Segunda-feira, 11 de Janeiro de 2021

Para que possa haver futuro - Um grito à “humanidade” responsável pelos horrores cometidos contra inofensivas, inocentes e indefesas crianças…

 

... resultado exclusivo da acção daquele que diz pertencer à espécie Homo Sapiens: imagens que nos esmagam pela sua desmedida crueza, de que apenas o género homo é capaz. Nenhuma outra espécie do Reino Animal é tão cruel, com os da sua própria espécie, como a espécie dita “humana”.   

 

As imagens, que correram o mundo, foram recolhidas da Internet, e as crianças nelas retratadas aludem a épocas diferentes, umas mais antigas, outras mais recentes; aludem a situações que nos levam às mais insanas guerras, ao nazismo, à fome, aos maus-tratos, à fuga, à negligência, a costumes bárbaros, à violência, ao abandono, ao aborto, ao trabalho infantil, ao desrespeito pelos mais básicos direitos das crianças, e dos valores humanos;  a uma monstruosa insanidade dos que governam os povos, não tendo em conta que as crianças são o amor feito visível, citando o filósofo alemão Friedrich Novalis, naquela que é a mais bela definição de criança.

 

Através deste GRITO pretendo chamar a atenção para algo tão simples quanto isto: é urgente ter em conta que as crianças EXISTEM, são seres inofensivos, inocentes e indefesos, e todos nós, como sociedade humana, temos o DEVER de as defender, tal como a sociedade não-humana defende as suas crias na Selva, para que possa haver FUTURO.

 

Isabel A. Ferreira

 

CR1.jpg

CR2.jpg

CR3.jpg

CR4.jpg

CR5.jpg

CR8.jpg

IMAGEM11.jpg

CR9.jpg

CR13.jpg

IMAGEM10.jpg

 

FOME1.png

israeli-war-crimes[1].jpg

IMAGEM9.jpg

425860_124608167690961_629493552_n[1].jpg

pulitzer-1994[1].jpg

PAI E FILHA1561496912_818134_1561507785_noticia_no

mutilacao_genital_feminina-164x164[1].jpg

1621974_639722056075823_1256619514_n[1].jpg

IMAGEM5.jpg

niños-tauromaquia PACMA.jpg

SIRIA-CRISE-POLITICA-2012-111-size-620[1].jpg

CR6.jpg

CR11.jpg

Crianças que crescem sozinhas.jpg

IMAGEM3.png

CR10.jpg

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:52

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos (1)
Comentários:
De Arsénio de Sousa Pires a 12 de Janeiro de 2021 às 11:57
Olhar e, sobretudo, VER estas fotografias é adivinhar todas as outras crianças, milhares, milhões em iguais ou piores situações.
Depois, é deixar correr as lágrimas e pensar:
- Que posso eu fazer?

O Homem será o menos COMPASSIVO de todos os animais?
O Homem será mesmo RACIONAL?
O Homem será um ERRO DA NATUREZA?
De Isabel A. Ferreira a 12 de Janeiro de 2021 às 15:07
Arsénio Pires só não direi que o Homem será um ERRO DA NATUREZA, porque nem todos têm uma essência destrutiva, mas os construtivos não são em número suficientemente elevado, para suplantar os destrutivos.

Comentar post

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Março 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

É dos piores casos de mau...

Raiva, muita raiva e repu...

Poucos saberão quem são a...

Chicken a la Carte

Ministério da Cultura (?)...

«Aquilo que uma minoria d...

«Os arrasadores de Portug...

Demolição do Padrão dos D...

«Mais Dinheiros Públicos ...

O regresso às trevas

Arquivos

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt