Comentários:
De Isabel A. Ferreira a 27 de Dezembro de 2018 às 14:31
Francisco Laranjeira,

O que significa “não diabolizar” quem aprecia SELVAJARIA TAUROMÁQUICA?

Quem aprecia SELVAJARIA TAUROMÁQUICA não pertence ao rol das pessoas civilizadas e evoluídas. Não é NORMAL apreciar o SOFRIMENTO ATROZ de um ser vivo, e divertir-se com isso. Não é NORMAL.

Quanto ao que me pede, peço-lhe que ponha aqui o link para o vosso Blog.
De Francisco Laranjeira a 27 de Dezembro de 2018 às 17:38
Dª.Isabel Ferreira:
Agradeço-lhe o facto de ter lido o meu comentário e respondido.
1 - Como disse, as "touradas" para mim são um espectaculo pobre, gratuito e nada edificante. Porém, tal postura, não me dá o direito de criticar (maldizer, desdenhar) quem goste das "touradas", pelo simples facto de estarmos numa Sociedade democrática e livre ; quando muito poderei votar contra as "touradas", no lugar e tempo próprios. Depois, também não me considero dono da verdade, professor, perceptor, conselheiro espiritual, civico etc. de ninguém, para interferir no pensar e sentir dos outros cidadãos. Quanto a "touradas" é tudo o que me aprás dizer.
2 - problematica dos baixos indices de leitura em Portugal. Este meu blog tem poucas horas de vida, "dei-o à luz" ontem, ainda é um bébé. Precisa de ser criado a "várias mãos", quantas mais melhor. Acredito que os baixos indices de leitura n-ao são uma causa perdida. Gostaria de chamar pessoas para o debate no:
ler dá saúde
https://lerdasaude.blogs.sapo.pt
francisco laranjeira
Por um Portugal melhor. Saudações patrioticas.
fl
De Isabel A. Ferreira a 28 de Dezembro de 2018 às 17:07
Caro Francisco Laranjeira,

Já fui ao seu Blog, e já lá deixei um comentário.

Quanto às touradas, não posso concordar consigo, no que respeita ao CRITICAR os que “gostam” de touradas, unicamente porque as touradas não são uma questão de gosto ou liberdade. Precisamente porque estamos numa sociedade democrática e livre devemos CRITICAR e CONDENAR as touradas, porque elas são uma prática CONDENÁVEL e incompatível com a democracia e liberdade.

Em democracia não há lugar para TORTURA DE SERES VIVOS, nem liberdade para os torturar. Isso faz parte das ditaduras.

Estamos num plano de crimes contra a VIDA, ainda que essa vida seja a de Touros e Cavalos.

Com certeza que não dirá o mesmo dos pedófilos (que terão a mesma liberdade de gostar de molestar meninos) ou dos violadores que adoram violar senhoras. Existem coisas que não são do âmbito da liberdade.

As touradas não são uma questão de gosto, nem de pensar ou de sentir. São uma questão de ÉTICA, e o que é da ÉTICA não pode ser violado. A TORTURA não pode ser consentida, nem sentida, nem gostada, nem pensada. Ao darmos a tal “liberdade” de eles praticarem esta selvajaria, estamos a CONSENTIR e a APOIAR a SELVAJARIA. E isto é inconcebível, numa sociedade democrática e livre. Não pense apenas na liberdade dos aficionados. E a liberdade dos Touros e dos Cavalos, onde fica?

É nosso DEVER CÍVICO condenar e criticar os que praticam, apoiam e aplaudem esta prática selvagem e bárbara que tortura seres vivos SENCIENTES para diversão, para que eles não julguem que isto faz parte da vida normal das pessoas, ou é uma prática que faça parte da CIVILIZAÇÃO.

Nenhum cidadão deve TER A LIBERDADE de torturar seres sencientes. Como vê, isto não tem, nada a ver com LIBERDADE ou DEMOCRACIA. Muito pelo contrário.

Com liberdade e democracia tem a ver a crença religiosa, o partido político, o clube de futebol, o gosto pelo amarelo, enfim, a TORTURA não entra aqui.
De Anónimo a 28 de Dezembro de 2018 às 19:22
Dª.Isabel Ferreira:
Sobre as touradas já me pronunciei aqui neste espaço. Como disse antes, quando se me deparar a oportunidade de dar o meu voto não terei duvidas de que votarei contra as touradas. Ponto. Paralelamente a este espectaculo grotesco; existem outros de que pouco ou nada se fala e talvez me impressionem mais do q as touradas: são os animais selvagens retidos nos Zoos. Isto é que eu considero absolutamete vergonhoso, ver leões, tigres, elefantes, macacos e outros animais selvagens, moribundos, cheios de moscas, a podrecerem, fedorentos, coisa absolutamente vergonhosa. E os animais no circo também não fazem sentido algum. De resto, quando a Assembleia da Republica não proibe tais espectaculos o que poderei eu fazer humilde cidadão. Melhores cumprimentos. Francisco Laranjeira.

Comentar post