Quarta-feira, 31 de Outubro de 2018

CARTA ABERTA AOS MEMBROS DO GOVERNO PORTUGUÊS E DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E AOS OUTROS, QUE NÃO SENDO NEM UMA COISA NEM OUTRA, APLICAM O AO90

 

É absolutamente inacreditável o que está a passar-se em Portugal no que respeita à aplicação do AO90.

 

E quando um de nós se dá ao trabalho de chamar a atenção dos organismos estatais ou dos órgãos de comunicação social ou de entidades ligadas ao governo português, ou de empresas privadas e outros, para a desobrigação da aplicação do AO90 = grafia brasileira, levamos com um comunicado chapa cinco, nitidamente concebido para mentes não-pensantes.

 

E se esse comunicado chapa cinco, determinasse que se afogassem todos no mar, para desafogarem o Planeta dos muitos que o esmagam com a sua idiotice, eles afogar-se-iam sem a mínima contestação.

 

ANGOLA.jpg

É ou não é um consolo para alma portuguesa olhar para a primeira página de um jornal e ver a Língua Portuguesa escrita correCtamente: Outubro, Novembro, direCtor, reCtificar… E com uma mensagem bem clara, que apenas os cegos mentais não conseguem apreender… Se bem que no AO90 não haja nada que possa ser reCtificado. A Língua Portuguesa estava de boa saúde e fixada, não havia qualquer problema de comunicação entre os países ditos lusófonos, portanto não se justificava, nem se justifica, uma reforma ortográfica, e muito menos uma reforma ortográfica tão idiota como esta.

 

Eis o comunicado chapa cinco que todos os que aplicam ilegalmente o AO90, em Portugal,nos enviam, a julgar que somos todos muitos parvos:

 

«Relativamente à grafia usada nos meios de comunicação (…) informamos que a resolução do Conselho de Ministros n.º 8/2011 determina a aplicação do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa à grafia dos atos, decisões, normas, orientações, documentos, edições, publicações, bens culturais ou quaisquer textos e comunicações produzidos pelo Governo e pela Administração Pública, a partir de 1 de janeiro de 2012.

 

"A presente resolução do Conselho de Ministros determina a aplicação do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa no sistema educativo no ano letivo de 2011-2012 e, a partir de 1 de janeiro de 2012, ao Governo e a todos os serviços, organismos e entidades na dependência do Governo, bem como à publicação do Diário da República." in Diário da República, 1.ª série — N.º 17 — 25 de janeiro de 2011».

 

Isto é o que costumamos receber dos que aplicam o AO90 = grafia brasileira.

 

Como podemos verificar, dizem que a RCM determina a aplicação do AO90 no sistema educativo (mais para o deseducativo), ao governo, e a todos os serviços, organismos e entidades na dependência do governo.

 

Ora vamos lá a ver: sendo assim, podemos concluir que os órgãos de comunicação social, os anunciantes, as empresas privadas, alguns escritores, alguns tradutores enfim, todos os que aplicam o AO90 são entidades na dependência do governo. Certo?

 

E se assim é, estamos muito mal, pois andam todos a governar-se à custa do erário público. Ou não?

 

Pois excelentíssimos acordistas,

 

Eu sei que a resolução do Conselho de Ministros n.º 8/2011 DETERMINA a aplicação do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, mas também sei que NÃO OBRIGA à aplicação do pseudo-Acordo Ortográfico de 1990, porque essa resolução NÃO É LEI.

 

E por Lei, nenhum Português, ou instituições públicas, professores, serviços, organismos e entidades na dependência do governo, e muito menos a comunicação social e empresas privadas SÃO OBRIGADOS a aplicar uma ortografia ILEGAL, decalcada da grafia brasileira, a qual desvirtualiza a Língua Portuguesa, a língua oficial de Portugal, a da reforma ortográfica de 1945.

 

As resoluções do conselho de ministros são apenas deliberações. Não são leis. E ninguém, em Portugal, incluindo os organismos estatais ou dependentes do Estado, podem ser penalizados por se recusarem a não aplicar o ilegal AO90.

 

Só uma LEI OBRIGARIA a essa aplicação. E essa lei NÃO EXISTE.

 

O que existe é o Decreto-Lei n.º 35.228, de 8 de Dezembro de 1945, em vigor desde 1 de Janeiro de 1946, e que NÃO FOI REVOGADO. E é esta lei que obriga à NÃO APLICAÇÃO do AO90, em território português.

 

Além disso, o Estado português está a violar a Convenção para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial da UNESCO de 17 de Outubro de 2003, artigos 2 (a)   11 (a e (b) 12º, 13º, 17 e 19ª /2, e da qual Portugal é Estado-Membro; a Constituição da República Portuguesa e a Convenção de Viena de 23 de Maio de 1969 (inter-alia, artigos 9º , 14 , 17 e 24) ; e a Convenção Ortográfica Luso-Brasileira de 10 de Agosto de 1945, aprovada pelo Decreto-Lei Nº 35.228 de 8 de Dezembro de 1945, em vigor, em Portugal, desde 1 de Janeiro de 1946 até aos dias de hoje, e que foi denunciada unilateralmente pelo Brasil.

 

Em Portugal, quem aplica o AO90 ou está muito desinformado, ou é subserviente ao Poder, ou é ignorante por opção, uma vez que existe muita informação à qual faz orelhas moucas, ou comodista, ou outra coisa pior qualquer.

 

Em Portugal ninguém é OBRIGADO a aplicar o AO90, por este ser ilegal e inconstitucional, e não existir Lei que a tal obrigue. E é lamentável que organismos do Estado, incluindo o governo e a presidência da República e os professores estejam a cometer esta ilegalidade e inconstitucionalidade, e não defendam o Património Cultural Imaterial Identitário de Portugal, e as normas da Convenção de 2003, da UNESCO, para a defesa das Línguas Nacionais, e não anulem de imediato o AO90, que apenas os subservientes portugueses aplicam. Nenhum outro país o aplica, incluindo o Brasil, que é o maior interessado nesta que é já considerada a maior fraude de todos os tempos.

 

Portanto, peço desculpa, mas a justificação implícita no comunicado chapa cinco, que nos é reiteradamente enviado, é completamente descabida, para não dizer coisa pior.

 

Ninguém em Portugal é obrigado a grafar à brasileira.

 

E é lamentável que, nomeadamente, os governantes e os professores de Português estejam a dar tão mau exemplo ao País, e a enganar as crianças, o principal alvo deste linguicídio.

 

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 16:32

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Comentários:
De Susana Bastos a 31 de Outubro de 2018 às 23:24
O AO90 não é a grafia brasileira, isso está mais do que assente há muito. A prova é que muitos brasileiros também são contra e tiveram a ortografia alterada para pior, com mudanças que não havia nos dois países, foram inventadas pelos senhores que fizeram o AO. Convém perceber isto e parar com esta não-questão com o Brasil que é contraproducente para o que se pretende: a revogação desta aberração!
De Isabel A. Ferreira a 2 de Novembro de 2018 às 15:34

Senhora Susana Bastos,

É devido a gente como a senhora, que Portugal se está afundado na IGNORÂNCIA.

E o pior ignorante é aquele que opta pela ignorância.
Já não é a primeira vez que a senhora vem para aqui dizer este disparate, e eu respondo-lhe com informações concretas, que provam que o AO9O ASSENTA NA ORTOGRAFIA BRASILEIRA, mais ACENTO, menos ACENTO, mais HIFENE, menos HIFENE, porque (PRESTE ATENÇÃO) a única coisa que mudou para os Brasileiros, e a ÚNICA COISA de que eles SE QUEIXAM é a PARVA ACENTUAÇÃO e HIFENIZAÇÃO. Mais nada. A ÚNICA COISA que foi alterada na ortografia brasileira, e os brasileiros NÃO GOSTARAM, foram os acentos e os hífenes. As palavras MUTILADAS mantiveram-se PARA ELES
exactamente como estavam. Ao contrário de nós.

PERCEBEU BEM?

Convém que a senhora Susana PERCEBA isto: OS BRASILEIROS NÃO MEXERAM NA GRAFIA a não ser na ACENTUAÇÃO e HIFENIZAÇÃO.

Os Portugueses mexeram na ORTOGRAFIA (supressão das consoantes mudas onde são absolutamente NECESSÁRIAS), ACENTUAÇÃO E HIFENIZAÇÃO.

Consulte este link e APRENDA DE UMA VEZ POR TODAS:

https://olugardalinguaportuguesa.blogs.sapo.pt/a-grafia-portuguesa-que-vigora-em-116864?utm_source=posts&utm_content=1541171943


Desculpe dizer-lhe isto, mas ando farta de tanta IGNORÂNCIA: nada me tira mais do sério do que uma ignorante POR OPÇÃO.

E da ortografia brasileira MUTILADA safaram-se alguns vocábulos, que em Portugal PARVAMENTE estão mutilados e no Brasil NÃO: acepção, concepção, confecção, decepção, detectar, excepcional, facção, percepção, perspectiva, recepção, ruptura (e os derivados destas palavras).

E se depois disto a senhora insiste com essa parvoíce: olhe! SANTO ANTÓNIO!!!!!!
De Susana Bastos a 2 de Novembro de 2018 às 15:43
Não respondo a pessoas mal-educadas, azedas e de mal com a vida. Tenha uma boa tarde, se puder.
De Isabel A. Ferreira a 3 de Novembro de 2018 às 17:21
Senhora Susana, não responde, mas respondeu, e de tal modo, que só vem corroborar aquilo que escrevi no meu comentário, que tanto a transtornou. E isso é muito bom sinal. É sinal que acertei no alvo.

A senhora optou pela ignorância nesta questão do AO90. Ponto.

Confrontada com a uma informação FIDEDIGNA, e recusando-se a aceitá-la, imediatamente confunde INDIGNAÇÃO com má-educação, como é apanágio da iliteracia. E além de confundir estes dois conceitos, faz maus juízos de valor, porque a psicologia também não é o seu forte.

As pessoas como eu, clarividentes, bem informadas e bem formadas (felizmente ainda somos muitas) não são azedas, INDIGNAM-SE perante os ignorantes optativos que, infelizmente, é o seu caso. E também não estão mal com a vida. O que temos é ESPÍRITO CRÍTICO (que é o que falta à esmagadora maioria do povo português) e que nos dá a legitimidade de dizer o que dizemos.

JÁ CHEGA DE TANTA IGNORÂNCIA OPTATIVA!

E pode crer: as minhas tardes são muito boas tardes, tirando os momentos em que tenho de me defrontar com as “susanas” do mundo, que andam nele só por ver andar os outros, não tem o mínimo espírito crítico, e não conseguem apresentar argumentos válidos para rebater aquilo que digo.

É muito sintomático. Os acordistas, como não têm argumentos racionais para rebater o que digo, nunca respondem a “pessoas mal-educadas, azedas e de mal com a vida”. Nunca.

Mas lá vão “argumentando” deste modo tão pobre.
A cartilha dos ignorantes é igual para todos: seja qual for o tema.

Passe bem, Senhora Susana. Mas reflicta no que lhe disse.

E espero que tenha consultado o link que lhe enviei.

Ah! outra coisa, jamais sou atingida pelos “desargumentos" dos que não têm argumentos para me rebaterem. Jamais.

Comentar post

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Abril 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Posts recentes

Março/09/2021: um dia ne...

«O último adeus» - "Enqua...

Estão a aparecer cordeiro...

Este monstro marinho, cha...

«Morreu [o Touro] Marism...

O Planeta Terra e os seus...

«A Páscoa é sempre “pagã”...

«Tempos de Páscoa»

Parlamento aprova propost...

Planeta Terra em alerta v...

Arquivos

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt