Comentários:
De Vasco a 2 de Março de 2016 às 15:16
Concordo em absoluto com o que escreve acerca da exoneração de António Lamas e da nomeação de Elísio Summavielle para a direcção do CCB, consumada por João Soares. A propósito desta decisão, a presença do Sr. Soares tem-se multiplicado nos media e reparo que nunca resiste a afirmar que é, e sempre foi, 'um homem de bem' ou outro auto-elogio similar. Não consigo perceber a necessidade do Sr. Soares em insistir neste tema mas também não sou Psicólogo.
De Isabel A. Ferreira a 2 de Março de 2016 às 18:37
Pois... o senhor João Soares até poderá ser um homem de bem... só que se esquece de completar a frase... É um homem de bem mal fazer...

Ele tem necessidade de se auto-elogiar porque sabe que não vale um tostão furado, e é isso mesmo que as pessoas pensam dele.

Quantas vezes o senhor pai dele não lhe terá dito isso mesmo?

«Não vales nada, mas vou arranjar-te um tachinho, uma vez que sou responsável pela tua existência!»

Isto deve ser assim, mais palavra, menos palavra...

Comentar post