Comentários:
De Ana Paula Frazão a 3 de Julho de 2015 às 23:10
um Texto belíssimo que deixa transparecer um ser humano de uma riqueza interior sem limites, uma profissional exemplar, uma escrita brilhante, genial, quer na forma como no conteúdo, apesar do tema ser angustiante, tristíssimo.
De Isabel A. Ferreira a 6 de Julho de 2015 às 16:05
Obrigada, Ana Paula Frazão, em nome da Filomena Marta.

Comentar post