Comentários:
De Anónimo a 23 de Outubro de 2019 às 14:08
https://coconafralda.sapo.pt/o-presidente-e-os-influencers-2467401
De Isabel A. Ferreira a 23 de Outubro de 2019 às 14:25
O que aqui está em causa não é o "coconafralda", ou o que a autora do Blogue faz ou deixa de fazer.
O que aqui está em causa é o seguinte:

«Que sinal político quer dar o Presidente da República quando convida para o Palácio de Belém cerca de 40 influencers das redes sociais e o que dali sai são dezenas de selfies e fotografias, praticamente todas com Marcelo Rebelo de Sousa abraçado a mulheres bonitas, que se multiplicam em milhares de gostos, sobretudo no Instagram?»
De Elisabete a 25 de Outubro de 2019 às 22:53
Olá Isabel,


Já não vinha cá há muito, muito tempo porque arredei-me da blogosfera. Mas hoje passei por cá.
Uma cambada de cagonas convencidas é o que elas são todas, estas "influencers". Então aquela Madalena Abecassis com ares de superior, enfim, nem conhecia a criatura... Assim como a maioria destas "influencers" da treta. Youtubers, influencers, fingem que se preocupam com os outros mas gostam é si mesmos com muito narcisismo.
São termos "modernos" que significam pouco, tudo passa e estas também passarão porque o que defendem e praticam é efémero: modas, maquilhagens... tolices. O que é que esta gente vende?...
O Marcelo é um faz de conta, um verdadeiro representante do Estado Novo, ainda demasiado presente na democracia portuguesa, carente, daí o exagero dos abraços e defende o ladrão do Ricardo Salgado, seu amigo, etc.
Desculpe os termos ousados mas às vezes é preciso chamar os bois pelos nomes.
Um Abraço.
De Isabel A. Ferreira a 26 de Outubro de 2019 às 15:44
Pois é, Elisabete, quando falamos de lixo, não podemos usar vocábulos melífluos. Não combina.

Obrigada, pela sua passagem, por aqui… Um abraço.

Comentar post