De Arsénio de Sousa Pires a 11 de Fevereiro de 2020 às 20:00
Excelente refutação dos supostos argumentos desses senhores deputados que votaram só para não transgredir as suas regras partidárias mas, sobretudo, para poderem dizer à sua clientela partidária tauromáquica que foram obrigados… quando, se calhar, até alguns são contra este bárbaro espectáculo! HIPÓCRITAS é o que eles são.

É preciso dizer a esses senhores que a Cultura Portuguesa, para ser digna do nome “Portuguesa”, tem que fazer parte do ADN de povo português e ser transversal a todo o país. Ora, como muito bem disse a Isabel Ferreira, a tauromaquia foi introduzida em Portugal no reinado dos Filipes. Para além disso, essa tradição tauromáquica está confinada e meia dúzia de autarquias. Por exemplo, no Norte nunca vingou.

Que mania têm os tauricidas de falar em nome de TODO o povo português!
De Isabel A. Ferreira a 12 de Fevereiro de 2020 às 14:35
Arsénio Pires, eles deliram. Eles confundem cultura com estupidez. Eles acham que são muitos. Eles sempre viveram na fossa tauromáquica e não sabem que existe um mundo civilizado fora dessa fossa.
Mas isto é ainda mais grave quando se trata de deputados da Nação.
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.