Comentários:
De Isabel A. Ferreira a 20 de Abril de 2015 às 18:08
Exactamente, Lilith.

E pelo sim, ou pelo não, tenho uma boa reserva de livros escritos na verdadeira Língua Portuguesa, para passar o resto dos meus dias a LER com prazer.
De José Couto a 19 de Maio de 2015 às 12:44
Bom dia, caras cúmplices! Concordo em absoluto com tudo o que afirmam e fico feliz por saber que há quem faça o mesmo que eu, que é não comprar livros que sigam o novo "aborto ortográfico"! Temos que fazer circular esta intenção - justa- de boicote. Como poderemos fazê-lo eficazmente?

Cumprimentos
De Isabel A. Ferreira a 19 de Maio de 2015 às 15:02
Caro José Couto: não compramos livros, nem revistas, nem jornais, nem nada que venha escrito na língua estropiada que nos querem impingir.

Como podemos boicotar esta imposição?
Passar a palavra, e quem tem acesso à escrita pública, repetir o apelo à desobediência civil, ao máximo.

Agradeço a sua intervenção.

Comentar post