Sexta-feira, 21 de Janeiro de 2022

Legislativas 2022: é uma vergonha para Portugal que candidatos a primeiro-ministro defendam a barbárie tauromáquica descaradamente nos seus programas eleitorais

 

Devíamos estar já num patamar evolutivo em que TODOS os partidos políticos, que vão a votos numas eleições legislativas, convergissem para a ABOLIÇÃO desta que é a prática bárbara mais polémica de Portugal, porque há outras, também bárbaras, mas menos “faladas”: corridas de Galgos, de Cavalos, rinhas de Galos, matanças de Porco) enfim, coisas que só criaturas com um pé na Idade Média praticam, apoiam e aplaudem.

 

Vamos então ver quem é pela ABOLIÇÃO e quem é a FAVOR da barbárie tauromáquica, que conduz ao RECUO da Humanidade:

Avanço para o Touro.png

 

O PAN defende a ABOLIÇÃO desta prática bárbara (não posso chamar-lhe “espectáculo” porque espectáculos são concertos de música, teatro, ópera, dança... O PAN promete proibir, as inadmissíveis “escolas” de toureio, onde crianças e jovens são obrigados, à força a aprenderem a ser CRUÉIS e COBARDES para com seres vivos indefesos. E isto poderá configurar um crime de lesa-infância em qualquer país civilizado, mas NÃO, em Portugal. O PAN quer também acabar com os apoios públicos a esta crueldade, e extinguir a secção de tauromaquia existente, INACREDITAVELMENTE, no Conselho Nacional de Cultura, como se a crueldade, a violência e a tortura contra seres vivos sencientes alguma vez pudesse ser considerada “cultura” em pleno século XXI d. C.. Já foi "cultura" pobre e podre na Idade das Trevas, onde impearva a mais profunda ignorância.

O partido LIVRE,ivre também é pela ABOLIÇÃO das actividades tauromáquicas, em Portugal, e pela extinção da tal inconcebível secção de tauromaquia, no Conselho Nacional de Cultura, e pela imediata eliminação de subsídios a actividades que promovam maus-tratos a animais.     

 

O Bloco de Esquerda apresenta algumas medidas anti-tauromaquia, mas não fala em abolição. Então o que pretende o BE em relação à tauromaquia? Pretende a interdição do trabalho de menores em todas as actividades tauromáquicas, mesmo que amadoras; a reconversão de praças de touros fixas com pouca ou nenhuma utilização em espaços culturais; a eliminação dos apoios públicos, directos e indirectos, a actividades tauromáquicas e outros eventos que submetam os animais a sofrimento físico ou psíquico.

 

Mas só a ABOLIÇÃO é SOLUÇÃO.

 

E quais os partidos que estão a FAVOR da tortura de Touros e Cavalos?

 

O CDS/PP, do assumido aficionado Francisco Rodrigues dos Santos, e o CHEGA, de André Ventura.

 

Trata-se da extrema-direita a opor-se à EVOLUÇÃO de Portugal.

Encapotado sob a “defesa do mundo rural”, como se o mundo rural passasse pela TORTURA de animais, o CDS quer a descida da taxa do IVA para 6% nas práticas bárbaras tauromáquicas, que deviam ser taxadas a mil%. O CDS quer também reverter o limite de idade para se assistir à tortura de Touros, como se isto fosse algo apropriado a crianças e jovens. 

 

O CHEGA tem na caça e na tauromaquiaactividades tradicionais relevantes”, e para tal, quer que a regulamentação destas duas actividades, que até podem ser da tradição troglodita, mas NÃO são relevantes para a sociedade dos tempos hodiernos, deva incentivar uma gestão sustentável e não imposições meramente proibicionistas, como se torturar e matar animais indefesos, por prazer, fosse coisa de GENTE.

 

Por fim, os partidos que mais perto podem estar da próxima governação, o PS e o PSD, muito astuciosamente, NÃO OUSARAM incluir nos seus programas eleitorais quaisquer propostas para a tauromaquia, esperando que o eleitorado se esqueça de que ambos estes partidos sempre votaram a FAVOR da tauromaquia e, consequentemente, CONTRA a evolução de Portugal?


Que venha o diabo e escolha!



Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:29

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 8 de Outubro de 2013

A ALÍNEA DO DECRETO-LEI QUE INSULTA OS ABOLICIONISTAS DL 132-2013 DE 13 DE SETEMBRO

 

A torcionária Ana Rita caiu do cavalo… (Junho de 2013)

 

É isto que a Assembleia da República pretende decretar?

 

Como torturar um Touro? Como torturar um Cavalo? Como matar ou deixar paraplégico ou incapacitado um torcionário?

 

Isto será legislação de GENTE INTELIGENTE?

 

Ou servirá apenas o lobby tauromáquico?

 

EXIGIMOS A ABOLIÇÃO JÁ!

 

As leis que regem esta vergonha são bastardas, irracionais, anti-ética e desumanas.

 

O PODER É DO POVO, NÃO DE QUEM O SERVE.

 

(Origem da foto: Farpas Blog)

 

Por PRÓTOURO

 

«Entre as várias secções especializadas, encontramos como não poderia deixar de ser, a secção de tauromaquia. Afinal, vivemos num país governado por gente tão “instruída”, que considera que um espectáculo onde se tortura metodicamente um animal é cultura.

 

A secção é composta por representantes ligados à tauromaquia tais como: criadores de touros de lide, forcados, toureiros, empresários tauromáquicos, directores de corrida, médicos veterinários com actividade taurina (taurina uma palavra tipicamente portuguesa!), união internacional das cidades e vilas taurinas, entre outros.

 

Se o artigo 25º, nº1 do referido decreto-lei, é por si só anormal, mais anormal é o facto da alínea m), referir um representante de associações ou entidades de defesa ou protecção dos direitos dos animais!!!

 

Artigo 25º do Decreto-Lei 132/2013

 

Mas quem é que teve a ideia peregrina de integrar um representante dos direitos dos animais, numa secção especializada de tauromaquia? O governo acha que alguém que defende animais aceitaria semelhante cargo? E se se desse o caso de alguém aceitar o lugar, iria opinar sobre o quê?

 

Sobre se os ferros compridos devem ser mais curtos ou se os ferros curtos devem ser mais curtinhos? Sobre se os touros devem ser anestesiados para lhes retirarem as bandarilhas que os toureiros lhes cravam violentamente?

Como não acreditamos que a alínea m) do decreto-lei seja um erro tipográfico, a única explicação, é que o governo está a gozar e a insultar todos aqueles que exigem a abolição da tauromaquia.

 

Prótouro

 

Pelos touros em liberdade»

 

Fonte:

http://protouro.wordpress.com/2013/10/08/a-alinea-do-decreto-lei-que-insulta-os-abolicionistas/comment-page-1/#comment-186

 

***

O hediondo Decreto-Lei nº 132/2013 de 13-09-2013

 

Artigo 25.º - Secção de tauromaquia

 

APRECIE-SE O ABSURDO DESTE DECRETO:

 

1 - A secção especializada permanente da tauromaquia é integrada:

a) Pelo inspector-geral das Actividades Culturais, que preside;

b) Pelo director-geral de Alimentação e Veterinária ou por um representante por ele designado;

c) Pelo director-geral da Saúde ou por um representante por ele designado;

d) Por um representante da Associação Nacional de Municípios Portugueses;

e) Pelo bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários ou por um representante por ele designado;

f) Por um representante do Sindicato Nacional dos Toureiros Portugueses;

g) Por um representante da Associação Nacional de Grupos de Forcados;

h) Por um representante da Associação Portuguesa de Empresários Tauromáquicos;

i) Por um representante da Associação Portuguesa de Criadores de Touros de Lide;

j) Por um representante da Associação de Médicos Veterinários com Actividade Taurina;

k) Por um representante da Associação Tauromáquica dos Directores de Corrida;

l) Por um representante da União Internacional das Cidades e Vilas Taurinas;

m) Por um representante de associações ou entidades de defesa ou protecção dos direitos dos animais.

 

2 - Compete à secção especializada permanente de tauromaquia:

 

a) Apoiar o membro do Governo responsável pela área da cultura (?????????) no desenvolvimento das linhas de política cultural para o sector da tauromaquia;

b) Acompanhar e efectuar o balanço da temporada tauromáquica, propondo as medidas necessárias ao seu bom desenvolvimento e à correcção de desvios;

c) Apresentar, debater e emitir recomendações que permitam uma constante adequação da actividade tauromáquica às necessidades do sector;

d) Apreciar e debater as propostas legislativas ou regulamentares que lhe sejam submetidas pelo membro do Governo responsável pela área da cultura; (???????????)

e) Favorecer o diálogo entre todos os agentes ligados ao sector e propor medidas que contribuam para uniformizar práticas e comportamentos que disciplinem e dignifiquem a actividade tauromáquica (??????????????)

3 - À indicação do representante previsto na alínea m) do n.º 1, aplica-se, se for o caso, o disposto nos n.ºs 2 a 5 do artigo 22.º

 

No dia 13 de Setembro, foi publicado em Diário da República, o Decreto-Lei 132/2013 que regula a composição do Conselho Nacional de Cultura.

 

***

Área da cultura??????? Que cultura?

 

Dignificar a actividade tauromáquica? O mesmo que dizer DIGNIFICAR A TORTURA?

 

Não pensem os senhores legisladores que isto fica assim.

 

O PODER É DO POVO, NÃO DE QUEM O SERVE.

E O POVO EXIGE A ABOLIÇÃO TOTAL DESTA VERGONHA.

 

NÃO É DA COMPETÊNCIA DE O GOVERNO PORTUGUÊS  SERVIR O LOBBY TAUROMÁQUICO.

***
COMENTÁRIO DO MÉDICO VETERINÁRIO DR.: VASCO REIS:

 

A propósito do Artigo 25º, 1, m) do Decreto-Lei 132/2013, considero que por objecção de consciência não haverá representante de associações ou entidades de defesa ou protecção dos direitos dos animais para a secção de tauromaquia do Conselho Nacional de Cultura, porque tauromaquia é tortura.

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 12:15

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Dezembro 2022

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

Legislativas 2022: é uma ...

A ALÍNEA DO DECRETO-LEI Q...

Arquivos

Dezembro 2022

Novembro 2022

Outubro 2022

Setembro 2022

Agosto 2022

Junho 2022

Maio 2022

Abril 2022

Março 2022

Fevereiro 2022

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. 1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome. 2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas". 3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt