Quarta-feira, 19 de Abril de 2023

Caso Lula-Ucrânia: ouvi um social-democrata dizer que Portugal deve respeitar a soberania do Brasil. E o Brasil NÃO deve respeitar a soberania de Portugal?

 

Uma coisa é respeitar a soberania de um País, outra coisa é andar a dizer que-sim-que-sim a tudo o que esse País quer impor a outro País que talvez não seja tão soberano como diz ser.


Os Portugueses Pensantes já andam fartos de ver determinados governantes portugueses a mostrar os dentinhos e a abanar o rabinho diante do Brasil e dos Brasileiros.

Porquê? O que estará por detrás desta subserviência canina?

 

Sabemos que Lula da Silva já andou por aí a dizer que «o atraso da educação no Brasil se devia à colonização Portuguesa» (obviamente, descartando a incompetência dos governantes brasileiros pós-1822); e, recentemente, prestou-se ao papel de ser o porta-voz dos russos e chineses, quanto à absurda invasão russa à Ucrânia, menosprezando os Países da Nato (e nós somos um deles). Agora vem dizer o dito, pelo não-dito, mas não se safa do que já disse.

Porém, que importa essa desconsideração aos olhos dos actuais governantes portugueses, que vêem nisto algo muito normal, do foro das opiniões diferentes, que têm de ser respeitadas. Enfim... como se a guerra que Rússia impôs à Ucrânia, um país livre e soberano,  tivesse alguma coisa a ver com opiniões.

E nós, Portugueses, NÃO temos de ser respeitados?


Em vésperas de Lula da Silva ser recebido na Assembleia da República de Portugal, com pompa e circunstância, é bom que os Portugueses abram os olhos para o que se está a passar nos bastidores, e que os média portugueses estão proibidos de dizer.


Existe um Blogue denominado Apartado 53 que, sem papas na língua ou medo de ser taxado de xenófobo ou racista (estas designações são para outro tipo de gente, gente que NÃO DEFENDE a Língua, a Cultura e a História Portuguesas) põe todos os pontos nos is e denuncia abertamente o que o Brasil e Portugal andam a tramar nas nossas costas.

Este Blogue é um poço de informação comprovada, demonstrada, credível, e que merece toda a atenção.

 

Facto: existe um conluio luso-brasileiro.

A última publicação do Apartado 53  Cronologia crónica , cuja leitura vivamente recomendo, dá-nos uma ideia exacta do que se anda a tramar, desde há muito, e porquê.

Mas há muito mais para ler, neste Blogue, e só não lê quem NÃO quer estar informado.

 

É absolutamente inacreditável o que se lê na imagem abaixo reproduzida.

REGRAS DO STF.PNG

 

O texto completo pode ser lido aqui

 

I...NA...CRE...DI...TÁ...VEL!!!!!!!!

 

Os que NÃO tiverem espinha dorsal que aplaudam, que se verguem, que se subjuguem a um País que NÃO respeita a soberania portuguesa.

 

E quem quiser saber de toda a tramóia, tirem um tempinho, não o perderão, para lerem as seguintes notícias, proibidas em Portugal, e  muito mais que aqui não refiro para não cansar os leitores, mas que podem encontrar no  Apartado 53

 

«Portugal, um Estado brasileiro na Europa»

Três mil e cem por dia

O elefante e a formiga brincam às reciprocidades

Ex-Portugal

 

ACORDAI gente entorpecida! ACORDAI!!!!!!

 

 Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:59

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Comentários:
De Ricardo A a 19 de Abril de 2023 às 19:04
Não faltava mais nada, depois deste regime ter vendido boa parte do presente e do futuro em nome das igualdades e da pertença à UE.
De Isabel A. Ferreira a 19 de Abril de 2023 às 19:11
Portugal está a saque.
E o povo continua a dormir, debaixo das bananeiras, desta nossa República DOS Bananas.
De Isabel A. Ferreira a 20 de Abril de 2023 às 15:52
Não conhecia, Ricardo A.
O conteúdo agradou-me, mas a forma do conteúdo, não.
Critica o sistema, mas subjugou-se ao sistema, ao aceitar a grafia brasileira.


De JPG a 20 de Abril de 2023 às 22:06
Sinal dos tempos. Grande parte do "respeitável público" lê, quando muito, o título de um "post". Do qual retém apenas uma ou duas palavras-chave "sonantes" que sirvam para algum efeito propagandístico.
A duração média do português "médio" numa "webpage" é de... 7 segundos
De Isabel A. Ferreira a 21 de Abril de 2023 às 12:00
JPG, esse é que é o grande mal dos Tugas, que são uma grossa fatia da população portuguesa. A outra, está na categoria dos Portugueses, e estes lêem os textos. Interessam-se. Partilham. Colaboram.

Os Tugas têm a informação diante do nariz, mas só lêem os títulos.

Depois comentam com uma IGNORÂNCIA de meter dó.
Para a maioria temos de se fazer desenhos, porque a ILITERACIA é assustadora.

Como não lêem os textos fazem perguntas parvas.
O que fazer, perante isto?

É neste tipo de atitude que os governantes APOSTAM, para dar continuidade à política da destruição da Língua e de transformar Portugal no 28º Estado do Brasil.
De Ricardo A a 23 de Abril de 2023 às 09:44
O aniversário do regime
A democracia de Abril menospreza por inteiro os problemas que condicionam o nosso crescimento económico e social, preferindo focar-se nas causas que não põem comida na mesa dos portugueses, como o aborto, a eutanásia, os casamentos homossexuais, a adopção de crianças por casais homossexuais e agora, mais recente, a última moda, a oportunidade dos miúdos poderem escolher, em ambiente escolar, o género com que se identificam, seja lá o que isso for!
https://sol.sapo.pt/artigo/797540/o-aniversario-do-regime
De Isabel A. Ferreira a 23 de Abril de 2023 às 11:53
Ricardo A um texto que diz da nossa triste realidade.
Concordo com tudo, excepto quando Pedro Ochôa diz «Para abrilhantar a festarola, contratou-se como artista principal um tal de Lula da Silva, que quis o destino que ocupe de momento a mais alta magistratura do maior país de língua falante portuguesa.»

O Brasil NÃO é o maior país de língua falante portuguesa. Essa palma leva-a Angola. Basta ouvir Lula da Silva, para chegarmos a outra conclusão. O Brasil NÃO fala, nem escreve Português. O Brasil transformou o Português na VARIANTE BRASILEIRA do Português, e é isso que eles falam e escrevem. Só que, por motivos apenas políticos, ainda preservam a designação “portuguesa” Logo que os objectivos do Brasil sejam atingidos, a Língua passa a ser BRASILEIRA.

De resto concordo com tudo o que Pedro Ochôa diz, e vou partilhar no Blogue.

Comentar post

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Junho 2024

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
15
17
18
19
21
22
23
24
26
27
28
29
30

Posts recentes

Pausa para descanso...

Carta Aberta à socialista...

O que as escolas NÃO te c...

«Bicadas do meu Aparo»: C...

Portugal não é a casa da ...

Ex-combatentes do Ultrama...

Repondo a verdade dos faC...

XXXI Encontro Nacional ...

Uma fingida “homenagem” a...

Ponte de Lima: «Vaca das ...

Arquivos

Junho 2024

Maio 2024

Abril 2024

Março 2024

Fevereiro 2024

Janeiro 2024

Dezembro 2023

Novembro 2023

Outubro 2023

Setembro 2023

Agosto 2023

Julho 2023

Junho 2023

Maio 2023

Abril 2023

Março 2023

Fevereiro 2023

Janeiro 2023

Dezembro 2022

Novembro 2022

Outubro 2022

Setembro 2022

Agosto 2022

Junho 2022

Maio 2022

Abril 2022

Março 2022

Fevereiro 2022

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

AO90

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, nem publica textos acordizados, devido a este ser ilegal e inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais. Caso os textos a publicar estejam escritos em Português híbrido, «O Lugar da Língua Portuguesa» acciona a correcção automática.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. 1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome. 2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas". 3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt