Sábado, 5 de Setembro de 2015

Argumentos: Touradas II (touro bravo)

 

Texto exemplarmente completo e detalhado sobre todas as questões que se levantam nos debates sobre tourada, incluindo a ideia de que as touradas evitam a extinção do touro "bravo"

 

CAPT.jpeg

 

CAPT - Campanha Abolicionista da tauromaquia em Portugal

 

«Não vamos entrar pelos argumentos, porque aí, lamento, mas espalham-se os aficionados. O único argumento legítimo e verdadeiro que têm, é o de a tourada ser um espectáculo legalizado e, como tal, terem todo o direito a participar. Ponto final porque acabam aí os argumentos válidos.

 

O Sr. que fala em adrenalina ou no sangramento para alívio do touro obviamente não entende nada de biologia, de fisiologia ou de comportamento animal; percebe apenas da sua adrenalina quando assiste a espectáculos de violência. Essa do sangramento para alívio dos humores foi uma prática médica muito em voga na Idade Média mas abandonada posteriormente.

 

O que está na base do movimento anti-touradas não é claramente uma questão de gostos. Os gostos não se discutem. O pior é quando os nossos gostos colidem com a vida ou a integridade física de outros. Gostar é diferente de amar ou respeitar. É por demais evidente que os pedófilos gostam crianças; mas é uma maneira de gostar que passa pela exploração dos menores e pela negação dos seus direitos. Os que vivem da indústria tauromáquica cuidam dos touros porque vivem da sua exploração; se eles não lhes trouxessem rendimento, duvido que tratassem deles em regime pro-bono. Mas fica o desafio: vamos ver quantos aficionados amam verdadeiramente a raça taurina e se dispõem a cuidar dos exemplares existentes quando acabarem as touradas. Como fazem, por exemplo, as associações de animais por este país fora, que abnegadamente se dedicam a cuidar de cães e gatos abandonados.

 

Outra falácia comum para fugir à discussão séria sobre ética é comparar a vida em liberdade que precede a tortura na arena à vida dos animais em criação intensiva. É claro que a criação intensiva é uma ignomínia, mas não invalida que as corridas de touros não constituam também uma ignomínia. Aqui podemos cair na questão de comparar coisas parvas como campos de concentração, por exemplo: seria melhor acabar em Auschwitz ou em Treblinka? É melhor morrer à nascença ou aos 4 anos? Com uma facada no peito ou afogado? Tudo isto são questões absolutamente laterais e cujo único objectivo é desviar a atenção de uma pergunta muito simples:

 

É eticamente aceitável criar um animal para o massacrar publicamente e ganhar dinheiro assim?

 

Se respondermos sim, abrimos a porta para as lutas de cães, de galos, e até de indivíduos que, por grande carência financeira ou mesmo falta de neurónios, se disponham a entrar num recinto e participar numa luta de morte em jeito de espectáculo. Há quem goste de ver. E se vamos pela quantidade de público a assistir, nada batia os linchamentos públicos nos pelourinhos. Mas isso também acabou; houve uma altura em que passámos a considerar isso um espectáculo incorrecto e imoral.

 

Vi agora que ainda há mais uns pseudo-argumentos: comparar injecções ou vacinas com as bandarilhas. Parece uma brincadeira comparar uma agulha fina com o objectivo de tratar uma doença ou evitar outra - no caso das vacinas - com a introdução de 9cm em metal grosso, cujos 3cm finais são em forma de arpão para não sair e continuar a rasgar os músculos e os ligamentos durante a lide. Das duas, três: ou está a brincar, ou não usa o raciocínio ou quer enganar os outros.

 

Depois vem mais uma das bandeiras frequentemente agitadas: a da extinção do touro bravo. Como muitos dos que lutam contra a existência das touradas são pro-ambientalistas, este parece ser um argumento forte. Parece, mas obviamente não é. O que os ecologistas defendem é a não interferência nos ecossistemas porque há equilíbrios frágeis cuja totalidade das varáveis são desconhecidas e as rupturas imprevisíveis. Não tem nada a ver com o touro bravo.

 

A extinção do touro bravo teria o mesmo impacto ambiental que a extinção do caniche. Podemos lamentá-la, claro, por razões sentimentais, mas não afectam em nada os ecossistemas. E se falamos de ambiente, as herdades onde se faz a criação extensiva de touros podiam dar lugar a montados de sobro e plantação de oliveiras. Temos um clima e um solo excelentes para a produção de azeite e cortiça e não somos autónomos na questão do azeite, o que nos traria ganhos financeiros e mais independência económica. Os toureiros, se quisessem reconverter-se, podiam ir para a apanha da azeitona com as suas calcinhas justas e a jaqueta de lantejoulas; não seria prático mas dava uma nota de cor aos campos nessa altura do ano."

 

Fonte:

Texto escrito por uma Amiga e publicado em 2009 no Fórum MATP - Movimento Anti-Touradas de Portugal

http://abolicionistastauromaquiaportugal.blogspot.pt/2012/08/touradas-ii.html

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:03

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 9 de Março de 2015

Este foi o comentário mais estúpido que já recebi sobre as touradas à corda nos Açores

 

Vou responder à letra a este comentário (embora a estupidez me provoque urticária) para que não voltem a enviar-me esta verborreia, porque já estou farta dela.

 

Será que ainda não aprenderam nada com o que aqui é publicado?

 

Hoje em dia, ser ignorante é uma opção. Sabia, Mariana Silveira?

 

E os que aqui vêm, a este Blogue, depois de lerem (ou não lerão?) o que publico, atreverem-se a ignorantar a este propósito é um pouco demasiado, não será?

 

 

TOURADA À CORDA.jpeg

Esta é uma triste cena, numa rua da Ilha Terceira, onde um bovino se encontra no chão, ferido, amarrado a cordas e de cornos embolados. E uma “gentinha”, ao redor, a assistir a esta parvoíce.

 

***

Mariana Silveira, deixou um comentário ao post É assim, a tourada à corda nos Açores… Uma vergonha, que o mundo rejeita e condena… às 20:55, 2015-03-08.

Comentário:

 

Boa noite! Venho por este meio informar-lhe que nós não magoamos os touros nas touradas à corda. Primeiramente, estes são postos à prática para mostrar a sua bravura, aliás os animais magoam-se a si mesmos no asfalto mas quando o foguete é lançado para que os mesmos entrem na gaiola, as feridas são cuidadas e não, nós não os abatemos a seguir às touradas. Em segundo lugar, as touradas à corda são Homem "contra" touro, sem espetos de ferro a magoarem o animal, sem cavalos a ajudarem os humanos e sem ser uma arena fechada onde não há hipótese de fuga ou defesa. A bem dizer é um confronto justo, pois só à contacto físico natural vindo das duas partes. E finalmente, faça favor de se informar melhor sobre as tradições da MINHA ilha, porque nós não somos todos uns embriagados, uns incultos ou analfabetos! Sou uma terceirense muito orgulhosa e oxalá Deus lhe tire a ignorância que lhe transborda.

 

***

«Venho por este meio informar-lhe que nós não magoamos os touros nas touradas à corda».

 

- Não, Mariana Silveira, não magoam…POUCO. Esta imagem fala por si, mas há muitas mais que provam precisamente o contrário. E eu já estou demasiado informada sobre esta selvajaria, praticada apenas por gente bronca (felizmente uma minoria nos Açores). Não preciso de mais informações, muito menos de informações idiotas. É que basta retirar os bovinos dos pastos e metê-los em gaiolas para já estar a violentá-los barbaramente, cobardemente.

 

«Primeiramente, estes são postos à prática para mostrar a sua bravura, aliás os animais magoam-se a si mesmos no asfalto mas quando o foguete é lançado para que os mesmos entrem na gaiola, as feridas são cuidadas e não, nós não os abatemos a seguir às touradas

 

- Primeiramente, Mariana Silveira, os bovinos não existem para serem postos “à prática” de coisa nenhuma, a não ser a de pastar tranquilamente, livremente, nos campos verdes das ilhas do Arquipélago dos Açores.

 

Segundamente, Mariana Silveira, os animais magoam-se a si mesmos no asfalto, porque os bovinos não nasceram para andar no asfalto a correr, assustados, à frente de broncos avinhados.

 

Terceiramente, Mariana Silveira, quando o foguete é lançado os animais assustam-se, porque qualquer ser sensível se assusta com esse foguetório infernal, que devia ser proibido. Até eu me assusto. Se há uma coisa que detesto é esse barulho horroroso dos foguetórios. Tenho ouvidos sensíveis, como todos os verdadeiros animais têm, incluindo os bovinos.

 

Quartamente, Mariana Silveira, quando o horroroso foguete é lançado para que (o bovino) entre na gaiola as feridas são cuidadas? Afinal MAGOAM os animais. E sabia que obrigar um animal a entrar numa gaiola é uma violência, tão violenta como meter a Mariana Silveira numa gaiola? Já experimentou? Então experimente. Mas antes mande lançar um foguete.

 

Quintamente, Maria Silveira, não abatem os bovinos quando as touradas acabam? Pois não. Quantos deles morrem pelo caminho, ou lentamente à falta de cuidados? Tudo isto é uma violência. Uma crueldade desmedida.

 

«Em segundo lugar, as touradas à corda são Homem "contra" touro, sem espetos de ferro a magoarem o animal, sem cavalos a ajudarem os humanos e sem ser uma arena fechada onde não há hipótese de fuga ou defesa

 

- Mariana Silveira, as touradas à corda são “omem” (sem h, porque Homem com H maiúsculo não se mete nisto) "contra" bovino, sem espetos de ferro a magoarem o animal, sem cavalos a ajudarem os humanos e sem ser numa arena fechada onde não há hipótese de fuga ou defesa, mas esqueceu-se de acrescentar as cordas que o impedem de fugir, e dos cornos embolados, que o impedem de defender-se legitimamente. E toda aquela gritaria de gente histérica e alcoolizada que perturba até o asfalto, quanto mais um ser sensível, como é o bovino, e tudo isto é de uma violência psicológica inominável.

 

 

«A bem dizer é um confronto justo, pois só à contacto físico natural vindo das duas partes

 

- A bem dizer, Mariana Silveira, o confronto não é justo, pois o contacto físico não é natural, pelo contrário, é completamente anormal, porque o Homem não nasceu para andar a correr atrás de bovinos amarrados com cordas e com os cornos embolados; e os bovinos não nasceram para ser puxados com cordas nas ruas, por “omens” alcoolizados. Isto não é nada natural. Isto é totalmente aberrante. Só os broncos e cobardes o fazem. Sabia?

 

«Faça favor de se informar melhor sobre as tradições da MINHA ilha, porque nós não somos todos uns embriagados, uns incultos ou analfabetos! Sou uma terceirense muito orgulhosa e oxalá Deus lhe tire a ignorância que lhe transborda

 

- Como diz, Mariana Silveira? Tradições da sua ilha? Não. Não são tradições. As tradições DIGNIFICAM os povos. A tourada não passa de um costume bárbaro, introduzido no Arquipélago dos Açores, pelos bárbaros espanhóis, no tempo das Dinastias Filipinas. E já era tempo de deixarem essa barbárie. Os Filipes já saíram de Portugal há muito. Ainda não se deram conta disso?

 

Quanto ao não serem todos uns embriagados, incultos ou analfabetos, na realidade não são todos. Felizmente são uma minoria, mas uma minoria apoiada por governantes incultos que impedem que a evolução e a civilização entrem no Arquipélago. É muito triste.

 

E saiba que Deus já me tirou da ignorância, e o que transborda em mim é o conhecimento excessivo do que é esse costume bárbaro de que alguns açorianos tanto se orgulham e deviam de envergonhar-se, porque só dá mau nome a um Arquipélago que poderia ser um paraíso perfeito, se não fosse essa prática praguenta dos broncos açorianos.

 

E nunca mais se meta a defender a “cultura” desses broncos, a não ser que me apresente argumentos racionais, éticos e morais, para o fazer.

 

É que já estou farta de tanta ignorância, depois de aqui colocar tanta informação a este respeito.



Isabel A. Ferreira

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:39

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 29 de Julho de 2014

Dez argumentos a favor da tourada

 

(Magnífico texto)

 

 

in Blogue Por Falar noutra Coisa

http://porfalarnoutracoisa.blogspot.pt/2014/07/10-argumentos-favor-da-tourada.html

 

«Já escrevi sobre tourada mas senti que me tinham faltado algumas coisas, e como a semana passada foi assunto quente, aqui ficam opiniões que são minhas. Deixo-vos com 10 argumentos a favor da tourada.

 

A TOURADA É TRADIÇÃO E CULTURA

 

É uma actividade que remonta ao século XII, altura em que a maioria das pessoas não sabia ler nem escrever, em que a consciência humana e social era quase nula e ainda se cagava em penicos. Por si só este argumento é parvo, já que os coliseus romanos, queimar bruxas na fogueira e a escravatura também eram tradições culturais de tempos antigos. Felizmente vamos evoluindo enquanto espécie, alguns pelo menos, e vamos adaptando as nossas tradições aos valores da sociedade.

 

SÓ VÊ QUEM QUER, SÃO GOSTOS E TEMOS QUE RESPEITAR

 

Sim, a liberdade de opinião é sempre de valorizar. Tem que existir toda a liberdade para se ser parvo é um facto, que é o que este argumento é. Comentaram uma vez aqui no blogue a dizer "Eu também não gosto de boxe, quando está a dar na TV mudo". Comparar boxe com tourada é o mesmo que comparar violação com sado-masoquismo. Ambos fazem dói-dói mas num estão lá os dois por livre vontade. Quando se fala de direitos e civismo, o gosto e a liberdade não são para aqui chamados, muitos padres também gostam de criancinhas e não é por aí que se vai legalizar a pedofilia.

 

NÃO COMES CARNE?

 

O argumento mais parvo de todos que infelizmente é utilizado por muitos vegans para atacar quem não o é, em vez de apoiarem quem está a tentar acabar com a tourada. Comer carne só seria comparável à tourada se começassem a cobrar bilhete para ir ao matadouro assistir ao break dance que as vacas e os porcos fazem quando estão a ser electrocutados. Com direito a transmissão televisiva e a desfile de homens de calças vermelhas, mulheres oxigenadas com filhos de cabelo à playmobil pela mão a dizer "Veja Martim, veja a vaca a contorcer-se, se não fosse tradição e cultura era horrendo, agora assim é uma caturreira." E eu até sou vegan não praticante como já aqui escrevi.

 

OS TOUROS BRAVOS ESTARIAM EXTINTOS SEM AS TOURADAS

 

E então? 99% das espécies que já existiram estão extintas. Não fomos nós que as matámos todas, é o curso da natureza. Se for de forma natural é deixá-las ir, não faz muito sentido, a meu ver, manter uma espécie viva para lhe causar sofrimento. Esse argumento seria o que os apoiantes da escravatura utilizariam se a raça negra se estivesse a extinguir. Antes extintos do que escravos, digo eu que nunca fui escravizado mas pelo que li não devia ser agradável.

 

O TOURO NÃO SOFRE

 

Este argumento é parvo. Já viram que há um padrão nos argumentos? Não digo que sofra mais que em muitos matadouros, provavelmente sofre menos, mas não é isso que está em causa. É o espectáculo deprimente que se monta à volta de um animal que está a ser espicaçado e sangrado. Mesmo que as bandarilhas não lhe doam assim tanto, não justifica a ritual medieval que hoje em dia é mais para agradar à direita "chique" do que ao povo. Ver pessoas na plateia a tapar a cara de horror, mas que vão na mesma porque está na moda... era um par de chapadas à padrasto para aprenderem.

 

OS TOUROS SÃO ANIMAIS AGRESSIVOS E NASCERAM PARA A LIDE

 

Os touros são animais territoriais e selvagens e como tal, quem lhes invada o território sujeita-se a levar com um chifre nas nalgas. Fora isso são animais normais colocados entre a bandarilha e parede, onde se vêem forçados a marrar nos forcados. Nunca vi um touro a andar a vaguear à noite, escondido em esquinas e becos à espera de uma rapariga perdida para a violar. Nunca vi gangues de touros com lenços na cabeça a arranjar confusão no bairro alto. No entanto os humanos fazem isso e nós, infelizmente, não os pomos numa arena a serem espetados com bandarilhas no lombo. Agressivo e parvo é o ser humano, uns mais que outros.

 

É UMA ARTE BONITA DE SE VER

 

Também é bonito ver mulheres nuas na rua (algumas) e não é por isso que é legal. Infelizmente. A definição de arte e a beleza são subjectivas, se o Da Vinci para a tinta dos seus quadros tivesse utilizado bebés e um espremedor de laranjas, também continuavam a ser obras de arte, mas os meios não justificavam os fins. Cá para mim a arte que os aficionados se referem é ver a tomatada dos toureiros ali toda pronunciada no meio dos collants e lantejolas, normalmente de tons rosas e amarelos. Sim, é realmente uma arte conseguirem arrumar aquilo para um lado e ainda conseguirem andar como deve ser.

 

ATRAI TURISMO

 

Acredito que sim, mas sabem o que também atrai turismo? Prostituição e drogas. Há até quem vá a certos países de 3º mundo para comer criancinhas. É esse o turismo que queremos ter? Eu cá passo bem sem os estrangeiros que querem ver um animal a sofrer, prefiro mil vezes um grupo de 10 ingleses bêbedos a vomitar.

 

DÁ EMPREGO A MUITA GENTE

 

O desemprego é na sua maioria mau, mas há muita gente que está desempregada porque ou não quer trabalhar ou não tem capacidades para fazer nada. Se a tauromaquia é a única coisa que se sabe fazer na vida então se calhar o desemprego é justo. Sem subsídio neste caso se faz favor. Mais uma vez, a droga e a prostituição também dão emprego a muita gente, a diferença é que no caso da droga e da prostituição a legalização iria diminuir o número de pessoas que estão nessa vida contra a sua própria vontade.

 

PREOCUPEM-SE ANTES COM OS CÃES ABANDONADOS

 

As coisas não são mutuamente exclusivas. A questão é que uma acontece às escondidas (e agora já é crime), a outra passa na RTP. É normal que chame mais à atenção. Não acho que quem goste de tourada seja automaticamente atrasado mental e má pessoa como acho de quem abandona um cão. Quem faz isso a um animal com o qual conviveu e devia ter criado laços, para o deixar a sofrer algures na beira de uma estrada ou numa mata, devia morrer. Quem faz isso é impossível ser uma pessoa decente e devia estar numa arena a ser sodomizado por uma manada de touros com elefantíase do pénis. O touro sempre tirava algum prazer assim.

 

Por falar na nova lei que criminaliza os maus tratos a animais, como sabem só se aplica aos de companhia. Será que se eu tiver um touro amestrado lhe posso espetar ferros no lombo para o ensinar a dar a sentar e dar a pata? E os circos a mesma coisa, aliás os circos com animais e as touradas têm um ponto em comum, ambos maltratam e exploram seres vivos contra a sua vontade e ambos têm palhaços, no caso das touradas costumam estar também nas bancadas.

 

***

 

Posto isto, quero apenas terminar dizendo que respeito muito mais quem gosta de tourada e diz que gosta porque sim, porque cresceu com isso e não está preocupado com o touro. Que o sofrimento do animal não o preocupa. Respeito muito mais quem tem essa honestidade do que quem tenta dar um destes argumentos parvos que fazem tanto sentido como a tourada ainda existir. Nenhum.

 

PS - Quem gostou, pode ler também este texto. Quem não gostou, pode ir lá deixar ofensas.»

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:35

link do post | Comentar | Ver comentários (16) | Adicionar aos favoritos
Sábado, 1 de Fevereiro de 2014

«COMO PENSA UM MÉDICO VETERINÁRIO E GANADEIRO»

 

«Argumento que o touro nasceu para ser toureado; que o touro não sente dor, não sofre. Argumento que o touro não é torturado. E que com o fim da tauromaquia, o touro extinguir-se-á.

 

Dou estes argumentos, mas não os provo, com provas científicas sérias.

 

Procuro sistematicamente prová-los, utilizando, por exemplo os argumentos do Ilhera, mesmo que saiba de ante mão, que tais argumentos não foram cientifica e eticamente provados, mesmo que saiba que os argumentos do Ilhera e de outros, no mesmo sentido, não foram publicados na Revista Científica Nature e nem em nenhuma outra Revista Científica internacional

 

Andei vários anos numa faculdade, a tirar o curso de Medicina Veterinária.

 

Durante o curso, jurei cumprir o código deontológico da Medicina Veterinária. Mas, depois, resolvi mandar o código deontológico veterinário para o lixo. Se não, não me teria tornado ganadeiro.

 

Para mim, por dinheiro vale tudo. E se por dinheiro, tenho de ignorar por completo o código deontológico da Medicina Veterinária, paciência. Afinal, o que quero é ganhar dinheiro. E ganhar dinheiro, para mim, é muito mais importante do que a ética profissional.

 

Por fim, a Ordem dos Médicos Veterinários sabe de tudo isto e assobia para o lado!

 

É desta forma que o Médico Veterinário e Ganadeiro pensa!

 

Mário Amorim»

 

in:

http://novoblogantitouradaportugal.wordpress.com/2014/01/31/como-pensa-um-medico-veterinario-e-ganadeiro/

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:54

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 28 de Novembro de 2013

“Argumentos brilhantes" em defesa da "arte" tauromáquica

 

Um texto que pode chocar as pessoas mais sensíveis

 

Este texto vai à atenção daquela maioria dos Senhores Deputados da Assembleia da República (PSD, CDS, PS e PCP) que fomenta a mediocridade entre uma minoria completamente imbecil, obscena, inculta e imoral. 

 

Esta é a linguagem típica argumentativa daqueles que a maioria dos deputados da nação, através de leis bastardas, irracionais e ilegais promove e apoia.

 

O tipo de comentários, que aqui deixarei, é oriundo de aficionados  terceirenses, limianos, barranquenhos, forcados, gente de um jornal açoriano, e bloguistas pró touradas, entre outros.

 

É esta "cultura" que se fomenta em Portugal.

 
 

«A incultura é uma situação que aprisiona o homem tão hermeticamente como um cárcere» (Simone de Beauvoir)

 

Trata-se da incultura gerada pela imoralidade intrínseca aos actos violentos e cruéis produzidos pela prática da tauromaquia, e não vou pedir desculpa por publicar a indecência que se segue, porque é precisamente essa maioria parlamentar que favorece e estimula essa indecência, negligenciando a verdadeira Cultura, por desconhecer que a tortura e a violência não são legisláveis, e a falta de instrução do povinho aficionado tem origem em quem gere o sistema educativo e aprova leis irracionais em Portugal.

 

Para justificar o despautério que se segue, transcreverei um excerto do que disse certa vez o célebre psiquiatra Eduardo Luiz Cortezão, a propósito de um dito de Natália Correia (que tinha uma visão lúcida e um modo de ser extremamente acutilante), e que encaixa que nem uma luva nos aficionados, e toureiros e forcados (quando se refere a “jovens”) que comentaram o que comentaram no meu Blog: «O homem actual está a viver uma crise de identificação masculina, com medo das mulheres e das disfunções sexuais secundárias. A violência é uma forma de descarregar a líbido: bater, em vez de amar; em vez da luta amorosa, a luta física (e eu acrescento também verbal). Os maus tratos que inflige às mulheres com quem vive, fenómeno entre nós medonho, não passa de um álibi (inconsciente) com que disfarça a sua falta de desejo por elas. Os jovens, por exemplo, rebentam coisas, carros, motos, pessoas (e eu acrescento, Touros), porque não podem rebentar hímenes»

 

(in «O Botequim da Liberdade» de Fernando Dacosta)

 

***

O que se segue são apenas os mais recentes, dos milhares de comentários que tenho recebido (todos de aficionados diferentes) nesta linguagem fomentada pelo sistema educativo português e pela incultura que propaga através de leis, linguagem própria dos aficionados que se escondem no anonimato, uns, e em nomes falsos, outros, e a qual diz não só de uma “intelectualidade” do mais baixo nível, como de toda uma envolvente sexual mal resolvida, motivada por múltiplas frustrações, exorcizadas sobre um animal indefeso, com uma violência visceral, que a maioria parlamentar apoia, e também uma violência verbal que projecta na autora do Blogue o que eles na realidade são (trata-se da Síndrome da Projecção Freudiana).

 

***

Anónimo disse sobre ONDE ESTAVAM AS AUTORIDADES DA CHAMUSCA QUE VIOLARAM AS SUAS FUNÇÕES PERMITINDO ESTE ATENTADO CONTRA OS DIREITOS DAS CRIANÇAS? na Terça-feira, 13 de Maio de 2014 às 20:50:     

 

Vai mas é tomar conta do filho deficiente que metes-te neste mundo e vai para a puta que te pariu ó vaca de útero mal formado !!

***

Anónimo disse sobre OUTRA ANEDOTA DA prótoiro, QUE NÃO DÁ UMA PARA A CAIXA na Quarta-feira, 23 de Abril de 2014 às 22:16:     

 

Ó puta vai mas é cuidar do teu filho deficiente e deixa os filhos do outros em Paz , és uma puta invejosa como pariste um filho deficiente agora tens inveja dos filhos dos outros , puta mata-te que é um bem que fazes à humanidade e assim já não andas para aqui a parir filhos deficientes grande puta

 

***

Anónimo  disse sobre PSICOPATAS: ELES ANDAM POR AÍ… na Sexta-feira, 18 de Abril de 2014 às 04:01:

 

Psicopata és tu minha grande puta mal fudida

 

***

 

Anónimo   disse sobre OUTRA ANEDOTA DA prótoiro, QUE NÃO DÁ UMA PARA A CAIXA na Sexta-feira, 18 de Abril de 2014 às 04:04:

 

Ó puta preocupa-te com o deficiente do teu filho e deixa os outros em paz . Não passas de uma puta que só serve para parir filhos deficientes és uma merda de mulher e de mãe . Gajas como tu devia ser castradas

 

***

Anónimo disse sobre “ARGUMENTOS BRILHANTES” EM DEFESA DA “ARTE” TAUROMÁQUICA no Domingo, 1 de Dezembro de 2013 às 23:55:

     

 Coitadinho o Paneleirote e a puta ficaram enojados ?

 

***

Anónimo disse sobre CARTA DO MÉDICO VETERINÁRIO, DR. VASCO REIS, ENVIADA AO DEPUTADO NUNO MAGALHÃES na Sexta-feira, 29 de Novembro de 2013 às 02:15:

     

 

Olha ó puta bem podes dizer aí ao merdinhas de veterináriozeco que pode deixar as drogas .


***

Anónimo disse sobre A TOURADA É UM ACTO DE CRUELDADE E COBARDIA na Quarta-feira, 27 de Novembro de 2013 às 02:35:      

 

Tu vais é exigir a puta que te pariu

 

***

Anónimo disse sobre SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO DA CULTURA É MELHOR PEDIR A DEMISSÃO, PORQUE AS DECLARAÇÕES DE V. EXA. SOBRE O REGULAMENTO TAUROMÁQUICO FORAM INCULTAS no Sábado, 23 de Novembro de 2013 às 02:46: 

Ó puta mal fudida que nem para esterco serves, tu e os teus amiguinhos paneleiros e as puta como tu têm os dias contados as autoridades já estão a elaborar planos de contingência para lidar com a merda como vocês, num tempo muito perto as vossas manifs e ajuntamentos serão proibidos e as vossas associações criminalizadas, como já é feito em França e já no Próximo ano em Espanha.

 

***

Anónimo disse sobre A ASSOCIAÇÃO DE TRADIÇÕES (?) E CULTURA (?) TAUROMÁQUICA (ATCT) ESTÁ A PENSAR REALIZAR ACÇÕES TAURICIDAS EM 2014? no Sábado, 23 de Novembro de 2013 às 02:48:

Pois é ó puta de merda a tí é que te vai sair o tiro pela culatra

 

***

Anónimo disse sobre ESSENCIALMENTE PARA OS TAURO-TORTURADORES: QUANDO RESPEITAREM OS ANIMAIS, DEIXAREI DE IMISCUIR-ME NO QUE FAZEM… na Quinta-feira, 21 de Novembro de 2013 às 05:25:     

Mas alguma vez uma puta doente mental como tu faz alguam coisa contra a Tourada ? Interna-te que é o melhor que fazes ó puta nojenta e mal fudida.

 

***

Anónimo disse sobre SENHOR SECRETÁRIO DE ESTADO DA CULTURA É MELHOR PEDIR A DEMISSÃO, PORQUE AS DECLARAÇÕES DE V. EXA. SOBRE O REGULAMENTO TAUROMÁQUICO FORAM INCULTAS na Quinta-feira, 21 de Novembro de 2013 às 05:27:      

O Senhor Secretário de Estado da Cultura está-se a cagar para o que tu pensas ó puta mal fudida e nojenta

 

***

Anónimo disse sobre O “CORREIO DA MANHÔ FAZ PERGUNTAS E AS RESPOSTAS SÃO SEMPRE NÃOOOOOOOOOOOOO! no Sábado, 16 de Novembro de 2013 às 19:24: 

A manipulação que existe é o que estas putas e paneleiros dos anti-touradas metem que quando estes resultados foram copiados eles tinham já todos votado e os aficionados ainda não tinham votado, mas é assim que esta corja de filhos da puta drogados e doentes mentais funciona.

 

***

Anónimo  disse sobre ESTA É UMA DAQUELAS IMAGENS QUE DEFINEM A INSANIDADE DOS GOVERNANTES E O ATRASO MENTAL DE QUEM PRATICA, APLAUDE E APOIA A TAUROMAQUIA na Quarta-feira, 13 de Novembro de 2013 às 18:08:      

E este mais um texto de uma puta deficiente mental.

 

***

Anónimo disse sobre ESTA NOTÍCIA FAZ-ME MUITO FELIZ, E BREVEMENTE EM PORTUGAL GRITAREMOS TAMBÉM VITÓRIA! na Quinta-feira, 14 de Novembro de 2013 às 19:39:

Então minha grade puta não publicas a noticia onde desmente o que tu aqui dizemaisEntão minha grade puta não publicas a noticia onde desmente o que tu aqui dizes?

 

(Não havia nada para desmentir)

 

***

Desconhecido disse sobre NOVA CARTA AOS SENHORES DEPUTADOS DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA PORTUGUESA na Segunda-feira, 11 de Novembro de 2013 às 13:44: 

Vocês antis é que se vão enterrar, porque a tauromaquia está bem protegida. E não é um bando de putas e paneleiros drogados como vocês que lhe fará frente

 

(Atenção! Aqui a tauromaquia está bem protegida. Porquem, senhores deputados?)

 

***

Anónimo disse sobre NOVA CARTA AOS SENHORES DEPUTADOS DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA PORTUGUESA no Domingo, 10 de Novembro de 2013 às 22:51:    

Não passas mesmo de uma puta nojenta e deficiente mental , putas como tu deviam ser mortas à nascença , merda como tu são a RALÉ da Sociedade , mas o vosso tempo está a chegar ao fim , em França e em Espanha já começaram a tratar da merda como tu e os teus seguidores animalescos da forma como devem ser tratados LIXO que é aquilo que vocês são .

 

***

Anónimo disse sobre NOVA CARTA AOS SENHORES DEPUTADOS DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA PORTUGUESA na Sexta-feira, 8 de Novembro de 2013 às 17:26:

Ó puta os deputados tem mais com que se preocupar do que com as tuas merdas. OlmaisÓ puta os deputados tem mais com que se preocupar do que com as tuas merdas. Olha já agora gostaste da derrota que mais uma vez os paneleiros e putas anti-tourada tiveram em Espanha?

 

(A derrota de que este fala foi a vitória da Cultura)  

 

***

Anónimo disse sobre NOVA CARTA AOS SENHORES DEPUTADOS DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA PORTUGUESA na Quinta-feira, 7 de Novembro de 2013 às 22:49:      

Olha outra carta para os deputados limparem o traseiro.

 

***

Anónimo disse sobre CARTA DE JOSEFINA MALLER AOS DEPUTADOS DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA PORTUGUESA na Sexta-feira, 1 de Novembro de 2013 às 15:47:

Olha mais uma carta para os deputados limparem o rabo.

 

***

Anónimo (IP: 87.196.170.182) disse sobre CRIANÇAS PROCRIADAS POR AFICIONADOS ESTÃO CONDENADAS À ESTUPIDEZ na Quinta-feira, 31 de Outubro de 2013 às 23:33:

Olha ó puta doente mental és tu .Que além de uma merda de gaja , não passas maisOlha ó puta doente mental és tu .Que além de uma merda de gaja , não passas de uma racista frustrada ,sem amor e sexo muito menos não passas de uma reles amostra de jornaleira porque uma merda como tu nem jornalista se pode chamar !! Tu és o autentico cancro da sociedade que tem de ser o mais rapidamente combatido .

 

***

Anónimo disse sobre EM RODILHAN (SUL DE FRANÇA) MANIFESTANTES PACÍFICOS BRUTALMENTE ESPANCADOS QUANDO PROTESTAVAM CONTRA A TORTURA DE SERES INDEFESOS NESTA PRAÇA SEM PÚBLICO na Terça-feira, 29 de Outubro de 2013 às 19:55:

O que tu vais enterrar é um vibrador nesse cú já cheio de teias de aranha.

 

***

Anónimo disse sobre EM RODILHAN (SUL DE FRANÇA) MANIFESTANTES PACÍFICOS BRUTALMENTE ESPANCADOS QUANDO PROTESTAVAM CONTRA A TORTURA DE SERES INDEFESOS NESTA PRAÇA SEM PÚBLICO na Terça-feira, 29 de Outubro de 2013 às 14:57:

Deves pensar que os deputados te ligam alguma ó grande deficiente mental ,AlémmaisDeves pensar que os deputados te ligam alguma ó grande deficiente mental, Além de seres uma puta ranhosa não passas de uma merda de uma terrorista.

 

***

Anónimo, deixou um comentário ao post NOTÍCIA DE ÚLTIMA HORA: A ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA ADIA A DISCUSSÃO DO PROJECTO-LEI APRESENTADO PELA ASSOCIAÇÃO ANIMAL às 23:15, 2013-10-22.

Eu bem te disse ó idiota que os deputados iam limpar o trazeiro a essa petição e apelo

 

***

Desconhecido  disse sobre NOTÍCIA DO ANO – campo pequeno EM VERTIGINOSA QUEDA na Quarta-feira, 23 de Outubro de 2013 às 15:07:      

HAHAHAHAHAHAHA!!!!!!!! Que palhaçada! Vocês andam enterrados na merda de vaca.

 

***

Desconhecido disse sobre PAPA FRANCISCO TORNA-SE ACTIVISTA DOS DIREITOS DOS ANIMAIS - UM EXEMPLO DE COERÊNCIA COM OS DITAMES BÍBLICOS E ACÇÃO DO SEU REFERENCIAL SÃO FRANCISCO na Quarta-feira, 23 de Outubro de 2013 às 15:18:      

Viva o 25 de Outubro! Já temos papel para limpar o rabiosque! Viva!

 

***

Anónimo disse sobre CRIANÇAS PROCRIADAS POR AFICIONADOS ESTÃO CONDENADAS À ESTUPIDEZ na Quinta-feira, 31 de Outubro de 2013 às 01:26:

Já agora ó puta envia o teu relatório psiquiátrico que é para as autoridademaisJá agora ó puta envia o teu relatório psiquiátrico que é para as autoridades te internarem, já que uma merda como tu é um perigo para a sociedade e para as crianças.

 

***

Anónimo disse sobre CRIANÇAS PROCRIADAS POR AFICIONADOS ESTÃO CONDENADAS À ESTUPIDEZ na Quarta-feira, 30 de Outubro de 2013 às 17:49:

Crianças geradas por anti-taurinos saem putas e paneleiros.

 

***

Anónimo disse sobre EM RODILHAN (SUL DE FRANÇA) MANIFESTANTES PACÍFICOS BRUTALMENTE ESPANCADOS QUANDO PROTESTAVAM CONTRA A TORTURA DE SERES INDEFESOS NESTA PRAÇA SEM PÚBLICO na Terça-feira, 29 de Outubro de 2013 às 19:55:

O que tu vais enterrar é um vibrador nesse cú já cheio de teias de aranha.

 

***

Anónimo disse sobre EM RODILHAN (SUL DE FRANÇA) MANIFESTANTES PACÍFICOS BRUTALMENTE ESPANCADOS QUANDO PROTESTAVAM CONTRA A TORTURA DE SERES INDEFESOS NESTA PRAÇA SEM PÚBLICO na Terça-feira, 29 de Outubro de 2013 às 02:01:

Quem não respeita a lei e provoca a Policia leva no focinho !!! Pena das que camaisQuem não respeita a lei e provoca a Policia leva no focinho !!! Pena das que caíram no chão, Pena não estares lá tu também ó puta que assim tinhas levado no focinho também.

 

***

baby  disse sobre UNS MORREM, OUTROS FICAM TETRAPLÉGICOS… VALERÁ A PENA? no Sábado, 12 de Outubro de 2013 às 20:06:      

Você é uma ordinária desocupada, ocupe-se a coser as meias do seu esposo e a lavar a sua rata mal cheirosa.

***

Anónimo   disse sobre É ASSIM, A TOURADA À CORDA NOS AÇORES… UMA VERGONHA, QUE O MUNDO REJEITA E CONDENA… na Quinta-feira, 19 de Setembro de 2013 às 12:21: 

Só mesmo uma deficiente mental como tu grande vaca é que podia publicar isto, és uma merda de pessoa e de ser humano não vales a merda que os animais cagam.

 

***

Vera   disse sobre OS FORCADINHOS DE CORUCHE A AFRONTAR O POVO COM DINHEIROS PÚBLICOS na Quarta-feira, 19 de Junho de 2013 às 21: 

Tanta gaja que adora foder com os forcados e os paneleiros medricas a mostrarem-se .... Cmbada de palhaços de merda do bloco... Gays lésbicas paneleirões .... saibam ser putas pelo menos .... fodam.... não fodam o juizo aos outros cambada...

 

***

Desconhecido disse sobre A RTP DEVERÁ REDUZIR A TRANSMISSÃO DE TOURADAS, E A TVI PODERÁ TRANSMITIR APENAS A SUA CORRIDA ANUAL… na Quarta-feira, 12 de Junho de 2013 às 12:27:      

As corridas de toiros sao a melhor coisa que pode haver com tradisao...por isso e uma das melhores festas que portugual pode ter ..eu sou a favor das tradisoes i das corridas......os que nao gostam que nao vejam..ate porque defendem os animais em questao mas secalhar andam a matar caes i gatos.....po caralho pa

 

***

Helio Videira disse sobre OS TAURICIDAS JÁ ANDAM A TRAMAR TORTURA PARA FAZER CARIDADEZINHA… CONTINUAM NA IGNORÂNCIA… POBRES MENTES! DESCONHECEM O QUE AÍ VEM…na Terça-feira, 22 de Janeiro de 2013 às 22:05:

Sua GRANDESSÍSSIMA vaca... devias ter vergonha de usares o sofrimento de outros para explorares a teu belo prazer. Gostava de te torturar... sem vaselina... até às bolas... só por vingança. Sua P**A. A defenderem assim os bois só podes ser fêmea da mesma espécie.

 

***

Bem, penso que esta amostragem (os restantes comentários são do mesmo género) basta para revelar o calibre moral da minoria que a maioria parlamentar apoia.

 

Nestes comentários está a nata dos “argumentos” que os aficionados costumam apresentar com a intenção de defender o indefensável – a crueldade das touradas.

 

O tom da linguagem é este e repete-se indefinidamente.

 

Se a maioria dos Senhores Deputados, no próximo dia 6 de Dezembro, se dispuser a continuar a apoiar este género de “cultura” então teremos de concluir que não são diferentes destes comentadores que protegem (houve alguém que disse que a tauromaquia está bem protegida… Estará?)


E isto é o máximo de desprestígio para quem pretende ser os representantes de um Povo que não se revê neste comportamento de tão baixo nível.

 

Deste modo já não é mais possível manter a tauromaquia.

Exigimos a sua abolição.

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:38

link do post | Comentar | Ver comentários (9) | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 14 de Março de 2013

O Blá Blá Blá de sempre dos aficionados… Falam, falam e não dizem nada que se aproveite…

 

 

 

Ó Luís Soares, a única coisa, que me apraz dizer, é que me parece que já estava com uns copos a mais quando escreveu este comentário, que, peço desculpa, só diz de uma mente muito empancadinha...  

 

Se neste momento está mais sóbrio... releia o que escreveu...  

 

APRE!!!!

 

***

 

Luis Soares disse sobre «A dor dos outros causa-nos dor»: Reflexão ao redor da vaca iscalina na Quinta-feira, 14 de Março de 2013 às 01:42:

 

«Boas, não resisti e vim dar uma vista de olhos... Também ouvi essa notícia dos universitários, e apostei comigo mesmo de que estaria algo sobre isto no seu blog.

 

Ganhei! :D não quero ir em defesa do \"eu\" pq não sei o que ele disse. vocês \"defensores\" dos animais, São um pouco hipócritas, pq criticam os aficionados mas São os primeiros a pedir sapateira numa marisqueira, esquecendo se que esta vai viva para a panela.

 

Meus senhores, eu também nao gosto do carnaval... Será que devia criar um grupo para acabar com o carnaval? (já sei, blá blá blá não sofre ninguém).

 

O touro é um animal nobre.

Extremamente respeitado por qualquer aficionado! Falando por mim, é o meu animal favorito, quando posso vou para o mato só para o apreciar! É um animal bravo! Aquilo que acontece numa tourada, é um misto de emoções, que só um aficionado, e pessoas com juizo/inteligência emocional sabem apreciar.

 

Vocês, não querendo ser rude, não me parecem pessoas normais, imagino-vos sozinhos, cheios de gatos e cães casa. Sem qualquer tipo de respeito. Pelo menos esta ultima está confirmada, tendo em conta as vossas formas de manifestação. Li algures sobre uma mulher que foi acusada, creio que na Austrália ou Alemanha, por zoofilia. Essa mesma mulher, pertencia a um grupo qualquer dos protetores dos animais. Não serão vocês obcecados? Pode ser uma doença. Pelo menos no artigo assim o dizia. Os esforços todos e a indignação toda... Quanto ao álcool e os touros estarem juntos...

 

Meu caro amigo... Ainda bem! Mas sempre podem tentar proibir a produção e venda de cerveja.. assim como assim, as pessoas evoluíram. A cerveja já é uma coisa com mil anos... Vamos beber pepsi que é recente. Ser anti taurino nao passa disso, uma moda.. por mim façam lá o que quiserem...

 

Mas por favor... Quando vou a uma tourada, nao me ocuparem o parque se estacionamento ou espaços para quem vai ao espetáculo. Vão de metro ou a pé, não libertaram dióxido de carbono..nao há tanta poluição.. se não é por nós.

 

Seja pelos animais... :D agora a sério. Nao gostam, não vão. É arte e cultura. E não o podem negar.

Isso de usar argumentos como os dos impostos é ridículo... Os meus impostos também vão para desempregados que nao querem trabalhar e preferem estar a receber, perdão, a mamar do estado (q sou eu e vocês...) E mesmo assim faço os meus descontos... E não São poucos.

 

Mas continuem a lutar contra as touradas. Não vos leva a lado nenhum (basta ver o exemplo de barrancos). Enquanto isso, os impostos vão subindo, o desemprego aumentando, os ordenados diminuindo... Façam qualquer útil vá lá...

 

Com os melhores cumprimentos,

 

Luís Soares»

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:11

link do post | Comentar | Ver comentários (8) | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Junho 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Posts recentes

Argumentos: Touradas II ...

Este foi o comentário mai...

Dez argumentos a favor da...

«COMO PENSA UM MÉDICO VET...

“Argumentos brilhantes"...

O Blá Blá Blá de sempre ...

Arquivos

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt