Quinta-feira, 8 de Janeiro de 2015

JE SUIS CHARLIE

 

O atentado ao Charlie Hebdo, perpetrado por abomináveis terroristas, no dia 7 de Janeiro de 2015, em Paris, não foi um atentado apenas contra os jornalistas que trabalhavam naquele jornal satírico.

 

Foi um atentado contra toda a Humanidade civilizada e livre.

 

je-suis.jpg

 

O mundo não mais será o mesmo depois desta tentativa de calar as vozes de uma consciência colectiva.

 

Não podemos permitir que obscurantistas e ignorantes desprovidos de qualquer sentido humano calem as nossas vozes, aterrorizando-nos com armas de fogo.

 

As vozes de dez jornalistas calaram-se para sempre, mas milhares de outras vozes gritarão pelo mundo inteiro JE SUIS CHARLIE, e a liberdade de expressão não perecerá.

 

Quem não tem capacidade intelectual de se rir das suas próprias fraquezas, utiliza a força bruta que os agrilhoa às pesadas algemas da ignorância, para fazer valer ideias retrógradas e irracionais.

 

E aqueles que ainda não perderam a sua lucidez não podem permitir que a irracionalidade se sobreponha à razão.

 

JE SUIS CHARLIE será o nosso grito de uma guerra pacífica.

 

TODOS SOMOS CHARLIE neste momento.

 

Que estes jornalistas não tenham morrido em vão.

 

Eles morreram para manter a liberdade de expressão viva.

 

Saibamos honrar o extremo sacrifício destes heróis da palavra, por um mundo livre do estigma da tirania religiosa, da escravatura política e do encarceramento do pensamento.

 

JE SUIS CHARLIE.

Hoje e sempre.

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:56

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Comentários:
De Elisabete a 8 de Janeiro de 2015 às 20:09
O atentado foi abominável, sem dúvida, mas os cartoonistas abusaram durante anos a fio da chamada liberdade de expressão. Gozar indiscriminadamente com as crenças religiosas e espirituais dos outros é grave, não é liberdade, é abuso dessa liberdade.

Lamento a perda das suas vidas humanas e da forma atroz como aconteceu, mas não da arte que faziam. Quem não gostar do que digo, paciência. Rogo-me o direito de me expressar sem agredir os credos espirituais dos outros nem de satirizar e gozar com Cristo, Buda, Maomé, etc. figuras sagradas das maiores religiões do mundo. O Charlie Hebdo publicava pornografia atingindo o âmago da espiritualidade sagrada.

Liberdade de expressão, sim, denúncia, sim, mas com o devido respeito pela vida dos outros e pela nossa própria. Os cartoonistas não tinham medo de morrer e provocaram gente obscura com mentalidade medieval, os terroristas. A vida é mais preciosa do que qualquer irreverência. Se eu me manifestar provocatoriamente nas ruas vou presa ou se for contra alguém num jornal sou censurada, porque os artistas dos cartoons também não o são?... Até porque o famigerado jornal foi há algum tempo criticado por provocar tensões sociais.

Os crimes terroristas não têm razão de ser, mas as 4 vítimas, cartoonistas famosos, não estavam totalmente isentas de culpa e arrastaram todos os outros com eles inclusive os polícias que estavam no cumprimento do seu dever.

O que se verifica é que agora toda a gente diz "Je suis Charlie" porque se solidarizam. Eu também me solidarizo com as vítimas todas, mas nunca com o Charlie Hebdo na sua essência como jornal provocador.
De Isabel A. Ferreira a 8 de Janeiro de 2015 às 21:55
Muito bem, Elisabete.

Tem todo o direito à sua opinião, e nem sequer vou retirar-lhe a razão.

O que diz faz sentido.
A liberdade de expressão não é o mesmo que libertinagem de expressão. Nem pode ser.

O Charlie Hebdo excedia-se, por vezes. É certo. E não posso dizer-lhe que concordei sempre com tudo o que publicava.

Eu jamais satirizaria figuras do culto sagrado de qualquer religião.

Porém, uma coisa é não concordar com quem pensa diferente de nós.

Outra coisa é pretender calar vozes que têm o direito de se expressar, de um modo brutal e definitivo. Cruel e sangrento, em nome de um deus.

Isso ninguém tem o direito de fazer.

E é a condenação desse modo brutal e definitivo de calar vozes que têm o direito de se expressar que aqui coloco em causa.

Por isso grito continuo a gritar Je sui Charlie.


Comentar post

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Novembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Posts recentes

«O laxismo nacional – Do ...

António Costa diz que que...

Ainda a confrontação, na ...

Debate sobre touradas na ...

«Álvaro Covões Acha que a...

Escolas de toureio: é o m...

Um significado da palavra...

Francisco Guerreiro (PAN)...

Numa carta aberta, 11 mil...

«O som do silêncio»

Arquivos

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt