Quinta-feira, 22 de Outubro de 2015

LÁ… ENTRE O BOSQUE E O RIACHO… ESTAREI…

 

BOSQUE DE OSEIRA.jpg

 

Tudo o que se tem passado ultimamente, ao meu redor, deixou-me desesperançada.

 

Esgotei as minhas forças.

 

Os “homens”, ditos racionais, andam loucos.

 

É o Luaty a perder a vida… por um sonho…

 

É a Língua Portuguesa a escorrer pelo cano de esgoto…

 

É este insistir na crueldade, quando a Vida palpita em todos os seres, do mesmo modo…

 

É Portugal a ficar cada vez mais enterrado em caminhos lamacentos…

 

É o povo que recua…

 

É o vazio que começa a ocupar este lugar onde decidi travar batalhas…

 

Estou farta.

 

Irei, por uns dias, para o meu refúgio, lá…entre o bosque e o riacho, nas montanhas da Galiza, onde encontro a Paz e a Harmonia de que tanto preciso, e que faz parte da minha natureza.

 

Pelos caminhos do bosque, entre campos verdes, ouvirei os pássaros e as águas cantantes de um riacho…

 

E cânticos gregorianos, entoados desde o século XII, me esperarão… lá… entre as pedras do mosteiro…

 

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 19:11

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Comentários:
De Maria João a 23 de Outubro de 2015 às 14:11
Olá,

sigo o seu blog há algum tempo, ás vezes acho que se repete um pouco quando fala das touradas e da crueldade, subsídios, estupidez, etc , mas tem razão. Água mole em pedra dura... Mas de facto demora a mudar mentalidades, todos os dias ouvimos falar de casos de crueldade com cães, cavalos, etc , todos os dias são mortos milhares de animais para consumo humano, que além de terem uma morte dolorosa já tiveram uma existência, mais curta ou mais longa, absolutamente miserável. E nós ficamos cansadas. E a partir da Primavera lá começam outra vez as malditas touradas, e as imagens repugnantes das bestas em festa e dos animais torturados. Mas estou convicta de que cada vez mais gente se sensibiliza com o sofrimento animal, mesmo pessoas que eram indiferentes até há pouco tempo, começam a tomar posição e a emitir opiniões. E isto graças a outras pessoas teimosas como a Isabel. Como todas as grandes lutas, vamos vencendo batalhas mas a guerra está longe de estar ganha. Veja o caso das mulheres, tantas batalhas ganhas e ainda somos tão discriminadas, em tantas situações; e o retrocesso que sofremos nos últimos anos relativamente a leis do trabalho, direitos adquiridos na saúde e educação. Enfim, espero que recupere forças e que volte depressa.
De Isabel A. Ferreira a 26 de Outubro de 2015 às 12:06
Maria João, sei que me repito. Mas não sou de desistir.

Com a minha insistência já fiz muitas mossas. E espero fazer muitas mais.

Mas as touradas também se repetem, e a cada uma delas, são vidas torturadas inutilmente, futilmente.
Então há que repetir o óbvio, tantas vezes quantas necessárias, a cada crueldade.

Não seria necessário, se estivéssemos a lidar com pessoas inteligentes.

Infelizmente é gentinha tacanha, e por vezes nem sei, se alguma vez conseguirão alcançar esse óbvio.
E não são apenas os touros. Todos os outros animais sofrem às mãos cruéis do animal-homem-predador.
Não vivemos num mundo evoluído.

Há “gente” que confunde os micro-ondas com evolução. “Gente” cega mental. “Gente” surda espiritual.

Recuperei as forças, sim. E aprendi muito. Mas ouve algo que me aconteceu, não por acaso, e que exporei num outro texto.

Comentar post

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Julho 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

Pausa para descanso

«Tauromaquia: adiar não b...

Que Estado de direito é o...

«Touro como nós: a ciênci...

Incêndio que vitimou deze...

«Para onde caminhamos?» -...

Porque TODOS somos difere...

«Ilhas Faroé cumprem “tra...

«Prestar contas (só do qu...

Um alerta (vermelho) para...

Arquivos

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. 1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome. 2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas". 3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt