Segunda-feira, 14 de Setembro de 2020

Abraçando as árvores, um grupo de cerca de 50 pessoas impediu o abate de 20 plátanos no Cabedelo, em Viana do Castelo

 

Senhores autarcas, penso que ninguém é contra a obra. Mas é a favor da obra, poupando as árvores. Que mudem o traçado do acesso ao porto de mar, poupando as árvores. É isso que se pretende. Infelizmente, vivemos num mundo em que certos empresários preferem respirar DINHEIRO, e não ar puro.

 

A obra é importante? As árvores também são importantes. São VIDA.

 

Portanto, há que fazer uma coisa apenas: MUDAR o traçado da obra. Simples, não? Naturalmente haverá engenheiros engenhosos que, engenhosamente, poderão mudar esse traçado e poupar as árvores, num Portugal que, desesperadamente, precisa delas.

 

Ah! Não vivo em Viana do Castelo. Mas sou pelos Plátanos que querem abater em Viana do Castelo. E, claro por um melhor acesso ao porto de mar. Mas é da INTELIGÊNCIA conciliar uma e outra coisa.

Sejam, pois, inteligentes!

 

Isabel A. Ferreira

Alameda de Viana.jpg

Eis os Plátanos que querem abater. Um verdadeiro crime ambiental.

Viana.jpg

Foto de Rui Manuel Fonseca

 

De acordo com a notícia da edição online da Rádio Alto Minho, a Associação dos Moradores do Cabedelo, em Viana do Castelo, avançou esta manhã com o embargo extrajudicial dos trabalhos de abate de 20 plátanos numa avenida que liga a Estrada Nacional 13 à praia e à zona habitacional daquela localidade.

 

A empreitada ia ser iniciada esta segunda-feira, contudo, cerca de meia centena de pessoas juntaram-se no local, e quando os trabalhos iam começar a Associação avançou com o embargo, um mecanismo legal que permite a suspensão imediata dos trabalhos. Associação tem agora cinco dias para formalizar o embargo extrajudicial no Tribunal de Viana do Castelo.

 

«O nosso objectivo não é inviabilizar o acesso ao porto de mar. Isto que fique bem claro. O que nós queremos é procurar uma alternativa a este traçado que evite o corte de árvores”, declarou Mariana Rocha Neves, porta-voz da Associação de Moradores, acrescentando: “Sempre estivemos convencidos de que esta obra seria feita através de um cruzamento, através do abate de três ou quatro árvores. Existe um pedido do INCF para classificar este arvoredo como de Interesse Público, pela sua idade, porte e enquadramento paisagístico”.

 

O abate das árvores provocou uma onda de contestação nas redes sociais. Deu também origem ao lançamento de uma petição online, que esta segunda-feira já reúne mais de mil assinaturas. Vereadores da oposição (PSD e CDU) na Câmara de Viana (PS) marcaram presença no protesto e anunciaram que vai ser solicitada a realização de uma reunião extraordinária do executivo para debater a questão do abate dos plátanos no Cabedelo.

 

Fonte da notícia:

https://radioaltominho.pt/noticias/associacao-de-moradores-avanca-com-embargo-extrajudicial-de-abate-de-20-platanos-no-cabedelo/?fbclid=IwAR3udwsGjnQJ29PLME1deBnIEoBjU2wIV98b18MXP6e-5VHvU4th0ivkp0s

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:11

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Outubro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
17
18
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

Umas “maravilhas de Portu...

No Parlamento Europeu ap...

Desenhos de crianças em d...

Progresso? Evolução? Ou d...

Progresso? Evolução? Ou d...

O que está a acontecer a ...

Presidente da República P...

«A sociedade precisa de m...

Código de Honra da Mulher...

Ligação entre abuso anima...

Arquivos

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt