Sexta-feira, 12 de Agosto de 2016

MAIS SELVAJARIA TAUROMÁQUICA NA PÓVOA DE VARZIM

 

No asqueroso cartaz que anuncia mais um evento repugnante de tortura de bovinos, pergunta-se:

 

Quem ganhará? (entre eles e elas).

 

Obviamente ganhará a estupidez, a crueldade, a violência, a ignorância, o sadismo, a incultura, a subserviência dos autarcas poveiros ao inculto lobby tauromáquico.

 

Perderá a cidade, que continua no rol das localidades com um monumental atraso civilizacional, com uma arena de tortura activa, uma cidade onde é permitido todo o tipo de maus-tratos a animais, onde se dá tiro aos pombos, onde se caça raposas, onde se tortura touros, onde animais selvagens estão enjaulados e escravizados nas arenas do circo de um cardinali…

 

PÓVOA.jpg

 

Os cartazes da selvajaria tauromáquica e os do circo onde se vê carrascos agarrados a leões e a cavalos, conspurcam a cidade, agridem a inteligência dos cidadãos, esmagam a sensibilidade dos seres que são verdadeiramente humanos.

 

A Póvoa de varzim é uma cidade onde definitivamente NÃO APETECE VIVER, ao contrário do que apregoa a propaganda municipal…

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 11:54

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sábado, 30 de Julho de 2016

CARTA ABERTA AO PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE RIBEIRA DE PENA PELO CANCELAMENTO DE UMA TOURADA

 

TOURADA.png

Obviamente não será esta a imagem que o senhor Presidente Rui Vaz Alves gostará de ver associada a Ribeira de Pena

 

Exmo. Sr. Rui Vaz Alves

Presidente da Câmara Municipal de Ribeira de Pena

 

Tomo a liberdade de escrever a V. Excelência, depois de ter tomado conhecimento de que no próximo dia 6 de Agosto está prevista a realização de uma tourada, no âmbito da Feira do Linho, em Ribeira de Pena, uma localidade que até agora se manteve limpa desta nódoa negra, que conspurca o bom nome dos municípios que a adoptam, além de demonstrar um atraso civilizacional bastante acentuado.

 

Sabemos que o desespero do lobby tauromáquico é grande, por esta actividade estar em franca decadência, o que os faz andar por aí a engodar os menos prevenidos, com o intuito de ganhar dinheiro à custa dos incautos e do sofrimento dos animais.

 

Posto isto, quero crer que o Sr. Presidente da Câmara não estará a par desta realidade e da contestação crescente a este tipo de actividades aviltantes para o ser humano, por envolver sofrimento animal com fins recreativos, algo considerado inaceitável em pleno século XXI depois de Cristo, e que em nada condiz com evolução.

 

Recordo a Vossa Excelência que em Portugal são mais os municípios que rejeitam esta barbárie do que os que a permitem. Em 308, apenas 45 mantém este costume bárbaro. Em Espanha (berço desta incultura) centenas de municípios e regiões estão a proibir a realização de touradas, dando deste modo, um passo significativo em direcção à evolução.

 

Não queira V. Excelência fazer regredir Ribeira de Pena, permitindo que nessa localidade, tão considerada até aos dias de hoje, seja introduzida uma prática que irá catapultá-la para o rol dos municípios civilizacionalmente atrasados.

 

Por este motivo, e por conhecer bem essa região, gostaria de solicitar a V. Excelência que reconsiderasse esta situação e que cancelasse este evento que envergonha não só Ribeira de Pena, mas toda a região de Trás-os-Montes, e obviamente a imagem de Portugal no mundo civilizado, reflectindo uma situação de elevado atraso cultural e civilizacional, contrastando com o movimento anti tourada que tem vindo a ganhar terreno em todo o mundo civilizado.

 

Mais do que nunca, no momento em que vivemos, mergulhado na violência gratuita, os governantes têm o dever de promover a paz e não albergar a brutalidade, seja contra animais humanos ou não humanos e até mesmo contra a Natureza.

 

Confiando que V. Excelência terá em consideração todos estes argumentos, e tomará a decisão certa de cancelar esta tourada e de não promover mais nenhuma, despeço-me cordialmente, enviando os meus melhores cumprimentos,

 

Isabel A. Ferreira

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:14

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 16 de Março de 2016

JOÃO SOARES, MINISTRO DA CULTURA DO GOVERNO PORTUGUÊS, QUER VER A TORTURA DE TOUROS COMO PATRIMÓNIO NACIONAL

 

A França já retirou essa estupidez do seu património.

Mas o socialista João Soares, feito chico-esperto, para agradar os seus compadres autarcas aficionados, prometeu elevar a tortura de touros (vulgo tauromaquia) a património nacional…

Como se isso fosse possível!

Só se for património da vergonha nacional

 

JOÃO SOARES.png

 

O que se passará pela cabeça de João Soares, filho da Doutora Maria Barroso e do Doutor Mário Soares, ao olhar para a imagem deste Touro torturado?

 

Será possível ver aqui alguma arte? Será possível ver aqui alguma coisa que justifique a designação de património nacional?

 

Sabe o que mais, senhor ministro?

 

DEMITA-SE IMEDIATAMENTE!

Tenha vergonha e DEMITA-SE!

 

PATRIMÓNIO.jpg

Origem da imagem:

https://protouro.wordpress.com/2016/03/16/joao-soares-o-ministro-que-envergonha-portugal/

 

Se isto não fosse uma grande tragédia, seria uma enorme comédia.

 

Mas de quem é a culpa?

 

Quem foi que nomeou esta personagem, com provas mais do que dadas, de uma incompetência abismal, e que de cultura nada entende?

 

O que pretende este novo governo, com tantos aficionados em lugares-chave, incluindo na chefia-mor?

 

O que tem a dizer sobre isto o Bloco de Esquerda, que sempre se disse contra as touradas, mas nunca pediu a abolição delas?

 

Quais são as competências de um Ministro da Cultura?

 

Apoiar a INCULTURA e desapoiar as Escolas de Música e de Artes, que fazem parte da Cultura Culta, por exemplo?

 

Se é para envergonhar Portugal, DEMITA-SE, e fará um grande favor à Nação e a si próprio.

 

Mas se não tiver essa hombridade, que o actual governo português o DEMITA, por óbvia incapacidade de saber discernir entre CULTURA e INCULTURA.

 

Que vergonha!

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 19:20

link do post | Comentar | Ver comentários (5) | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 7 de Março de 2016

PORTUGAL TEM A TAXA DE ANALFABETISMO MAIS ALTA DA EUROPA

 

5% da população portuguesa ainda não sabe ler nem escrever, mas não foram estes 5% de analfabetos que destruíram a nossa Língua Materna. Foram uns tantos "espertos" de grandes bolsos.

O analfabetismo atinge mais de 500 mil portugueses (não contando com o semianalfabetismo, que atinge uma boa fatia das gentes "letradas"). 

E estamos a caminho para muitos mais "milhões", num futuro próximo, se o AO90 não for urgentemente mandado às malvas.

Este analfabetismo faz parte do programa do governo português.

Quanto mais ANALFABETO for um povo, mais submisso ele é.

Por isso nunca há verbas para implementar a Cultura, o Ensino, a Educação, as Artes…

Mas para a INCULTURA, as verbas rolam a rodos...

 

ANALFABETISMO.jpg

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 19:43

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2016

CINCO ESTRELAS DE FERRO PARA O MUNICÍPIO DE VILA FRANCA DE XIRA QUE CONTINUA NA SENDA DA INCULTURA TAUROMÁQUICA

 

ESTRELA FERRO XIRA.png

Autarcas de Vila Franca de Xira são a vergonha nacional e dizem ao mundo do atraso civilizacional desta cidade

 

Uma das particularidades que nos dizem se uma determinada localidade pertence ao mundo civilizado ou ao mundo cavernoso de humanóides que não evoluíram é o facto de ter activa uma arena de tortura de Touros, vulgo praça de Touros, ou práticas primitivas que implicam a utilização de Touros como “divertimento”.

 

Enquanto nos outros sete países (que em pleno século XXI ainda mantém estas práticas selváticas) a evolução no sentido de pôr fim a “divertimentos” inadequados a seres que se dizem humanos tem vindo a crescer consideravelmente, Portugal continua atolado no lodo, a defender o indefensável, e a distanciar-se cada vez mais da Civilização e da Cultura Culta, e nem o actual governo, dito de esquerda, parece interessado em abolir, de um modo inequívoco, este ignominioso entretenimento de broncos, talvez porque tenha a espinha dorsal demasiado curvada aos lobbies económicos, que são os verdadeiros “governantes” de Portugal.

 

Vila Franca de Xira encabeça o rol dos municípios com um atraso civilizacional considerável.

 

Naquela localidade respira-se o ar mofoso das trevas que a envolvem.

 

Os autarcas vila-franquenses, que já nasceram velhos, estão empenhados em defender a selvajaria, não olhando a meios, ainda que esses meios sejam retirados dos bolsos dos contribuintes.

 

O que se passou na Assembleia de Freguesia de Vila Franca de Xira, na passada semana, diz do atraso de vida daquela gente que se recusa a evoluir.

 

Do PSD já sabemos com que contamos. Do PS esperava-se um pouco mais, mas numa terra que deve milhares de Euros à civilização, não há lugar para iluminados: o Partido Socialista apresentou uma moção onde defende a selvajaria tauromáquica, a qual foi aprovada por unanimidade.

 

A Coligação dita “Novo Rumo”, mas que continua mais velha do que o próprio mundo, liderada pelo PSD, disse esta coisa mirabolante, mais parecendo um discurso de ofuscados:

 

Inúmeras vezes, e de uma forma que tem vindo a tornar-se mais frequente e agressiva, outros portugueses movidos por interesses de origem duvidosa nos têm atacado, vilipendiado e ofendido só porque amamos a festa de toiros e queremos ter o direito a vivê-la plenamente e não esperaríamos ouvir do primeiro-ministro a intenção de colocar nas autarquias a função de pôr fim às touradas. Não decidir o seu futuro, mas de forma crua, pôr-lhes fim”.

 

Pois “senhores” da Coligação dita “Novo Rumo” (que querem mais do mesmo, e nada de novo debaixo do Sol, por isso continuam velhos), quem ataca, quem vilipendia, quem ofende a civilização, a Humanidade e os Touros sois vós, com esse vosso costume bárbaro, rejeitado em todo o mundo, e desprezado pela esmagadora maioria dos Portugueses.

 

Os autarcas vila-franquenses são uma vergonha para Portugal.

 

Apenas uma minoria inculta, parada num tempo anterior ao homem das cavernas, ainda defende a selvajaria tauromáquica.

 

Durante o ano de 2015, tiveram oportunidade de evoluir.

 

Rejeitaram essa evolução. É chegado o momento da distribuição das Estrelas: de Ferro para os atrasados. De Ouro, para os evoluídos.

 

Por isso, a Vila Franca de Xira foram atribuídas cinco Estrelas de Ferro (considerado o vil metal), o máximo na escala dos municípios que ao manterem esta macabra e vampírica forma de “diversão”, sofrem de um colossal atraso civilizacional.

 

***

Mais informação sobre a atribuição das Estrelas, aqui:

ATRIBUIÇÃO DE “ESTRELAS DE OURO” ÀS AUTARQUIAS ANTI-TOURADA E “ESTRELAS DE FERRO” ÀS AUTARQUIAS PRÓ-TOURADA

http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/atribuicao-de-estrelas-de-ouro-as-509120

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 10:54

link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 10 de Julho de 2015

LUÍS CAMPOS FERREIRA (SECRETÁRIO DE ESTADO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS) ENVERGONHA PORTUGAL AO ENALTECER A SELVAJARIA TAUROMÁQUICA

 

LUÍS C. FERREIRA 1.jpg

 

Luís Campos Ferreira, secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, deslocou-se ao Alto Minho para mais uma “Embaixadoria”, desta vez dedicada ao México, acompanhado pelo Embaixador Alfredo Pérez Bravo, com o objectivo de levar embaixadores acreditados em Lisboa a visitar diversas regiões portuguesas, para realçar a diversidade cultural regional e as potencialidades do tecido empresarial do país.

 

Desta vez a “Embaixadoria” foi até Viana do Castelo, onde, num discurso aqui proferido, Luís Campos Ferreira referiu o Fado, o Cavalo Lusitano e as touradas como prova da “qualidade” do Alto Minho.

 

Ora, tal afirmação mostra uma certa ignorância sobre o que é o Alto Minho e as suas qualidades.

 

O Alto Minho não é Lisboa, que põe o Fado e a selvajaria tauromáquica (vulgo tourada) no mesmo saco “cultural”.

 

O Fado é Património Cultural Imaterial da Humanidade. É.

 

Mas a tourada é um costume bárbaro, ainda praticado em Lisboa, mas não tem qualquer tradição no Norte de Portugal, à excepção de Ponte de Lima, que é um autêntico ninho de lixo tauromáquico.

 

Viana do Castelo, a primeira cidade portuguesa a ousar ser anti-tourada, curiosamente, nos mandatos posteriores ao Dr. Defensor Moura, Presidente do município vianense, que limpou Viana do Castelo do lixo tauromáquico, regressou á selvajaria, tornando-se pró-tourada, devido à ineficácia política dos actuais autarcas. Mas a esmagadora maioria da população vianense é anti-tourada.

 

O Cavalo Lusitano, esse, é na verdade um Cavalo digno e de excelência, porém, é bastante maltratado em Portugal, pois além de não ser considerado um animal, pela lei portuguesa, é cobardemente utilizado nas bárbaras corridas de touros à antiga portuguesa (coisa de um passado que já passou há muito).

 

Por incrível que pareça, lê-se na Wikipédia que «existe uma raça de cavalos desenvolvida especialmente para as Corridas de Touros, o cavalo Puro-sangue Lusitano (PSL), que se diferencia pela sua coragem, generosidade e altivez.»

 

Agora digam-me, colocar o Cavalo Lusitano como prova de qualidade do Alto Minho, quando o torturam barbaramente nessas “corridas” á moda do tempo dos ignorantes… será uma prova de “qualidade”?

 

Isto é uma falta de discernimento total.

 

Luís Campos Ferreira continua a “mostrar Portugal” ao mundo, mas de um modo que não dignifica nem Portugal, nem os Portugueses que não se revêem nesta incultura bárbara de touradas e utilização de animais como os dignos Touros e o generoso e altivo Cavalo Lusitano, na festa parva dos que ainda vivem na Idade do Calhau.

 

E a Rádio Geice, que transmitiu este vergonhoso discurso, não terá um espírito de Cultura Crítica, que possa fazer uma triagem daquilo que é civilizado dizer alto, e daquilo que não é civilizado dizer alto?

 

Este secretário de estado envergonhou Portugal e desprestigiou o Alto Minho com o um discurso sem nexo. E ninguém diz nada?

 

Fica-se pela triste, pobre e apodrecida mensagem de alguém que ficou parado na Idade Média, mas representa o governo português, no ano de 2015, da era cristã?

 

Sim, sabemos, que era o embaixador do México (um país tão retrógrado quanto Portugal, nestas questões de evolução e civilização, pois também ainda alberga a selvajaria tauromáquica, se bem que a caminho da abolição) que acompanhava Luís Campos Ferreira….

 

Mas ainda assim...

 

Tinha de haver senso crítico.

 

Fonte:

http://radiogeice.com/fm/2015/07/08/internacionalizacao-do-alto-minho-luis-campos-ferreira-continua-a-mostrar-portugal-ao-mundo/

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:29

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 7 de Julho de 2015

A RTP CONTINUA A TRANSMITIR TOURADAS, LEVANDO A INCULTURA AOS INCULTOS

 

Sim, porque as pessoas cultas não sintonizam a RTP para ver LIXO TAUROMÁQUICO.

 

O que mudou com o muito bem pago novo presidente da RTP, Gonçalo Reis (ganha mais do que o primeiro-ministro) que deveria pugnar pela cultura e recusar-se a vergar-se de joelhos diante do lobby tauromáquico, que representa uma minoria vampiresca, em todos os sentidos?

 

RTP.jpg

Nada mudou. A RTP continua a promover a tortura de seres vivos para divertir “gente” que já nasceu morta, de tão velha que é…

 

ESTRELA FERRO RTP.png

 Aqui fica a Estrela de Ferro para a RTP que, com dinheiros públicos, promove a selvajaria tauromáquica, levando aos portugueses a incultura e uma prática sangrenta e cruel, que em nada dignifica Portugal e a Humanidade Racional e Livre.

 

No passado dia 2 de Julho a RTP transmitiu em directo uma sessão de selvajaria tauromáquica, no antro do campo pequeno, situado na cidade de Lisboa (que se diz capital europeia, e não passa de uma capital terceiro-mundista).

 

Não saberá Gonçalo Reis que a tourada é uma prática violenta e cruel, ao nível dos bárbaros espectáculos, do abominável circo romano, os quais aconteceram já há tantos séculos, num tempo onde imperava a ignorância total, e que o mundo, entretanto, evoluiu?

 

Não saberá Gonçalo Reis que esta prática é do foro de alienados mentais, que se divertem a ver torturar um animal indefeso?

 

E a Casa do Pessoal da RTP será constituída por que tipo de “gente”?

 

Acreditará essa “gente” que torturar seres vivos indefesos numa arena é um divertimento digno de seres racionais?

 

E nesse dia 2 de Julho aconteceu algo muito sugestivo, naquele antro de tortura que é o campo pequeno: parece que enquanto decorria a selvajaria tauromáquica, a PSP teve conhecimento de uma ameaça de bomba no recinto.

 

Contudo o antro não foi evacuado, como mandam as regras da prevenção.

 

Porquê?

 

A PSP não consideraria a ameaça coisa de grande importância? Outro dia fechou-se uma ponte em Lisboa só porque havia um saquinho suspeito, num dos tabuleiros, e que veio a saber-se era um saquinho de ROUPA.

 

Mas no campo pequeno era uma simples ameaça de bomba. Coisa de pouca monta. Por que haveria de se considerar “isto” importante, num tempo de terrorismo global?

 

Se realmente a ameaça se concretizasse e fizesse ir pelos ares o campo pequeno, mais todos aqueles sádicos e psicopatas que lá se encontravam, a sociedade portuguesa ver-se-ia livre de uns tantos parasitas que sugam os dinheiros públicos desviados da Saúde, da Educação, da Cultura Culta e de outras estruturas essenciais?

 

É esta pergunta que fica por responder.

 

Senhor presidente da RTP, Gonçalo Reis, daqui lhe dirijo os meus pêsames, pela morte da esperança que os Portugueses Cultos depositavam na mudança de administração dessa estação pública de televisão.

 

Afinal, mudaram-se as “cabeças”, mas o “miolo” continua pobre e podre, como sempre esteve.

 

Mudam-se os tempos, mas as vontades continuam a ser primitivas e toscas.

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 15:54

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 25 de Maio de 2015

GARRAIADA ACADÉMICA É SINÓNIMO DE CRUELDADE ANIMAL

 

As garraiadas são um jogo de crueldade e tortura contra bovinos bebés, em arenas, praticado por alguns “estudantes”. Isto também é a promoção de touradas, uma das mais cruéis práticas contra animais!

***

Estes “estudantes” não são estudantes. São simplesmente lacaios da incultura e do atraso civilizacional que ainda impera em Portugal.

Estes “estudantes” são um bando de cobardes que torturam, por prazer, indefesos seres vivos.

O mundo civilizado abomina esta prática dos broncos que já nasceram velhos e incapacitados para evoluírem.

 

 

***

The Apology Song - Anti Bullfighting (Legendado)

(Uma bela melodia onde se faz a apologia contra a tourada)

 

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 10:38

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 29 de Janeiro de 2015

É MUITO TRISTE VIVER NUM PAÍS ONDE OS GOVERNANTES CONDENAM AS PESSOAS SENSÍVEIS E EVOLUÍDAS A VIVER ENTRE A MEDIOCRIDADE, A INCULTURA, A INSENSATEZ, A FALTA DE ÉTICA E À MERCÊ DE LEIS INJUSTAS

 

«Se a tortura é uma arte… todos os nazistas se chamam Picasso…» (Charb)

 

charlie-hebdo-anti-touradas-12[1].jpg

 

PSICOPATIA.png

MATADORES.jpg

frases-inteligentes-parar-de-dar-corda[1].jpg

 

10806205_970399409656875_8165218451581027220_n[1].

75573_407154846019205_20861948_n[1].jpg

1503355_772069119535152_4227466320003072883_n[1].j

10534632_749265861793117_7852492973195837065_n VER

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 10:52

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 15 de Outubro de 2014

FOI PIOR A EMENDA DO QUE O SONETO, “DOUTORA PROFESSORA” MARIA ALZIRA SEIXO, AFICIONADA DE SELVAJARIA TAUROMÁQUICA

 

Eliminar as provas do “crime” , o "crime" não de ser aficionada, mas o de ter bradado ignorância, não é bonito, mas é próprio de quem sente vergonha de ser aficionada (?) apesar de se ter orgulhado disso no seu mural do FB. Mas os amigos não gostaram…

 

E uma vez que é da área da Literatura, naturalmente que já conhece este texto, que lhe foi apresentado pelo Professor Hélder Gonçalves, entre os muitos comentários que recebeu... dos amigos…

 

10733710_4576123377647_504372223_n[1].jpg

 

E o carrasco é quem fere, mas também é quem aplaude…

 

Pois a «senhora professora catedrática”, Maria Alzira Seixo, eliminou o post e os comentários que então se fizeram, referido neste link:

http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/a-aficionada-de-selvajaria-tauromaquica-479619

 

O que vale é termos ficado com a cópia e com os comentários, para constar no Livro Negro da Tauromaquia.

 

Os amigos ficaram estupefactos com a incultura de Maria Alzira Seixo, a este respeito.

 

E eu estou estupeFARTA de tanta ignorância repetida à exaustão, por quem herdou essa ignorância de antepassados incultos, e apesar de toda a informação que circula neste mundo, opta-se por continuar ignorante.

 

Maria Alzira Seixo eliminou o post, mas deixou este inacreditável “recado” no lugar dele:

 

«BONS AMIGOS, deixo agora a questão das touradas. Já sofri vários destratos, como nunca vi infligidos a touros na arena; há muitas formas de dor. O que eu disse permite a espíritos livres reflectirem. Falei sem prevenções, sem pose, não desprestigiei ninguém. Lidei muito com Filosofia, o que é básico para entender o mundo. Li Sartre e Freud de ponta a ponta, muito Hegel e Marx. Sei que o mundo não é preto nem branco, é um mixto perceptivo e vivencial que os humanos conformam. Questionarmo-nos a nós próprios aperfeiçoa, por isso dialogo. Bom diálogo a todos.»

***

 

Vejo que a “senhora professora catedrática” nada aprendeu, ao concluir desta maneira insólita a questão das touradas, que como boa aficionada da Moita, levantou, com um orgulho que só lhe ficou mal.

 

Já sofreu vários destratos como nunca viu infligidos a touros na arena; há muitas formas de dor? Tem a certeza? É preciso que alguém lhe espete umas bandarilhas nas costas completamente nuas, para saber o que sofre um touro na arena? Imagine, “senhora professora catedrática”, porque essa é a dor maior. A dor que sentiu, com “bandarilhas” de palavras feitas, não lhe rasgou as carnes; não lhe trespassou os pulmões; não a sufocou no próprio sangue.

 

É preciso ter a noção do que é ser “destratado”.

 

Fala de espíritos livres reflectirem sobre o quê???? Tortura de bovinos para divertir a Maria Alzira Seixo e gente quejanda?

 

Nenhum espírito livre, se é verdadeiramente livre, aceita tal ignomínia, quanto mais reflectir o irreflectível!

 

Falou sem prevenções, sem pose e não desprestigiou ninguém?


Como disse????? Não desprestigiou ninguém?????

 

Fartou-se de insultar a inteligência dos Portugueses cultos, conspurcou o nome da Universidade de Lisboa, e acha que não desprestigiou ninguém?

 

Lidou muito com Filosofia? Leu Sarte, Freud, Hegel, Marx e não aprendeu nada com essas leituras?

 

E o mundo será um “mixto”????? Um “mixto” de quê, “senhora professora catedrática”?

 

Questionarmo-nos a nós próprios aperfeiçoa, por isso dialoga?????

 

Pelo que vejo, nada do que os seus amigos cultos lhe disseram, a aperfeiçoou.

 

Em vez de vir a público pedir desculpa pelo insulto que fez à Cultura Culta Portuguesa, deixa esta triste emenda, que é pior do que o soneto…

 

Continuo "estupeFARTA" de tudo isto

 

Como comentou um facebookiano: «Embora a professora em questão já tivesse apagado tudo sobre este tema na sua página do FB, ela limpou literalmente a página, será arrependimento ou vergonha?»

 

Vimos que arrependimento não foi. Vergonha, ficamos na dúvida. Seria vergonha de se assumir aficionada? De ter defendido aguerridamente a tortura de animais sencientes para seu próprio divertimento?

 

Diz com orgulho, que nasceu no Barreiro, mas cresceu na Moita. E a parvidade da Moita moldar-lhe-ia o carácter?

 

Quero deixar bem claro que isto não é um ataque pessoal.

 

É tão-só um ataque justificado e indignado contra um sistema que legitima a incultura, a violência, a crueldade, a ilegalidade, a incivilidade, a ignorância e a estupidez, não permitindo abrir horizontes para um futuro limpo do sangue de inocentes seres, barbaramente sacrificados, para divertir um punhado de sádicos, representado numa “professora catedrática” de uma Universidade Portuguesa.

 

Podia ser uma Maria qualquer… Mas não é…

 

É disto que estou estupeFARTA!

 

publicado por Isabel A. Ferreira às 17:07

link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Julho 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

CMTV – canal televisivo ...

UMA SÓ MOSCA BASTA PARA I...

«A TAUROMAQUIA NÃO É UMA ...

«SALVEM AS RAPOSAS»

Os governantes portugues...

As touradas não são servi...

COMO SE ESPERAVA, O BULLF...

A TOURADA É CULTURA - A C...

A RTP1 (UM) DESCE AO MAIS...

PROTESTO CONTRA A TOURADA...

Arquivos

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Direitos

© Todos os direitos reservados Os textos publicados neste blogue têm © A autora agradece a todos os que os divulgarem que indiquem, por favor, a fonte e os links dos mesmos. Obrigada.
RSS

Acordo Ortográfico

Em defesa da Língua Portuguesa, a autora deste Blogue não adopta o Acordo Ortográfico de 1990, devido a este ser inconstitucional, linguisticamente inconsistente, estruturalmente incongruente, para além de, comprovadamente, ser causa de uma crescente e perniciosa iliteracia em publicações oficiais e privadas, nas escolas, nos órgãos de comunicação social, na população em geral, e por estar a criar uma geração de analfabetos escolarizados e funcionais.

Comentários

Este Blogue aceita comentários de todas as pessoas, e os comentários serão publicados desde que seja claro que a pessoa que comentou interpretou correctamente o conteúdo da publicação. Serão eliminados os comentários que contenham linguagem ordinária e insultos, ou de conteúdo racista e xenófobo. Em resumo: comente com educação, atendendo ao conteúdo da publicação, para que o seu comentário seja mantido.

Contacto

isabelferreira@net.sapo.pt