Segunda-feira, 27 de Novembro de 2017

SANGUE DE ÉGUAS PRENHAS EXTRAÍDO ATÉ À MORTE, PARA USO DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA

 

UM DUPLO CRIME

 

ÉGUA.jpg

 Origem da imagem: Internet

 

Eu não quero acreditar em tamanha crueldade, mas assinei esta petição, porque vindo do homem IRRACIONAL tudo é possível.

 

É inacreditável e inconcebível o que um animal que se diz racional pode fazer a um outro animal, que não sendo considerado racional, é muito mais sensível e digno do que os animais-homens seus predadores.

 

Centenas de éguas prenhas são presas a máquinas que extraem todo o sangue delas até à morte. Essa tortura é fomentada por empresas farmacêuticas europeias que usam a hormona do sangue para acelerar a reprodução de animais na pecuária industrializada.

 

Os ministros da União Europeia reúnem-se daqui a duas semanas. Participem nesta acção, assinando a petição e exigindo que esta perversidade seja abolida em nome da Civilização e do respeito a ter pelos outros animais, tão animais como nós.

 

Assinem a petição aqui:

https://secure.avaaz.org/campaign/po/horse_blood_loc/?knjwweb

 

***

«Parece um filme de terror: centenas de éguas prenhas presas a máquinas de extracção de sangue! Algumas ficam tão fracas que entram em colapso e morrem.

 

A morte está longe de ser o único horror desta macabra prática: às vezes a quantidade de sangue drenada é tão grande que leva os animais ao choque e à anemia. Como apenas o sangue de éguas gestantes é valioso, elas são muitas vezes forçadas a repetir o ciclo de gravidez e aborto. As empresas farmacêuticas vendem a fazendeiros a hormona existente no sangue das éguas durante a gestação, usado depois para abusivamente provocar o cio em porcos e outros animais.

 

Os cavalos são animais extremamente sensíveis e belos. É difícil entender como as pessoas podem ser tão cruéis. Mas quando nos unimos em grande escala para proteger os animais dos horrores que enfrentam todos os dias, podemos fazer coisas incríveis. Vamos nos unir-nos por esses animais que precisam tanto da nossa voz. »

 

Oliver, Rewan, Bert, Ari, Camille, Nataliya, Ricken e toda a equipa da Avaaz

 

Mais informações aqui:

 

Investigação nas fazendas de sangue (Animal Welfare Foundation) (Em inglês) http://animal-welfare-foundation.org/en/what-we-do/blood-farms.html

O negócio com o sangue de éguas grávidas (Deutsche Welle) http://www.dw.com/pt-br/o-negócio-com-o-sangue-de-éguas-grávidas/a-18781018

O comércio cruel com o sangue de éguas grávidas (Animals' Angels USA) (Em inglês) http://www.animalsangels.org/investigations/horses/cruel-trade-pregnant-mare-blood-united-states-uruguay-and-argentina-9-30-15

Transformando sangue de cavalos em lucro (The Dodo) (Em inglês)

https://www.thedodo.com/turning-horse-blood-into-profits-1382177497.html

Quais as causas da procura de sangue de cavalo? (The Guardian) (Em inglês) https://www.theguardian.com/world/2016/oct/03/horse-blood-farms-china-donkeys-wild-horses-us-mass-slaughter                                                                                                                                                  

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:45

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Fevereiro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
16
19
21
25
29

Posts recentes

Espanha: mais de cem porc...

«O vírus que pára na fron...

Quintino Aires arrasa Ma...

Theo Boer: “Não existe ne...

Enviada Petição/Denúncia ...

«Não matem». Um texto mag...

«Portugal terminal – um p...

A eutanásia é apenas um e...

Doutor Pedro Girão sobre...

«Cavaleiro tauromáquico J...

Arquivos

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt