Comentários:
De Isabel A. Ferreira a 2 de Julho de 2018 às 18:23
Tânia, vamos lá a ver: quando se diz que Portugal é um país pobre, será verdade? Não haverá nele gente muito, muito rica? E os ricos ficarão a chorar, por causa disso?

O mesmo se passa ao nível de Benavente.

Benavente é uma terra atrasada civilizacionalmente. É um facto. Mas terá gente de nível mais elevado. É um facto também. E ninguém tem de levar a mal. É só não enfiar a carapuça, e fazer com que a terra evolua.

Quanto aos maltratos do Touro, eles existem, sim. Basta retirar o Touro do seu habitat natural e levá-lo para um lugar estranho, confinado, com gente parva a gritar atrás dele, estando ele indefeso, isto é uma VIOLÊNCIA. É que não se sofre apenas se somos espetados com farpas. Sofre-se muito quando nos molestam PSICOLOGICAMENTE. Veja que os Touros não nasceram para isto. E eles sofrem horrores, porque não sabem o que estão ali a fazer, num lugar estranho às pastagens. Consegue entender isto?

Além disso, largadas de Touros é uma prática medieval e muito, muito grosseira. Por que não largam várias dezenas de enxames de abelhas, e se divertem a andar atrás delas? Sabe porquê? Porque as abelhas FERRAM e os Touros não ferram. E se largassem leões esfomeados? Não, porque os leões FERRAM, mas os Touros não ferram. Vê a diferença?

Não venha para aqui dizer que não maltratam o Touro, porque o Touro é violentado, sem dó nem piedade. E já morreram alguns e todos ficam feridos, com tanta brutalidade.

Se querem evoluir, deixem-se dessas práticas broncas. E sim, as coisas podem mudar do dia para a noite, se forem bárbaras. Basta querer.

E quer queira, quer não, Benavente foi alvo de uma notícia na televisão e a imagem que ficou foi a de uma terrinha muito, mas muito atrasada.

Não querem ser atrasados? Então evoluam. Mandem às malvas essas práticas boçais. E façam festivais de música. Se é contra esta parvoíce, proponha diversões mais civilizadas, e não venha para aqui falar de “tradição” por isso não passa de um costume bárbaro. A tradição dignifica o povo. E essa parvoíce catapulta-o para o rol dos atrasados.

E é isso que querem para Benavente?
De Anónimo a 3 de Julho de 2018 às 00:51
Vocês é que são atrasados mentais não se esconda venham cara a cara dizer isso não sejam ipocritas
De Isabel A. Ferreira a 4 de Julho de 2018 às 12:19
Apesar de este comentário ser extremamente parvo, vou publicá-lo e aproveitar para chamar a atenção para três pontos:

Primeiro: é dos atrasados mentais divertirem-se a torturar animais. Nós não nos divertimos a torturar animais, logo, não somos atrasados mentais. Então quem são os atrasados mentais?

Segundo: pois eu já estive cara a cara com um torturador de Touros para lhe dizer isto mesmo, e sabe o que aconteceu? Ele começou a tremer como varas verdes, diante de mim. Tiveram de o levar dali, porque estava quase a dar-lhe um chelique. É que os torturadores de Touros são muito valentes diante de Touros já enfraquecidos e com os cornos embolados. Agora diante de alguém que tem a força dos ventos e não tem cornos embolados, os torturadores borram-se de medo.

Terceiro: vá estudar Português, porque “ipocritas” é o linguajar da Dona Nanselê Nansescreve.
De Anónimo a 3 de Julho de 2018 às 15:38
Não sei qual o argumento pior, se é o facto de comparar um enxame de abelhas ou leões esfomeados e dizer que a única razão pela qual não são escolhidos para o mesmo efeito é porque os touros não ferram...pois certamente nunca viu um touro a marrar. Ou o facto de caracterizar uma festa e uma terra que apenas conhece através de uma noticia (que toda a gente sabe que são moldadas ao que as pessoas gostam de ouvir). Como nunca foi a esta festa, posso garantir de que fica muito a quem do que possa imaginar, pois se pensa que a festa da amizade apenas de touros se trata está muito enganado. Benavente é tradição e não, não me refiro às largadas mas sim a toda a festa em seu redor. Aconselho vivamente a experimentar até porque benavente tem muito mais para se conhecer. E na verdade, se caracteriza Benavente e os seus habitantes apenas por uma tradição que se acontece por cerca de 50 horas durante um ano inteiro, não sei quem é mais retrógrado e não vê a evolução a frente.
De Isabel A. Ferreira a 4 de Julho de 2018 às 11:43
Bem, se não percebeu a analogia dos leões e das abelhas, leia até perceber.

Quanto às marradas, que marradas? se o Touro tem os cornos embolados? Se o Touro está indefeso? Se o Touro é um bovino?

Mas nada disto interessa, o que interessa é que a festa da amizade de Benavente é MANCHADA pela largada de Touros, uma prática troglodita, de trogloditas, para trogloditas. Isto NÃO É uma tradição. Isto é um COSTUME BÁRBARO.

E isto catapulta Benavente para o rol das localidades atrasadas civilizacionalmente.
PONTO.

O que é que ainda não entendeu?
De Isabel A. Ferreira a 4 de Julho de 2018 às 11:44
Bem, se não percebeu a analogia dos leões e das abelhas, leia até perceber.

Quanto às marradas, que marradas? se o Touro tem os cornos embolados? Se o Touro está indefeso? Se o Touro é um bovino?

Mas nada disto interessa, o que interessa é que a festa da amizade de Benavente é MANCHADA caracterizada pela largada de Touros, uma prática troglodita, de trogloditas, para trogloditas. Isto NÃO É uma tradição. Isto é um COSTUME BÁRBARO.

E isto catapulta Benavente para o rol das localidades atrasadas civilizacionalmente.
PONTO.

O que é que ainda não entendeu?

Comentar post