De Arsenio Pires a 9 de Julho de 2014 às 21:25
Isabel, os politiqueiros vivem só de hipocrisia! Este é um exemplo disso mesmo. Vejamos.
Toda a lei deve ter um fundamento ÉTICO. Certo?
Qual será o fundamento ético desta lei que eles irão aprovar?
Penso que só pode ser a protecção da saúde e vida dos animais. Se assim for, por que razão só são contemplados os animais domésticos, cães e gatos? Os outros animais, em particular os touros e cavalos sacrificados nas touradas, não sofrem, não têm direito à vida?
Conclusão: esta lei é uma lei ferida de ilegalidade porqueo nem sequer é UNIVERSAL.

Eu até penso que o motivo que preside a esta lei é o incómodo que o abandono dos animais contemplados nela causam às autarquias: vadiagem nas ruas e, sobretudo, os canis municipais superlotados.
Estarei errado?
De Isabel A. Ferreira a 10 de Julho de 2014 às 12:04
Não, não está errado Arsénio.

Há muito que sabemos que quando certos deputados apresentam projectos-lei para serem analisados, o único objectivo é para não lhes atrapalhar a vida.

Estão lá preocupados com os cães e gatos!...

Nem com o povo português se preocupam...
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.