Segunda-feira, 2 de Outubro de 2017

AUTÁRQUICAS 2017

 

A Democracia só funciona em pleno, num país em que o povo é maioritariamente instruído, esclarecido e imbuído de espírito crítico.

Não sendo assim, a democracia será uma democracia manca.

E obviamente que é essa democracia manca que predomina em Portugal.

 

PAN4.png

 

Os órgãos de comunicação social mais visíveis (as televisões) atulharam-nos com os resultados de Lisboa (cujo candidato PS perdeu a maioria); do Porto (cujo candidato independente ganhou a maioria); de Oeiras (a maior demonstração da falta de espírito crítico do povo); e Coimbra (cujo candidato PS ganhou sem maioria).

 

Depois era só falar da vitória do PS, com os melhores resultados de sempre; da derrota do PSD, a nível nacional; no bom resultado do CSD/PP em Lisboa; da perda de mandatos da CDU para o PS; do Bloco de Esquerda que consegue um deputado para a CM de Lisboa e mais alguns, por aí… mas não consegue a Câmara de Salvaterra de Magos, e ainda bem, pois assim temos menos uma aficionada de touradas (sem que o BE, que se diz anti-tourada, se importasse com isso) no poder; dos independentes que se destacaram nestas eleições; e do PAN? Ninguém dizia nada. Era como se não existisse.

 

No entanto, pela primeira vez, o PAN quintuplicou os seus resultados, conseguindo 26 deputados municipais e uma freguesia, tendo chegado a ficar acima do CDS/PP em vários concelhos, mas para sabermos disto, tivemos de andar a procurar informação.

 

E isto é muito significativo. Significa que a mosca continua a incomodar o elefante. E o elefante não gosta. E como não gosta passa a palavra: é proibido falar no PAN ::: Pessoas-Animais-Natureza nas televisões. E as televisões obedecem... servilmente...

 

Bem… safou-se Cascais, que rejeitou a aficionada de touradas do Partido Socialista, Gabriela Canavilhas;

 

Safou-se a Golegã, do candidato PSD, grosseirão e também aficionado assumido da selvajaria tauromáquica;

 

Em Viana do Castelo um candidato tauricida levou um grande banho de água gelada;

 

Em Ponte de Lima foi mais do mesmo, nem eram necessárias eleições, CDS/PP levou a melhor, mas não haverá mal que sempre dure…

 

Nos restantes municípios, onde o atraso civilizacional é evidente, onde ainda existe a ultrapassada prática medievalesca da diversão assente no sofrimento animal, a saber: Lisboa, Albufeira, Moita, Seixal, Vila Franca de Xira, Póvoa de Varzim, Montijo, Leiria, enfim, nestes lugares obscurantistas o PAN será a mosca que incomodará os elefantes.

 

A abstenção foi enorme, 45,5%; os votos nulos, 1,9%, e os brancos 2,6, e isto tudo somado dá 50%.

 

Assim sendo, metade dos eleitores portugueses não disse de sua justiça. Azar o deles. Agora não têm autoridade nenhuma para protestarem sobre o rumo que o país vai levar, se esse rumo não lhes agradar. Terão de aceitar servilmente o que lhes impingirem.

 

Sei que as leis estão feitas assim. Mas fazendo bem as contas, somando e tirando percentagens dos 50% que votaram, é tudo tão insignificante…!

 

Resumindo: num país em que o povo é maioritariamente desinstruído (temos a mais alta taxa de analfabetismo da União Europeia), é desiluminado e não tem o mínimo espírito crítico, para saber distinguir o trigo do joio, e não acreditar nos mentirosos, ainda não é desta que o nosso país dará um passo em direcção à evolução.

 

Continuará mais ou menos tudo na mesma, com tendência para piorar, uma vez que PS, PSD, CDS/PP  e CDU tirando um ou outro detalhe, tocam sambinhas de uma nota só. 

 

Contudo, espero com muita fé e esperança que eu esteja redondamente enganada.

 

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:23

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 1 de Março de 2016

AFICIONADO DE TOURADA NOMEIA OUTRO AFICIONADO DE TOURADA PARA O CENTRO CULTURAL DE BELÉM (CCB)

 

João Soares (ministro da cultura) demite António Lamas do CCB e nomeia Elísio Summavielle, um amiguinho de longa data…

 

Sai um competente, entra um incompetente!

Não é VERGONHOSO?

Pois é.

 

ng6079005 JOÃO SOARES.jpg

O ministro da Cultura João Soares | Álvaro Isidoro/Global Imagens

Fonte:

http://www.dn.pt/artes/interior/joao-soares-demite-antonio-lamas-do-ccb-e-nomeia-elisio-summavielle-5054209.html

 

Pois é melhor tapar a cara, sim… senhor ministro…

 

Isto será um facto consumado ou o novo governo de ANTÓNIO COSTA (também um aficionado de tourada) ainda poderá reverter a situação?

 

É que em Espanha (berço da selvajaria tauromáquica) estão a abolir esta barbárie em várias frentes e em centenas de municípios, e em Portugal estão a colocar aficionados em lugares-chave da Cultura e do Poder.

 

Haverá alguma intenção, ou é apenas coincidência?

 

E é o presidente da República, é o primeiro-ministro, é o ministro da cultura, é o ministro da agricultura e agora o presidente do CCB, fora os muitos deputados da Nação, que estão na Assembleia da República para assegurar a continuidade da selvajaria tauromáquica. E não sou eu que o digo, são os aficionados, que andam muito contentes com tanta representação no Poder, da classe selvática.

 

Dizem eles, à boca-rota, que a tauromaquia está bem protegida.

 

Sabemos disso.

 

E uma militante ferrenha do PSD até diz mais. Diz que «o lobby das touradas é fortíssimo em Portugal. Vai ser muito difícil combatê-lo»… Ela lá sabe o que diz, e por que o diz…

 

Mas também sabemos disso.

 

João Soares diz não ter “hostilidades” com António Lamas, mas todos nós sabemos que tem uma afinidade muito maior e intensa com Elísio Summavielle, que já foi (péssimo) secretário de estado da cultura, no tempo em que Gabriela Canavilhas (outra aficionada de selvajaria tauromáquica) era (péssima) ministra da cultura. 

 

Na origem desta nomeação estará a discordância entre António Lamas e João Soares, no que respeita ao projecto de gestão integrada do chamado "eixo Belém-Ajuda", gestão essa que o actual ministro da cultura lamenta “ter sido pouco prudente”…

 

 

Pois…

 

Mas se não fosse isto, seria outra coisa. O que interessa, é colocar amiguinhos em cargos de relevância.

 

Sempre assim foi. E continua a ser.

 

Vira o disco e dança-se o mesmo, entre quem entrar no baile do poder.

 

E o povo português dorme… dorme…

Dorme… dorme… o soninho dos ingénuos...

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:40

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 15 de Outubro de 2014

FOI PIOR A EMENDA DO QUE O SONETO, “DOUTORA PROFESSORA” MARIA ALZIRA SEIXO, AFICIONADA DE SELVAJARIA TAUROMÁQUICA

 

Eliminar as provas do “crime” , o "crime" não de ser aficionada, mas o de ter bradado ignorância, não é bonito, mas é próprio de quem sente vergonha de ser aficionada (?) apesar de se ter orgulhado disso no seu mural do FB. Mas os amigos não gostaram…

 

E uma vez que é da área da Literatura, naturalmente que já conhece este texto, que lhe foi apresentado pelo Professor Hélder Gonçalves, entre os muitos comentários que recebeu... dos amigos…

 

10733710_4576123377647_504372223_n[1].jpg

 

E o carrasco é quem fere, mas também é quem aplaude…

 

Pois a «senhora professora catedrática”, Maria Alzira Seixo, eliminou o post e os comentários que então se fizeram, referido neste link:

http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/a-aficionada-de-selvajaria-tauromaquica-479619

 

O que vale é termos ficado com a cópia e com os comentários, para constar no Livro Negro da Tauromaquia.

 

Os amigos ficaram estupefactos com a incultura de Maria Alzira Seixo, a este respeito.

 

E eu estou estupeFARTA de tanta ignorância repetida à exaustão, por quem herdou essa ignorância de antepassados incultos, e apesar de toda a informação que circula neste mundo, opta-se por continuar ignorante.

 

Maria Alzira Seixo eliminou o post, mas deixou este inacreditável “recado” no lugar dele:

 

«BONS AMIGOS, deixo agora a questão das touradas. Já sofri vários destratos, como nunca vi infligidos a touros na arena; há muitas formas de dor. O que eu disse permite a espíritos livres reflectirem. Falei sem prevenções, sem pose, não desprestigiei ninguém. Lidei muito com Filosofia, o que é básico para entender o mundo. Li Sartre e Freud de ponta a ponta, muito Hegel e Marx. Sei que o mundo não é preto nem branco, é um mixto perceptivo e vivencial que os humanos conformam. Questionarmo-nos a nós próprios aperfeiçoa, por isso dialogo. Bom diálogo a todos.»

***

 

Vejo que a “senhora professora catedrática” nada aprendeu, ao concluir desta maneira insólita a questão das touradas, que como boa aficionada da Moita, levantou, com um orgulho que só lhe ficou mal.

 

Já sofreu vários destratos como nunca viu infligidos a touros na arena; há muitas formas de dor? Tem a certeza? É preciso que alguém lhe espete umas bandarilhas nas costas completamente nuas, para saber o que sofre um touro na arena? Imagine, “senhora professora catedrática”, porque essa é a dor maior. A dor que sentiu, com “bandarilhas” de palavras feitas, não lhe rasgou as carnes; não lhe trespassou os pulmões; não a sufocou no próprio sangue.

 

É preciso ter a noção do que é ser “destratado”.

 

Fala de espíritos livres reflectirem sobre o quê???? Tortura de bovinos para divertir a Maria Alzira Seixo e gente quejanda?

 

Nenhum espírito livre, se é verdadeiramente livre, aceita tal ignomínia, quanto mais reflectir o irreflectível!

 

Falou sem prevenções, sem pose e não desprestigiou ninguém?


Como disse????? Não desprestigiou ninguém?????

 

Fartou-se de insultar a inteligência dos Portugueses cultos, conspurcou o nome da Universidade de Lisboa, e acha que não desprestigiou ninguém?

 

Lidou muito com Filosofia? Leu Sarte, Freud, Hegel, Marx e não aprendeu nada com essas leituras?

 

E o mundo será um “mixto”????? Um “mixto” de quê, “senhora professora catedrática”?

 

Questionarmo-nos a nós próprios aperfeiçoa, por isso dialoga?????

 

Pelo que vejo, nada do que os seus amigos cultos lhe disseram, a aperfeiçoou.

 

Em vez de vir a público pedir desculpa pelo insulto que fez à Cultura Culta Portuguesa, deixa esta triste emenda, que é pior do que o soneto…

 

Continuo "estupeFARTA" de tudo isto

 

Como comentou um facebookiano: «Embora a professora em questão já tivesse apagado tudo sobre este tema na sua página do FB, ela limpou literalmente a página, será arrependimento ou vergonha?»

 

Vimos que arrependimento não foi. Vergonha, ficamos na dúvida. Seria vergonha de se assumir aficionada? De ter defendido aguerridamente a tortura de animais sencientes para seu próprio divertimento?

 

Diz com orgulho, que nasceu no Barreiro, mas cresceu na Moita. E a parvidade da Moita moldar-lhe-ia o carácter?

 

Quero deixar bem claro que isto não é um ataque pessoal.

 

É tão-só um ataque justificado e indignado contra um sistema que legitima a incultura, a violência, a crueldade, a ilegalidade, a incivilidade, a ignorância e a estupidez, não permitindo abrir horizontes para um futuro limpo do sangue de inocentes seres, barbaramente sacrificados, para divertir um punhado de sádicos, representado numa “professora catedrática” de uma Universidade Portuguesa.

 

Podia ser uma Maria qualquer… Mas não é…

 

É disto que estou estupeFARTA!

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:07

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 18 de Setembro de 2014

CARTA ABERTA A UMA PROFESSORA CATEDRÁTICA, DA FACULDADE DE LETRAS DA UNIVERSIDADE DE LISBOA, AFICIONADA DA SELVAJARIA TAUROMÁQUICA

Abster-me-ei de colocar aqui o seu nome, não porque lhe deva alguma consideração, mas por respeito aos seus alunos, que se forem verdadeiros estudantes universitários, e se souberem que a professora catedrática aplaude a tortura de seres vivos para se divertir, talvez queiram transferir-se para outra Universidade, que era o que eu faria, além de terem uma enorme decepção.

 

Nasceu no Barreiro, mas diz que viveu na Moita desde os 5 dias de idade, e a Moita é a sua terra?

 

Não estaria tudo dito, sendo a Moita uma localidade com um atraso civilizacional considerável?

 

É professora catedrática da Universidade de Lisboa, e dedica-se a estudos de História e Crítica Literária?

 

Obviamente que viver na Moita não dá estatuto intelectual a ninguém. Nem significa evolução. Nenhuma. Pelo contrário.

 

Professora catedrática.

 

Aficionada de tortura de seres vivos indefesos para se divertir?

 

Disseram-me, mas à primeira, não acreditei, até terem me enviado uns comentários que escreveu na página do Facebook do seu amigo E. S., que já foi governante…

 

Mas não, não quis acreditar! Mas lá estava a cara e o nome e as palavras de uma vulgar aficionada, a comentar o cartaz da selvajaria na Moita:

 

«Grande cartel! Prometedores ganaderos de lindos toiros! Mesmo que chova a potes, vou lá estar. E. C. S. dá-me boleia?»

 

Como pode alguém que tenha alma, ver “lindos touros” a ser torturados cobardemente, barbaramente e depois aplaudir?

 

Entretanto uma senhora escreveu «Não gosto».

 

E logo a vulgar professora catedrática respondeu:

 

«Tem todo o direito de não gostar, querida M. A. A.- tenho pena, mas cada qual é dono do seu gosto! (…)»

 

Cada qual é dono do seu gosto? Ou da sua perturbação mental?

 

Não, não por parte de alguém que é professora catedrática.

 

Contudo, no melhor pano sempre caiu a nódoa. Isto, eu sei.

 

E, pelo sim ou pelo não, pois não sei se a sua avidez pela tortura de seres vivos será falta de informação, da sua parte, vou deixar-lhe aqui o que a UNESCO referiu sobre a selvajaria tauromáquica, que a professora catedrática tanto gosta:

 

«A Tauromaquia é a terrível e venal arte de torturar e matar animais em público, segundo determinadas regras. Traumatiza as crianças e adultos sensíveis. A tourada agrava o estado dos neuróticos atraídos por estes espectáculos. Desnaturaliza a relação entre o homem e o animal, afronta a moral, a educação, a ciência e a cultura» UNESCO, 1980

 

Não, a professora catedrática não pode ser aficionada! Mas é.

 

Passaram-me um trote! Pensei ao início.

 

O que terá para ensinar aos seus alunos?

 

Bem, os neuróticos andam por aí disfarçados de “gente bem”...

 

Lá terá de ser: ficará perpetuada no Livro Negro da Tauromaquia que ando a escrever para os vindouros saberem quem foram os protagonistas (os que praticam, aplaudem, promovem e aceitam calados) algo tão macabro quanto isto:

 

 

 

É esta a "cultura" que aplaude?

 

Já agora, deixo-lhe aqui um link onde pode ler toda a informação sobre a psicopatia tauromáquica.

http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt

 

Note que, na era da informação, ser ignorante é uma opção.

 

Nunca imaginei que a M. A. S., professora catedrática, da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e crítica literária pudesse aplaudir a tortura de um ser vivo para sua diversão.

 

Isto só para dizer que o facto de se frequentar uma universidade não dá estatuto intelectual a ninguém, nem bom carácter, nem sentimentos humanos. 

 

Ou se nasce humano, ou não se nasce humano.

 

Lamento! Foi uma das grandes decepções da minha vida.

 

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 19:26

link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos
Sábado, 14 de Junho de 2014

LINGUAGEM DE UMA “PROFESSORA” AFICIONADA, NATURAL DE ELVAS

 

  

No seu Trabalho e Formação no FB consta: Gustavo Eiffel; IAE Gustavo Eiffel; Técnica de Segurança e Higiene do Trabalho (Santarém); IPT. Instituto Politécnico de Tomar (página oficial) (Tomar);Agrupamento de Escolas Cidade do Entroncamento (Entroncamento, Santarém, Portugal)

 

Vou transcrever algumas frases (as mais significativas) retiradas do Facebook, onde ela esgrimia com anti-touradas, a propósito de uma largada de Touros a realizar hoje em São Vicente (Elvas)

 

(Peço desculpa pela grosseria da linguagem, mas faço questão de publicar estas frases, no original, para mostrar aos governantes portugueses o tipo de gente que eles apoiam com as suas leis irracionais)

 

 

 

*** Trata o toiro como um animal de estimação.... se conseguires dou te um louvor!!!!! Hehehehe

 

*** Pff vê se mesmo que nem ou não leste bem o evento ou estas a inventar... fica a saber que faz se muito dinheiro porque somos muitos

 

*** Por isso é que os forcados e cavaleiros estão calados vocês n tem argumentos e por isso misturam as coisas.... pfffffff. N alimento mais esta bacurada... haaa e não comam carne de animais.... coitadinhos!!!! Apareçam se tem coragem. .

 

*** People estes filhos da puta dos anti taurinos nunca vão acabar com aficion.... deixem nos falar!!!!! É para saber que eu também sei ofender... depois de Três dias de conversa isto já cheira mal!!!! Somos muitos muitos.... a adicionar é uma cultura é tradição que já dura à anos e está gentinha de merda nunca vai acabar com isso aposto que são daqueles anti taurinos que comem carne de boi!!!! E nem sabem como ele foi morto.... mas aficionados eu ontem no batizado tinham um porco no espeto e não comi porque coitadinho deve ter sofrido muito....

 

*** Estou xeinha de medo

 

*** Cada um escreve como quer....

 

*** Deiam a cara

 

*** va estudar como eu digo aos meus alunos

 

*** Anti taurinos são só merda.... merdas e da grande!!! Começaram e agora estão se a sentir ofendidos temos pena.... freguesias vamos rebentar c eles..... basta por um toiro à frente

 

*** Aí filho.... anda cá k eu ñ te aleijo

 

***

A frase que mais me chamou a atenção foi «va estudar como eu digo aos meus alunos».

O que terá esta “professora” aficionada para ensinar aos seus alunos?

 

É esta a "coltura" que está consignada na irracional lei da tauromaquia.

 

Mas quem fica mal, no meio disto tudo, são os governantes, que perderam a vergonha… e a dignidade.

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:40

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sábado, 15 de Fevereiro de 2014

DIZEM QUE A CORDA É O ACESSÓRIO MAIS IMPORTANTE NA TOURADA À CORDA (NOS AÇORES)

 

Partilho esta informação, de uma página do Facebook, porque a única opção é “partilhar”…

A informação é de doidos!

 

 

Repare-se na situação em que se encontra o bovino, de pernas enroladas na corda que o deixa á mercê dos seus carrascos e sem qualquer opção de defesa ou e liberdade… E chamam a isto “festa”.

 

«A corda é o acessório mais importante na tourada á corda, dai o nome atribuído á tradicional tourada da terceira e de outras ilhas que já aderiram a esta festa.

 

(UM CONCEITO DE FESTA BASTANTE RETRÓGRADO)

 

A corda acima de tudo tem o papel de manter o toiro bravo dentro das limitações do arraial.

 

(SÓ ISTO É DE UMA VIOLÊNCIA PSICOLÓGICA ATROZ. E ESSE “BRAVO” VEM PRECISAMENTE DA TENTATIVA DE AUTODEFESA, DEVIDO À TORTURA IMPOSTA A UM SER, CUJO HABITAT NATURAL É O PRADO E NÃO AS RUAS.)

 

Esta costuma ser utilizada pelos pastores, onde ficam 5 pastores ao meio da corda e 5 pastores na pancada. A pancada é os pastores que a única função é segurar toiros dentro das limitações.

 

(ESTA PANCADA… QUE VEM DE PANCA!)

 

Enquanto os pastores do meio da corda têm outra função, que é proteger o toiro acima de tudo mas também ajudar a capinha a dar a sua contribuição e a cumprir a sua função no arraial.

 

A corda é importante para fazer o toiro investir em algo, fazer o toiro descansar o mesmo e sobretudo aguentar nos lugares principais de um arraial, com o intuito de provar as gentes que o toiro tem valor.

 

(PRINCIPALMENTE UM VALOR MONETÁRIO PARA ENCHER OS BOLSOS DE ALGUNS…)

 

 Também é essencial para aqueles toiros que se destacam nas paredes ou tapadas, mas depende da capacidade do comandante da corda para conseguir tirar proveito das suas qualidades.

 

Mas a corda também tem as suas desvantagens, como por exemplo pode perturbar a lide do toiro. Existe pastores que estão constantemente a puxar o toiro o que leva a que este se amarre muito á corda, comprometendo a lide do toiro e a sua mesma apreciação por parte aficionada.

 

(ISTO REALMENTE É ALGO MUITO CULTURAL, MUITO INSTRUTIVO, ALGO DIGNO DE GENTE INTELIGENTE, POIS É PRECISO MUITA SABEDORIA PARA MANOBRAR AS CORDAS QUE PRENDEM AS PERNAS DO DESVENTURADO BOVINO, QUE É PUXADO PELAS RUAS, AO SOM DOS BERROS DE BÊBADOS E DE GENTE HISTÉRICA.

 

SÓ MESMO NOS AÇORES! E … JÁ AGORA…EM PONTE DE LIMA, QUE TAMBÉM TEM ESTE COSTUME PARVO).

Fonte

https://www.facebook.com/otoiroaarteeosaber/photos/a.281720448643910.1073741827.281532515329370/283561895126432/?type=1&theater

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 19:36

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 11 de Outubro de 2013

O QUE SÃO 8.600 TAURICIDAS AFASTADOS DA TORTURA DE BOVINOS E CAVALOS NUMA VASTIDÃO DE QUASE UM MILHÃO DE DESEMPREGADOS POR TODO O PAÍS?

 
 
 

Em Julho de 2013, recebi de uma aficionada ou aficionado, não sei bem (eles trocam muito de nome, de sexo) um comentário que me deixou perplexa. E guardei-o para publicá-lo e responder à letra, numa ocasião que me parecesse ideal.

 

Penso que chegou o momento certo de responder à “Daniela” que me parece ser um “Daniel” que não assume a sua sexualidade, e que enviou o seguinte comentário. (A linguagem está no original).

 

Daniela disse sobre A ABOLIÇÃO DA TOURADA ACONTECERÁ EM 2013 – PORQUÊ? AS RAZÕES SERÃO CONHECIDAS BREVEMENTE… na Segunda-feira, 15 de Julho de 2013 às 19:32: 

 

"A ABOLIÇÃO DA TOURADA ACONTECERÁ EM 2013 – PORQUÊ? AS RAZÕES SERÃO CONHECIDAS BREVEMENTE…"

«pergunto a mim mesma se a Senhora tem noção do que diz e escreve neste blog. pergunto-me ainda se a Senhora tem uma pequena noção só do que é realmente uma tourada, e ainda me pergunto se a Senhora por acaso conhece verdadeiramente a forma como um toiro bravo, um toiro de lide é tratado até chegar ao seu destino, quer seja tourada, largada

 

Resposta: Se não tivesse a noção do que digo e escrevo neste Blog, se não tivesse a noção exacta do que é uma tourada e do que os bovinos sofrem desde que nascem, para se transformarem em “touros bravos”, não escreveria, simplesmente porque não pertenço ao rol dos que andam no mundo só por ver andar os outros, e também não sou daquelas que emprenham pelos ouvidos, ou seja, não sou uma pessoa que acredita piamente na primeira patranha que lhe contam, sem questionar a veracidade da mesma.  

 

«Citando o que disse: "ficionados, tauricidas, forcados, “cavaleiros” tauromáquicos, ganadeiros, bandarilheiros, emboladores, torcionários, picadores, e outros que tais afins…"
tem noção da quantidade de pessoas que necessitam das touradas para viver? que é o seu ganha-pão?»
 
RespostaComo? Percebi bem? Se tenho a noção da quantidade de pessoas que necessitam de TORTURAR Bovinos e Cavalos para viver? Ganha-pão? Assim como os carrascos que guilhotinavam, enforcavam, vergastavam presos políticos, escravos, ladrões, assassinos e principalmente gente inocente em praça pública, num tempo em que as leis eram bastardas, irracionais, anti-ética e desumanas como a Lei n.º 92/95 de 12 de Setembro, pela qual os tauricidas se regem?

 

«Ora bem, cada ganadaria emprega cerca de 100 trabalhadores.. vejamos existem cerca de 86 Ganadarias em Portugal, ou seja, existem arredondadamente cerca de 8600 postos de trabalho.
Isto só nas Ganadarias.. mas não se esqueça, que ainda temos as coudelarias, bandarilheiros, picadores " e outros tais afins.. “. Agora faças as contas

 

Resposta- Que contas tenho eu de fazer? Por acaso os governantes, ou os tauricidas têm alguma consideração pelos milhares de desempregados que existem no nosso país, e que perderam empregos HONESTOS e LIMPOS, sem que tivessem torturado ninguém? E alguém se importa?

«Mas continuando, ora bem, pelo que vi do seu blog, a Senhora é completamente a favor da Vida, tanto do ser humano como do ser não-humano (e não a critico por isso, até acho muito bem). Mas sabia o toiro de lide, o toiro bravo é uma especie reproduzida essencialmente para as touradas? Ora bem.. se abolirem as touradas, acha que vai ser necessário que se reproduza tantos toiros bravos como acontece actualmente? ora bem, a resposta é Obvia: Não. Se isto acontece, com o passar do tempo, a especie passa a entrar em vias de extinção, os tais 100 empregados das ganadarias começam a ser despedidos porque não são necessários tantos.. a taxa de desemprego em portugal aumenta, e a taxa de reprodução de uma espécie diminui.

 

Resposta - Eis um raciocínio brilhante. Primeiro (e pela enésima vez repito), não existe touros bravos ou de lide na natureza, por isso, nunca se extinguiriam. Mais depressa se extinguirão os aficionados do que os bovinos que são massacrados para a tortura na arena, desde que nascem. Segundo, na tauromaquia, ninguém fica desempregado. Os ganadeiros têm o deles garantido nos bancos. Os 100 empregados que refere, se os deixarem, continuarão a trabalhar nas hortas e pomares que as pastagens permitem. Portanto, nem a taxa de desemprego aumenta com 100 desempregados, nem a taxa de reprodução de espécie nenhuma diminui, porque não existe essa “espécie”.

 

«Agora outro ponto, não faço ideia se é vegetariana ou não, mas sabia que aquela carne comprada em supermercados passou por muito mais, e sofreu muito mais do que um toiro? pois bem, o toiro desde o momento em que nasce até entrar dentro de uma praça, é tratado nas melhores condições, com as melhores rações, nos melhores pastos e ao ar livre. e a sua "tortura" como você lhe chama são uns míseros 15min. Já para não falar que o touro de lide não sente a dor como nós humanos a sentimos, já para não falar que ele dentro de uma praça está com adrenalina, o que ainda ameniza mais a dor. Mas enquanto aquela carninha que gostam tanto de comprar num supermercado, é criada em cativeiro, para a "engorda" e cheia de quimicos para crescer mais rápido.

 

Resposta – Primeiro, nunca justifique uma estupidez (neste caso a tortura de bovinos para diversão de alienados mentais) com outra estupidez (a tortura de bovinos para alimentação). Mas mesmo aqui existe uma diferença: os que comem carne (eu não como carne de espécie nenhuma há muito tempo) não vão divertir-se para a porta dos matadouros dizer “olés” ao ver os bovinos a sofrer e aos berros. Quanto à DOR e SOFRIMENTO experimente levar com umas farpas nos costados, e depois diga-me se dói ou não dói. Mas para se instruir sobre esta questão, deixo-lhe este link, leia-o com atenção, para não perder pitada:

 

http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/338161.html

 

«Agora deixo-lhe um ultimo ponto: suponho que toma banho, ou seja, lava o cabelo, o corpo. sabia que o seu gel e o seu shampoo são testados em animais?
se não sabia, agora que sabe, diga-me.. vai deixar dos utilizar


RespostaSó um ignorante é que não sabe que tudo é testado em animais. Eu procuro os produtos que NÃO são testados em animais. Tenho esse cuidado. Ou acha que sou Defensora de Animais de meia tigela? E que vinha para aqui dizer uma coisa e fazer outra? Que moral teria eu para defender os meus irmãos animais?

 

«Para acabar, sabia que em 2011 mais de 50% das pessoas assistiram as corridas passadas na tv

 

RespostaComo disse? Em 2011? O que interessa 2011? Nós estamos em 2013, e o que importa são os números de 2013.Veja-os aqui:

 

http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/339609.html

 

«é muito simples, não gosta, não vê. é um espectaculo pago, e as praças de toiros até são altas, nem sequer vê o que lá se passa. Quanto as da tv, tem bom remédio, muda de canal».

 

RespostaNão, engana-se. A TORTURA não é um melão, para se gostar ou não gostar. A TORTURA é uma questão de educação, de cultura, de ética, de lucidez, de bom senso, de civilização, de evolução… Não tem nada com o gostar ou não gostar. Quanto à TV, nem sequer a sintonizo, mas sou obrigada a pagar do meu bolso uma taxa (que agora até vai ser aumentada) para NÃO VER algo que envergonha o País e serve apenas uma minoria de gente inculta. Uma injustiça injustificável.

«Agora acho triste mencionar nomes de forcados que tiveram pouca sorte ao fazerem o que gostam para justificar a sua tese.»
Sem mais assunto, uma aficcionada.»

 

RespostaPois eu acho muito mais triste a iliteracia dos aficionados, que não SABEM INTERPRETAR o que se escreve. Primeiro, não justifiquei tese alguma, porque não estou aqui a fazer teses. Segundo, tenho todo o direito, em nome dos bovinos e dos cavalos sacrificados, criticar e abominar os cobardes que vão para uma arena torturar seres vivos inocentes e indefesos, que sentem a dor e sofrem terrivelmente, tal como todos os seres sencientes (se é que sabe o que isso é), para se divertirem irracionalmente. 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:25

link do post | Comentar | Ver comentários (12) | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 18 de Abril de 2013

A PRÓTOIRO "GARANTE" QUE HAVERÁ TOURADA EM VIANA DO CASTELO, NAS PRÓXIMAS FESTAS DA SENHORA DA AGONIA… POIS SIM! ESPEREM SENTADOS!

 

 

Este é o Diogo Monteiro, uma das caras da prótoiro, que, obviamente, não sabe o que diz… No ano passado só conseguiram realizar o festejo da Senhora da Agonia, com a bênção do bispo (o Papa Francisco vai passar-se, com esta), porque uma aficionada estava no lugar errado, e se alguma derrota houve, esta não foi para a autarquia vianense, foi para a JUSTIÇA PORTUGUESA, como já referi noutra publicação.

 

«No ano passado, 2300 pessoas assistiram à tourada organizada pela prótoiro em Viana» disseram.

 

O que não disseram é que dessas 2300 pessoas, umas tantas eram familiares dos envolvidos na tortura de Touros e Cavalos. E os outros foram de excursão, à borla, porque “alguém” lhes comprou os bilhetes (estamos a ver quem)...

 

E de Viana do Castelo quem foi? NINGUÉM. Ou teriam ido um ou dois desgarrados?

 

O povo de Viana do Castelo é CIVILIZADO. Não quer nada com estas invasões de bárbaros, de psicopatas, de sádicos.

 

Este ano não haverá guerra. Que guerra poderia haver?

 

Esperem sentados, ó da prótoiro!

 

Andam por aí com um cadáver de lábios pintados às costas (ou seja, a tourada), a fazer figura de parvos, coitados, é para o que dá o distúrbio mental e a psicopatia de que sofrem (agora temos estudos para comprovar este facto, não sou eu que o digo).

 

Recolham-se à vossa insignificância.

 

Ninguém vos dá crédito.

 

Ninguém vos quer.

 

 

Apenas os paspalhos do costume vos dão cobertura.

 

Mas está tudo no fim... pendurado por um fiozinho de aranha...

 

 

 

Sabem o que está aqui dentro?

É a… isso, acertaram, a tauromaquia. Essa mesma. Em pessoa.

 

http://www.publico.pt/local/noticia/protoiro-garante-que-havera-tourada-em-viana-em-agosto-durante-as-festas-da-agonia-1591638

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:58

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 18 de Março de 2013

«ELES PAVONEIAM-SE COBARDEMENTE EM ARENAS, OSTENTANDO UMA COMBINAÇÃO DE COLLANTS COR-DE-ROSA E LANTEJOULAS…»

 

 

 

 

 A HORA DO RISO, POR RICARDO

 

(Para entenderem o que o Ricardo quer dizer, têm de abrir primeiro a publicação d’«O Blá, Blá, Blá…»)

 

 

Ricardo, deixou um comentário ao post O BLÁ BLÁ BLÁ DE SEMPRE DOS AFICIONADOS… FALAM, FALAM E NÃO DIZEM NADA QUE SE APROVEITE… às 22:09, 2013-03-17.

 

Comentário:

«Este comentário merece ser analisado pois contém todos os pré-conceitos e clichés característicos da filosofia (ou ausência de) aficionada.

 

Quase que tenho pena deste individuo*, tal é o estado de ilusão em que se encontra, mas não é mais do que o resultado de anos e anos de lavagem cerebral.

 

A imagem que este sujeito tem de um "animalista" (conceito bacoco inventado pelos aficionados para descrever o resto do mundo) é a imagem que tem vindo a ser insistida pelo lobby tauromáquico, na sua frustrada tentativa de delimitar e definir o seu "inimigo".

 

É uma imagem completamente falsa, uma triste tentativa de criar uma figura ridicularizável com o qual se tentam vingar de o facto de os aficionados serem motivo de chacota de toda a sociedade.

Eles pavoneiam-se cobardemente em arenas, ostentando uma combinação de collants cor-de-rosa e lantejoulas que faz chorar os olhos de um daltónico e depois os "animalistas" é que são ridículos.

 

A forma como os aficionados inferem sobre características tão específicas das pessoas que condenam a sua actividade leva-me a crer que eles são omnipresentes.

 

Volta e meia lá vem um aficionado acusar abolicionistas de comer carne ou (neste caso) sapateira. Pergunto então: será que seguem os manifestantes depois das touradas? Será que vão até às casas deles para verem o que têm no frigorífico? Talvez recolham fezes para depois analisar, quem sabe?

 

Ao que parece, o Luís leu "algures" que alguém na Alemanha ou Austrália (aproximadamente, uma vez que um dos países é logo ao lado do outro...) que uma mulher que pertencia a uma associação de protecção de animais foi acusada de zoofilia. É suposto isso denegrir os abolicionistas? Em que sentido?

 

E se eu disser que li algures que no México ou em Espanha, um toureiro foi encontrado com centenas de Gigabytes de pornografia infantil no seu computador? Em que sentido é a minha afirmação menos fiável que a sua?

 

Este comentário limita-se a fazer conjecturas sem qualquer base lógica para tal. Tenta ser insultuoso ou talvez até provocador, mas acaba apenas por enaltecer a estupidez e falta de inteligência que é tão característica da comunidade aficionada

 

***

Boa, Ricardo! Esta foi na “mouche”.

E como eles gostam de dizer: quem não gosta, não leia…

Porque o facto de ler ou não ler não implica TORTURA para ninguém.

 

* O indivíduo a que o Ricardo se refere é Luís Soares, o autor do comentário (não o vão confundir com o torcionário da imagem).

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:41

link do post | Comentar | Ver comentários (8) | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 19 de Fevereiro de 2013

NÃO SEI SE HEI-DE RIR, SE HEI-DE CHORAR COM ESTE COMENTÁRIO “AFICIONADO” – O QUE ME DIZEM?

 

 

Publico-o aqui, porque das três, uma: ou esta catia marinheiro (que pode ser um “catio”) tem problemas de linguagem, e se tem, fica logo, à partida, ilibada da tatice que para aqui vai, ou é uma aficionada das “boas”, daquelas que sabem “ler, escrever e comunicar” com a “mestria” própria da “raça” torcionária, ou então está a gozar com a situação. De qualquer modo ficamos com mais este registo da “excelência cultural” desta gente, o que vem acrescentar uns pontos mais à Causa da Abolição das Touradas.

 

 

 

catia marinheiro, deixou um comentário ao post O EX-FORCADO NUNO CARVALHO-MATA DEIXOU-SE VENDER POR CEM MIL EUROS às 12:24, 2013-02-19.

 

Comentário:

«triste as senhoras defensoras o prato a vossa mesa talvez mude e de certo sao muito fracas de amigos e claro que o nuno volaria a fazer e amor a camisola nao ignoracia das senhoras que so defendem o quanto nao cevem e de amigos falem por vos os vossos abandonam fiquem sabendo que o nuno esta bem rodeado o contario de voces parolas...»

 

***

 

Obrigada, catia marinheiro.

 

Ficámos a perceber perfeitamente a sua boa intenção.

 

O Nuno está, de facto, bem rodeado de gente muito competente, muito instruída e muito culta.

 

Que sorte, a dele!

 

Nós, sim, somos muito, muito parolas à sua beira… Parolíssimas!

 

 

http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/225621.html

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:23

link do post | Comentar | Ver comentários (14) | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Junho 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Posts recentes

AUTÁRQUICAS 2017

AFICIONADO DE TOURADA NOM...

FOI PIOR A EMENDA DO QUE ...

CARTA ABERTA A UMA PROFES...

LINGUAGEM DE UMA “PROFESS...

DIZEM QUE A CORDA É O ACE...

O QUE SÃO 8.600 TAURICIDA...

A PRÓTOIRO "GARANTE" QUE ...

«ELES PAVONEIAM-SE COBARD...

NÃO SEI SE HEI-DE RIR, SE...

Arquivos

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

DIREITOS

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

ACORDO ORTOGRÁFICO

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

COMENTÁRIOS

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

CONTACTO

isabelferreira@net.sapo.pt