Domingo, 23 de Junho de 2019

PARLAMENTO DISCUTE PROIBIÇÃO DE CORRIDAS DE CÃES NO PRÓXIMO DIA 2 DE JULHO

 

A Assembleia da República vai discutir, no dia 2 de Julho, dois projectos de lei apresentados pelo Bloco de Esquerda e pelo PAN  (Pessoas-Animai- Natureza), com o objectivo de proibir as corridas de cães, prevendo pena de prisão e multa para quem o fizer.

 

galgos.jpg

É assim que acabam os Galgos depois de não servirem  mais para corridas. Imagem: Internet

 

O projecto do deputado único do partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) quer proibir as corridas de cães “em todo o território nacional, independentemente da sua raça” e prevê sanções para quem promova, divulgue, venda ingressos, forneça instalações, preste auxílio material ou “qualquer outra actividade dirigida à sua realização”.

 

Quem o fizer, poderá ser “punido com pena de prisão até dois anos ou com pena de multa” e quem “participar, por qualquer forma, com animais em corridas é punido com pena de prisão até um ano ou com pena de multa”, refere o texto que será debatido no dia 02 de Julho, e que acrescenta que também as tentativas de levar a cabo um evento destes são puníveis.

 

No texto, André Silva salienta que “a dignidade dos animais não humanos, designadamente do seu direito à vida e à integridade física, psicológica e mental, constitui um facto incontestável e tem vindo a ser reconhecida de forma transversal na sociedade” e que esse reconhecimento “implica a criação de um quadro jurídico adaptado às suas especificidades e, em particular, à necessidade de medidas vocacionadas para a sua protecção”.

 

“Apesar do reconhecimento deste novo estatuto para os animais em geral, e de protecção penal para os cães em particular, tem-se verificado que continuam a aparecer ou a persistir actividades, como a corrida de galgos, que perpetuam a exploração dos animais, que os sujeitam a treinos particularmente difíceis, que sujeitam ao abandono e a condições de vida indignas”, acrescenta.

 

O PAN explica que estes eventos costumam ter um isco vivo, como por exemplo, lebres e os incluem a administração de ‘doping’ aos cães, com “substâncias como efedrina, arsénico, estricnina e, às vezes, cocaína”, podendo levar ao abandono ou morte dos animais.

 

O partido refere também que as corridas de cães ainda são práticas “em 28 países em todo o mundo”, existindo pistas profissionais e pistas amadoras, como é o caso de Portugal, e que a tendência mundial é “para se ir proibindo este tipo de actividades”.

 

Na óptica de André Silva, essa é uma tendência à qual “Portugal não deve ficar alheio, especialmente porque esta nem sequer é uma actividade que se diga fortemente implementada em Portugal nem tão pouco que seja uma actividade tradicional”.

 

Também o BE lembra que as corridas de galgos “existem em vários países”, envolvem inclusivamente apostas, e são acompanhadas de “treinos violentos”.

 

“Em vários casos, as corridas de galgos decorrem sem qualquer licença e sem as mínimas estruturas de apoio à assistência e aos animais”, aponta o partido.

 

Por isso, os bloquistas querem “proibir as corridas de galgos e outros cães”, considerando “que são necessárias políticas de protecção do bem-estar animal, para garantir a não promoção de apostas ilegais, para a limitação de actividades que ligadas abandono animal decorrente de lesões e desadequação às corridas e dado que as corridas decorrem sem qualquer enquadramento, nomeadamente de protecção dos animais”.

 

Apesar de proibir “a realização de corridas de galgos e outros cães”, o projecto de Lei do Bloco de Esquerda não antecipa punições para quem o fizer, ao contrário do documento do PAN.

 

No dia 02 será também apreciada uma petição, que reuniu mais de 4.500 assinaturas, e que pede ao parlamento a “criação de legislação para proibir as corridas de galgos em Portugal”.

 

Fonte:

https://blogcontraatauromaquia.wordpress.com/2019/06/23/parlamento-discute-proibicao-de-corridas-de-caes-a-2-de-julho/

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:10

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 19 de Fevereiro de 2019

CORRIDA DE GALGOS EM GUARDIZELA (GUIMARÃES) NÃO FOI AUTORIZADA

 

Da Divisão de Serviços Urbanos e Departamento de Serviços Urbanos e Ambiente da Câmara Municipal de Guimarães recebemos a seguinte informação:

 

CORRIDA DE GALGOS.png

 

«Exmo (a) Senhor (a)

 

Incumbe-me a Senhora Vereadora do Ambiente, Sofia Ferreira de informar, que o Município de Guimarães foi alertado através de denúncias da realização e uma corrida de galgos a 16 de Março na freguesia de Guardizela, num terreno privado.

 

Assim, e considerando que não existiu nenhum apoio do município na realização desta prova, nem de outras semelhantes, encetou os esforços para verificar a situação e em que moldes é que a prova estava a ser organizada.

 

Através da Veterinária Municipal, Guida Brito, foram contactados os responsáveis da Direcção Regional de Agricultura de Braga, que informaram que até ao momento não receberam nenhuma informação ou pedido acerca da realização da corrida de galgos do dia 16 de Março em Guardizela e que nunca receberam ao longo destes anos qualquer pedido de parecer para a realização de corridas de galgos, referiram ainda que a legislação portuguesa é omissa em relação às corridas de galgos.

 

Assim, o Município de Guimarães, numa óptica do bem-estar animal, informou a Junta de Freguesia de Guardizela das implicações negativas e prejudiciais desta prova, que de imediato nos informou que retirou todo o apoio à sua realização e solicitou aos organizadores que a mesma não se realizasse.

 

Neste contexto, o Município de Guimarães irá informar as autoridades que a prova não tem qualquer autorização, nem foi efectuado nenhum pedido, para que dentro das suas competências possam agir em conformidade, caso a mesma se realize.

 

Atenciosamente,

Isabel Oliveira

Divisão de Serviços Urbanos

Departamento de Serviços Urbanos e Ambiente

 ***

(Aviso: este texto foi corrigido para a grafia portuguesa em vigor (a de 1945), via corrector automático, visto a aplicação do AO90 ser ilegal, em Portugal, e este Blogue não pactuar com ilegalidades).

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:50

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2019

EM HONRA DE SÃO SEBASTIÃO GALGOS SERÃO MALTRATADOS NUMA CORRIDA EM GUARDIZELA

 

Guardizela é uma freguesia portuguesa do concelho de Guimarães. Um atraso de vida.

Os GALGOS são CÃES, animais protegidos por Lei. Ou não serão animais, em terras de Guardizela? E os CÃES SOFREM horrores nestas corridas.

Esta será 1ª corrida de Galgos, que manchará o povo desta freguesia.

Aqui deixo a minha mais veemente indignação e repulsa por esta iniciativa troglodita, que insulta São Sebastião e desonra a espécie humana.

Enviem também os vossos protestos para:

juntaguardizela@gmail.com;geral@cm-guimaraes.pt; sepna@gnr.pt; contacto@psp.pt

CC: geral@pan.com.pt

GUARDIZELA.png

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:06

link do post | Comentar | Ver comentários (10) | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 3 de Outubro de 2016

«CORRIDAS DE GALGOS»

 

«A CORRUPÇÃO "LEGALIZADA

(Faço minhas as palavras da Teresa Botelho)

 

GALGOS.jpg

 

 

Texto de Teresa Botelho

 

Ninguém sabe que existem cães treinados com violência!

 

Ninguém sabe que esses cães têm uma vida de horror! 

 

Ninguém sabe que existem cães drogados para correr mais! 

 

Ninguém sabe que existem apostas e até associações para isso! 

 

Ninguém sabe que há lugares públicos onde correm cães até à exaustão!

 

E ninguém viu também o Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Amândio Torres ainda este ano em Tavira, na Feira de Caça, Pesca e do Mundo Rural, onde se anunciava uma corrida de galgos no programa.

 

 O problema dos nossos governantes é o excesso de trabalho que não lhes concede a lucidez suficiente para ver certas coisas, sobretudo quando os calores de Agosto, convidam a bebidas menos transparentes, prejudiciais a quem tem  estrabismo e visão turva...

 

Após o estenderete feito na Revista Visão, com link abaixo, parece que o desconhecimento do Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Selvático... Ai, peço desculpa pela gralha, mas em vez de "selvático", dever-se-á ler "Rural" (é que por vezes a tecla de correcção prende...) Capoulas Santos, cujo nome me despoleta alarmes taurinos, se transformou em espanto, por nunca ter tido conhecimento de tais eventos...

 

Estranho, não? 

 

 O tal excesso de trabalho, a falta de comunicação com os seus secretários, as almoçaradas pesadas e as actividades extra, sem dúvida que deixam as pessoas assim, ou melhor, não sabendo bem de que terra são...

 

O maior problema disto tudo, foi ter entrado para a Assembleia da República, um deputado comichoso que não gosta das selvajarias que os outros aplaudem ou calam e lá marchou a queixa para o Ministério Público que por sua vez  vai remoer, até ver se o pessoal se esquece, e a coisa vai assim andando, porque se um pobretanas qualquer  pisar o risco com um impostozito safado, lá vem bronca, mas se outros se empanturrarem com as apostas ilegais, enquanto os pobres cães desfalecem de cansaço, morrem de fome, ou de qualquer droga excessiva, aguardando o seu triste final, quando as pernas não aguentarem mais o tranco, ninguém diz nada, porque a vida de escravo sempre pertenceu ao dono que por ele pagou e assim foi até ao século XIX, embora muitos lamentem,  porque em tempos de crise, dava um jeitão...

 

Por outro lado, há também os criadores à margem do fisco e que vão fazendo o seu pecúlio cantando e rindo, com a conivência de muitos e até de um Clube de Canicultura que arrecada, mas não pia, como tem feito há anos...  

 

A injustiça é sempre a mesma e quem paga é quem não se pode, ou não se sabe defender, no entanto na terrinha dos trouxas, o povo está como os cães, porque mesmo que ladre bastante, ninguém faz caso, porque não morde...

 

E por aqui me fico, porque bater nestes ceguinhos e autistas, não vale a pena, embora abra o apetite e nos faça arregaçar as unhas...».

 

Teresa Botelho

 

Abrir o link para ver o «Mundo secreto e cruel das corridas de galgos» (com vídeo) 

http://visao.sapo.pt/atualidade/2016-06-02-Mundo-secreto-e-cruel-das-corridas-de-galgos--com-video-

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:57

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Ó ALENTEJANOS DE CUBA, AINDA CONTINUAM A CONFUNDIR ATRASO CIVILIZACIONAL E MENTAL COM CULTURA, ÉTICA E LUCIDEZ…?

 

Ainda continuam a confundir verdades com insultos?

 

Neste passado fim-de-semana, tive de ausentar-me, e quando me ausento, desligo-me do mundo ao qual não pertenço, ou seja, ao mundo dos que se recusam a evoluir.

 

Porém, como tenho um compromisso com a VIDA e com os que não têm voz para se defenderem de primitivos e perversos algozes, hoje, ao regressar a este mundinho, deparo-me com um derrame de comentários de alentejanos de Cuba que foram desenterrar um texto que escrevi em 29 de Setembro de 2015, sob o título «Atraso Civilizacional de um Lugar Alentejano chamado Cuba” inserido neste link:

http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/atraso-civilizacional-de-um-lugar-582422

 

GALGOS1.jpg

 

onde, com palavras correctamente aplicadas, às quais os alentejanos de Cuba, por uma genuína ignorância, chamam de insultos, critico e denuncio o atraso civilizacional e o retrocesso de Cuba quando inaugurou um recinto de tortura de Galgos, os quais, naquela localidade de fim-de-mundo, não são considerados nem cães nem sequer animais como os outros.

 

Nesse artigo escrevi (e repito, não lhe retirando uma só vírgula):

 

«Cuba, um lugarejo situado nos confins do Alentejo, com cerca de apenas 3.200 habitantes, em vez de EVOLUIR, retrocede de um modo desprezível.

 

(disse de um modo desprezível, porque é desprezível o modo como tratam os animais, nomeadamente os Galgos, em Cuba)

 

A vergonhosa notícia de que foi inaugurado um recinto para tortura de Galgos, que são animais, pelos vistos, não reconhecidos como tais, naquela localidade, só diz do atraso civilizacional em que vive um povo, cujos governantes só têm para lhe oferecer o que há de mais repugnante no carácter dos que se dizem "homens": o seu baixo nível moral, cultural e social.

 

(disse de baixo nível moral, cultural e social porque fazer o que fazem aos Galgos é tudo isso, e muito mais, como se verá mais adiante)

 

«Fiquei perplexa, ao ter conhecimento de mais este retrocesso em território português, depois de tudo o que sabemos que se tem passado em Espanha e noutros países...

 

Os Galgos são Cães bastante sensíveis.

 

(mas os alentejanos de Cuba acham que são “coisas” feitas de pau, como os “cavalinhos” com que as crianças costumam brincar).

 

E os Cães, tal como todos os outros animais que habitam o nosso Planeta, não existem para servir de divertimento a sádicos, que se comprazem com o sofrimento alheio.

 

(e ainda por cima, ganham muito dinheiro, e é isso que os move, à custa do sofrimento de animais tão sencientes).

 

«Enquanto o mundo evolui, Portugal transforma-se no paraíso dos mentecaptos.

 

De acordo com uma fonte municipal, nas mãos da CDU, esta iniciativa tem em vista a captação de visitantes e quer afirmar Cuba como a capital dos Galgos de corrida.»

 

(o que significa dizer que os governantes locais, querem transformar Cuba na capital do “divertimento sádico”)

 

«Enganam-se aqueles que pretendem promover Cuba deste modo desactualizado e primitivo, explorando e torturando animais, com dinheiros públicos.

 

Saberão os responsáveis por esta iniciativa retrógrada que, ao contrário do que pensam, só afastarão visitantes?»

 

Quem, no seu juízo perfeito, irá a Cuba assistir a tão degradante “coisa” (não podemos chamar “àquilo” espectáculo)?

 

Apenas os parvos.

 

Inaugurem pavilhões desportivos; escolas de música, de dança e de artes plásticas; salas de teatro...

 

Enfim, inaugurem algo civilizado que possa chamar a Cuba turistas cultos e oferecer aos jovens locais divertimentos que os façam evoluir.

 

Agora, inaugurarem uma pista municipal de Galgos é algo que só desprestigia a vila e a coloca no rol das terrinhas portuguesas condenadas ao abandono e ao desprezo da sociedade civilizada.

 

Abaixo Cuba!»

 

GALGOS2.jpg

 Quem tiver olhos de ver, olhe bem para os olhos deste desventurado animal, que não nasceu para isto, e veja-se a angústia reflectida no espelho dos seus olhos… E os de Cuba ganham muito dinheiro à custa desta angústia.

 

O PAN - Pessoas, Animais e Natureza (um partido que levou á Assembleia da República um discurso novo), já denunciou aosMinistério Público os maus tratos a que os galgos estão sujeitos para que energúmenos encham os bolsos, e os sádicos se divirtam.

 

De entre os vários maus tratos denunciados está a suspeita do uso de drogas estimulantes, como cocaína, cafeína, eritropoietina e anfetaminas, bem como anti-inflamatórios não esteróides ou corticosteróides.

 

Todos nós sabemos que esta é uma actividade que «representa um negócio altamente lucrativo que vive à custa da exploração do alto nível da actuação dos galgos, pela exigência dos violentos treinos a que são sujeitos, com choques eléctricos, administração de drogas estimulantes altamente prejudiciais à sua saúde e um desgaste bruta.

 

E todos nós sabemos também que, quando os Galgos, aniquilados pelo uso e abuso de tudo isto, já não dão lucro, são ignobilmente abandonados para morrerem à fome, sem qualquer direito a tratamento, ou abatidos sem dó nem piedade.

 

Além disto tudo, fazem-se apostas ilegais (e quem também não sabe disto?) até porque em Portugal, tudo o que meta a exploração de animais, faz-se com muita ilegalidade à mistura.

 

A corrida de galgos não estará regulamentada, mas a corrida de touros está, e as ilegalidades são mais que muitas, e quem de direito não mexe uma palha para fazer valer o regulamento.

 

Se perguntamos às autoridades se a fiscalização a estas actividades existe, elas não respondem, o que poderá significar que essa fiscalização não existe e tudo se faz na maior das ilegalidades.

 

GALGOS3.jpg

Quem tiver olhos de ver continue a reparar na expressão desesperada dos Galgos…

 

Para aqueles alentejanos de Cuba que enviaram comentários ordinários (porque é assim que os cobardes defendem estas actividades lucrativas e abominábeis, com a intenção de calar as vozes que defendem a Vida, qualquer Vida) acrescento que em muitos países esta prática perversa já foi proibida.

 

Há pouco tempo leu-se aqui http://domtotal.com/noticia.php?notId=1045793

 

que o estado australiano de Nova Gales do Sul proibiu a corrida de Galgos depois de uma investigação que revelou o uso de iscas vivas (porcos pequenos, coelhos e gambás, que no final são devorados pelos cães), e o sacrifício de milhares de Cães considerados muito lentos.

 

De acordo com essa investigação, pelo menos 68 mil Cães foram sacrificados nos últimos doze anos.

 

Nessa notícia lê-se ainda que "as corridas de Galgos foram proibidas em muitos países e em muitos estados dos Estados Unidos e são legais em apenas oito países do mundo" (tal como as corridas de touros são legais em apenas oito tristes países do mundo, um dos quais, vergonhosamente, é Portugal).

 

Concluindo:

Alentejanos de Cuba, antes de abrirem essas vossas bocas sujas, para expelirem obscenidades (que é o único modo que sabem utilizar para tentar defender o abuso e tortura de animais sencientes) inteirem-se do que se passa no mundo, ao redor de Cuba, que continua a ser uma vila enterrada no meio do Alentejo, onde a evolução ainda não chegou.

 

E saibam que não tenho medo de ameaças de cobardes.

 

Entretanto vejam neste link quem são os atrasados mentais:

http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/cubenses-alentejanos-nao-confundam-583576

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:48

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 2 de Outubro de 2015

CUBENSES ALENTEJANOS, NÃO CONFUNDAM “COISAS” COM CULTURA, MORAL E ÉTICA…

 

Por favor… Só vos fica mal.

 

A propósito de um texto meu aqui publicado sob o título: «Atraso Civilizacional de um Lugar Alentejano Chamado Cuba», recebi dois comentários curiosos, porque demonstram a iliteracia que vagueia por aí, como uma ventania desnorteada…

 

Esmiucemos os ditos comentários… para que fique claro quem são os atrasados mentais…

 

11813348_996435373711002_7415402028849658613_n[1].

O Rui Silva disse:

 

Comentário no post ATRASO CIVILIZACIONAL DE UM LUGAR ALENTEJANO CHAMADO CUBA

 

 

Para o atrasado mental ou atrasada mental que descreveu a vila de Cuba com um vilarejo nos confins do alentejo, saiba que é muito estupido porque Cuba é das vilas mais desenvolvidas do baixo alentejo tem estação de comboio com terminal rodoviario para… Para o atrasado mental ou atrasada mental que descreveu a vila de Cuba com um vilarejo nos confins do alentejo, saiba que é muito estupido porque Cuba é das vilas mais desenvolvidas do baixo alentejo tem estação de comboio com terminal rodoviario para servir todas as vilas e aldeias em seu redor esta a 5 quilometros do aeroporto de Beja quando beja tem o mesmo aeroporto a 15 quilometros é uma vila com lindos jardins pavilhao desportivo piscina campo de futebol alimentou durante muitos anos funcionarios da base aerea n.11 e da antiga base aerea dos alemães tem boa gastronomia bancos, tribunal, correios, farmacias, GNR, hospital, casa da mesiricordia, bombeiros,escolas, varias igrejas e capelas, Canto alentejano com varias medalhas, restaurantes discotecas supermercados de renome parece que o que escreveu esta noticia sobre a vila é que é ignorante e que por causa de meia duzia de atrasados mentais que vivem na vila e apoiam esta ideia mandar abaixo o resto da populaçao, sou acérrimo defensor da causa animal competamente contra isto tudo, mas quando escreverem merdas cruxifiquem as bestas que tiveram esta ideia e nao uma vila linda e evoluida e um povo simpatico.

 

Rui Silva a 29 de Setembro 2015, 22:36

 

***

Então vamos lá a ver:

 

Cuba é das vilas mais desenvolvidas do Baixo Alentejo porque tem uma estação de comboio, com terminal rodoviário para servir todas as vilas e aldeias em seu redor; está a 5 quilómetros do aeroporto de Beja; é uma vila com lindos jardins; pavilhão desportivo; piscina; campo de futebol; alimentou durante muitos anos funcionários da base aérea nº 11 e da antiga base aérea dos alemães; tem boa gastronomia; bancos; tribunal; correios; farmácias; GNR; hospital; Casa da Misericórdia; bombeiros; escolas; várias igrejas e capelas; Canto Alentejano com várias medalhas; restaurantes; discotecas; e supermercados de renome…?

 

E isto faz da Cuba alentejana uma vila moralmente, socialmente, culturalmente e eticamente evoluída?

 

Um lugar que realiza uma feira, no ano da era cristã de 2015, e à semelhança de anos transactos (de acordo com fonte municipal)   e nela incluí uma abominável “coisa” chamada encerro, touradas à vara larga, largada de Touros, na praça central da vila, e a mais cruel prática tauromáquica, que dá pelo nome de corrida de Touros à portuguesa?

 

E se a estas crueldades juntarmos uma outra atrocidade que é a corrida de Galgos, ficamos com uma noção, nua e crua, da barbárie que vai por terras da Cuba alentejana, que tem muitas “coisas”, mas não tem a mínima DIGNIDADE HUMANA.

 

E a isto chama-se atraso civilizacional.

 

Não confunda “coisas” com “loisas”, ou “alhos” com “bugalhos”.

 

Os insensatos autarcas cubenses colocaram Cuba no rol das terrinhas atrasadas civilizacionalmente, no Alentejo profundo…

 

Podem ter discotecas, caminhos-de-ferro, hospitais, farmácias, correios, bancos, restaurantes e alcatrão nas ruas… mas não têm nem CULTURA, nem MORAL, nem ÉTICA.

 

E esta é a mais pura verdade.

 

E há mais:

 

ENVIADO PARA O MEU E-MAIL:

 

«Por mais que nos esforcemos a favor do BEM-ESTAR ANIMAL, há sempre alguém que tenta destruir esse esforço!! E com a complacência das autoridades governamentais!!

 

Corridas de galgos PARA QUÊ? Só posso concluir que é, sacrificando estes animais, para alguém encher os bolsos!!!

 

Sabem como são tratados e o que fazem a estes galgos para que corram mais que os outros? Não sabe? Então informe-se e vai ver que não apoiará esta iniciativa!!!

Abraços tristes!

Carlos Ricardo

 

***

E ainda mais:

 

«Cuba Quer Ser a Capital Portuguesa do Maltrato Animal

 

Certas autarquias deste país teimam em viver nas trevas ao invés de evoluir e a vila de Cuba é um exemplo.

 

Em 2009 a câmara inaugurou uma praça de touros para torturar bovinos em touradas e ontem inaugurou uma pista municipal para corridas de galgos.

 

De acordo com uma fonte municipal esta iniciativa tem em vista a captação de visitantes e quer afirmar Cuba como a capital dos galgos de corrida.

 

Quando é que será que todas estas vilórias que desbaratam dinheiros públicos para explorar e torturar animais vão perceber de uma vez por todas que ao contrário de atraírem visitantes só os afastam.

 

Cuba a partir de agora será reconhecida como a capital do maltrato animal.

 

Prótouro

Pelos touros em liberdade

 

COMENTÁRIO:

Protagonismo vaidoso de mentalidades incultas, que pensam ser luminárias e que vão ficar famosas, mas que só sobressaem por esbanjar já escassos dinheiros públicos e fomentarem exploração, maltrato, doping dos galgos e o vício e a corrupção em apostas nas corridas. Algo semelhante com as corridas de cavalos e o que as respectivas máfias fazem. (Vasco Manuel Martins Reis)

 

in https://protouro.wordpress.com/2015/09/27/cuba-quer-ser-a-capital-portuguesa-do-maltrato-animal/

 

E a isto chama-se atraso civilizacional.

 

***

E mais:

 

COMENTÁRIOS ao texto em causa, no Facebook:

 

«Este Portugal cada vez está pior, já não basta toda a selvajaria existente, que surge sempre mais, fruto de mentes distorcidas vindas da negritude dos tempos. Adianta que tenhamos a geração mais qualificada de sempre pois, em termos de ideais, cada vez estamos pior...» (José Costa)

 

***

«Pois, eu, vivi lá, por vontade do destino, durante uns quatro anos e nunca me tinha apercebido de que uma terra poderia ser tão atrasada, é como diz, Isabel, nos confins do Alentejo, e vive na idade da pedra.

 

Vai essa estupidez de actividade ser um êxito, não tenho a menor duvida, visto ali á volta ter outras terriolas tão estúpidas e atrasadas como Cuba e de onde vão sair os nativos suficientes para que seja uma actividade de sucesso, com apostas e essas coisas. Nessas terras ainda é "normal "deixar os cães amarrados às árvores com uma corrente de um metro durante uma vida inteira, quando acham que o animal já não serve para nada vão abandona-lo bem longe para que morra, isto e muito mais, as corridas de galgos está longe de ser o pior que se pode fazer naquela zona aos animais. (Judite Corte-real Amaral)

 

***

«É uma terra que adoro, pela minha 'costela' alentejana, mas que agora desceu muito na minha consideração...» (Maria Do Carmo Torres)

 

***

E a propósito… não vi no rol das "coisas" que Cuba tem, uma BIBLIOTECA, um TEATRO, algo assim mais... CULTURAL...

 

***

E agora nós, Rudolfo Coimbra:

 

Comentário no post ATRASO CIVILIZACIONAL DE UM LUGAR ALENTEJANO CHAMADO CUBA

 

independentemente de concordar que a exist~encia de tal recinto nao devia sequer ser cogitada, acho lamentável que não saiba distinguir Cuba de dois ou três decisores políticos que estão em Cuba. Que vergonha.

 

Rudolfo Coimbra a 1 de Outubro 2015, 08:13

 

***

Pois Rudolfo Coimbra, VERGONHA é o que o povo da Cuba alentejana faz por Cuba.

 

As localidades são aquilo que o povo faz delas.

 

Quem vota nos dois ou três decisores políticos que estão em Cuba a desgovernar?

 

Quem faz de Cuba uma vila com um atraso civilizacional considerável?

 

Nem todos os cubenses são incultos.

 

Acredito que sim. Nem todos serão.

 

Mas será culto quem vota em autarcas incultos?

 

Se eles lá estão (no poder), não é por mero acaso.

 

Pense nisso.

 

É que quem não quer ser INCULTO não lhe vista a pele.

 

Não são os belos jardins, as farmácias, os supermercados, os tribunais, os correios, os bancos, enfim, todos esses “serviços” que fazem de um lugar, um lugar civilizado.

 

O que dá bom nome a um lugar e o faz ser evoluído são as actividades civilizadas, nele realizadas, e a atitude dignificante dos autarcas e do povo que vota nesses autarcas.

 

Logo, a Cuba, um lugar perdido nos confins do Alentejo profundo, basta a selvajaria tauromáquica e a corrida de Galgos, para sujar o nome do lugar e colocá-lo no rol das terrinhas com um atraso civilizacional bastante acentuado.

 

***

 

Portanto, atrasados mentais são, pois, os que se recusam a evoluir, numa época em que o maltrato animal está a ser posto em causa e a ser rejeitado por todo o mundo civilizado.

 

Apenas Portugal segue na senda do retrocesso.


Se não houvesse espectadores para essas selvajarias... elas não existiriam...

 

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:53

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 29 de Setembro de 2015

ATRASO CIVILIZACIONAL DE UM LUGAR ALENTEJANO CHAMADO CUBA

 

GALGOS.jpg

(Origem da imagem: Internet)

 

Cuba, um lugarejo situado nos confins do Alentejo, com cerca de apenas 3.200 habitantes, em vez de EVOLUIR, retrocede de um modo desprezível.

 

A vergonhosa notícia de que foi inaugurado um recinto para tortura de Galgos, que são animais, pelos vistos, não reconhecidos como tais, naquela localidade, só diz do atraso civilizacional em que vive um povo, cujos governantes só têm para lhe oferecer o que há de mais repugnante no carácter dos que se dizem "homens": o seu baixo nível moral, cultural e social.

 

Fiquei perplexa, ao ter conhecimento de mais este retrocesso em território português, depois de tudo o que sabemos que se tem passado em Espanha e noutros países...

 

Os Galgos são Cães bastante sensíveis.

 

E os Cães, tal como todos os outros animais que habitam o nosso Planeta, não existem para servir de divertimento a sádicos, que se comprazem com o sofrimento alheio.

 

Enquanto o mundo evolui, Portugal transforma-se no paraíso dos mentecaptos.

 

De acordo com uma fonte municipal, nas mãos da CDU, esta iniciativa tem em vista a captação de visitantes e quer afirmar Cuba como a capital dos Galgos de corrida.

 

Enganam-se aqueles que pretendem promover Cuba deste modo desactualizado e primitivo, explorando e torturando animais, com dinheiros públicos.

 

Saberão os responsáveis por esta iniciativa retrógrada que, ao contrário do que pensam, só afastarão visitantes?

 

Quem, no seu juízo perfeito, irá a Cuba assistir a tão degradante “coisa” (não podemos chamar “àquilo” espectáculo)?

 

Apenas os parvos.

 

Inaugurem pavilhões desportivos; escolas de música, de dança e de artes plásticas; salas de teatro...

 

Enfim, inaugurem algo civilizado que possa chamar a Cuba turistas cultos e oferecer aos jovens locais divertimentos que os façam evoluir.

 

Agora, inaugurarem uma pista municipal de Galgos é algo que só desprestigia a vila e a coloca no rol das terrinhas portuguesas condenadas ao abandono e ao desprezo da sociedade civilizada.

 

Abaixo Cuba!

Uma velhariazinha primitiva a boicotar.

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 10:02

link do post | Comentar | Ver comentários (11) | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 10 de Maio de 2013

CORRIDA DE GALGOS EM TERROSO (PÓVOA DE VARZIM)

 

Os galgos não nasceram para serem explorados deste modo. Quando já não têm serventia, são abandonados, maltratados e muitos morrem à fome

 

  

Promovida pela freguesia de Terroso

 

Corrida de Galgos? Mais esta? Para juntar ao abominável Tiro aos Pombos e às execráveis vacadas da freguesia de Rates?

 

E a abominável caça à raposa, pelo clube de caçadores da freguesia da Estela, que está a organizar a 4ª tourada para Julho, com o apoio de um órgão de comunicação social local e dos autarcas?

 

A Póvoa de Varzim continua a ser o concelho mais carniceiro de Portugal. Acrescente-se os maus tratos aos cães do canil; os circos com animais que invadem a cidade com cartazes desprezíveis; touradas; garraiadas...

 

Que gente será esta?

 

O que pretende deixar como herança às crianças?

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:20

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Julho 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

PARLAMENTO DISCUTE PROIBI...

CORRIDA DE GALGOS EM GUAR...

EM HONRA DE SÃO SEBASTIÃO...

«CORRIDAS DE GALGOS»

Ó ALENTEJANOS DE CUBA, AI...

CUBENSES ALENTEJANOS, NÃO...

ATRASO CIVILIZACIONAL DE ...

CORRIDA DE GALGOS EM TERR...

Arquivos

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt