Terça-feira, 20 de Outubro de 2015

«É apenas um cão...»

 

APENAS UM CÃO.jpg

 

Autora: Momô Bittner

 

«Há não muito tempo, alguém me perguntou:

 

Você deixa de viajar por não ter com quem deixar sua cachorrinha?

 

Sorri, porque esse alguém apenas não entende o que é: - apenas um cão -

 

De vez em quando escuto alguém dizer: «Pára com isso! É apenas um cão!»

 

Ou então: «Mas é muito dinheiro para se gastar com ele...é apenas um cão!»

 

Estas pessoas não sabem do caminho percorrido, do tempo gasto ou dos custos que significam "apenas um cão".

 

Muitos dos meus melhores momentos me foram trazidos por “apenas um cão”. Por muitas vezes em minha vida, a minha única companhia era "apenas um cão".

 

Muitas das minhas tristezas foram amenizadas por “apenas um cão”. E nos dias mais sombrios, o toque de "apenas um cão" me deu forças para seguir em frente.

 

E se você é daqueles que pensam que ele é "apenas um cão", você também deve entender as expressões "apenas um amigo", "apenas um sol", "apenas uma promessa", etc....

 

"Apenas um cão" deu à minha vida a verdadeira essência da amizade, da confiança e da felicidade.

 

"Apenas um cão" faz aflorar compaixão e a paciência, que fazem de mim uma pessoa melhor.

 

Porque para mim e para pessoas como eu, não se trata de "apenas um cão", mas da incorporação de todos os sonhos e da esperança do futuro. Das lembranças afectuosas do passado; da pura felicidade do momento presente.

 

"Apenas um cão" faz brotar o que há de bom em mim e dissolve os meus pensamentos e as preocupações do meu dia.

 

Eu espero que algum dia, as pessoas entendam que não é "apenas um cão", mas aquilo que me torna mais humano e permite que eu não seja "apenas um homem".

 

Então, da próxima vez em que você escutar a frase "é apenas um cão", apenas sorria para essas pessoas porque elas apenas não entendem.

 

Para ajudar os animais não deixe para depois!»

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 19:37

link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 9 de Julho de 2014

MORRE MAIS UM CAVALO, VÍTIMA DE ATAQUE CARDÍACO FULMINANTE, NA ARENA PORTÁTIL DE PONTE DE SOR

 

 E quem se importa? O que interessa é fazer dinheiro à custa do sacrifício inútil de seres magníficos.

 

É tempo de abolir a tauromaquia em Portugal!

 

É tempo de acabar com a tradição da estupidez, que já está demasiado enraizada no quotidiano dos portugueses.

 

 

Fonte da notícia: Farpas.

Foto: Diário Taurino - que apresentou um resumo da tourada em causa, mas não fez qualquer referência à morte do cavalo!

 

Fonte:

https://www.facebook.com/antitouradas/photos/a.215152191851685.58389.215151238518447/789556087744623/?type=1&theater
publicado por Isabel A. Ferreira às 17:34

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 20 de Junho de 2014

ONTEM À NOITE, NO campo pequeno, A RECEITA DOS BILHETES NEM DEVE TER CHEGADO PARA PAGAR A CONTA DA LUZ…

 

Sem borlas, sem os inúteis convidados que lá vão só para se mostrar e depois serem vistos nas revistas, sem TV, sem mais paparicos… a “festa” a que chamam “brava”, transforma-se no velório de desventurados Touros, que são sacrificados para um bandinho de vampiros sádicos se babarem diante do sangue que escorre do corpo de um ser vivo, belo e indefeso...


Que a Lei do Retorno seja implacável para os que por dinheiro e por um prazer mórbido sacrificam a vida do outro…

 

 

Dentro do campo pequeno… um bandinho de sádicos… tão pequenino…

 

Fonte:

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=725614127486325&set=gm.734592419912873&type=1&theater

 

 

O mundinho tauromáquico está em crise acentuada, vejam fora do campo pequeno… mais gente a protestar do que dentro do campo a assistir à tortura…

   

A verdade dos números é assustadora para os pró-tourada.

 

(origem da foto) https://www.facebook.com/PROTOIRO/photos/a.630387716995618.1073741835.118555858178809/793580380676350/?type=1

   

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:04

link do post | Comentar | Ver comentários (6) | Adicionar aos favoritos
Sábado, 17 de Maio de 2014

A TRISTE IMAGEM DE UM COBARDE FORCADO A ATORMENTAR UM TOURO JÁ FERIDO, SOFRIDO E MORIBUNDO

 

A imagem do dia, de um jornal Francês que diz: «um “toureiro” é levantado por um touro durante a actuação dos forcados, numa corrida de touros em Portugal.»

 

(Ver aqui:)

http://bit.ly/QQiAtG

 

QUE VERGONHA PARA PORTUGAL

 

(Photo: © REUTERS/Rafael Marchante)

 

Esta é a imagem de um Portugal onde os governantes são os pigmeus da política que apoia a incultura e a selvajaria.

 

Fonte:

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10152447679272329&set=a.123953842328.123854.117714667328&type=1&theater

 

***

CAMPO PEQUENO, 3 DE JUNHO DE 2011, 01:12 DA MADRUGADA

 

COMO NÃO VEMOS NÃO NOS TOCA

 

Por isso permitimos que se continuem a massacrar "touros" no nosso país para divertimento de alguns, com o dinheiro e a conivência de todos.

 

 Até quando vai fingir que acredita que o boi não sofre, que nasceu para isto, que ninguém ama mais um "touro" que o seu torturador?

 

 Ponham o som bem alto e ouçam:

https://www.facebook.com/photo.php?v=726663544075713&set=vb.145805668828173&type=2&theater

Mais palavras para quê!

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:44

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 26 de Janeiro de 2014

O FIASCO DO FÓRUM MUNDIAL DA CULTURA TAUROMÁQUICA NOS AÇORES

 

É desta plantação de biodiversidade que se fala?

 

«AGRICULTOUROS – TOUROS PLANTAM BIODIVERSIDADE????»

Por Dr. Vasco Reis 

 

26 de Janeiro de 2014 às 11:10

 

Ou será uma falácia para servir a ânsia de inventar vantagens ambientais da criação de gado bravo  que serve para as touradas ***???

 

A informação objectiva que eu tenho, é que o gado bravo ocupa largas áreas da Ilha Terceira, o que impede que essas áreas sejam percorridas por pessoas/turistas com gosto por passeios na natureza.

 

Por isso, tais potenciais turistas devem procurar outros destinos, que não a Ilha Terceira.

 

A presença desses animais representa um perigo para quem inadvertidamente, ou por não conhecer a zona, ande por ali.

 

Já aconteceram ataques por touros.

 

- A tourada à portuguesa implica uma enorme tortura para touros e cavalos e é degradante para a sociedade e para o prestígio do país.

 

- A Sorte de Varas como autorizada em Espanha, não é permitida em Portugal. É uma modalidade de tortura maquiavélica destinada a perfurar e destruir musculatura do pescoço do touro, que deixará de poder levantar a cabeça ao investir contra o toureiro. O animal sangrando, debilitado, torturado por dores fortíssimas, fica impossibilitado para a luta.

 

Agora as autoridades estão "generosamente" a autorizar este massacre para agradar aos visitantes do FÓRUM, desrespeitando a lei proibitiva.

 

- A tourada à corda é propagandeada como atractivo turístico e como evento festivo, muito interessante, popular, emocionante, desopilante, lucrativo, etc.

 

Na realidade o que ali acontece é grave:

 

- Um grande sofrimento psicossomático para o touro, que arrisca ser ferido gravemente e até a morte;

 

- Elementos do público, mais afoitos, mais exibicionistas, mais alcoolizados, mais estúpidos, menos ágeis, arriscam-se a sofrer acidentes mais ou menos graves e até mortais por quedas, colhidas pelo touro, síncopes, etc..

 

- Despesas várias, desde organizativas (policiamento, bombeiros, ambulância, pessoal médico e enfermeiro, médico veterinário. Etc.) até outras, mais do que prováveis, em consequência de acidentes, tais como, de exames clínicos, hospitalização, cirurgia, morgue, autópsia, funeral, tudo à custa de dinheiros públicos alimentados pelos impostos dos contribuintes;

 

Daí resulta uma reputação lastimável para a cultura, para a ética das gentes, das autoridades, da Ilha, da Região.

 

O interesse pelo turismo na Terceira fica muito abalado.

 

É enorme a vergonha que recai sobre a Ilha Terceira e os Açores, por tanta exploração, por tanta tortura, por tanta mentira!

 

Vasco Reis

(Médico Veterinário – Aljezur)

 

***

A TAUROMAQUIA ESTÁ MORTA, SÓ ELES NÃO VÊEM…

 

90.000 mil Euros deitados ao lixo…

ÇÇÇÇÇ

2012/2014 - QUAL A DIFERENÇA?

 

SÃO MAIS 60 MIL EUROS, subsídio que o Governo Regional dos Açores aprovou para ajudar a pagar as despesas com o Fórum Mundial da cultura taurina, que se irá realizar na ilha Terceira.

 

Em 2014: Este ano, o orçamento da organização do evento ronda os 90 mil euros, o que representa uma quebra em relação à anterior edição, devido a uma redução da comparticipação do Governo Regional de 75 para 60 mil euros.

 

http://goo.gl/FEJIPa

 

Em 2012: DLR n.º 18/2005/A de 20 de Julho, no 1.º Semestre do Ano de 2011:

 

- II Fórum Mundial de cultura taurina, 75.000€

 

Meia dúzia de labregos!!! Tanto dinheiro gasto para fazer vontades a meia dúzia de labregos!!! O que me delícia a alma, é que isto mostra o evidente declínio desta actividade bárbara e decadente! A tauromaquia está moribunda...! As fotos falam por si!

 

Fonte:

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=712111268821321&set=a.495946477104469.119091.459036527462131&type=1&theater

 

***

 

 *** A CRIAÇÃO DE GADO BRAVO QUE SERVE PARA TOURADA SÃO AQUELES HERBÍVOROS MANSOS E RUMINANTES QUE OS TORCIONÁRIOS TORTURAM ANTES DA FUNÇÃO. DAÍ FICAREM "BRAVOS". PUDERA! QUALQUER UM DE NÓS FICARIA MAIS DO QUE BRAVO, SE ENERGÚMENOS DESQUALIFICADOS VIESSEM TORTURAR-NOS. AUTODEFESA. PURA E SIMPLES, QUE NADA TEM A VER COM SER-SE "BRAVO" - A GRANDE FALÁCIA DOS AFICIONADOS, UMA VEZ QUE NÃO EXISTE "TOURO BRAVO" NA NATUREZA.



 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:00

link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 28 de Novembro de 2013

ISTO É CRUELDADE PURA, CRUA, DURA... APOIADA POR UMA LEI IRRACIONAL EM PORTUGAL...

«Vamos avaliar esta foto com calma! 

Reparem a onde foram espetadas as farpas, de lado e não em cima do dorso do bovino, o animal está em sofrimento atroz com as farpas espetadas neste sitio ele move-se com esforço e muitas dores, o sangue é abundante e corre pela pele do animal. Uma verdadeira vítima da dita cultura de atrasados mentais, pessoas que ganham dinheiro às custas do sofrimento e morte dos animais.


 ISTO NÃO É ARTE

Fonte:

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=214503492065761&set=a.105563109626467.7657.100005183347345&type=1&theater

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 09:52

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 25 de Agosto de 2013

MEDINDO AS RIQUEZAS DO SER HUMANO!!! (DEDICO ESTE TEXTO A TODOS OS GANADEIROS)

 
 
 

Escrito por Catón, jornalista mexicano

 

«Tenho a intenção de processar a revista "Fortune", porque fui vítima de uma omissão inexplicável. Ela publicou uma lista dos homens mais ricos do mundo, e nesta lista eu não apareço. Aparecem: o sultão de Brunei, os herdeiros de Sam Walton e Mori Takichiro. 

 

Incluem personalidades como a rainha Elizabeth da Inglaterra, Niarkos Stavros, e os mexicanos Carlos Slim e Emilio Azcarraga.

 

Mas eu não sou mencionado na revista.

 

E eu sou um homem rico, imensamente rico. Como não? Vou mostrar a vocês:

 

Eu tenho vida, que eu recebi não sei porquê, e saúde, que conservo não sei como.

 

Eu tenho uma família, esposa adorável, que ao me entregar sua vida me deu o melhor para a minha; filhos maravilhosos, dos quais só recebi felicidades; e netos com os quais pratico uma nova e boa paternidade.

 

Eu tenho irmãos que são como meus amigos, e amigos que são como meus irmãos.

 

Tenho pessoas que sinceramente me amam, apesar dos meus defeitos, e a quem amo apesar dos meus defeitos.

 

Tenho quatro leitores a cada dia para agradecer-lhes porque eles lêem o que eu mal escrevo.

 

Eu tenho uma casa, e nela muitos livros (minha esposa iria dizer que tenho muitos livros e entre eles uma casa).

 

Eu tenho um pouco do mundo na forma de um jardim, que todo ano me dá maçãs e que iria reduzir ainda mais a presença de Adão e Eva no Paraíso.

 

Eu tenho um cachorro que não vai dormir até que eu chegue, e que me recebe como se eu fosse o dono dos céus e da terra.

 

Eu tenho olhos que vêem e ouvidos para ouvir, pés para andar e mãos que acariciam; cérebro que pensa coisas que já ocorreram a outros, mas que para mim não haviam ocorrido nunca.

 

Eu sou a herança comum dos homens: alegrias para apreciá-las e compaixão para irmanar-me aos irmãos que estão sofrendo.

 

E eu tenho fé em Deus que vale para mim amor infinito.

 

Pode haver riquezas maiores do que a minha?

 

Por que, então, a revista "Fortune" não me colocou na lista dos homens mais ricos do planeta? 

 

E você, como se considera? Rico ou pobre?

 

Há pessoas pobres, mas tão pobres, que a única coisa que possuem é... DINHEIRO.»

 

Armando Fuentes Aguirre (Catón)

 

(Recebido via e-mail)

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:22

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 23 de Julho de 2013

CARTA PARA A RTP

 
 
 NÃO TENHO OBRIGAÇÃO DE PAGAR A EXIBIÇÃO DE UM PROGRAMA DE TÃO BAIXO NÍVEL CULTURAL E ÉTICO, COM O QUAL NÃO CONCORDO, NEM VEJO
 
Com o meu dinheiro, NÃO!
 
 

Quer agir?

Envie um e-mail para: 

rovedor.telespectador@rtp.ptcontacto.cpessoal@rtp.pt,cpessoal.porto@rtp.pt

CC: televisao@semtouradas.org

 

Exmos. Senhores:

 

Venho desta forma manifestar o meu desagrado pela continuidade da exibição de touradas no canal público RTP 1, em especial a que é organizada com o apoio da Casa de Pessoal da RTP.

 

Numa altura em que no mundo se verifica uma dificuldade financeira alargada a diversos estratos em diversos pontos do mundo, resultando até em fechos da televisão pública, não posso concordar que o meu dinheiro cedido em impostos, e em especial directamente na taxa audiovisual, seja utilizado em detrimento de um público restrito, onde está em causa não a formação cívica e cultural, mas sim precisamente o inverso.

 

A exibição de tais espectáculos constitui, principalmente nas crianças, uma ligação com a violência de que é permitido que outros sejam maltratados e inferiorizados, nos tempos correntes não podemos permitir que isso seja um valor transmitido.

 

Espectáculos ultrapassados por conterem uma dose de violência, maus tratos e morte, não podem ser arcabouço cultural no espectro público actual.

 

Não podem continuar a ser argumentada a continuidade de tais tristes espectáculos, com a declaração de que o elemento maltratado não sofre e não morre, quando já todos sabem que tal não é verdade, e até cientificamente provado está.

 

Não pode continuar-se a afirmar que isto constitui cultura, pelo menos não com o meu apoio, não com os meus impostos, não com a minha contribuição audiovisual que nos custa a todos 140 milhões de euros.

 

À excepção da exibição de touradas a RTP continua a fazer um bom trabalho, e até um serviço público de excelência, mas que muito mal fica quando é transportada a marca para uma Corrida de Touros a favor da Casa de Pessoal da RTP.

 

Não me importo que seja mantido ou até incrementada a contribuição audiovisual, mas para isso acontecer não podem continuar a ser passados exemplos de um mau serviço público como a exibição de touradas, em especial em detrimento para uma instituição que leva a marca da RTP.

 

Agradecendo toda a atenção,

 

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:40

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 14 de Julho de 2013

ACORDEM PORTUGUESES! VEJAM PARA ONDE VAI O VOSSO DINHEIRO!

 

Depois não digam que não avisámos!

No próximo dia 27 de Julho, há que BOICOTAR a RTP1

Isto é deitar dinheiro ao LIXO

 

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:42

link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 24 de Junho de 2013

«ESTREMOZ – E LÁ VÃO MAIS 76 MIL EUROS PARA A PRAÇA DE TOUROS»

Qual crise? Onde está a crise?

 

Em Portugal, nas terrinhas mais atrasadas, como Extremoz, onde o povo ainda se diverte a torturar Touros, as crianças podem passar fome, o povo pode viver mal, mas para a ESTUPIDEZ não falta dinheiro.

 

 

Luís Mourinha, Presidente da Câmara Municipal de Extremoz. Inteligente, este homenzinho!

 

 

«Depois de ter gasto mais de um milhão e setecentos mil euros nas obras de requalificação da praça de touros de Estremoz, e não nos esqueçamos que parte deste montante é proveniente de fundos comunitários, serão gastos mais 76 mil euros em trabalhos imprevistos.

 

Estes trabalhos imprevistos, de acordo com o presidente da autarquia, referem-se ao reforço das bancadas com betão.

 

Em comunicado, a Secção de Estremoz do PS considerou “intolerável, injustificado e vergonhoso” o comportamento da gestão da câmara municipal em relação a esta obra.

 

“Depois de ter decidido gastar mais de um milhão e 700 mil euros na praça de touros de Estremoz, Luís Mourinha veio agora forçar o pagamento de trabalhos a mais no dito recinto”, acrescenta o documento.

 

O comunicado refere ainda que, “com tantas carências na rede de águas, no saneamento básico, na rede viária e no parque habitacional do concelho, o presidente da câmara prefere continuar a gastar dinheiro num imóvel, que nem sequer é propriedade da autarquia”.

 

Saneamento básico e etc, que se lixe, o importante é esbanjar o dinheiro dos contribuintes nacionais e europeus em touradas. Afinal, para os aficionados, as touradas inducam e colturalizam.

 

Prótouro

Pelos touros em liberdade»

 

Fonte:

http://protouro.wordpress.com/2013/06/24/estremoz-e-la-vao-mais-76-mil-euros-para-a-praca-de-touros/

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 11:41

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Março 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
15
19
22
29
30

Posts recentes

«É apenas um cão...»

MORRE MAIS UM CAVALO, VÍT...

ONTEM À NOITE, NO campo p...

A TRISTE IMAGEM DE UM COB...

O FIASCO DO FÓRUM MUNDIAL...

ISTO É CRUELDADE PURA, CR...

MEDINDO AS RIQUEZAS DO SE...

CARTA PARA A RTP

ACORDEM PORTUGUESES! VEJA...

«ESTREMOZ – E LÁ VÃO MAIS...

Arquivos

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt