Comentários:
De Carlos Ricardo a 4 de Maio de 2014 às 02:21
É triste a desilusão que sentimos quando estes especialistas literários nos mostram o que vai no seu íntimo...!!
Ler VGM sem recordarmos este seu íntimo é o mesmo que ler o "Mein Kampf" de Hitler sem nos recordarmos do que ele fez...!!!
De Isabel A. Ferreira a 4 de Maio de 2014 às 10:33
Exactamente Carlos Ricardo.

Mas se esmiuçarmos a vida destes "intelectuais" que defendem a tortura de seres vivos, deparamos com um íntimo distorcido, insensível, cruel, perturbado, enfim, o cérebro nem sempre está em sintonia com o coração.

E Hitler é um bom exemplo.

Comentar post