Comentários:
De Maria do Carmo Torres a 9 de Outubro de 2015 às 19:55
Isto nem "jornalistas" com aspas são.
São meros jornaleiros botadores de faladura.
Ouvir um qualquer animal é mais instrutivo do que ler o acumulado de letras que junta julgando escrever.
Pior ainda, julgando que esse acumular de letras e palavras, tem um sentido.
Repito, mais um botador de faladura que assim conquista os quinze segundos de fama que, nunca alcançou nos anos que leva a tentar escrever sobre qualquer outro assunto.
Como dizia o meu pai, é não gastar cera com tão ruim defunto.
De Isabel A. Ferreira a 11 de Outubro de 2015 às 19:05
O seu Pai tem razão, Maria do Carmo.
Mas, por vezes, é necessário desenterrar os maus defuntos, para que não se lembrem de ressuscitar...

Comentar post