Terça-feira, 9 de Abril de 2019

ASSESSOR DE JAIR BOLSONARO DEFENDE FIM DO ACORDO ORTOGRÁFICO DE 1990

 

Em Portugal, aqueles que amam verdadeiramente Portugal e a sua Língua Materna, também defendem o fim do acordo ortográfico de 1990, o maior disparate que alguma vez foi engendrado.

 

Até que enfim, aparece alguém com inteligência e visão de futuro, porque o futuro dos países ditos lusófonos, não passa, de modo algum, pelo acordo ortográfico de 1990, que até o Brasil (que desde o início está metido nisto juntamente com Portugal) considera não ser algo que sirva o Brasil e a Cultura especificamente brasileira.

 

Portugal, onde falta gente com visão, com inteligência e com personalidade, ainda não conseguiu ver o tamanho desta inconsequência chamada AO90.

 

Filipe Martins, assessor especial da Presidência da República Federativa do Brasil para Assuntos Internacionais, disse no seu Twitter:

 

«Depois de o governo de Jair Bolsonaro (PSL) anunciar que não haverá horário de verão em 2019, o assessor especial da Presidência da República para Assuntos Internacionais, Filipe Martins, defendeu que os próximos passos são extinguir: a tomada de 3 pinos, as urnas eletrônicas e o novo acordo ortográfico

 

No Brasil as coisas mexem, e mexem para a construção de um futuro que os Brasileiros querem que seja Brasileiro.

E nós damos-lhe FORÇA!

FORÇA BRASIL!

 

Filipe Martins.png

Filipe Martins, assessor especial da Presidência da República Federativa do Brasil para Assuntos Internacionais

Fonte:

https://www.poder360.com.br/governo/assessor-de-bolsonaro-defende-fim-de-acordo-ortografico-e-tomada-de-3-pinos/?fbclid=IwAR0U9bf8e0s1MMFnwdVKTYAliIDYiJqlK6j_k8yImhZa3VcN0MXjyWRhuKU

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:54

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Comentários:
De Susana Bastos a 9 de Abril de 2019 às 17:56
Aqui está a prova de o AO90 não é a imposição do "brasileiro" como há quem diga por aí...
De Isabel A. Ferreira a 9 de Abril de 2019 às 18:22
Engana-se Susana.

Aqui está a prova de como o Brasil chegou à conclusão de que o sonho do brasileiro Antônio Houaiss, que chamou o português Malaca Casteleiro, para juntos, engendraram o AO90, baseado na grafia brasileira, para ser IMPOSTO aos restantes países lusófonos, NÃO DEU CERTO, até porque o único país que está a fazer papel de PARVO é Portugal. Os restantes países não foram nessa conversa. E o Brasil tem essa consciência.

E o que interessa ao Brasil andar à pala do ex-colonizador?

Está claro que a culpa NÃO É dos Brasileiros, porque SE os Portugueses NÃO quisessem, o AO90 não teria sido parido, quanto mais imposto à revelia dos povos lusófonos. Contudo, o impulsionado-mor desta fraude foi Houaiss. Não haja dúvidas.

Quem por aí diz que o Brasil impôs, na forma tentada, a Portugal e aos restantes países lusófonos a grafia brasileira, não está enganado. O que acontece é que os BRASILEIROS chegaram à conclusão de que Houaiss cometeu um grave erro. E os Portugueses, subservientemente, foram atrás desse erro, e mais tarde, depois da morte de Houaiss, atrás da conversa de Evanildo Bechara. Daí pensar-se que a imposição veio do Brasil, porque foi Houaiss, descendente de libaneses, que nada tinham a ver com a Língua Portuguesa, portanto, qualquer língua servia para o Brasil e para os restantes países lusógrafos, o da triste ideia.

Congratulo-me com a clarividência dos Brasileiros, ao reconhecer que esta imposição falhou, até no Brasil, por ser absolutamente irracional.
De Susana Bastos a 10 de Abril de 2019 às 07:39
Isabel, foi Cavaco Silva que mandatou Santana Lopes para ir ao Brasil negociar o Acordo, quando já ninguém se lembrava de tal coisa depois do fiasco de 1986. Cavaco tinha medo de que o português de Portugal se extinguisse (!) se não houve a pseudo-uniformização e desenterrou um nado-morto. Muitos anos depois, foi José Sócrates o impulsionador da putativa entrada em vigor. O que quero dizer é que essa ideia de um suposto plano maquiavélico do Brasil para impor a sua variante da língua aos restantes países lusófonos é falsa. A iniciativa foi portuguesa, e não nos esqueçamos do envolvimento activo de Malaca Casteleiro no desenrolar de todo o processo...
De Isabel A. Ferreira a 10 de Abril de 2019 às 10:58
A Susana vai desculpar-me, mas está muito mal informada.

Peço-lhe que leia o artigo que aqui lhe deixo neste link
https://olugardalinguaportuguesa.blogs.sapo.pt/o-negocio-do-acordo-ortografico-172469

e vá ao YouTube ver e ouvir os vídeos do Professor Sérgio Pachá, sobre esta matéria.

TODOS os nossos (des)governantes, desde Cavaco Silva a Marcelo Rebelo de Sousa e respectivos primeiros-ministros, não passaram de marionetas nas mãos do Houaiss e seus comparsas políticos.

A Língua Portuguesa nada diz a Malaca Casteleiro e a Houaiss, ambos descendentes de estrangeiros, por isso, para eles tanto faz, como tanto fez, que a Língua seja destruída.

Comentar post

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Julho 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

FAREI UMA PAUSA, E, ENQUA...

EM PORTUGAL: «AFINAL OS G...

AGORA QUALQUER IGNORANTE ...

«CHAMUSCA – MAIS DINHEIRO...

CORRIDAS DE GALGOS: CARTA...

PROJECTO PAN – PELO FIM D...

ATÉ SEMPRE GILLERMO MOR...

CAÇADORES FURTIVOS ESPANH...

PAN DENUNCIA AS FALSAS ES...

PAN: ÁRVORES SÃO A “ARMA”...

Arquivos

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

DIREITOS

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

ACORDO ORTOGRÁFICO

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

COMENTÁRIOS

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

CONTACTO

isabelferreira@net.sapo.pt