Segunda-feira, 4 de Março de 2013

SENHORES DEPUTADOS DA NAÇÃO, TENHAM VERGONHA: SE NÃO TÊM CAPACIDADE INTELECTUAL PARA DISTINGUIR CULTURA DE INCULTURA E DIVERSÃO DE VIOLÊNCIA, DEMITAM-SE! FAÇAM ESSE FAVOR A PORTUGAL!

 

 

Imagine-se: o IVA para a TORTURA DE TOUROS E CAVALOS (que é o supra-sumo da “cultura portuguesa” para os parvos!!!), fica pelos 13%, e os desgraçados dos empresários dos carrosséis, que não torturam nem matam nenhuma criatura, têm de levar com os 23%

 

 

Esta DIVERSÃO tem de pagar IVA a 23%

 

 

Esta VIOLÊNCIA e CRUELDADE paga IVA a 13%, e ainda barafustam: querem pagar apenas 6%

 

Isto é de gente desonesta!

 

Isto é de gentinha de terceiro mundo.

 

Isto só num país governado por inabilitados, sem a mínima noção do que andam cá a fazer.

 

DEMITAM-SE, SENHORES GOVERNANTES!

 

Não ouviram o grito do povo, no passado dia 2 de Março?

 

Os Portugueses não vos querem a governar, porque sois uns INCOMPETENTES!

 

Uma vez que não têm respeito por vós próprios, tenham ao menos respeito pelo País.

 

DEMITAM-SE!

 

Leiam mais acerca desta notícia vergonhosa aqui:

http://farpasblogue.blogspot.pt/2011/11/iva-nos-espectaculos-culturais.html

 

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 14:43

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 8 de Fevereiro de 2013

Como não me agrada nada ser criminosa, considerarei o desconhecimento dos aficionados

 
 
 

Por vezes, dizem-me para eu não “dar trela” aos aficionados, porque são como paredes, e ninguém fala com as paredes.

 

Certa vez, porém, deparei-me com esta frase de Bertolt Brecht: «O que não sabe é um ignorante, mas o que sabe e não diz nada é um criminoso».

 

E fiquei a pensar…

 

Que grande verdade!

 

Eu não sei tudo. Mas sei alguma coisa. Ensinar os ignorantes é uma obra de misericórdia espiritual. Além disso, não me agrada nada ser criminosa.

 

Tendo em conta tudo isto, uma vez mais, vou dar-me ao trabalho de responder ao comentário de um aficionado, porque também sou sonhadora, e sonho que poderei (aliás, já aconteceu várias vezes) abrir a mente de alguém que a tem fechada numa caixa de papelão, num sótão cheio de teias de aranha.

 

Pode ser que tenha sorte…

 

***

 

sou eu, deixou um comentário ao comentário A tortura de Touros pura e dura - e chamam a isto arte, cultura e identidade portuguesa…

 

Comentário:

 

«mas acha que eu iria inventar uma historia sobre si ? Não faz parte dos meus princípios e essa historia do Entroncamento nem sei se é real ,agora o que sei e disso não tenho a menor duvida é que por vezes a menina ao tentar ser tão extremista com as suas palavras acaba por cair um pouco no ridículo , (atenção não estou a chamar lhe ridícula )simplesmente acho e nota se que a menina não é burra nenhuma mas ao elaborar textos com tantas mentiras com tantas falhas na pesquisa acaba por ser motivo de alguma chacota , admiro pessoas que lutam pelos seus ideais mas não se pode chegar ao ponto de um extremismo ridículo , quando isso acontece acabamos por atrapalhar um pouco mais as lutas em que acreditamos ,um bom fim de semana para si porque infelizmente para mim será passado num velório de um amigo de apenas 41 anos e isso sim me entristece (e não era era aficionado de todo )fique bem no seu verde que por vezes parece mesmo o verde do clube de Lisboa que anda tão amargurado com a vida»

 

***

 

Primeira parte: começarei por dizer que sim, acho que um aficionado pode inventar (como já inventaram) histórias de ficção a meu respeito.

 

Segunda parte: quanto ao meu encontro com um Touro numa ganadaria no Entroncamento é verdade. Por que não haveria de ser? Que achei o Touro um amor, também é verdade. Que nos olhámos nos olhos, também é verdade. Que o abracei, também é verdade. E que nada de mal me aconteceu, também é verdade.

 

E sabe porquê? Porque o Touro é feito da mesma matéria que eu. Somos feitos da mesma energia cósmica. Ele viu no meu olhar, o que eu vi no olhar dele: simplesmente um ser vivo. Manso. Doce. Meigo. Ele intuiu que eu não lhe ia espetar nenhuma farpa. Eu era dos dele. Então a nossa química funcionou, e eu tive o privilégio de ver, com os meus olhos, que um Touro a que chamam “bravo” é simplesmente um animal adorável e digno, e muito mais humano do que os torcionários que o desfazem numa arena.

 

Ora então já ficou a saber a história.

 

Terceira parte: ao que diz a seguir «agora o que sei e disso não tenho a menor duvida é que por vezes a menina ao tentar ser tão extremista com as suas palavras acaba por cair um pouco no ridículo e blá, blá blá….» respondo-lhe com as palavras de Gandhi.

 
 
 
Pois já fui ignorada. Mas não desisti.

 

Riem-se de mim? Fazem chacota? É o riso da ignorância. Dos que nada sabem. É normal. Também fizeram chacota de Gandhi e de todos os outros, que lutaram por um mundo melhor.

 

E se você não luta por coisa nenhuma, tenha ao menos a decência de respeitar aqueles que o fazem, por devoção e convicção.

 

E claro, não desisto.

 

Eu já estou na fase de me atacarem.

 

E não desisto. Não desistirei NUNCA.

 

Para VENCER já falta tão pouco…

 

Sabe, aquilo que eu escrevo, já outros, muito mais poderosos e iluminados do que eu, escreveram. Eu limito-me a repetir o que todos eles já disseram. Não digo nada de novo.

 

O que eu escrevo é simplesmente fruto de muitas LEITURAS. São palavras de sábios, de escritores, de cientistas, de pensadores, de filósofos, de líderes espirituais e de causas sociais, que pretendem uma sociedade mais justa e humana…

 

São as palavras de Ingrid Newkirla, Émile Zola, Walt Whitman, Gautama Buda, Richard Wagner, Leon Tolstoi, Chefe dan George (indígena norte americano), Jean de La Fontaine, Anatole France, Igor Stravinsky, Plínio, Alice Walker, Gurdjieff, Teixeira de Pascoaes, Alexander Solzhenitsyn ,Thomas Edison,Pitágoras, Albert Schweitzer,Mahatma Gandhi,David Cowles-Hamar, Leonardo da Vinci, Platão, Immanuel Kant,Arthur Schopenhauer,Alexandre Herculano, George Eliot, James Froude,Charles Darwin,Jeremy Bentham,Voltaire,Abraham Lincoln,Benjamim Franklin,Christian Hebbel,George Bernard Shaw,Mark Twain,Jean-Jacques Rousseau, Guimarães Rosa,Samuel Butler, Fiodor Dostoievski,Dalai Lama, Martin, Luther King… e tantos, tantos, tantos outros.

 

Sabe quem são?

 

Já os leu? Você e os seus comparsas da risota?

 

Vocês saberão que são ignorantes, e ignorar a própria ignorância é a DOENÇA do ignorante? (Aprendi isto com Amos Alcott).

 

E quer saber mais, o melhor remédio para a ignorância é uma colher de leitura todos os dias.

 
 
 
 
Quarta e última parte: acho piada aos aficionados. Para eles tudo se resume a touradas e clubes de futebol.

 

A que propósito ligou o VERDE do meu Blogue a um certo clube futebolista que anda amargurado com a vida?

 

A mim não me interessam nem clubes de futebol, nem partidos políticos. Estou acima disso. Até porque uns e outros enterraram a honra numa qualquer lixeira municipal.

 

O VERDE do meu Blogue tem uma forte ligação à Natureza. Simboliza os prados, as planícies imensas, a ramagem das árvores, dos bosques.

 

O VERDE do meu Blogue exprime energia, juventude, harmonia, desenvolvimento, exuberância, abundância, frescura, estabilidade, resistência, calma e paz interior, que nos faz sentir equilibrados interiormente, criando um sentimento de conforto e serenidade.

 

O VERDE do meu Blogue leva-nos à meditação… E está ligado ao meu signo Aquário.

 

O VERDE do meu Blogue representa a ESPERANÇA que tenho em deixar um Mundo melhor para os vindouros, sem crueldade, sem torcionários, sem tauricidas, um Mundo livre do animal humano-predador.

 

Para isso continuarei a lutar.

 

E por mim, podem fazer galhofa à vontade.

 

O vosso riso é o riso dos parvos.

 

Isabel A. Ferreira

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 18:01

link do post | Comentar | Ver comentários (6) | Adicionar aos favoritos
Sábado, 29 de Setembro de 2012

TAL COMO ALGUNS AUTARCAS PORTUGUESES, TAMBÉM A CÂMARA DE MADRID, PRESIDIDA POR ANA BOTELLA, DECLAROU AS CORRIDAS DE TOUROS PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL

 

 

La Alcadesa de Madrid, Ana Botello, a pensar: «Não devia ter declarado a Corrida de Touros Património Cultural Imaterial… Devia tê-la abolido... Como fui capaz de ter passado um atestado de ignorante a mim própria?...»

 

 

Enquanto milhares de madrilenos (e também portugueses ) assistem atónitos ao fim da situação de bem-estar em que viviam, sofrendo grandes cortes nos salários, na educação, na saúde, nos serviços sociais, a Câmara de Madrid (e algumas Câmaras portuguesas) pôs em cima da mesa as suas verdadeiras preocupações e declarou as corridas de Touros Património Cultural Imaterial.

 

Esta proposta foi aprovada graças à maioria absoluta do Partido Popular, que lá, como cá, prima por ser um partido retrógrado, logo, em vez de se preocupar em trabalhar para dar um futuro melhor ao povo que o elegeu, declara a TORTURA património cultural...

 

Isto não será de gente completamente INSANA?

 

Fora os mais de 2,5 milhões de Euros que a tauromaquia recebe da Comunidade de Madrid. E em Portugal 16 milhões de Euros saíram também do nosso bolso, para a TORTURA de seres vivos.

 

O Partido Animalista – PACMA – exige à “la alcaldesa” de Madrid o fim da utilização dos dinheiros públicos para financiar uma actividade posta em causa pela maioria dos cidadãos.

 

E nós cá, também uma esmagadora maioria, exigimos o fim do financiamento a este ritual sanguinário.

 

Nestes momentos de crise, esse dinheiro sangrento, além de APOIAR a TORTURA e a MORTE de animais, é uma BOFETADA a todo o povo que sofre com as medidas de austeridade impostas por estes governos tauricidas.

 

Fonte:

http://www.pacma.es/n/13748/el_ayuntamiento_de_madrid_declara_los_toros_patrimonio_inmaterial

 

Mas façamos uma pergunta:

 

Que importância tem para a Humanidade que a tourada seja declarada Património Cultural Imaterial?

 

NENHUMA.

 

Isto vale ZERO. É como declarar a Lixeira Municipal como Património Cultural Imaterial. A mesmíssima coisa.

 

Quem se importa com isso? Talvez as moscas que gostam de comer lixo.

 

Quando este ritual sanguinário acabar (e está para breve, não tenham dúvidas), fica o dito pelo não dito, e vai tudo para a trituradora de papeis.

 

Coitados! Sabem que estão no fim.

 

Deixai-os gozar um pouquinho a “glória” de ver o ritual grosseiro e grotesco deles ser declarado património...

 

Isto só fica mal a quem o declara. É passar um atestado de IGNORÂNCIA a eles próprios.

 

E nós temos compaixão, porque fazem figura de parvos.

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:52

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Março 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

“ESTRELA DE FERRO” PARA P...

TOURADA À CORDA NA ILHA T...

EIS A MAIOR DEMONSTRAÇÃO ...

FINALMENTE ENCONTRADA A S...

A PÉROLA DAS PÉROLAS DA p...

A DESEDUCAÇÃO CONTINUA A ...

UM AFICIONADO ANÓNIMO (QU...

As desculpas esfarrapadas...

A JUVENTUDE TAURINA PORTU...

«COMO SE O DESTINO DOS TO...

Arquivos

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt