Domingo, 28 de Agosto de 2016

BARRANCOS - CAPITAL PORTUGUESA DA SELVAJARIA TAUROMÁQUICA

 

Em Barrancos tudo é feito à bruta: a tourada, a morte do Touro e até o modo como se aplaude a morte deste ser senciente, muito mais sensível do que qualquer um destes pré-humanos que o torturam e aplaudem a sua dolorosa morte.

 

Repare-se na t-shirt do (a) barranquenho (a).

 

Em Barrancos diz-se que a tradição é a cultura de um povo. Mas Albert Einstein considera que a tradição é a personalidade dos imbecis.

 

Eu acredito mais no saber dos sábios.

 

Que vergonha, Doutor Jorge Sampaio, ter o seu nome ligado à barbárie de Barrancos!

 

BARRANCOS.jpg

    Foto: Nuno Veiga

 

O Médico Veterinário, Dr. Vasco Reis, deixa-nos esta reflexão, com a qual concordo plenamente, e da minha parte, também tenho o nome do Dr. Jorge Sampaio (entre muitos outros) na lista negra dos que, em Portugal, contribuíram para reter a evolução do meu País, com actos dignos de trogloditas, e que ficarão perpetuados no «Livro Negro da Tauromaquia» que está a ser escrito, para louvor dos Touros e Cavalos sacrificados ao longo dos últimos séculos, e para desonra dos tauricidas e aficionados de todas as vertentes da selvajaria tauromáquica, o que envergonhará, com toda a certeza, os seus descendentes.

 

«Há muitos responsáveis e cúmplices pela atrocidade pública que acontece em Barrancos, além do Jorge Sampaio e do Durão Barroso e dos deputados da Assembleia da República que em 2001 votaram a lei que legalizou "a excepção de Barrancos". Para o "cocktail" das causas devem contribuir: ignorância; “tribalismo troglodita” do meio onde nascem e crescem os futuros aficionados e que, pelos vistos, "impregna" os cérebros de maneira quase indelével de gentes anónimas e proeminentes e de alguma comunicação social e de alguns membros dos governos e de responsáveis pela educação de crianças e de jovens e de autoridades permissivas e de legislação permitindo a tortura pública de seres sencientes, touros e cavalos, etc. Pessoalmente, cortei publicamente em 2001 o relacionamento amistoso e de companheirismo, que mantinha com o Jorge Sampaio, desde os tempos da nossa luta académica em 1961/62 como membros da RIA, a qual se opôs, apoiada por milhares de jovens, à agressão do governo fascista contra os estudantes no âmbito do "Dia do Estudante"!» (Vasco Reis).

 

O Dr. Vasco Reis, que já lidou de perto com Touros e Cavalos, tem estudos científicos superiores nas áreas, entre outras, da Biologia, Zoologia, Anatomia, Deontologia e Bioética, Embriologia, Fisiologia, Genética, Reprodução Animal, enfim, uma sucessão de saberes que lhe dá autoridade para dizer que «os animais humanos e não humanos são seres dotados de sistema nervoso, mais ou menos desenvolvido, que lhes permitem sentir e tomar consciência do que se passa em seu redor e do que é agradável, perigoso e agressivo e doloroso».

 

Também lhe dá autoridade para dizer que:

 

«Estes seres experimentam sensações, emoções e sentimentos muito semelhantes. Este facto leva-os a utilizar mecanismos de defesa e de fuga, sem as quais, não poderiam sobreviver. Portanto, medo e dor são condições essenciais de sobrevivência.»

 

Portanto, «afirmar-se que nalguma situação não medicada, algum animal possa não sentir medo e dor se for ameaçado ou ferido, é testemunho da maior ignorância, ou intenção de negar uma verdade vital.

 

O que move os governantes a apoiar estas práticas bárbaras é uma monumental ignorância e interesses obscuros de uma máfiazinha à qual se vergam, vá-se lá saber porquê!

 

Sujam o nome. Arrastam o nome pela bosta que os bovinos, tomados de um medo que também é humano, deixam pelo chão, mas preferem sujar o nome, do que ouvir a voz da Ciência, do Saber, da Razão.

 

De acordo com o Dr. Vasco Reis, «a ciência revela que o esquema anatómico, a fisiologia e a neurologia do touro, do cavalo e do homem e de outros mamíferos são extremamente semelhantes. As reacções destas espécies são análogas perante a ameaça, o susto, o ferimento. O senso comum apreende e a ciência confirma-o

 

Augusto Cury, médico, psiquiatra, psicoterapeuta, doutor em psicanálise, professor e escritor brasileiro diz que «a capacidade de se colocar no lugar do outro é uma das funções mais importantes da inteligência. Demonstra o grau de maturidade do ser humano

 

Logo, a incapacidade de os tauricidas e aficionados se colocarem no lugar dos bovinos, que são torturados barbaramente, demonstra não terem qualquer grau de maturidade humana e serem portadores de um QI abaixo de zero.

 

Diz o Dr. Vasco Reis que «depois desta explicação, imaginem o sofrimento horrível que uma pessoa teria se fosse posta no lugar de um touro capturado e conduzido ao “calvário” de uma tourada». Pois!

 

Mas os nossos governantes, e nomeadamente o ex-presidente da República, Dr. Jorge Sampaio (que até estudou em Londres) em vez de levar a evolução a Barrancos, fê-la regredir para o tempo cavernícola, se bem que eu considere os homens das cavernas muito mais civilizados do que os actuais barranquenhos, simplesmente porque não deixaram qualquer vestígio de crueldade para com os animais, que matavam exclusivamente para se alimentarem deles, e não para se divertirem com o seu sofrimento.

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:03

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 24 de Março de 2015

TEMOS O DEVER DE NOS INDIGNARMOS COM A FALTA DE DIGNIDADE DE CERTOS DEPUTADOS DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

 

Afinal, quem paga os salários dos deputados?

 

É o povo, obviamente.

 

E se há coisa que eu, como povo, não tolero num governante é a falta de dignidade para exercer um cargo que é pago também com o meu dinheiro.

 

De um aficionado vulgar, de um ganadeiro inculto, de um forcado cobarde ou de um torturador estou habituada a receber os comentários mais desprezíveis e obscenos que possam imaginar-se.

 

De um deputado da nação, não é comum, mas aconteceu.

 

E porque considero grave o comportamento deste deputado centrista, tornarei pública a nossa troca de “galhardetes”.

 

CDS PP.jpg

 

Tudo começou quando um deputado do CDS/PP veio a público dizer que se envergonhava de algumas coisas, das quais havia participado na Assembleia da República Portuguesa.

 

Ora, entre essas coisas, não li uma, que envergonha até as pedras da calçada, e que o referido deputado não mencionou.

 

Daí que lhe enviei e tornei pública a seguinte mensagem:

 

Exmo. Senhor deputado,

 

Li esta entrevista de V. Exa. e pasmei:

 

(…)  

Pensei que ia ler que se sente envergonhado TAMBÉM por ter votado em leis que permitem a selvajaria tauromáquica, algo que desqualifica, sem qualquer apelo, um deputado da nação...

 

Mas não.

 

Foi uma desilusão.

 

Deve envergonhar-se de muita, mas muita coisa, em que participou no Parlamento, mas a de ser aficionado da tortura de seres vivos é a mais vil de todas.

 

Tenho vergonha dos políticos que se vergam (sabe-se lá porquê! ou saberemos?) a um lobby inculto, macabro, obscuro, selvático, primitivo, grosseiro, uma minoria desclassificada, para manter uma prática bárbara, digna apenas de broncos.

 

Envergonhe-se disto, em primeiro lugar, senhor deputado. E depois, envergonhe-se de tudo o resto que levou à descredibilização da classe política e dos políticos portugueses.

E acho muito bem que não volte a candidatar-se à Assembleia da República, porque esse órgão do poder tem de ser dignificado, urgentemente.

 

Com a minha mais veemente indignação,

 

Isabel A. Ferreira

 

***

Ora o Exmo. Senhor Deputado, respondeu-me o seguinte:

 

Exma. Senhora,

 

Já me tinham, na verdade, prevenido para que o fanatismo chega a ser uma doença incurável.

 

Desejo as melhoras e que não seja nada de particularmente grave.

 

Cumprimentos,

 

Deputado (…)

 

***

Na verdade, não esperava esta resposta, vinda de um deputado da nação, a alguém que ajuda a pagar-lhe o salário. Até porque (a resposta) está ao nível do mais vulgar aficionado de selvajaria tauromáquica, e não ao de um deputado da nação.

 

Como não admito que alguém, a quem ajudo a pagar o salário, se dirija a mim, nestes termos, contestei:

 

Exmo. Senhor Deputado,

 

A resposta de V. Exa. não me surpreendeu, pois é o vulgar argumento dos que não têm argumentos racionais e lógicos, para defender o indefensável: a tortura de seres vivos para divertir os marialvas que não cortaram o cordão umbilical que os liga aos tempos salazaristas.

 

Estará V. Exa. a falar de si próprio? Saberá como se designa esse "fenómeno" em Psicologia? Transpor para os outros os próprios "defeitos"?

 

Chama-se projecção, ou seja um mecanismo de autodefesa, a acção de expulsar inconscientemente os sentimentos ou desejos individuais considerados totalmente inaceitáveis, ou muito vergonhosos, obscenos e perigosos, atribuindo-os a outra pessoa.

 

Relembro a V. Exa. que não sou eu que vou aplaudir a tortura de Touros para as arenas. Algo imoral, anti-ético, e que pertence ao rol do fanatismo ritualista de um passado muito primitivo.

 

Relembro a V. Exa. que "fanáticos" (que significa apaixonados) são os aficionados da selvajaria tauromáquica, são os terroristas islâmicos, são todos aqueles que fanaticamente pugnam pela barbárie, que os mantém tão cegos que não conseguem raciocinar.

 

Eu não sou fanática dessa barbárie, ao contrário de V. Exa., cujo fanatismo é tanto, que o cega, não deixando lugar para a racionalidade.

 

Disto é que devia envergonhar-se. O nome de V. Exa. ficará para a História como um deputado que pugnou pela tortura de seres vivos, na Assembleia da República. É desse modo que os seus descendentes o lembrarão, numa época em que a selvajaria tauromáquica será tida como uma vergonha da humanidade, tal como o é hoje o Circo Romano.

 

Eu sou apaixonada pela Cultura Culta e abomino a selvajaria, qualquer selvajaria, principalmente vinda de gente que tem cargos públicos e devia pugnar pela dignidade desses cargos e do bom nome do País que serve. Se a isto quiser chamar "fanatismo" esteja à vontade. Não me faz qualquer mossa.

 

Doença, têm os aficionados. Chama-se PSICOPATIA, que está estudada por especialistas, nessa matéria. Alteração de personalidade, porque não é normal, uma pessoa no seu juízo perfeito gostar de ver torturar um ser vivo, e aplaudir o atroz sofrimento dele. Isto não é uma doença incurável para aqueles que se se deixam tratar. Nos outros, nos mais fanáticos, como V. Exa., será um caso perdido.

 

Com esta postura, V. Exa. revela a inconsciência de um conhecimento mais profundo que lhe permita fazer uso do seu intelecto e discernir sobre questões morais, sobre o que é certo e errado em situações que envolvem tortura e sofrimento. Revela grande ausência de carácter na postura confortável que partilha com padrões arcaicos de comportamento institucionalizado na sociedade, demonstrando uma real falta de consciência ética e falta de conhecimentos elementares no que diz respeito ao conhecimento das espécies animais.

 

Espero que a Assembleia da República se livre urgentemente de deputados como V. Exa., que não lhe confere prestígio algum.

 

Nunca, como hoje, esse órgão do poder legislativo, esteve tão desqualificado, por muitos e variados motivos, e mais este.

 

Com os meus cumprimentos,

 

Isabel A. Ferreira  

 

***

 

Ora o senhor deputado, não gostou da minha contestação, e refutou deste modo:

 

Exm.a Senhora,

 

Constato, com profundo pesar, que os meus desejos de melhoras e de que não estivéssemos perante um caso particularmente grave não foram favoravelmente acolhidos pelo destino. Lamento-o.

 

Verifico também que V. Ex.ª usa frases e ideias (se lhes podemos chamar de "ideias") que são vulgares nos que padecem de similar fanatismo, mas, para mais, no seu caso, revestidas de singular vulgaridade.

 

V. Ex.ª não me conhece de parte nenhuma, nem conhece o que penso ou não penso sobre as matérias em que discorre. O seu discurso é de puro ódio e completamente desconexo, nos lugares-comuns que vai bolsando.

 

Verifico ainda que V. Ex.ª dispõe de tempo em excesso, privilégio que usa em modo particularmente anti-social. Esse não é o meu caso.

 

Volto a desejar melhoras. Passe bem.

 

Cumprimentos,

Deputado (…)

 

***

 

Não sou de me vergar, nem perante um Rei, muito menos a um deputado que perde a sua dignidade, ao não respeitar o lugar que ocupa: o de servidor de um País e de um Povo aos quais pertenço.

 

Respondi-lhe à letra, como não podia deixar de ser.

 

Exmo. Senhor Deputado,

 

Francamente! Esperava que eu me vergasse a um comentário tão descortês, como o que me enviou?

 

Saiba que estou habituada a que os aficionados de touradas, mesmo os que não tiveram a oportunidade de frequentar uma universidade, me mimoseiem precisamente com as mesmas palavras que me dirigiu.

 

Estudaram todos pela mesma cartilha na escola primária. Dizem todos o mesmo. Não admira. E continua a projectar em mim, o que V. Exa. é. Não me surpreende.

 

A resposta de V. Exa. corresponde exactamente à ideia que sempre fiz de alguém que vai para a política sem nada saber da Arte Política.

Pois está muito enganado, em tudo o que diz. Nem sequer tem a capacidade de destrinçar o que é a vulgaridade (por exemplo, a resposta descortês que V. Exa. me enviou), de superioridade moral, que é algo que verdadeiramente lhe falta.

 

 

Não conheço V. Exa.?

 

Pessoalmente não conheço, e espero nunca vir a conhecer, porque não é propriamente alguém que me interesse conhecer.

 

Mas não se esqueça que, desafortunadamente, é uma “figura pública” que todos os portugueses (e não só eu) conhecem através dos seus actos pouco elevados na Assembleia da República, pelo que diz nas televisões, e quando aparece nas arenas de tortura de bovinos, a aplaudir a tortura e o sofrimento deles.

 

E há algo mais: V. Exa., tal como o mais vulgar aficionado, não sabe distinguir “ódio” que é um sentimento menor que os aficionados de touradas consagram aos bovinos, para lhe aplaudirem o tormento, de INDIGNAÇÃO. Como é possível, se são dois sentimentos tão diferentes?

 

Quanto ao tempo que disponho em excesso, deve ser igual ao de V. Exa.. Só que o meu é fruto de uma política de desemprego que V. Exa. ajudou a criar. E o de V. Exa. será fruto de um dolce fare niente, inerente ao cargo político que ocupa.

 

Quanto ao termo anti-social, que utiliza, tem a certeza de que ele se aplica à minha pessoa?

 

Olhe que não! Olhe que não!

 

Olhe que não sou eu que vou aplaudir o sofrimento de touros numa arena. E esse é o caso de V. Exa.. Existem provas.

 

E por fim deixo-lhe aqui um desafio, para ver quem deseja a quem as melhoras:

 

Desafio-o a consultar um psiquiatra imparcial, que nos avalie aos dois, psicologicamente. Que avalie os nossos comportamentos. A nossa mente.

 

E terá uma colossal surpresa.

 

Com os meus cumprimentos,

 

Isabel A. Ferreira

 

***

 

Bem… a partir daqui fui bloqueada na “conta” deste deputado, no site da Assembleia da República.

 

O que não me admirou nada.

 

E eu só queria que alguém, que ocupa um cargo do Governo Português, me apresentasse um argumento racional, lógico, ético, culto, evoluído, civilizado, que justificasse a prática da selvajaria tauromáquica em Portugal.

 

Nem o Doutor Paulo Portas, a quem dirigi uma gentil Carta Aberta, ainda não conseguiu enviar-me um só argumento que fosse.

 

E eu já dei a minha palavra de honra que deponho as minhas armas pacíficas (as palavras) no dia em que um governante justifique racionalmente a existência da tortura de seres vivos, para divertir os aficionados desta prática selvagem, que têm assento na Assembleia da República Portuguesa.

 

Será pedir muito?

 

 ***

Pouco tempo depois de ter publicado este texto, recebi este e-mail do senhor deputado visado neste post:

 

Exm.ª Senhora,

 

Informo que não foi bloqueada na minha conta. É, contudo, uma sugestão.

 

A mensagem que recebeu era tão-só um sinal subtil de que se esgotou a minha paciência para a aturar.

 

Em complemento das preocupações que anteriormente já lhe transmiti, acrescento, agora, que dizem a fúria faz bem: estimula a corrente sanguínea. Tenha, todavia, muito cuidado com a tensão arterial.

 

Recomendo-lhe, ainda, que cuide bem da sua dignidade. E do seu tempo também.

 

Passe bem. E por favor deixe de me maçar com as suas obsessões.

 

Cumprimentos,

Deputado (…)

 

***

Bem, por aqui se vê a exiguidade moral e mental deste deputado centrista, a quem o povo português paga o salário, esperando dele uma atitude condizente com o cargo que ocupa.

 

Infelizmente não honra nem dignifica a Assembleia da República Portuguesa.

 

É lamentável. Muito lamentável.

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:39

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 29 de Novembro de 2013

O POVO DEVE SABER COMO ESTÁ A SER ENGANADO PELA TROIKA PS-PSD-CDS, QUE DEVE SER JULGADA E BANIDA

(Recebido via-email)

SERÁ VERDADE?

 Numa altura em que vêm aí mais cortes convém pensar...

 

O que nenhum governante fala nem tão pouco nenhum dos possíveis "futuros" governantes fala, e que todos sabem e nem sempre denunciam.

 

NENHUM GOVERNANTE FALA NISTO:

 

O que a Troika queria aprovar e não conseguiu!

 

1. Reduzir as mordomias (gabinetes, secretárias, adjuntos, assessores, suportes burocráticos respectivos, carros atestados, motoristas, etc.) dos ex-Presidentes da República.

 

2. Redução do número de deputados da Assembleia da República para 80, profissionalizando-os como nos países a sério. Reforma das mordomias na Assembleia da República, como almoços opíparos, com digestivos e outras libações, tudo à custa do pagode.

 

3. Acabar com centenas de Institutos Públicos e Fundações Públicas que não servem para nada e, têm funcionários e administradores com 2º e 3º emprego.

 

4. Acabar com as empresas Municipais, com Administradores a auferir milhares de euro/mês e que não servem para nada, antes, acumulam funções nos municípios, para aumentarem o bolo salarial respectivo.

 

5. Por exemplo as empresas de estacionamento não são verificadas porquê? E os aparelhos não são verificados porquê? É como um táxi, se uns têm de cumprir porque não cumprem os outros? E se não são verificados como podem ser auditados*?

 

6. Redução drástica das Câmaras Municipais e Assembleias Municipais, numa reconversão mais feroz que a da Reforma do Mouzinho da Silveira, em 1821.

 

7. Redução drástica das Juntas de Freguesia. Acabar com o pagamento de 200 euros por presença de cada pessoa nas reuniões das Câmaras e 75 euros nas Juntas de Freguesia.

 

8. Acabar com o Financiamento aos partidos, que devem viver da quotização dos seus associados e da imaginação que aos outros exigem, para conseguirem verbas para as suas actividades.

 

9. Acabar com a distribuição de carros a Presidentes, Assessores, etc., das Câmaras, Juntas, etc., que se deslocam em digressões particulares pelo País.

 

10. Acabar com os motoristas particulares 20 h/dia, com o agravamento das horas extraordinárias... para servir suas excelências, filhos e famílias e até, os filhos das amantes...

 

11. Acabar com a renovação sistemática de frotas de carros do Estado e entes públicos menores, mas maiores nos dispêndios públicos.

 

12. Colocar chapas de identificação em todos os carros do Estado. Não permitir de modo algum que carros oficiais façam serviço particular tal como levar e trazer familiares e filhos, às escolas, ir ao mercado a compras, etc.

 

13. Acabar com o vaivém semanal dos deputados dos Açores e Madeira e respectivas estadias em Lisboa em hotéis de cinco estrelas pagos pelos contribuintes que vivem em tugúrios inabitáveis.

 

14. Controlar o pessoal da Função Pública (todos os funcionários pagos por nós) que nunca está no local de trabalho. Então em Lisboa é o regabofe total. HÁ QUADROS (directores gerais e outros) QUE, EM VEZ DE ESTAREM NO  SERVIÇO PÚBLICO, PASSAM O TEMPO NOS SEUS ESCRITÓRIOS DE ADVOGADOS A CUIDAR DOS SEUS INTERESSES, QUE NÃO NOS DÁ COISA PÚBLICA.

 

15. Acabar com as administrações numerosíssimas de hospitais públicos que servem para garantir tachos aos apaniguados do poder - há hospitais de província com mais administradores que pessoal administrativo. Só o de PENAFIEL TEM SETE ADMINISTRADORES PRINCIPESCAMENTE PAGOS... pertencentes ás oligarquias locais do partido no poder.

 

16. Acabar com os milhares de pareceres jurídicos, caríssimos, pagos sempre aos mesmos escritórios que têm canais de comunicação fáceis com o Governo, no âmbito de um tráfico de influências que há que criminalizar, autuar, julgar e condenar.

 

17. Acabar com as várias reformas por pessoa, de entre o pessoal do Estado e entidades privadas, que passaram fugazmente pelo Estado.

 

18. Pedir o pagamento dos milhões dos empréstimos dos contribuintes ao BPN e BPP.

 

19. Perseguir os milhões desviados por Rendeiros, Loureiros e Quejandos, onde quer que estejam e por aí fora.

 

 

 

20. Acabar com os salários milionários da RTP e os milhões que a mesma recebe todos os anos.

 

21. Acabar com os lugares de amigos e de partidos na RTP que custam milhões ao erário público.

 

22. Acabar com os ordenados de milionários da TAP, com milhares de funcionários e empresas fantasmas que cobram milhares e que pertencem a quadros do Partido Único (PS + PSD ).

 

23. Acabar com o regabofe da pantomina das PPP (Parcerias Público Privado), que mais não são do que formas habilidosas de uns poucos patifes se locupletarem com fortunas à custa dos papalvos dos contribuintes, fugindo ao controle seja de que organismo independente for e fazendo a "obra" pelo preço que "entendem".

 

24. Criminalizar, imediatamente, o enriquecimento ilícito, perseguindo, confiscando e punindo os biltres que fizeram fortunas e adquiriram patrimónios de forma indevida e à custa do País, manipulando e aumentando preços de empreitadas públicas, desviando dinheiros segundo esquemas pretensamente "legais", sem controlo, e vivendo à tripa forra à custa dos dinheiros que deveriam servir para o progresso do país e para a assistência aos que efectivamente dela precisam;

 

25. Controlar rigorosamente toda a actividade bancária por forma a que, daqui a mais uns anitos, não tenhamos que estar, novamente, a pagar "outra crise".

 

26. Não deixar um único malfeitor de colarinho branco impune, fazendo com que paguem efectivamente pelos seus crimes, adaptando o nosso sistema de justiça a padrões civilizados, onde as escutas VALEM e os crimes não prescrevem com leis à pressa, feitas à medida.

 

27. Impedir os que foram ministros a virem a ser gestores de empresas que tenham beneficiado de fundos públicos ou de adjudicações decididas pelos ditos.

 

28. Fazer um levantamento geral e minucioso de todos os que ocuparam cargos políticos, central e local, de forma a saber qual o seu património antes e depois.

 

29. Pôr os Bancos a pagar impostos.

 

Assim e desta forma, Sr. Ministro das Finanças, recuperaremos depressa a nossa posição e sobretudo, a credibilidade tão abalada pela corrupção que grassa e pelo desvario dos dinheiros do Estado.

 

Ao "povo", pede-se o reencaminhamento deste e-mail, até percorrer todo o País.

 

POR TODOS NÓS, NOSSOS FILHOS E NETOS.


publicado por Isabel A. Ferreira às 11:40

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 28 de Novembro de 2013

“ARGUMENTOS BRILHANTES” EM DEFESA DA “ARTE” TAUROMÁQUICA

 

UM TEXTO POLITICAMENTE INCORRECTO QUE PODE CHOCAR AS PESSOAS MAIS SENSÍVEIS

 

Este texto vai à atenção daquela maioria dos Senhores Deputados da Assembleia da República (PSD, CDS, PS e PCP) que fomenta a mediocridade entre uma minoria completamente imbecil, obscena, inculta e imoral. 

 

Esta é a linguagem típica argumentativa daqueles que a maioria dos deputados da nação, através de leis bastardas, irracionais e ilegais promove e apoia.

 

O tipo de comentários, que aqui deixarei, é oriundo de aficionados  terceirenses, limianos, barranquenhos, forcados, gente de um jornal açoriano, e bloguistas pró touradas, entre outros.

 

É ESTA A "CULTURA" QUE SE FOMENTA EM PORTUGAL.

 
 

A incultura é uma situação que aprisiona o homem tão hermeticamente como um cárcere»

(Simone de Beauvoir)

 

Trata-se da incultura gerada pela imoralidade intrínseca aos actos violentos e cruéis produzidos pela prática da tauromaquia, e não vou pedir desculpa por publicar a indecência que se segue, porque é precisamente essa maioria parlamentar que favorece e estimula essa indecência, negligenciando a verdadeira Cultura, por desconhecer que a tortura e a violência não são legisláveis, e a falta de instrução do povinho aficionado tem origem em quem gere o sistema educativo e aprova leis irracionais em Portugal.

 

Para justificar o despautério que se segue, transcreverei um excerto do que disse certa vez o célebre psiquiatra Eduardo Luiz Cortezão, a propósito de um dito de Natália Correia (que tinha uma visão lúcida e um modo de ser extremamente acutilante), e que encaixa que nem uma luva nos aficionados, e toureiros e forcados (quando se refere a “jovens”) que comentaram o que comentaram no meu Blog: «O homem actual está a viver uma crise de identificação masculina, com medo das mulheres e das disfunções sexuais secundárias. A violência é uma forma de descarregar a líbido: bater, em vez de amar; em vez da luta amorosa, a luta física (e eu acrescento também verbal). Os maus tratos que inflige às mulheres com quem vive, fenómeno entre nós medonho, não passa de um álibi (inconsciente) com que disfarça a sua falta de desejo por elas. Os jovens, por exemplo, rebentam coisas, carros, motos, pessoas (e eu acrescento, Touros), porque não podem rebentar hímenes»

 

(in «O Botequim da Liberdade» de Fernando Dacosta)

 

***

O que se segue são apenas os mais recentes, dos milhares de comentários que tenho recebido (todos de aficionados diferentes) nesta linguagem fomentada pelo sistema educativo português e pela incultura que propaga através de leis, linguagem própria dos aficionados que se escondem no anonimato, uns, e em nomes falsos, outros, e a qual diz não só de uma “intelectualidade” do mais baixo nível, como de toda uma envolvente sexual mal resolvida, motivada por múltiplas frustrações, exorcizadas sobre um animal indefeso, com uma violência visceral, que a maioria parlamentar apoia, e também uma violência verbal que projecta na autora do Blogue o que eles na realidade são (trata-se da Síndrome da Projecção Freudiana).

 

***

 

Anónimo disse sobre ONDE ESTAVAM AS AUTORIDADES DA CHAMUSCA QUE VIOLARAM AS SUAS FUNÇÕES PERMITINDO ESTE ATENTADO CONTRA OS DIREITOS DAS CRIANÇAS? na Terça-feira, 13 de Maio de 2014 às 20:50:     

 

Vai mas é tomar conta do filho deficiente que metes-te neste mundo e vai para a puta que te pariu ó vaca de útero mal formado !!

***

Anónimo disse sobre OUTRA ANEDOTA DA prótoiro, QUE NÃO DÁ UMA PARA A CAIXA na Quarta-feira, 23 de Abril de 2014 às 22:16:     

 

Ó puta vai mas é cuidar do teu filho deficiente e deixa os filhos do outros em Paz , és uma puta invejosa como pariste um filho deficiente agora tens inveja dos filhos dos outros , puta mata-te que é um bem que fazes à humanidade e assim já não andas para aqui a parir filhos deficientes grande puta

 

***

Anónimo  disse sobre PSICOPATAS: ELES ANDAM POR AÍ… na Sexta-feira, 18 de Abril de 2014 às 04:01:

 

Psicopata és tu minha grande puta mal fudida

 

***

 

Anónimo   disse sobre OUTRA ANEDOTA DA prótoiro, QUE NÃO DÁ UMA PARA A CAIXA na Sexta-feira, 18 de Abril de 2014 às 04:04:

 

Ó puta preocupa-te com o deficiente do teu filho e deixa os outros em paz . Não passas de uma puta que só serve para parir filhos deficientes és uma merda de mulher e de mãe . Gajas como tu devia ser castradas

 

***

Anónimo disse sobre “ARGUMENTOS BRILHANTES” EM DEFESA DA “ARTE” TAUROMÁQUICA no Domingo, 1 de Dezembro de 2013 às 23:55:

     

 Coitadinho o Paneleirote e a puta ficaram enojados ?

 

***

Anónimo disse sobre CARTA DO MÉDICO VETERINÁRIO, DR. VASCO REIS, ENVIADA AO DEPUTADO NUNO MAGALHÃES na Sexta-feira, 29 de Novembro de 2013 às 02:15:

     

 

Olha ó puta bem podes dizer aí ao merdinhas de veterináriozeco que pode deixar as drogas .


***

Anónimo disse sobre A TOURADA É UM ACTO DE CRUELDADE E COBARDIA na Quarta-feira, 27 de Novembro de 2013 às 02:35:      

 

Tu vais é exigir a puta que te pariu

 

***

Anónimo disse sobre SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO DA CULTURA É MELHOR PEDIR A DEMISSÃO, PORQUE AS DECLARAÇÕES DE V. EXA. SOBRE O REGULAMENTO TAUROMÁQUICO FORAM INCULTAS no Sábado, 23 de Novembro de 2013 às 02:46: 

Ó puta mal fudida que nem para esterco serves, tu e os teus amiguinhos paneleiros e as puta como tu têm os dias contados as autoridades já estão a elaborar planos de contingência para lidar com a merda como vocês, num tempo muito perto as vossas manifs e ajuntamentos serão proibidos e as vossas associações criminalizadas, como já é feito em França e já no Próximo ano em Espanha.

 

***

Anónimo disse sobre A ASSOCIAÇÃO DE TRADIÇÕES (?) E CULTURA (?) TAUROMÁQUICA (ATCT) ESTÁ A PENSAR REALIZAR ACÇÕES TAURICIDAS EM 2014? no Sábado, 23 de Novembro de 2013 às 02:48:

Pois é ó puta de merda a tí é que te vai sair o tiro pela culatra

 

***

Anónimo disse sobre ESSENCIALMENTE PARA OS TAURO-TORTURADORES: QUANDO RESPEITAREM OS ANIMAIS, DEIXAREI DE IMISCUIR-ME NO QUE FAZEM… na Quinta-feira, 21 de Novembro de 2013 às 05:25:     

Mas alguma vez uma puta doente mental como tu faz alguam coisa contra a Tourada ? Interna-te que é o melhor que fazes ó puta nojenta e mal fudida.

 

***

Anónimo disse sobre SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO DA CULTURA É MELHOR PEDIR A DEMISSÃO, PORQUE AS DECLARAÇÕES DE V. EXA. SOBRE O REGULAMENTO TAUROMÁQUICO FORAM INCULTAS na Quinta-feira, 21 de Novembro de 2013 às 05:27:      

O Senhor Secretário de Estado da Cultura está-se a cagar para o que tu pensas ó puta mal fudida e nojenta

 

***

Anónimo disse sobre O “CORREIO DA MANHÔ FAZ PERGUNTAS E AS RESPOSTAS SÃO SEMPRE NÃOOOOOOOOOOOOO! no Sábado, 16 de Novembro de 2013 às 19:24: 

A manipulação que existe é o que estas putas e paneleiros dos anti-touradas metem que quando estes resultados foram copiados eles tinham já todos votado e os aficionados ainda não tinham votado, mas é assim que esta corja de filhos da puta drogados e doentes mentais funciona.

 

***

Anónimo  disse sobre ESTA É UMA DAQUELAS IMAGENS QUE DEFINEM A INSANIDADE DOS GOVERNANTES E O ATRASO MENTAL DE QUEM PRATICA, APLAUDE E APOIA A TAUROMAQUIA na Quarta-feira, 13 de Novembro de 2013 às 18:08:      

E este mais um texto de uma puta deficiente mental.

 

***

Anónimo disse sobre ESTA NOTÍCIA FAZ-ME MUITO FELIZ, E BREVEMENTE EM PORTUGAL GRITAREMOS TAMBÉM VITÓRIA! na Quinta-feira, 14 de Novembro de 2013 às 19:39:

Então minha grade puta não publicas a noticia onde desmente o que tu aqui dizemaisEntão minha grade puta não publicas a noticia onde desmente o que tu aqui dizes?

 

(NÃO HAVIA NADA PARA DESMENTIR)

 

***

Desconhecido disse sobre NOVA CARTA AOS SENHORES DEPUTADOS DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA PORTUGUESA na Segunda-feira, 11 de Novembro de 2013 às 13:44: 

Vocês antis é que se vão enterrar, porque a tauromaquia está bem protegida. E não é um bando de putas e paneleiros drogados como vocês que lhe fará frente

 

(ATENÇÃO AQUI: «A TAUROMAQUIA ESTÁ BEM PROTEGIDA». POR QUEM SENHORES DEPUTADOS?)

 

***

Anónimo disse sobre NOVA CARTA AOS SENHORES DEPUTADOS DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA PORTUGUESA no Domingo, 10 de Novembro de 2013 às 22:51:    

Não passas mesmo de uma puta nojenta e deficiente mental , putas como tu deviam ser mortas à nascença , merda como tu são a RALÉ da Sociedade , mas o vosso tempo está a chegar ao fim , em França e em Espanha já começaram a tratar da merda como tu e os teus seguidores animalescos da forma como devem ser tratados LIXO que é aquilo que vocês são .

 

***

Anónimo disse sobre NOVA CARTA AOS SENHORES DEPUTADOS DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA PORTUGUESA na Sexta-feira, 8 de Novembro de 2013 às 17:26:

Ó puta os deputados tem mais com que se preocupar do que com as tuas merdas. OlmaisÓ puta os deputados tem mais com que se preocupar do que com as tuas merdas. Olha já agora gostaste da derrota que mais uma vez os paneleiros e putas anti-tourada tiveram em Espanha?

 

(A DERROA DE QUE ESTE FALA FOI A VITÓRIA DA CULTURA)

 

***

Anónimo disse sobre NOVA CARTA AOS SENHORES DEPUTADOS DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA PORTUGUESA na Quinta-feira, 7 de Novembro de 2013 às 22:49:      

Olha outra carta para os deputados limparem o traseiro.

 

***

Anónimo disse sobre CARTA DE JOSEFINA MALLER AOS DEPUTADOS DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA PORTUGUESA na Sexta-feira, 1 de Novembro de 2013 às 15:47:

Olha mais uma carta para os deputados limparem o rabo.

 

***

Anónimo (IP: 87.196.170.182) disse sobre CRIANÇAS PROCRIADAS POR AFICIONADOS ESTÃO CONDENADAS À ESTUPIDEZ na Quinta-feira, 31 de Outubro de 2013 às 23:33:

Olha ó puta doente mental és tu .Que além de uma merda de gaja , não passas maisOlha ó puta doente mental és tu .Que além de uma merda de gaja , não passas de uma racista frustrada ,sem amor e sexo muito menos não passas de uma reles amostra de jornaleira porque uma merda como tu nem jornalista se pode chamar !! Tu és o autentico cancro da sociedade que tem de ser o mais rapidamente combatido .

 

***

Anónimo disse sobre EM RODILHAN (SUL DE FRANÇA) MANIFESTANTES PACÍFICOS BRUTALMENTE ESPANCADOS QUANDO PROTESTAVAM CONTRA A TORTURA DE SERES INDEFESOS NESTA PRAÇA SEM PÚBLICO na Terça-feira, 29 de Outubro de 2013 às 19:55:

O que tu vais enterrar é um vibrador nesse cú já cheio de teias de aranha.

 

***

Anónimo disse sobre EM RODILHAN (SUL DE FRANÇA) MANIFESTANTES PACÍFICOS BRUTALMENTE ESPANCADOS QUANDO PROTESTAVAM CONTRA A TORTURA DE SERES INDEFESOS NESTA PRAÇA SEM PÚBLICO na Terça-feira, 29 de Outubro de 2013 às 14:57:

Deves pensar que os deputados te ligam alguma ó grande deficiente mental ,AlémmaisDeves pensar que os deputados te ligam alguma ó grande deficiente mental, Além de seres uma puta ranhosa não passas de uma merda de uma terrorista.

 

***

Anónimo, deixou um comentário ao post NOTÍCIA DE ÚLTIMA HORA: A ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA ADIA A DISCUSSÃO DO PROJECTO-LEI APRESENTADO PELA ASSOCIAÇÃO ANIMAL às 23:15, 2013-10-22.

Eu bem te disse ó idiota que os deputados iam limpar o trazeiro a essa petição e apelo

 

***

Desconhecido  disse sobre NOTÍCIA DO ANO – campo pequeno EM VERTIGINOSA QUEDA na Quarta-feira, 23 de Outubro de 2013 às 15:07:      

HAHAHAHAHAHAHA!!!!!!!! Que palhaçada! Vocês andam enterrados na merda de vaca.

 

***

Desconhecido disse sobre PAPA FRANCISCO TORNA-SE ACTIVISTA DOS DIREITOS DOS ANIMAIS - UM EXEMPLO DE COERÊNCIA COM OS DITAMES BÍBLICOS E ACÇÃO DO SEU REFERENCIAL SÃO FRANCISCO na Quarta-feira, 23 de Outubro de 2013 às 15:18:      

Viva o 25 de Outubro! Já temos papel para limpar o rabiosque! Viva!

 

***

Anónimo disse sobre CRIANÇAS PROCRIADAS POR AFICIONADOS ESTÃO CONDENADAS À ESTUPIDEZ na Quinta-feira, 31 de Outubro de 2013 às 01:26:

Já agora ó puta envia o teu relatório psiquiátrico que é para as autoridademaisJá agora ó puta envia o teu relatório psiquiátrico que é para as autoridades te internarem, já que uma merda como tu é um perigo para a sociedade e para as crianças.

 

***

Anónimo disse sobre CRIANÇAS PROCRIADAS POR AFICIONADOS ESTÃO CONDENADAS À ESTUPIDEZ na Quarta-feira, 30 de Outubro de 2013 às 17:49:

Crianças geradas por anti-taurinos saem putas e paneleiros.

 

***

Anónimo disse sobre EM RODILHAN (SUL DE FRANÇA) MANIFESTANTES PACÍFICOS BRUTALMENTE ESPANCADOS QUANDO PROTESTAVAM CONTRA A TORTURA DE SERES INDEFESOS NESTA PRAÇA SEM PÚBLICO na Terça-feira, 29 de Outubro de 2013 às 19:55:

O que tu vais enterrar é um vibrador nesse cú já cheio de teias de aranha.

 

***

Anónimo disse sobre EM RODILHAN (SUL DE FRANÇA) MANIFESTANTES PACÍFICOS BRUTALMENTE ESPANCADOS QUANDO PROTESTAVAM CONTRA A TORTURA DE SERES INDEFESOS NESTA PRAÇA SEM PÚBLICO na Terça-feira, 29 de Outubro de 2013 às 02:01:

Quem não respeita a lei e provoca a Policia leva no focinho !!! Pena das que camaisQuem não respeita a lei e provoca a Policia leva no focinho !!! Pena das que caíram no chão, Pena não estares lá tu também ó puta que assim tinhas levado no focinho também.

 

***

baby  disse sobre UNS MORREM, OUTROS FICAM TETRAPLÉGICOS… VALERÁ A PENA? no Sábado, 12 de Outubro de 2013 às 20:06:      

Você é uma ordinária desocupada, ocupe-se a coser as meias do seu esposo e a lavar a sua rata mal cheirosa.

***

Anónimo   disse sobre É ASSIM, A TOURADA À CORDA NOS AÇORES… UMA VERGONHA, QUE O MUNDO REJEITA E CONDENA… na Quinta-feira, 19 de Setembro de 2013 às 12:21: 

Só mesmo uma deficiente mental como tu grande vaca é que podia publicar isto, és uma merda de pessoa e de ser humano não vales a merda que os animais cagam.

 

***

Vera   disse sobre OS FORCADINHOS DE CORUCHE A AFRONTAR O POVO COM DINHEIROS PÚBLICOS na Quarta-feira, 19 de Junho de 2013 às 21: 

Tanta gaja que adora foder com os forcados e os paneleiros medricas a mostrarem-se .... Cmbada de palhaços de merda do bloco... Gays lésbicas paneleirões .... saibam ser putas pelo menos .... fodam.... não fodam o juizo aos outros cambada...

 

***

Desconhecido disse sobre A RTP DEVERÁ REDUZIR A TRANSMISSÃO DE TOURADAS, E A TVI PODERÁ TRANSMITIR APENAS A SUA CORRIDA ANUAL… na Quarta-feira, 12 de Junho de 2013 às 12:27:      

As corridas de toiros sao a melhor coisa que pode haver com tradisao...por isso e uma das melhores festas que portugual pode ter ..eu sou a favor das tradisoes i das corridas......os que nao gostam que nao vejam..ate porque defendem os animais em questao mas secalhar andam a matar caes i gatos.....po caralho pa

 

***

Helio Videira disse sobre OS TAURICIDAS JÁ ANDAM A TRAMAR TORTURA PARA FAZER CARIDADEZINHA… CONTINUAM NA IGNORÂNCIA… POBRES MENTES! DESCONHECEM O QUE AÍ VEM…na Terça-feira, 22 de Janeiro de 2013 às 22:05:

Sua GRANDESSÍSSIMA vaca... devias ter vergonha de usares o sofrimento de outros para explorares a teu belo prazer. Gostava de te torturar... sem vaselina... até às bolas... só por vingança. Sua P**A. A defenderem assim os bois só podes ser fêmea da mesma espécie.

 

***

Bem, penso que esta amostragem (os restantes comentários são do mesmo género) basta para revelar o calibre moral da minoria que a maioria parlamentar apoia.

 

Nestes comentários está a nata dos “argumentos” que os aficionados costumam apresentar com a intenção de defender o indefensável – a crueldade das touradas.

 

O tom da linguagem é este e repete-se indefinidamente.

 

Se a maioria dos Senhores Deputados, no próximo dia 6 de Dezembro, se dispuser a continuar a apoiar este género de “cultura” então teremos de concluir que não são diferentes destes comentadores que protegem (houve alguém que disse que a tauromaquia está bem protegida… Estará?)


E isto é o máximo de desprestígio para quem pretende ser os representantes de um Povo que não se revê neste comportamento de tão baixo nível.

 

DESTE MODO JÁ NÃO É MAIS POSSÍVEL MANTER A TAUROMAQUIA.
EXIGIMOS A SUA ABOLIÇÃO!

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:38

link do post | Comentar | Ver comentários (9) | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 6 de Novembro de 2013

NOVA CARTA AOS SENHORES DEPUTADOS DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA PORTUGUESA

 
 
 

Exmos. Senhores Deputados da Assembleia da República Portuguesa:

 

Depois da grande estupefacção e decepção que em mim causou o adiamento do debate da petição da ANIMAL, não com certeza por influência da ATCT (que se vangloriou do seu contributo, neste sentido, o que a ser verdade seria bastante grave), mas por outro motivo qualquer que, espero, seja menos obscuro do que este, seguiu-se aquele “fait divers”, protagonizado pela ministra Assunção Cristas, relativamente ao número de animais que os cidadãos poderiam ter nos seus lares, com certeza com o intuito de  “tomar o pulso” ao povo Português, o que também me surpreendeu pela negativa.

 

Como a reacção do povo foi imediata e em massa, a ministra deixou cair o assunto e a MAIORIA dos deputados da Assembleia da República puderam então ter uma ideia da força e do poder do povo.

 

E porque ainda quero acreditar que vivo num País democrático, com órgãos governativos e governantes cumpridores das suas funções, e respeitadores da Constituição Portuguesa e do juramento que fizeram ao tomar posse dos seus cargos, tento manter uma espectativa, se bem que periquilitante, no bom senso de V. Exas.

 

Portugal não pode continuar na senda da violência, da idiotice, da selvajaria, da incultura e da falta de lucidez, no que respeita ao sofrimento de bovinos e cavalos, transformados pela “indústria” tauromáquica em instrumentos para se torturar cruelmente, no intuito de divertir uma minoria (e todos sabemos que é uma minoria) de cidadãos sádicos, que histericamente aplaudem o sofrimento atroz de um herbívoro trespassado de bandarilhas, a sangrar copiosamente, esgotado de forças, a bradar de dor até à morte, e o sofrimento silencioso (porque lhes cortam as cordas vocais) dos cavalos.

 

Não é da Ética Política os Senhores Deputados da Nação serem cúmplices do ecocídio que grassa nas terreolas mais atrasadas de Portugal, apenas para “agradarem” a um lobby obscuro e empedernido, o que também é contra todas as regras civilizadas e racionais dos verdadeiros estadistas.

 

Por tudo isto, o filósofo australiano Peter Singer e Tom Regan têm combatido, intensamente, o especismo, que submete os animais não humanos a torturas e maltratos de toda a espécie, o que impele para um plano do mais inferior que existe os indivíduos que praticam, aplaudem e apoiam tal ignomínia.

 

A reacção contra a opressão e exploração dos animais começou já em 1975, com a publicação da obra "Libertação Animal" do já referido filósofo Peter Singer.

 

Porém, em Portugal, como sempre acontece com tudo o que diz respeito a avanços civilizacionais, os Direitos dos Animais nunca foram objecto de importantes debates, como já acontece em vários países que estão na senda da evolução.

 

E, como se isto não bastasse para colocar Portugal no rol dos países terceiro-mundistas, a Lei nº 92/95, de 12 de Setembro, irracionalmente, exclui os Touros e os Cavalos do Reino Animal, para que um lobby possa tirar proveito monetário da tortura legislada e apoiada por governantes que talvez não saibam que os Touros e os Cavalos têm um ADN muito semelhante ao dos seres humanos, logo, sofrem horrores quando deles fazem objectos de tortura. 

 

Quanto aos outros animais, a lei e as autoridades policiais penalizam quem tenta socorrê-los e amenizar o sofrimento deles, mais do que sancionam aqueles que os maltratam e abandonam.

 

Isto é absolutamente irracional. Inacreditável. Inadmissível.

 

O critério determinante para libertar os animais da tirania humana é, justamente, a capacidade de sofrer e de sentir emoções semelhantes às nossas, por parte desses seres erradamente considerados irracionais. (É preciso rever este falso conceito).

 

Além disso, a compaixão pelo sofrimento atroz dos animais  é um factor decisivo na criação de uma nova Lei de Protecção dos Animais, que cada vez está a tornar-se mais necessária e urgente.

 

Uma nova Lei que ponha, finalmente, termo ao indizível sofrimento dos Touros e dos Cavalos, nas arenas, e dos restantes animais nos canis municipais (autênticos campos de concentração nazis), dos que são abandonados nas ruas, dos do circo, dos que são aproveitados para lutas, enfim… de todos os que são cruelmente maltratados como se fossem cacos partidos, e não seres vivos, que têm sangue e alma como nós.  

 

Para que os Senhores Deputados possam ter um suporte de reflexão, nada melhor do que ver para crer, porque creio que muitos do que estão sentados nas cadeiras do poder não fazem a mínima ideia do sofrimento animal, e por isso, quando aparece algum projecto-lei a este respeito, votam sem conhecimento de causa (o que é um grave erro), arrastados por aficionados colocados estrategicamente nas listas dos candidatos à Assembleia da República, que nada mais fazem ali do que puxar a brasa para a sardinha da já tão apodrecida tauromaquia.

 

Por isso aqui deixo a V. Exas. um excelente vídeo para que possam reflectir.

 

 
Uma vez que uma lutadora nunca abandona o “campo de batalha”, uma vez mais venho sugerir aos Senhores Deputados da Assembleia da República Portuguesa que sejam humanos, civilizados, evoluídos e tenham o bom senso de não ficarem indiferentes à barbárie que grassa em cerca de 40 municípios portugueses (num total de 308) alguns deles dos mais atrasados do País, e marquem na agenda, como manda a lei, a discussão da Petição da Associação ANIMAL "Por uma Nova Lei de Protecção dos Animais".

 

Senhores Deputados, sejam os primeiros, entre os oito tristes países que ainda mantém costumes bárbaros, a dar o exemplo de um avanço civilizacional. Pelo menos, por uma vez na vida, sejam construtivos.

 

Com os meus melhores cumprimentos,

 

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 19:36

link do post | Comentar | Ver comentários (10) | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 25 de Outubro de 2013

AFICIONADOS PASSAM ATESTADO DE CORRUPTOS A DEPUTADOS DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

 
 
 

(Origem da foto: Internet)

 

Ricardo Sousa, deixou um comentário ao post «DEPUTADOS SUBMETEM-SE AO LOBBY TAUROMÁQUICO» às 15:40, 2013-10-25.

Comentário:
eh!eh!eh!eh! tá difícil de perceber!!! Parabéns!!! mais uma derrota!!!

 

***

Mais uma derrota? Onde é que está a derrota?

 

Só um parvo vê uma derrota onde não existe derrota.

 

Até porque, POR LEI, a Assembleia da República vai SER OBRIGADA a discutir a PETIÇÃO da Associação ANIMAL.

 

Além disso, ao escrever um tal comentário, só está a ENTERRAR ainda mais a tauromaquia, e melhor do que isso… ESTÁ A PASSAR UM ATESTADO DE CORRUPTOS AOS DEPUTADOS.

 

Será que ainda não se aperceberam disso?

 

Agora ria-se, porque este comentário e a resposta vão direitinhos para os deputados. (Isabel A. Ferreira)

 

***

Anónimo, deixou um comentário ao post PAPA FRANCISCO TORNA-SE ACTIVISTA DOS DIREITOS DOS ANIMAIS - UM EXEMPLO DE COERÊNCIA COM OS DITAMES BÍBLICOS E ACÇÃO DO SEU REFERENCIAL SÃO FRANCISCO às 15:18, 2013-10-23.

Comentário:
Viva o 25 de Outubro! Já temos papel para limpar o rabiosque! Viva!

 

***

O 25 de Outubro era o dia agendado para a Assembleia da República discutir a Petição da Associação ANIMAL "Por uma Nova Lei de Protecção dos Animais em Portugal", e que foi ADIADA sem terem dado qualquer explicação aos envolvidos, o que denota uma FALTA DE DIGNIDADE por parte dos Senhores Deputados.

Os aficionados dizem que já têm papel para limparem o rabiosque. Gostaríamos de saber que papel é esse e quem lhes deu esse papel?(Isabel A. Ferreira)

 

***

Anónimo, deixou um comentário ao post NOTÍCIA DE ÚLTIMA HORA: A ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA ADIA A DISCUSSÃO DO PROJECTO-LEI APRESENTADO PELA ASSOCIAÇÃO ANIMAL às 23:15, 2013-10-22.

Comentário:
Eu bem te disse ó idiota que os deputados iam limpar o trazeiro a essa petição e apelo

 

***

 

Pois aqui está… Como sabem os aficionados que os deputados iriam limpar o traseiro à petição?

Não limparão. Porque a petição VAI SER DISCUTIDA CONFORME MANDA A LEI.
(Isabel A. Ferreira)

 

***

Francisco , deixou um comentário ao post «DIREITOS HUMANOS VERSUS DIREITOS DOS ANIMAIS» às 15:56, 2013-10-21.

Comentário:
Minha senhora: Psd - apoia touradas Cds - apoia touradas Ps - apoia touradas Quer mais o quê?

 

***

Senhores Deputados, isto é a voz dos aficionados, que têm V. Exas. como ALIADOS DA TORTURA.

 

É uma pequena amostra, mas são os tais da ATCT – Associação de Tradições e Cultura Tauromáquica, que se gabam de TER TRAVADO a DISCUSSÃO DA PETIÇÃO, na Assembleia da República.

 

A ser verdade… temos CRIME.

 

Com que então o PSD apoia touradas; o CDS apoia touradas, o PS apoia touradas…

 

Mas os partidos políticos estão na Assembleia da República para APOIAR TOURADAS, e ainda por cima com DINHEIROS PÚBLICOS?

 

Ou estão lá para SERVIR OS INTERESSES MAIS PREMENTES DO POVO, como SAÚDE, EDUCAÇÃO, CULTURA, HABITAÇÃO…

 

Então o que vem a ser isto?

 

Que ALIANÇA é esta com os tauricidas?

 

Isto é ILEGAL.

 

ISTO MERECE UMA CENSURA… E GRANDE PENALIZAÇÃO... (Isabel A. Ferreira)

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:07

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 6 de Julho de 2012

RECADO AOS SENHORES DEPUTADOS DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA PORTUGUESA

 

 

Senhores deputados, conseguem ENTENDER esta imagem?... Sabem o que está a pensar o bezerrinho? «Que má sorte a minha, ter nascido em Portugal!»

 

 

Vou aproveitar um excelente e lúcido comentário que a Cláudia Vantacich fez ao texto de uma aficionada, chamada Nazaré Maurício, neste link

 

http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/129098.html

 

e adaptá-lo aos senhores deputados da Assembleia da República Portuguesa, porque fiquei envergonhada de o meu País estar a ser “governado” por pessoas que NÃO EVOLUÍRAM e estão quase ao mesmo nível dessa Nazaré Maurício, ao APOIAREM a TORTURA DE TOUROS E CAVALOS.

 

Senhores deputados, a vossa liberdade termina onde começa a liberdade de outro ser senciente, ou seja, neste caso, do Touro e também do Cavalo (que é barbaramente maltratado na corrida de touros à portuguesa).

 

Talvez ainda não se tenham apercebido de que o mundo evoluiu. Foram-se dando direitos aos seres humanos considerados de 2ª categoria, vulgo escravos, às mulheres, às crianças e agora chegou a vez dos animais não humanos. Porque animais somos todos nós.

 

A evolução tem passado ao vosso lado, mas de facto é a questão fundamental da acctualidade mundial: os direitos dos animais. Tal como foi em tempos a abolição da escravatura.

 

E tal como os senhores deputados se opõem à abolição da tortura dos Touros, muitos se lhe opuseram no passado. À escravatura, bem entendido. É uma consequência da EVOLUÇÃO DA NOSSA INTELIGÊNCIA e consciência, que como sabemos nunca aconteceu em simultâneo a todo o ser humano: os mais conscientes lutam, as leis vão mudando e os outros humanos menos evoluídos acabam por ter de aceitar e ir a reboque...

 

Sempre foi assim.

 

Por isso, senhores deputados, se não quiserem ficar para trás na escala da EVOLUÇÃO, comecem a OLHAR para os animais e a tentar sentir e compreender que apesar de terem uma fisionomia e algumas características diferentes das nossas, são também DIGNOS de viver neste Planeta com o máximo de liberdade, saúde e bem-estar possível. No que respeita ao sofrimento e desenvolvimento de afectos eles são como nós. A ciência já o provou.

 

Mas os senhores deputados da Assembleia da República Portuguesa ainda não se deram conta disso.

 

Tão “distraídos” que são!

 

Não se REBAIXEM ao LOBBY SANGUINÁRIO.

 

Sejam superiores. LIBERTEM-SE desse JUGO.

 

SEJAM LIVRES.

 

E podem ter a certeza de que o FIM DESTE RITUAL SANGUINÁRIO é uma questão de tempo...

 

Isabel A. Ferreira

publicado por Isabel A. Ferreira às 11:53

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Outubro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

BARRANCOS - CAPITAL PORTU...

TEMOS O DEVER DE NOS INDI...

O POVO DEVE SABER COMO ES...

“ARGUMENTOS BRILHANTES”...

NOVA CARTA AOS SENHORES D...

AFICIONADOS PASSAM ATESTA...

RECADO AOS SENHORES DEPUT...

Arquivos

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt