem atira os animais pela janela e os enterra vivos não se safe com alegação de ‘insanidade temporária’ e vá para a prisão.

 

 Quero um país de gente que não envenena animais nem coloca armadilhas. Quero um país onde gente que envenena animais e coloca armadilhas vá para a prisão.

 

Quero um país de gente que não maltrata, viola, rouba, mata animais por puro prazer, interesse ou malvadez. Quero um país onde gente que maltrata, viola, rouba, mata animais por puro prazer, interesse ou malvadez vá para a prisão.

 

Quero um país onde espetar ferros em touros e pagar para os ver serem humilhados e torturados seja ilegal. Quero um país onde quem espeta ferros, humilha e tortura touros vá para a prisão e onde quem quer pagar para ver tortura tenha de cumprir serviço público em associações e canis. Um país onde as touradas acabem e o orçamento público destinado a essa barbárie seja direccionado para associações da causa animal.

 

 Quero um país onde não se matem animais nos canis. Onde sejam esterilizados e colocados para adopção responsável.

 

Quero um país onde os veterinários se recusem a eutanasiar animais saudáveis.

 

Quero um país de gente que não vira a cara quando vê um animal necessitado na rua, de gente que quando pede ajuda a uma associação tenha noção que as associações não vivem do ar e que é necessário contribuir. Com dinheiro, com ração, com mantas, com medicamentos ou com trabalho voluntário.

 

Quero um país onde os animais tenham direitos. E onde haja penas pesadas para os infractores. Um país que seja um exemplo. Um país de gente que seja gente com alma!

 

(C.P.)

 

Por: Dono, para que te quero

 

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=364252540346471&set=a.232392056865854.42467.228396373932089&type=1&theater

 

 

***

 

EU TAMBÉM QUERO UM PAÍS ASSIM...

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 10:25

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2012

«ENXUGUEM SUAS LÁGRIMAS, SERES HUMANOS DE LUZ!»

 

 

 

Texto de Rozana Salles

 

 «Por muitos e muitos anos sobrevivi desconhecendo o AMOR da raça humana. Quando envelheci e adoeci, pois não tinha mais nenhuma serventia para o meu "dono", fui covardemente, cruelmente abandonada na calçada; descartada como se minha vida não valesse NADA. Ali permaneci horas e horas observando a todos e a tudo, pois até então, desconhecia aquela nova realidade. 

 

As pessoas que ali passavam me enxergavam como um monte de lixo fétido, e muitas se desviavam de mim humilhando-me; chamando-me de cadela sarnenta.

 

Quantas vezes tentei me levantar para livrar-me de águas sujas que corriam em meu corpinho franzino e cansado? Nem me lembro! Mas, enfim, já não tinha forças e os meus ossos estavam todos doloridos.   

 

Quando, quase entregue à fatalidade, subitamente, como um derradeiro apelo de minhas carências, surge um Ser que reluzia um brilho em seu olhar. Cuidadosamente e carinhosamente me pegou em seus braços levando-me para sua casa.

 

Naquele momento eu conheci um sentimento o qual eu nunca recebera. Chamava-me lindamente de Vivi! Acobertava-me de carinho e beijos! Alimentou-me com comidinha gostosa, bainho quente, caminha macia e cheirosa... E remedinho para que eu não sentisse mais dor. Parecia um sonho!

 

Mas não era! Os meus amiguinhos despertavam-me com os seus latidos, faziam me ver que eu estava vivendo uma realidade jamais imaginada. Eu estava feliz!!! Eu estava sendo amada pela primeira vez. E os dias foram passando...e muitos humanos vinham me ver e traziam consigo Luz a qual me iluminava e alimentava a minha Alma.

 

Era o AMOR que por mim fora tão almejado e esperado. Já não sobrevivia mais, mas sim VIVIA intensamente com alegria cada dia.

 

Mas, numa madrugada percebi que meu corpo se manifestara de uma forma na qual senti que a minha jornada terrestre chegara ao fim e que faria a minha viagem astral. Suportei as dores físicas, pois nenhuma dor impediria de ver o amanhecer, de poder me despedir, de traduzir através de meu olhar a minha eterna gratidão por minha mãezinha Marta que me deu o DIREITO À VIDA! O DIREITO DE SER FELIZ!

 

E vocês Seres Humanos especiais, são os meus Irmãos de Luz que me deram em 27 dias o que eu nunca havia recebido em 16 anos de sobrevida: o de SER AMADA!!! E este tão pouco tempo que é compreendido por todos, para mim foi uma eternidade, portanto, eu lhes peço: ENXUGUEM SUAS LÁGRIMAS, pois, não foi a morte quem me rompeu os dias nesta trajetória, mas, sim, foi a vida quem me elevou para uma nova e maravilhosa realidade!!!

 

Afinal, o espírito é eterno e apenas fiz uma viagem para uma dimensão superior e sagrada onde TODOS os merecedores um dia se encontrarão. Meu corpo já não está entre vós, mas a minha porção Divina estará sempre presente em vossos corações! Fiquem em Paz!

 

Vivi»

 

Fonte:

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=558641730829008&set=a.548649855161529.147913.100000495594319&type=1

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 12:08

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Outubro 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
15
16
19
20
22
23
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

«EU QUERO UM PAÍS DE GENT...

«ENXUGUEM SUAS LÁGRIMAS, ...

Arquivos

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. 1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome. 2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas". 3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt