De Carlos Ricardo a 30 de Julho de 2014 às 00:42
O artigo é excepcional e vou divulga-lo.
Não vale a pena dizer quanto lúcido e verdadeiro ele é pois que, qualquer pessoa minimamente inteligente apoiá-lo-á de certeza !!
Apenas um acrescento:
Dizer que acabar com as touradas é enviar não sei quantos para o desemprego é a coisa mais falaciosa que se pode imaginar !! Senão, vejamos:
- O ganadeiro continuará (infelizmente) a criar gado para o matadouro;
- O "corneteiro" (o que toca a corneta nas touradas, não o que também tem cornos), se vivesse só das cornetadas, bem lixado estaria...
- Os toureiros, cavaleiros e forcados (normalmente amadores) a mesma coisa. Todos eles trabalham noutra actividade que não corre com eles no período em que não há touradas. Têm, portanto, outra profissão;
- As praças, tanto quanto se saiba não têm funcionários que apenas trabalham quando há barbárie;
- E assim por diante !!
Donde se conclui que, quando as touradas acabarem, SÓ VAI PARA O DESMPREGO QUEM JÁ LÁ ESTAVA. OU OS QUE VIVIAM APENAS DOS SUBSÍDIOS CAMARÁRIOS (E NÃO SÓ) Á TAUROMAQUIA .
Alguém é capaz de me indicar quem é que, ligado á tauromaquia, vai para o desemprego quando as touradas acabarem ?
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.